‘Lutei muito por esse papel’, diz Carolina Ferraz, sobre personagem travesti

Antes mesmo de ser lançado, o filme 'A Glória e a Graça' rendeu uma baita polêmica. Motivo: o fato de a protagonista, uma travesti, ser vivida por Carolina Ferraz em vez de por uma atriz transexual.

Quem não gostou, alega que isso diminui ainda mais a visibilidade e representatividade trans. Quem gostou, diz que colocar no papel uma atriz do porte de Carolina faz bem porque joga luz num assunto do qual muitas pessoas fogem.

carolina feraz trans2 1024x575 Lutei muito por esse papel, diz Carolina Ferraz, sobre personagem travesti

Ao saber das entrevistas de lançamento do filme — o longa dirigido por Flávio Tambellini estreou nesta quinta — avaliei que para falar do assunto não bastava sentarmos, Carolina e eu. Convidei, então, a cantora e ativista trans Renata Perón, que conheci devido ao trabalho dela na SP Escola de Teatro. Aliás, NÃO DEIXEM DE LER a história dela, que é das mais difíceis (e bonitas, pela determinação) que já tive chance de escrever.

Projeto pessoal de Carolina, o filme demorou dez anos para sair do papel. Dentre muitas razões, sobretudo porque não se achava quem topasse patrocinar um filme estrelado por uma personagem travesti. "Disseram pra eu não me envolver com isso", comenta a atriz. "Lutei muito por esse papel."

Confira a conversa no vídeo abaixo. E, por favor, não esqueça de se inscrever no meu canal!

http://r7.com/Q0iW

Posts Relacionados

1 Comentário

"‘Lutei muito por esse papel’, diz Carolina Ferraz, sobre personagem travesti"

30 de March de 2017 às 09:40 - Postado por aleme

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • Paty
    - 04/04/2017 - 13:04

    Mas não é justamente esse o papel do ator?Ser outra pessoa,que muitas vezes foge completamente da sua realidade. É muito mimimi

    Responder