Ester e Assuero se encontram! Veja o capítulo desta sexta (21) na íntegra

Assuero manda buscar uma das virgens e Hegai sorteia o nome de Tafnes, que fica orgulhosa de ir ao encontro do rei. Assuero diz a Harbona que Tafnes nunca será a rainha da Pérsia. Após dormir com muitas moças do harém, finalmente chega a vez do Rei Assuero se encontrar com Ester. Rei Assuero fica encantado ao ver Ester e os dois se olham com emoção. Confira a íntegra!

Confira as melhores fotos do capítulo desta sexta (21)!

Rei Assuero se encanta por Ester no primeiro encontro

Saiba tudo o que aconteceu no capítulo desta sexta-feira (21) e veja fotos dos melhores momentos.

Rei Assuero se encanta pela beleza de Ester (Foto: Reprodução / Rede Record)

Ruben consegue entrar na casa das mulheres e assusta Hadassa/Ester. Hegai surpreende Ruben no harém e manda guardas levá-lo até o rei para ser punido. O judeu se curva diante de Assuero, diz que invadiu o harém por amor, que não deseja o mal do rei e implora pela sua vida. Apesar de poupar a vida de Ruben, Rei Assuero manda castrá-lo para que ele se torne um eunuco.

Hamã conta a Mordecai que mandou fazer uma forca para matá-lo e ameaça exterminar os judeus. Mordecai fala a Hamã que só irá morrer quando o seu Deus permitir e não se curva perante ordens do amalequita.

Ana passa mal e é amparada pela amiga Hadassa/Ester. Quinlá desconfia que Ana esteja grávida e a judia se desespera com a possibilidade de esperar um filho de Aridai. Tafnes percebe que Ester não comeu carne de porco e a acusa de ser judia.

Assuero manda buscar uma das virgens e Hegai sorteia o nome de Tafnes, que fica orgulhosa de ir ao encontro do rei. Assuero diz a Harbona que Tafnes nunca será a rainha da Pérsia. Após dormir com muitas moças do harém, finalmente chega a vez do Rei Assuero se encontrar com Ester. Rei Assuero fica encantado ao ver Ester e os dois se olham com emoção.

Veja fotos do capítulo de A História de Ester desta sexta-feira (21) aqui!

Entenda a origem histórica da minissérie A História de Ester

Marcos Pitombo é o Rei Assuero e Gabriela Durlo é Ester na minissérie (Foto: Munir CHatack / Rede Record)

Iago Bolívar, do R7

O Livro de Ester, no qual foi baseada a minissérie A História de Ester, da Rede Record, relata uma das primeiras tentativas de eliminar o povo judeu, vista como um antecedente do holocausto, a matança de milhões de judeus pela Alemanha nazista no século passado.

A atração mostra o relacionamento entre o rei Assuero (Marcos Pitombo) e Ester (Gabriela Durlo), uma judia que esconde sua origem para permanecer viva. Lembrado todos os anos pelos judeus no festival de Purim, o Livro de Ester permanece como uma lembrança das ameaças de eliminação que de tempos em tempos são feitas aos judeus e, recentemente, ao Estado de Israel, mas também pode ser visto como uma alegoria das ameaças que pesam sobre as minorias perseguidas. "Existe espalhado e dividido entre os povos em todas as Províncias do teu reino um povo cujas leis são diferentes das leis de todos os povos e que não cumpre as leis do rei, pelo que não convém ao rei deixá-lo ficar", diz o cortesão Hamã ao rei persa Assuero no terceiro capítulo do livro, que faz parte do Velho Testamento.

Ultrajado por um membro judeu da corte que não lhe prestou honras, Hamã convence o rei de que o apego dos judeus, que viviam dispersos pelo Império Persa, às próprias leis constituía uma ameaça. "E as cartas se enviaram pela mão dos correios a todas as Províncias do rei, que destruíssem, matassem, e lançassem a perder a todos os judeus desde o moço até ao velho, crianças e mulheres, em um mesmo dia, a treze do duodécimo mês (que é mês de adar), e que saqueassem o seu despojo." A ideia de que um povo com identidade própria, mesclado à população em geral, poderia ameaçar a estabilidade de uma nação estava também no centro do discurso nazista.

“A contaminação judaica não irá diminuir, o envenenamento da nação não vai terminar, até que o próprio vetor, o judeu, tenha sido banido de nosso meio”, discursou o ditador alemão Adolf Hitler, que liderou a "Solução Final", o projeto de assassinato em massa que matou mais de 6 milhões de judeus, além de milhares de membros de outras minorias, como ciganos e testemunhas de Jeová.

