Londres 2012

Olimpíada Cultural

Londres 2012 - Maratona Cultural X - Olimpíada Cultural

As Olimpíadas de Londres 2012 marcaram a história dos jogos olimpícos não só pela linda festa do esporte mas pela celebração da cultura. Milhares de eventos culturais integrando as pessoas e as diversas formas de expressão artística numa verdadeira “Olimpíada Cultural”. A próxima será no Rio de Janeiro e devemos começar agora os preparativos. Temos a oportunidade histórica de receber o mundo em nossa casa. Londres 2012 deixou um grande exemplo e o mapa da mina com os caminhos que devemos percorrer para fazer do evento Rio 2016 um momento único em nossas vidas e que deixará frutos deliciosos para as novas gerações. Então não podemos perder tempo é hora de arregaçar as mangas e mãos à obra !!!

olimpiada cultural3 300x235 Olimpíada Cultural

Londres 2012 – Maratona Cultural IX – The Humble Market: Trade Secrets

Londres 2012 - Maratona Cultural IX - “The Humble Market: Trade Secrets” (“O Mercado Humilde: Segredos do Comércio”)

“The Humble Market: Trade Secrets” (“O Mercado Humilde: Segredos do Comércio”)
O espetáculo “The Humble Market: Trade Secrets” é uma criativa fusão entre teatro, performance, arte e mídia e é mais uma das atrações culturais resultante da parceria entre brasileiros e ingleses. Inspirado na ascensão econômica do Brasil e o iminente crescimento de sua influencia nas relações internacionais nos próximos anos. Você está pronto para um mundo mais brasileiro? O que valorizamos quando somos confrontados com a tirania da escolha e o consumismo global? O que queremos realmente trocar? O que deve ser negociado? E o que não pode ser comprado? São questões colocadas neste instigante espetáculo. Através de uma viagem de veículos interativos são feitas provocações que nos confrontam com as loucuras do consumismo em massa. “The Humble Market: Trade Secrets” estará em cartaz até o dia 26 de agosto para obter mais informações e horarios de visita entre no link a seguir: http://www.fact.co.uk/projects/the-humble-market-trade-secrets.

Brasil Inglaterra2 300x263 Londres 2012   Maratona Cultural IX   The Humble Market: Trade Secrets

Londres 2012 – Maratona Cultural VIII – aMAZEme

Londres 2012 - Maratona Cultural VIII - “aMAZEme”

“aMAZEme” é uma instalação multimídia criada por Marcos Saboya e Gualter Pupo onde o publico é inserido dentro de um "labirinto de livros". Rodeado por ideias, palavras, pensamentos e desenhos o público vai desvendando os segredos da instalação. Os textos dos livros ficam disponíveis em telas e vão mudando através do toque, proporcionando uma interação com o visitante. Milhares de livros formam paredes de até dois metros e meio neste "labirinto literário" que ocupa um galpão de mais de quinhentos metros quadrados. Desde a contrução do labirinto até a participação do publico, tudo esta sendo filmado e o resultado estará disponível no site do “aMAZEme” e em sites de redes sociais. A instalação ficará aberta para visitação até o dia 26 de agosto em Londres no Southbank Centre Clore Ballroom - Belvedere Road SE1 8XX.

labirinto de livros amazeme Londres 2012   Maratona Cultural VIII   aMAZEme

Imagine Peace

Londres 2012 – Maratona Cultural VI - Imagine Peace

O projeto “Imagine Peace” idealizado por Yoko Ono inspirado na musica “Imagine” do ex-Beatles John Lennon propõe a exposição das ideias de tolerância de pessoas do mundo inteiro com um único objetivo: promover a paz. As mensagens podem ser expressadas através de diversos formatos e mídias como internet, grafismos, vídeos, fotos, emblemas, cartazes, etc. O resultado será exibido em telões gigantes espalhados por toda a Inglaterra.

