CUIDADO COM O PIXIES, GAROTA!

pixes CUIDADO COM O PIXIES, GAROTA!

O último número da revista inglesa “Mojo” traz uma entrevista com Kim Shattuck, ex-baixista do Pixies, que é reveladora sobre a política interna, a inveja e as briguinhas que costumam rolar dentro de bandas.

Shattuck era conhecida no circuito indie como guitarrista e cantora de duas ótimas bandas, The Muffs e Pandora. Em janeiro de 2013, foi convidada pelo Pixies a substituir a baixista Kim Deal, que havia deixado o grupo em condições nada amistosas.

Shattuck era fã do Pixies e ficou exultante com a oportunidade. Mas o sonho durou pouco mais de dez meses. Logo, ela começou a perceber que Black Francis, o líder da banda, parecia não se sentir confortável com o fato de ela se chamar “Kim”, o que possivelmente estaria provocando memórias desconfortáveis em relação a Kim Deal.

Depois, a baixista passou a receber olhares tortos quando agitava muito no palco (e quem já viu The Muffs e Pandoras ao vivo sabe que a mulher é carismática demais e não fica parada). Veja The Muffs em ação:

 

 

A carreira de Kim Shattuck no Pixies começou a ruir mesmo depois de um show em Los Angeles, quando ela se jogou no público depois do bis. “Pulei no pit e comecei a abraçar e cumprimentar o público, foi doce e bonito. Quando terminei, percebi que a banda já tinha saído do palco. Me senti uma idiota. O agente da banda veio correndo e gritou comigo: ‘Não pule na plateia! O Pixies não faz isso!’ Percebi que havia ultrapassado o meu limite e pedi desculpas à banda”.

Mas não adiantou. Segundo Shattuck, o baterista Dave Lovering parou de falar com ela e começou a tratá-la mal. “Um dia, no fim da turnê, estávamos no avião e Dave estava um amor comigo. Achei que ele estava doidão. Aquilo foi um aviso pra mim: sabia que iriam me despedir”.

Depois do último show da turnê, na Inglaterra, ninguém falou com Shattuck. Dias depois, o agente ligou para ela e disse que a banda iria procurar outro baixista.

A argentina Paz Lenchantin, conhecida por trabalhos com A Perfect Circle e Zwan (banda de Billy Corgan), foi contratada. Lanchentin tocou inclusive no Brasil, quando o grupo se apresentou no Lollapalooza (o site do festival continua informando, erradamente, que foi Shattuck quem tocou no Brasil). Vamos ver quanto tempo dura a moça.

 

94 Comentários

"CUIDADO COM O PIXIES, GAROTA!"

3 de November de 2014 às 07:05 - Postado por fcdsantos

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • Renato
    - 03/11/2014 - 07:28

    Reza a lenda que os caras do Engenheiros do Hawaii despediram o primeiro baixista, Marcelo Pitz, numa volta ao palco para o bis: só ele voltou e os outros dois vazaram, às gargalhadas.

    Responder
  • Vinícius Vieira de Oliveira
    - 03/11/2014 - 07:31

    E em contrapartida, o The Muffs acabou de lançar um cd genial, o "Whoop Dee Doo". Fez bem a Kim Shattuck ter pulado fora do barco (ou terem pulado fora com ela). Eu tenho total convicção que se o Kurt Cobain não tivesse declarado em entrevistas que o Pixies era a sua banda favorita e o Surfer Rosa o melhor disco de todos os tempos, ninguém teria dado moral pra essa banda... Sorte e paciência para Paz Lanchentin...

    Responder
  • Leonardo
    - 03/11/2014 - 07:37

    Ae barça, vamo ter texto sobre boyhood essa semana?? Abraço!

    Responder
  • Daniel Dias
    - 03/11/2014 - 07:51

    Ótimo texto, Barça! Só um detalhe: Kim Shattuck foi convidada para a formação dos Pixies em 2013. Seria ótimo se o Black Francis a mantivesse na banda, ela seria um contraponto para o piloto automático dos outros três integrantes.

    Responder
  • Rogê
    - 03/11/2014 - 07:56

    Ha,ha, deveria constar no contrato: "é proibido ao membro do Pixies demonstrar sentimentos de excitação e alegria, ou manifestar quaisquer outros sentimentos que não sejam de profunda indiferença e apatia total em cima dos palcos".

    Responder
  • Cleibsom Carlos
    - 03/11/2014 - 08:53

    Barça, você, quando o Xico de Sá pediu demissão da Folha, de certa forma escreveu que cada empresa tinha suas regras e que os funcionários eram "obrigados" a se enquadrarem à elas. Nesse caso não é a mesma coisa? O Pixies é uma "empresa" com mais de 30 anos e uma nova funcionária deve se "enquadrar" em suas normas, não?

    Responder
  • leon
    - 03/11/2014 - 09:16

    Barcinski, assisti ontem no cine torresmo o ultimo filme dirigido por Clint Eastwood; Jersey Boys. O filme conta a historia do Frankie Valli e os Four Seasons. Que todos conhecem pela musica I Cant Take My Eyes Out of You. Resumindo em uma palavra : EMOCIONANTE!

    Responder
  • the beat
    - 03/11/2014 - 09:24

    kim deal era o quindim da banda. já foi. barza... me diz, o que tu acha da taylor swift?

    Responder
  • Charles santana
    - 03/11/2014 - 09:25

    Uma penaxque uma banda tão legal não aceite pessoas legais em suas fileiras...

    Responder
  • Millão
    - 03/11/2014 - 09:38

    Oi André A Paz também é carismática. Se ela agüentou o Billy Corgan, ela tira o Pixies de letra Abraço !

    Responder
1 2 3 4 5