Em seu livro Bible in Politics, A Bíblia na Política, em tradução livre, o teólogo britânico Richard Bauckham defende que não se devem exagerar as semelhanças entre as duas situações, mas que o autor do Livro de Ester tentou mostrar que a ameaça ia além dos fatos narrados.

"Se o projeto Hamã não é, em sua forma final, um fato da história antiga, então o autor aproveitou a oportunidade dessa ocorrência histórica o fato de todos os judeus morarem no Império Persa para demonstrar imaginativamente a dimensão da ameaça imposta ao seu povo pelo antissemitismo do seu ambiente. Após o campo de concentração de Auschwitz, dificilmente poderíamos dizer que ele estava errado", escreveu Bauckham.

Professor emérito da Universidade St. Andrews e pesquisador sênior do Ridley Hall, centro de estudos religiosos da cidade de Cambridge, Bauckham destaca a identidade judaica do Livro de Ester e a natureza específica do antissemitismo, mas diz que a história pode ser utilizada para entender as dificuldades históricas de minorias como os ciganos, armênios, curdos e até dos palestinos, cuja disputa com os judeus é uma das questões centrais do Oriente Médio nos últimos 60 anos.

Ana teme pela sua vida no harém; confira o que rolou na íntegra!

Hegai e dá as boas-vindas às moças do harém e diz que uma delas se tornará a nova rainha da Pérsia. Hadassa/Ester explica a mudança do nome para Ana e disse ter seguido conselho de Mordecai para evitar problemas com os inimigos dos judeus que vivem no palácio. Hamã, Memucã e Rei Assuero discutem sobre as estratégias de guerra contra a Pérsia e os conselheiros entram em discórdia. Hegai ensina as virgens como se portarem diante do Rei Assuero. Mordecai tenta chegar até o harém e é surpreendido pelos eunucos. Ruben invade o palácio e pede ajuda ao amigo Simion para chegar até Hadassa/Ester. Zeres e Hamã tramam contra Mordecai e os dois planejam tornar Hamã o primeiro-ministro da Pérsia ou até mesmo o futuro rei. Hegai diz a Quinlá que há alguma coisa errada com Tafnes e pede para a amiga ficar de olho na egípcia. Ana conta a Hadassa/Ester que não é mais virgem, diz que Aridai não é como os outros amalequitas e afirma que o amado vai tirá-la do harém. Hadassa/Ester teme pela vida de Ana e a amiga diz que fugirá do palácio com Aridai

Confira fotos do capítulo desta quinta!

Ana revela a Hadassa/Ester que não é mais virgem e que teme pela sua vida no harém

Veja fotos de tudo o que rolou no capítulo desta quinta-feira (20).

Ana teme pelo o que pode acontecer se rei descobrir que ela não é virgem (Foto: Reprodução / Rede Record)

Hegai e dá as boas-vindas às moças do harém e diz que uma delas se tornará a nova rainha da Pérsia.

Hadassa/Ester explica a mudança do nome para Ana e disse ter seguido conselho de Mordecai para evitar problemas com os inimigos dos judeus que vivem no palácio.

Hamã, Memucã e Rei Assuero discutem sobre as estratégias de guerra contra a Pérsia e os conselheiros entram em discórdia.

Hegai ensina as virgens como se portarem diante do Rei Assuero.

Mordecai tenta chegar até o harém e é surpreendido pelos eunucos. Ruben invade o palácio e pede ajuda ao amigo Simion para chegar até Hadassa/Ester.

Zeres e Hamã tramam contra Mordecai e os dois planejam tornar Hamã o primeiro-ministro da Pérsia ou até mesmo o futuro rei.

Hegai diz a Quinlá que há alguma coisa errada com Tafnes e pede para a amiga ficar de olho na egípcia.

Ana conta a Hadassa/Ester que não é mais virgem, diz que Aridai não é como os outros amalequitas e afirma que o amado vai tirá-la do harém. Hadassa/Ester teme pela vida de Ana e a amiga diz que fugirá do palácio com Aridai.

Veja tudo o que aconteceu no terceiro capítulo de A História de Ester aqui!

A História de Ester conta com efeitos de última geração e tecnologia inovadora

Marcos Pitombo é Rei Assuero na minissérie produzida com efeitos especiais de alta qualidade (Foto: Michel Angelo / Rede Record)

Mariana Maziero, do R7

A minissérie A História de Ester chama atenção com as cenas repletas de efeitos especiais. Logo no capítulo de estreia, a batalha entre os persas e os judeus foi retratada cheia de realismo. Para realizá-la, a equipe usou efeitos de computação gráfica inspirados em filmes de Hollywood como 300, Alexandre, e também na minissérie norte-americana Roma.