"Imagine all the people living life in peace."
John Lennon
imagine paz imagine peace1 Imagine Peace

"A dream you dream alone is only a dream
A dream you dream together is reality"

Yoko Ono

(tradução)

"Um sonho que você sonha sozinho é apenas um sonho
Um sonho que você sonha junto é realidade"

Rio Occupation London 2 – “A Rainha e o Ocupante”

Londres 2012 – Maratona Cultural V - Rio Occupation London 2 - “A Rainha e o Ocupante”

O “Rio Occupation London” é, sem dúvida, um dos projetos culturais mais criativos e interessantes dentro da programação das Olimpíadas de Londres 2012. Por isso merece toda a nossa atenção e deferência. Hoje vamos falar do trabalho de Eric Fuly e Robson Rozza. A ideia dos dois artístas brasileiros foi trabalhar a identidade visual e artística usando figurinos feitos de materiais recicláveis (jornais brasileiros e Ingleses, plástico etc). A partir desta pesquisa Eric Fuly e Robson Rozza criaram uma fábula entre o Brasil e Londres com 2 personagens principais : “A Rainha e o Ocupante” - a “Rainha” representa Londres e seu figurino é confeccionado com jornais ingleses e brasileiros e o “Ocupante” é um personagem de 6 metros feito com caixas de papelão exclusivamente brasileiro. O “Ocupante” representa o povo brasileiro que vive da reciclagem como fonte de renda e moradia funcionando como uma crítica social. Além dos dois protagonistas outros personagens característicos da cultura brasileira e inglesa participam da fábula: Cangaceiro, Carmem Miranda, Iemanjá, Cristo Redentor X Mary Poppins, Paddington e V de Vendetta. Eric Fuly e Robson Rozza convidaram alguns artistas que estão no projeto para vestirem estes figurinos e desfilarem com eles ( Alessandra Maestrini-Carmem Miranda/ Edu Graau-Cangaceiro/ Iemanja-Luciana Bezerra). Eles estão como artistas residentes no Museu V&A desde o início do projeto e fizeram uma primeira apresentação no dia 27 de julho com um baile itinerante que passeava pelas galerias e terminava nos jardins do Museu numa grande festa. Eric Fuly e Robson Rozza farão as últimas apresentações da fábula “A Rainha e o Ocupante” nos dias 1, 2 e 3 de agosto no espaço cultural V22 local onde funcionava uma antiga fábrica de biscoitos. Todos os 30 artistas brasileiros envolvidos no “Rio Occupation London” apresentarão seus trabalhos no decorrer do projeto, invadindo Londres com uma “big festa” da arte carioca.

Eric Fuly Robson Rozza a Rainha e o Ocupante 1 300x213 Rio Occupation London 2   “A Rainha e o Ocupante”

Eric Fuly e Robson Rozza diante dos modelos em miniatura dos personagens de "A Rainha e o Ocupante"

Rio Occupation London

Maratona Cultural Londres 2012 – IV - Rio Occupation London

O evento "Rio Occupation London" visa promover diversas atividades artísticas envolvendo brasileiros e acontecerá em Londres com o intuido de fazer um link cultural entre Londres e Rio, as cidades olimpicas da década. O Rio invade Londres com 30 artistas que ocuparão galerias, museus e participarão de instalações por toda a cidade. O projeto foi produzido pelo Centro da Artes de Battersea em parceria com a Secretaria Cultural do Rio de Janeiro. Performances e instalações polemicas estão previstas como a de Pedro Rivera que vai ensinar para os vendedores ambulantes londrinos a manipular as mesas dobraveis usadas para ajudar os camelôs a escaparem dos fiscais no Rio e Breno Pinesh que vai pendurar 10 mil bananas coloridas feitas de papel pela cidade. Outro destaque é a “Brazil Kitchen” uma banda formada por alguns dos artistas que estão no projeto como:Alessandra Maestrini, Pedro Miranda entre outros, o nome é uma alusão ao improviso, musicas cantadas na cozinha. Em contrapartida já existe um projeto para trazer artistas ingleses para o Rio em 2016.

