O dia em que o Rage Against the Machine derrotou Simon Cowell


O canal BIS exibe hoje, às 21h, o filme-concerto Rage Against the Machine Live at Finsbury Park, gravado em junho de 2010 em Londres.

O show foi bem típico da banda: animado, agitado e politizado. Mais interessante que o show, no entanto, é a história por trás dele.

Tudo começou no fim de 2009, quando um inglês de 35 anos chamado Jon Morter resolveu iniciar uma campanha bizarra no Facebook. Morter, um técnico em logística e DJ de rock nas horas vagas, pediu aos internautas que fizessem de “Killing in the Name”, a explosiva faixa lançada em 1992 pelo grupo Rage Against the Machine, a música mais vendida no Natal de 2009 no Reino Unido.

A ideia era desafiar a dominância nas paradas britânicas do todo-poderoso Simon Cowell, criador e apresentador do reality show musical “The X-Factor”. Desde que o programa estreara, em 2004, as músicas vencedoras haviam liderado as paradas natalinas no Reino Unido.

O vencedor do “X-Factor” de 2009 foi Joe McElderry com “The Climb”, versão xaropenta de uma música chinfrim de Miley Cirus. Vejam a bagaça:

Jon Morter imaginou como seria engraçado acabar com o monopólio de Cowell e trocá-lo pelo Rage Against the Machine, mas a verdade é que não tinha nenhuma esperança de conseguir. Um ano antes, ele havia tentado o mesmo com “Never Gonna Give You Up”, de Rick Astley, sem sucesso. Agora tentaria com “Killing in the Name”, que só existia em versão digital.

O que começou como uma brincadeira ganhou força depois que algumas celebridades, como Paul McCartney, embarcaram na piada e disseram que iam comprar “Killing in the Name”. Depois que Joe McElderry disse à imprensa que achava a música do Rage “uma droga” e “barulho puro”, a coisa pegou fogo.

Em 20 de dezembro de 2009, quando saíram os resultados das paradas de Natal, veio a surpresa: “Killing in the Name” havia vendido 502 mil cópias em formato digital, 50 mil a mais que “The Climb”.

Para celebrar, o Rage Against the Machine fez um show gratuito para 40 mil pessoas no Finsbury Park, em Londres, e doou toda a grana arrecadada com a música – 162 mil libras (908 mil reais) – para uma instituição de caridade que cuida de sem-teto.

Na abertura do show, a banda fez questão de satirizar Cowell, com um vídeo em que ele “apresenta” o Rage Against the Machine. A animação não está no filme, mas achei a gravação de um fã:

E aqui a abertura do show, com uma versão matadora de “Testify”:

O show todo é muito bom, mas o final, com o público fazendo o coro de “Fuck Simon Cowell”, é antológico.

75 Comentários

"O dia em que o Rage Against the Machine derrotou Simon Cowell"

25 de February de 2016 às 07:05 - Postado por André Barcinski

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • paulo
    - 01/03/2016 - 00:12

    Olá Barça, sou seu leitor há muito tempo, nunca comentei nada por aqui mas esse post me emocionou, eu estava nesse show, morava na época em Manor House, ao lado do Finsbury Park e só fiquei sabendo no dia. Foi um dos melhores shows da minha vida. Abraço

    Responder
  • Eric Dietz
    - 27/02/2016 - 09:11

    Vale lembrar que o Simon Cowell riu por ultimo. A gravadora do Rage Against The Machine 'e a Sony, e adivinha quem 'e um dos chefoes desse gravadora?

    Responder
  • Rodrigo
    - 26/02/2016 - 11:40

    Barça, sugestão de post, inspirado no RATM. Músicas que dão vontade de sair quebrando tudo. Acho que "Killing in the Name" certamente teria um lugar nas top 10. Sem pensar muito, lembrei de "Great Balls of Fire" e "Bodies".

    Responder
  • Rafael Gimenez
    - 26/02/2016 - 11:13

    Olá Barcinski, eu gostaria de saber se tem alguma forma de entrar em contato contigo, tenho uma banda, e gostaria que alguém que conhece bem de musica, algum critico desse uma chance de ouvir e me dizer no que pode melhorar o nosso som, lançamos 3 musicas a pouco tempo, e queria uma opinião de alguém especializado. Ps: Essa historia e texto sobre o Rage é demais! Agradeço desde já pela atenção, abraço!

    Responder
  • Edson Magon
    - 26/02/2016 - 08:47

    Se eu ganhasse 1 real por cada história bizarra/surreal/legal-pra-caralho que leio aqui eu já seria milionário. Keep writing Barcinski, por mais uns 50 anos se não for pedir demais.

    Responder
  • MarcusK
    - 25/02/2016 - 23:03

    Fui naquele show antológico do RATM no SWU e foi a maior loucura eu e a esposa no meio daquela massa girando foi aterrorizante e ao mesmo tempo inebriante, com Testify ao fundo e a área VIP invadida. Inesquecível !

    Responder
  • Rafael Bonvenuto
    - 25/02/2016 - 22:29

    O.T. Carai, Barça, soube desta acusação ao Michael Gira, do Swans? Pesadíssimo... https://www.facebook.com/larkin.grimm.1/posts/1284036894947002?fref=nf

    Responder
  • Junior
    - 25/02/2016 - 22:20

    Caramba q historia legal !! RATM me arrepiou nesse video !! Cara qdo toca essa sirene e comeca a subir o bandeirao vermelho...!!! Maluco nesse processo de coxinhamento q vive o braza se esses caras se arriscarem a vir tocar aqui ta arriscado a PF e o judiciario la do PR prender esses caras !!

    Responder
  • Aryane Secco
    - 25/02/2016 - 21:53

    Perfeeeeeitooooo...fuck Simon Cowell

    Responder
  • Dhiancarlo Miranda
    - 25/02/2016 - 20:58

    Off topic: Barça, esse festival aqui tem alguma coisa a ver com o de Austin? O Line up pelo menos é bem bom. http://levitation-vancouver.com

    Responder
1 2 3 4 5