Em conversa com o R7, Ronald Zander Williams, produtor de efeitos especiais da Record, contou que a inspiração vem dos filmes épicos.

- Analiso essas produções e monto um roteiro de construção de imagem. Com isso, definimos o equipamento que será usado e como vamos produzir.

Formado em arquitetura, Williams se especializou em computação gráfica cinematográfica em Vancouver, no Canadá. Ele revela que essa é a primeira vez em que trabalha com um tema que é anterior a Cristo. Por isso, a pesquisa teve de ser intensa, principalmente para a criação do cenário.

- A criação em 3D foi essencial para complementar os cenários de externa e estúdio. Optamos por fazer a batalha em estúdio para que tivéssemos controle total da luz e do ambiente.

Para a minissérie foram gravados elementos de computação como areia, fumaça e fogo, que são inseridos na imagem a fim de integrar os elementos de estúdio ao ambiente virtual como deserto, palácio e a cidade de Susã.

O produtor ainda conta que a tecnologia usada para a minissérie é inovadora. A equipe utilizou uma câmera de alta velocidade, capaz de captar 300 quadros por segundo, número dez vezes maior do que o de câmeras normais. Willians explica que, com isso, é possível realizar efeitos impressionantes.

- Essa câmera é capaz de exibir uma cena no que chamamos de câmera lenta. Ela dá o efeito de uma gota pingando ou uma bala saindo de um revólver. É assim que mostramos as batalhas também.

Veja a mudança de Gabriela Durlo para o novo trabalho na Record

A atriz que interpretou a protagonista da minissérie bíblica A História de Ester, mudou a cor dos cabelos para viver a personagem de A Tragédia da Rua das Flores, produção baseada no romance homônimo de Eça de Queirós para o Especial Record de Literatura.

Na obra, Gabriela Durlo interpreta Ana, uma jovem artista apaixonada por Vítor (Arthur Aguiar), um rapaz de 20 anos que foi abandonado quando recém-nascido e se envolve em um incesto involuntário com a mãe, Jô Lisboa (Daniela Galli). A obra relata a história do amor fatal e suas trágicas consequências, retratado nos tempos atuais.

Confira o novo visual de Gabriela Durlo nesta quinta-feira (20), à meia-noite, no Especial Record de Literatura e acompanhe o trabalho da atriz em A História de Ester, de segunda a sexta, às 21h15.

Rei Assuero e Ester se encontram pela primeira vez; veja a íntegra do capítulo desta quarta (19)

Rei Assuero oferece banquete aos príncipes em Susã e manda buscar Vasti para mostrar a beleza da rainha aos convidados. Vasti se recusa a acatar o pedido, Rei Assuero se irrita com recusa e destitui Vasti como rainha da Pérsia. Hamã sugere que todas as moças virgens e belas do reino sejam levadas a Susã para que o imperador escolha uma delas como nova rainha. Ana e Hadassa estão entre as moças capturadas para o harém do Rei Assuero. Antes de ser levada de casa, Mordecai aconselha Hadassa a nunca revelar que é judia e diz que o novo nome da prima agora é Ester.

Veja as fotos dos principais momentos deste capítulo de A História de Ester aqui!

Hadassa vai para harém de Rei Assuero e muda seu nome para Ester

Veja os melhores momentos do capítulo desta quarta-feira (19).

(Foto: Reprodução / Rede Record)

Rei Assuero oferece banquete aos príncipes em Susã e manda buscar Vasti para mostrar a beleza da rainha aos convidados.

Vasti se recusa a acatar o pedido, Rei Assuero se irrita com recusa e destitui Vasti como rainha da Pérsia.

Hamã sugere que todas as moças virgens e belas do reino sejam levadas a Susã para que o imperador escolha uma delas como nova rainha.

Ana e Hadassa estão entre as moças capturadas para o harém do Rei Assuero.

Antes de ser levada de casa, Mordecai aconselha Hadassa a nunca revelar que é judia e diz que o novo nome da prima agora é Ester.

Saiba tudo o que aconteceu no segundo capítulo de A História de Ester aqui!

Enfeite o seu computador com o fundo de tela de A História de Ester

Minissérie voltou à tela da Record nesta terça-feira (18)

Está curtindo A História de Ester?

Comemore a volta deste sucesso da Record com os nossos wallpapers exclusivos.

Escolha uma das fotos abaixo, a definição ideal para o seu monitor, e deixe seu fundo de tela no clima da minissérie:

[800 x 600]

[1024 x 768]

[1280 x 1024]

[800 x 600]

[1024 x 768]

[1280 x 1024]

[800 x 600]

[1024 x 768]

[1280 x 1024]