Londres 2012 – Maratona Cultural – III Festival Cultural

Londres 2012 – Maratona Cultural - III "Festival Cultural 2012"

Começou a contagem regressiva!!! Está chegando a hora de presenciarmos com exclusividade na tela da Record o evento mais esperado do ano. Falta pouco, muito pouco para o início dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e vamos acelerar para trazer até vocês as informações mais quentes sobre esta grande festa.

O terceiro tópico da Maratona Cultural rumo a Londres 2012 é sobre o fantástico "Festival Cultural 2012" que acontecerá durante as Olimpíadas com atrações incríveis! Serão mais de 10 milhões de bilhetes gratuitos e oportunidades de participar de 12.000 eventos, com apresentações incluindo 137 estréias mundiais e 85 estréias nacionais em 900 locais diferente, aldeias, vilas e cidades por todo Reino Unido.

O Festival Cultural 2012 segundo a diretora do evento Ruth Makenzie apresentará grandes artistas ao lado das estrelas do mundo dos esportes e visa integrar o resto do país aos eventos olímpicos.

Em Stirling, o mundialmente famoso maestro Gustavo Dudamel conduzirá o grande concerto com a Orquestra Sinfónica Simón Bolívar da Venezuela. O concerto será transmitido pela BBC Four e Rádio BBC Scotland e transmitido ao vivo em Londres 2012 Live Sites em 22 cidades e vilas em todo o Reino Unido.

O lago “Windermere” hospedará “On the Nightshift” - um espetáculo pirotécnico gratuito ao ar livre.

“For The Voyage”, um gigantesco navio vai navegar até o centro da cidade de Birmingham acompanhado por bailarinos e acrobatas. Edward Gardner vai realizar a estréia do Reino Unido de “Weltethos”, obra épica do compositor britânico Jonathan Harvey.

O festival deve durar 12 semanas e contará com eventos culturais nas áreas de teatro, artes, música e dança espalhados por toda a Grã-Bretanha e com ingressos grátis.

 

Londres 2012 – Maratona Cultural – II Charlie Chaplin

Londres 2012 – Maratona Cultural - II Charlie Chaplin

Continuando a nossa "Maratona Cultural" rumo às “Olimpíadas de Londres 2012” vamos para o segundo post sobre os ícones da cultura britânica, desta vez o homenageado é o genial Sir.Charles Spencer Chaplin ou como ficou conhecido mundialmente: “Charlie Chaplin”. Chaplin foi o ator mais conhecido e bem sucedido da era do cinema mudo. Além de ator tambem era diretor, roteirista, produtor, compositor, músico, dançarino, comediante, mimico, jogador de xadrez, empresário e um grande filósofo. Sua arte e talento foram eternizados através de seus filmes. Entre os mais importantes podemos citar O Garoto, Luzes da Ribalta, Tempos Modernos, O Grande Ditador, Em Busca do Ouro, O Imigrante, O Circo, Luzes da Cidade, A Condessa de Hong Kong e Um Rei em Nova Iorque. Sua principal criação foi o personagem “O Vagabundo” (The Tramp) conhecido como “Carlitos” no Brasil. "Carlitos" apesar de ser um pobre vagabundo tem a postura e os trejeitos altamente requintados um verdadeiro “gentleman”. Usando um bigodinho, um fraque preto, um chapéu-coco e uma bengala de bambu o “nobre vagabundo” encantou o mundo. Há quem diga o cinema atingiu seu apogeu enquanto era mudo. Até onde se poderia passar emoção somente com imagem e ação? Chaplin sem dúvida mostrou que a arte do cinema não tem limites.

chaplin 210x300 Londres 2012   Maratona Cultural   II Charlie Chaplin

"Que os Vossos esforços, desafiem as impossibilidades, lembrai-vos que as grandes proezas da história, foram conquistadas do que parecia impossível." (C. Chaplin)

Charlie Chaplin é considerado por muitos como “o maior artista cinematográfico de todos os tempos” seus filmes são atemporais e até hoje fazem sucesso divertindo e emocionando pessoas de todas as idades. Além da sua importância artística, Chaplin foi um grande produtor em 1919 associou-se a Mary Pickford, Douglas Fairbanks e D. W. Griffith e juntos criaram a “United Artsts” como uma resposta a ditadura dos grandes estudios da época. Batendo de frente com o poderosos de Hollywood Chaplin conseguiu sua independencia.
 
