Conheça a história da novela A Escrava Isaura

A obra televisiva é uma adaptação livre do romance de Bernardo Guimarães

Do R7

A Escrava Isaura vai ao ar de segunda a sexta, a partir das 19h30 Divulgação/Record TV

Isaura (Bianca Rinaldi) nasce em 1835, na fazenda do Comendador Almeida (Rubens de Falco), em Campos. Ela é filha da bela Juliana (Valquiria Ribeiro), escrava do Comendador, e do feitor da fazenda, seu Miguel (Jackson Antunes). Juliana morre pouco depois do parto, e Isaura é criada e educada por Gertrudes (Norma Blum), esposa do Comendador, que sempre quis ter uma filha. Apesar da excelente educação e de ter a pele clara, Isaura é escrava do Comendador, por ter nascido filha de sua escrava.

Depois de contar a história de amor entre a escrava Juliana e o feitor Miguel e o nascimento de Isaura, a trama da novela avança para 1854, quando Isaura tem 19 anos e é uma bela casta donzela. Tudo se complica na vida dela, quando volta para a fazenda o senhor Leôncio (Leopoldo Pacheco), filho do Comendador, que desenvolve uma paixão louca pela linda escravinha. Leôncio é obrigado a se casar por interesse com Malvina (Maria Ribeiro), filha do rico Coronel Sebastião (Paulo Figueiredo). Mas mesmo assim tenta seduzir Isaura, querendo que a donzela seja sua amante. Contudo, todas as tentativas e propostas de Leôncio são sempre rechaçadas pela virtuosa Isaura.

Gertrudes tem muita vontade de dar a liberdade à sua querida Isaura, mas morre antes de conseguir realizar este objetivo. Pouco depois da morte de Gertrudes, o Comendador Almeida também morre. Leôncio queima o testamento onde ele deixava a alforria para Isaura e torna-se assim o dono da escrava.

A vida de Isaura piora muito com a morte de Gertrudes e do Comendador. Leôncio se torna cada vez mais insistente, e sua paixão secreta pela escrava é descoberta primeiro por Henrique (Gabriel Gracindo), cunhado de Leôncio, que também é apaixonado por Isaura; e logo depois por Malvina, que não demora muito a perceber a obsessão de seu marido pela bela escrava.

Por conta dos acontecimentos, Leôncio aparece assassinado, misteriosamente, dentro do seu quarto. O último mês da novela gira em torno do mistério de “quem matou Leôncio?”. Isaura e Álvaro são presos e acusados pelo crime.

Mesmo depois de descoberto o verdadeiro assassino de Leôncio, Isaura ainda corre risco, por causa de Branca, que não se conforma em ter perdido Álvaro para ela. Mas a felicidade é o destino do casal apaixonado, e a bela casta Isaura consegue se casar, pura e inocente, com seu amado, no fim da história.

É a mesma história de amor, em forma de folhetim, que há mais de cem anos encanta os brasileiros de todas as idades, com acréscimo de poucos personagens, para rechear a trama. Além da história principal, acima descrita, há também na novela o amor de Helena (Fernanda Nobre), a filha caçula do Coronel, por Gabriel (André Fusko), o irmão de Tomásia. Nesta trama, a inspiração é na obra de Romeu e Julieta, de Shakespeare.

Além destes personagens, há ainda João (Ivan de Almeida) e Joaquina (Chica Lopes), dois velhos escravos, que ajudam Isaura, como podem, na fazenda; a invejosa Rosa (Patrícia França), escrava como Isaura, que faz tudo que pode contra a mocinha da história e é, na realidade, filha do Coronel Sebastião; o escravo André (Déo Garcês), rapaz de excelente caráter, também apaixonado por Isaura, que foge da fazenda e se torna líder de um quilombo; Bernardo (Christovam Neto), um negro que acha um velho garimpo e se torna um dos homens mais ricos da cidade; e Moleca (Bárbara Garcia), uma escrava apaixonada por André, que rejeita Bernardo e depois se arrepende quando ele fica muito rico.

O fundo histórico da novela é a luta pela liberdade dos escravos, ainda no começo da causa abolicionista, no florescimento da cultura do café no Brasil.

Ficha técnica
Autores: Tiago Santiago e Anamaria Nunes
Colaboração: Altenir Silva
Roteiro final: Tiago Santiago
Direção: Herval Rossano e Emílio Di Biasi
Direção Geral: Herval Rossano

  • Espalhe por aí:

Twitter

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
HORÁRIOS DA NOVELA ESCRAVA MÃE NA REDE RECORD: DE SEGUNDA A SEXTA ÀS 19H30

Fale Conosco | Visite o R7