“Não devemos ter medo dos confrontos... até os planetas se chocam e do caos nascem as estrelas.” (C. Chaplin)

Charles Spencer Chaplin, nasceu no dia 16 de abril de 1889, na East Street, Walworth, Londres, Inglaterra. Filho de Charles Spencer Chaplin Sr. E Hannah Chaplin ambos cantores e atores. Quando Chaplin tinha 3 anos os pais se separaram e ele ficou morando com a mãe. O “garoto” Charles teve uma infancia dificil já que a mãe, devido a uma doença na laringe, foi obrigada a parar de cantar e posteriormente com problemas mentais foi levada para um asilo. Neste período ele e seu meio-irmão Sydney foram morar com o pai que era alcoólatra. O pai faleceu de cirrose quando ele tinha 12 anos. Os irmãos Chaplin como uma forma de sobrevivencia foram trabalhar no music-hall onde graças ao talento que possuiam logo se destacaram.

“A juventude precisa de sonhos e se nutrir de lembranças, assim como o leito dos rios precisa da água que rola e o coração necessita de afeto.” (C.Chaplin)

A primeira viagem de Chaplin aos Estados Unidos ocorreu durante 1910 com o trupe de Fred Karno. Em 1913 o famoso diretor, roteirista produtor de cinema Mack Sennett (O Rei da Comedia) o contratou para atuar nos filmes produzidos por seu estudio “Keystone Film Company”.
Chaplin estreou no cinema, no filme Making a Living, Em pouco tempo tornou-se uma das grandes estrelas da Keystone. Em 1914 no filme “Kid Auto Races at Venice” produzido pela Keystone foi quando o mundo assistiu pela primeira vez o personagem “Carlitos” entrar em cena. Com suas travessuras o simpático e irreverente vagabundo conquistou o publico, foi amor a primeira vista.

“A persistência é o menor caminho do êxito.” (C.Chaplin)

Já no seu ano de estreia na indústria do cinema Chaplin dirigiu e editou 34 curta-metragens e um longa-metragem o “ Tillie's Punctured Romance”. Dai em diante Chaplin seguiu assinando contratos cada vez melhores com os grandes estudios: Essanay Studios, Mutual Film Corporation e First National. Em 1919, Chaplin criou United Artists com Mary Pickford, Douglas Fairbanks e D. W. Griffith.

“Não faças do amanhã o sinônimo de nunca, nem o ontem te seja o mesmo que nunca mais. Teus passos ficaram. Olhes para trás...mas vá em frente pois há muitos que precisam que chegues para poderem seguir-te.” (C.Chaplin)

Chaplin influenciou muitos artistas como Peter Sellers, Fellini, Buster Keaton, Renato Aragão, Jacques Tati, Marcel Marceau, Johnny Depp, Harold Lloyd e outros atores e diretores. Eu mesmo para compor o personagem “Carlos” de “Vidas em Jogo”, sobretudo na primeira fase da novela me inspirei muito no mestre Charlie Chaplin. Todo aquele ar “poético” do “Carlos” no inicio com seu fiel amigo o caozinho Zé, o amor platônico pela Rita, tiveram muitos ingredientes “chaplinianos”. Por exemplo, sempre que o “Carlos” olhava para a “Rita”, eu procurava lembrar do olhar apaixonado do “Carlitos” para a vendedora de flores cega de “Luzes da Cidade”.

chaplin luzesdacidade 300x223 Londres 2012   Maratona Cultural   II Charlie Chaplin

“Eu preciso dizer-lhe que... te adoro, simplesmente porque você existe.” (C.Chaplin)

A lista de relacionamentos amorosos de Chaplin é longa: Mildred Harris, Peggy Hopkins Joyce, Lita Grey, Paulette Goddard, Joan Barry, Oona O'Neill. Todas bem mais jovens que ele. Destas relações teve 10 filhos dos quais 8 com a última esposa Oona O'neil com quem ficou até seus últimos dias.
 
“Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento. Hoje chamo isso de... Amadurecimento.” (C. Chaplin)

Mesmo com a chegada do cinema falado Chaplin resistiu a fazer filmes assim. Ele achava que o cinema era a arte da imagem e da ação.

"A ação é geralmente mais entendida do que palavras. Assim como o simbolismo chinês, isto vai significar coisas diferentes de acordo com a sua conotação cênica. Ouça uma descrição de algum objeto estranho — um javali-africano, por exemplo; depois olhe para uma foto do animal e veja como você fica surpreso". (C.Chaplin)

Sua vida publica e pessoal sempre foram cercadas de polemicas. Na política Chaplin sempre foi simpatizante da esquerda. Durante o macarthismo, Chaplin foi acusado de comunista e de realizar "atividades anti-americanas". A perseguição a Chaplin chegou ao auge em 1940, quando ele estreou o filme Monsieur Verdoux (1947), considerado uma crítica ao sistema capitalista. Houve resistência à produção nos EUA onde fracassou mas na Europa foi um sucesso. Em 1952 Chaplin deixou os EUA e morar em Vevey na Suíça.

“Desde o fim da última guerra mundial, eu tenho sido alvo de mentiras e propagandas por poderosos grupos reacionários que, por sua influência e com a ajuda da imprensa marrom, criaram um ambiente doentio no qual indivíduos de mente liberal possam ser apontados e perseguidos. Nestas condições, acho que é praticamente impossível continuar meu trabalho do ramo do cinema e, portanto, me desfiz de minha residência nos Estados Unidos". (C.Chaplin)

Os dois últimos filmes de Chaplin foram produzidos em Londres: A King in New York (1957) e A Countess from Hong Kong (1967) estrelado por Sophia Loren e Marlon Brando, e Chaplin fez uma pequena ponta no papel de mordomo, foi a sua última aparição no cinema.
Em 1972 Chaplin recebeu o Oscar Honorário pelo "efeito incalculável que ele teve em tornar os filmes a forma de arte deste século" os aplausos mais longos da história do Oscar, com uma duração total de dez minutos. Chaplin morreu dormindo aos 88 anos de idade, no Dia de Natal de 1977 em Corsier-sur-Vevey, Vaud, Suíça.

“A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.” (C.Chaplin)

Londres 2012 Maratona Cultural – I Shakespeare e os Teatros de Londres

Willian Shakespeare Londres 2012 Maratona Cultural   I Shakespeare e os Teatros de Londres

Mr. William Shakespeares Comedies, Histories, & Tragedies - É uma coleção das peças de Shakespeare reunidas pela primeira vez em uma publicação, os pesquisadores a chamam de First Folio

I - Shakespeare e os Teatros de Londres

Estive pensando em temas para abordarmos aqui no blog e me veio uma ideia que literalmente vai unir o útil ao agradável. Já que 2012 é o ano das Olimpíadas de Londres por que não aproveitar esta oportunidade para conhecermos um pouco mais sobre a cultura britânica e sua valiosa contribuição para o mundo?

Vejam, só no teatro e no cinema, alguns dos talentos o Reino Unido produziu: William Shakespeare, Charles Chaplim, Alfred Hitchcock, Laurence Olivier, Vivien Leigh, Ben Kingsley, Julie Andrews, Sean Connery, Vanessa Redgrave, Antony Hopkins,  Peggy Ashcroft, Michael Caine, Jacqueline Bisset, Daniel Day Lewis, Kate Winslet etc. Por isso, a partir de hoje iniciaremos aqui no blog a “Maratona Cultural” rumo as “Olimpíadas de Londres 2012”.

Além de posts sobre os grandes ícones ingleses também daremos dicas especiais para quem estiver pensando em viajar para Londres e aproveitar não só as emoções dos jogos olímpicos, mas também o que há de melhor nas artes e na produção cultural londrina.

E Para começar com o pé direito ou “get off on the right foot”, como dizem os ingleses, elegemos o maior de todos os ícones do teatro mundial “William Shakespeare” e nas dicas do dia você vai encontrar uma lista com todos os teatros de Londres incluindo localização e os telefones além dos endereços dos dois melhores sites ingleses especializados em vendas de ingressos antecipados para teatro pela internet.
 
William Shakespeare - O Maior Dramaturgo de Todos os Tempos
 
O Poeta e dramaturgo inglês William Shakespeare é considerado por muitos como sendo o maior autor de teatro de todos os tempos. Suas peças foram traduzidas para todas as línguas e até os dias de hoje são encenadas com uma frequência maior do que qualquer outro autor. William Shakespeare é um verdadeiro milagre da língua inglesa.

Nascido em Stratford-upon-Avon, 26 de Abril de 1564 escreveu obras-primas do teatro mundial como: Romeu e Julieta, Hamlet, Sonho de uma Noite de Verão, Otelo, Macbeth, Rei Lear, A Tempestade, entre outras.

“O amor é como a criança: deseja tudo o que vê.” (W. Shakespeare)

Pouco se sabe sobre a vida amorosa de Shakespeare. Alguns pesquisadores afirmam que seu grande amor foi Anne Hathaway com quem casou-se aos 18 anos e teve três filhos: Susanna, e os gêmeos Hamnet e Judith.

“Somos feitos da matéria dos sonhos e o sono confina a nossa breve existência” (W. Shakespeare)

Foi acreditando que os sonhos podem tornar-se realidade que o jovem ator e escritor William Shakespeare mudou-se para Londres por volta de 1590 onde iniciou sua carreira de sucesso. Trabalhou como ator, mas foi como dramaturgo que ganhou destaque.

Em pouco tempo tornou-se proprietário da companhia de teatro chamada Lord Chamberlain's Men encenando suas peças com grande êxito. Nesta época a rainha Elizabeth I reinava absoluta e incentivava a produção artística e cultural. O “teatro elisabetano” como era chamado, tinha grande prestígio e importância cultural para os ingleses que, além de assistirem às encenações, também compravam os textos para serem lidos. Quando Elizabeth I morreu e o Rei James I assumiu o Reino Unido e a Cia. Lord Chamberlain's Men mudou seu nome para “King's Men” traduzindo: “Os Homens do Rei”.

“Só os mendigos conseguem contar as suas riquezas.” (W. Shakespeare)

Shakespeare tornou-se um homem rico e foi sócio do famoso “Globe Theatre” em Londres, além de comprar uma das maiores casas de Stratford, a “New Palace”. Neste período escreveu Hamlet, Otelo e Macbeth. Em 1613 durante a apresentação da sua peça Henry VIII, o Globe Theatre pegou fogo e, dizem que foi um dos motivos pelos quais Shakespeare teria deixado Londres e voltado para sua terra natal Stratford. William Shakespeare morreu em 23 de Abril de 1616, no mesmo dia do seu nascimento.

“Há mais mistérios entre o céu e a Terra do que supõe a nossa vã filosofia” (W. Shakespeare)

Existem muitos mistérios que rondam as pesquisas sobre Shakespeare. A grandiosidade, profundidade, complexidade e qualidade de sua obra acabam por gerar uma série de especulações sobre a veracidade da autoria dos textos. As peças assinadas por Shakespeare atestam que o autor detém um profundo conhecimento multidisciplinar.

Demonstra conhecer filosofia, política, caça, botânica, geografia, esportes, ciência moderna, direito, história, aristocracia, táticas de guerra, varias línguas e um domínio sobrenatural da língua inglesa, tendo usado aproximadamente 29.000 vocábulos diferentes em seus textos e ainda descreve paisagens de terras distantes como se tivesse estado nesses lugares.

É bom lembrar que na época os meios de transportes eram lentos e o acesso a informação extremamente restrito. Como uma pessoa naquelas condições poderia ter acumulado tanto conhecimento?

“Ser ou não ser: eis a questão.” (W. Shakespeare)

Shake-speare ou Shakspere? Shaksper de Stratford ou Shaxspeare? Shagspeare ou Shakespeare? Tantas assinaturas diferentes, qual seria a verdadeira? Outro fato que desperta polêmica é que nunca nenhum de seus biógrafos encontrou uma carta sequer escrita e assinada por William Shakespeare, algo estranho tratando-se de um escritor. Alguns defendem a teoria de que a obra de Shakespeare teria sido escrita por mais de um autor.

Nomes como Francis Bacon, Eduardo de Vere (o 17º Conde de Oxford) , William Stanley (6º Conde de Derby), Christopher Marlowe, Fulke Greville (1ºBarão de Brooke), entre outros, aparecem frequentemente como sendo os verdadeiros autores da obra de Shakespeare.

 Hoje no meio acadêmico existem duas correntes os “Strafordianos” que reafirmam que William Shakespeare de Stratford-upon-Avon foi o verdadeiro autor dos textos e os “anti-Strafordianos” que questionam esta autoria. Em 2007 um grupo de atores, autores, celebridades e acadêmicos, publicaram um documento chamado a “Declaração Razoável da Questão” onde apoiam uma nova pesquisa para descobrir a verdadeira identidade do autor ou dos autores da obra de Shakespeare.

O documento nomeia 20 personalidades anti-Strafordianos do passado como Mark Twain, Orson Welles, Sir. John Gielgud e Charles Chaplim e recebeu aproximadamente 1.000 assinaturas.

“O pensamento é escravo da vida, e a vida é o bobo do tempo.”(W. Shakespeare)

Seja Shakespeare “William” ou “Francis” o que importa é que nunca ninguém chegou tão próximo das questões humanas quanto ele. A obra de W. Shakespeare mantem sua popularidade através dos séculos sempre reinventada e admirada a cada nova geração que surge no planeta. A alma humana traduzida em palavras.

Seja com humor ou com drama, usando a ironia ou até a crueldade, ele sabia como ninguém tocar nossos sentimentos mais íntimos. Por mais que eu tente escrever sobre Shakespeare, nunca conseguirei dar a dimensão da sua inspiração e sabedoria. Por isso ninguém melhor que o próprio “Shakespeare” para explicar “Shakespeare”. A seguir selecionei algumas joias deste tesouro para vocês lerem e guardarem.

Frases de William Shakespeare:

“As ideias das pessoas são pedaços da sua felicidade.”

“É mais fácil obter o que se deseja com um sorriso do que à ponta da espada.”

“Chorar sobre as desgraças passadas é a maneira mais segura de atrair outras.”

“Pois a coragem cresce com a ocasião.”

“O casamento faz de duas pessoas uma só, difícil é determinar qual será.”

“Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que, com frequência, poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar.”

“Para o trabalho que gostamos levantamo-nos cedo e fazemo-lo com alegria.”

“A beleza provoca o ladrão mais do que o ouro.”

“Se os homens fossem constantes seriam perfeitos.”

“Aquele que gosta de ser adulado é digno do adulador.”

“Poucos gostam de ouvir falar das faltas que com prazer praticam.”

“Nunca houve um filósofo que conseguisse suportar pacientemente uma dor de dentes.”

“Sofremos muito com o pouco que nos falta e gozamos pouco o muito que temos.”

“Aceita o conselho dos outros, mas nunca desistas da tua própria opinião.”

 (Envie seus comentários e sugestões para o e-mail: dimauro@r7.com)
 
DICAS DO DIA:

1-LISTA DOS TEATROS DE LONDRES (Nome, localização e números de telefone)

ADELPHI THEATRE The Strand. U: Charing Cross. 0844 412 4651
ALBERY THEATREsee Noel Coward Theatre
ALDWYCH THEATRE The Aldwych. U: Covent Garden. 0844 847 2330
APOLLO THEATRE Shaftsbury Avenue. U: Piccadilly Circus. 0844 412 5658
APOLLO VICTORIA THEATRE Wilton Road. U: Victoria. 0844 826 8000
CAMBRIDGE THEATREEarlham Street. U:Covent Garden. 0871 789 9951
COMEDY THEATRE see Harold Pinter Theatre
COTTESLOE THEATRE see National Theatre
CRITERION THEATREPiccadilly Circus. U: Piccadilly Circus. 0844 847 1778
DOMINION THEATRETottenham Court Road. U: Tottenham Court Road. 0870 169 0116
DONMAR WAREHOUSEEarlham Street. U: Covent Garden. 0870 060 6624
DRURY LANE THEATRE Catherine Street. U: Covent Garden. 0844 412 4660
DUCHESS THEATRE Catherine Street. U: Covent Garden. 0844 412 4659
DUKE OF YORK'S THEATRESt. Martin's Lane. U: Leicester Square. 0870 060 6623
FORTUNE THEATRE Russell Street. U: Covent Garden. 0870 060 6626
GARRICK THEATRECharing Cross Road. U: Leicester Square. 0844 412 4662
GIELGUD THEATRE Shaftsbury Avenue. U: Piccadilly Circus. 0844 482 5130
HAROLD PINTER THEATRE (formerly Comedy) Panton Street.U: Piccadilly Circus. 0870 060 6637
HAYMARKET THEATRE Haymarket. U: Piccadilly Circus. 0845 481 1870
HER MAJESTY'S THEATREHaymarket. U: Piccadilly Circus. 0844 412 2707
LEICESTER SQUARE THEATRE Leicester Place. U:Leicester Square. 0844 847 2475
LONDON PALLADIUM Argyll Street. U: Oxford Circus. 0844 412 2704
LYCEUM THEATREWellington Street. U: Covent Garden. 0844 844 0005
LYRIC THEATRE Shaftsbury Avenue. U: Piccadilly Circus. 0844 412 4661
LYTTELTON THEATRE see National Theatre.
NATIONAL THEATRE (Cottesloe, Lyttelton & Olivier Theatres) South Bank. U: Waterloo 7452 3000
NEW AMBASSADORS THEATREWest Street. U:Leicester Square. 0844 811 2334
NEW LONDON THEATREDrury Lane. U: Holborn. 0844 412 4654
NOEL COWARD THEATRE (formerly the Albery) St. Martin's Lane. U:Leicester Square. 0844 482 5141
NOVELLO THEATRE (formerly The Strand) The Aldwych. U: Covent Garden. 0844 482 5171
OLD VIC THEATRE The Cut. U: Waterloo. 0844 871 7628
OLIVIER THEATRE see National Theatre.
PALACE THEATRE Cambridge Circus. U: Leicester Square. 0844 412 4656
PHOENIX THEATRECharing Cross Road. U: Tottenham Court Road. 0870 060 6629
PICCADILLY THEATRE Denman Street. U: Piccadilly Circus. 0844 412 6666
PLAYHOUSE THEATRENorthumberland Avenue. U: Embankment. 0870 060 6631
PRINCE EDWARD THEATRE Old Compton Street. U:Leicester Square. 0844 482 5151
PRINCE OF WALES THEATRE Coventry Street. U:Piccadilly Circus. 0844 482 5115
QUEEN'S THEATRE Shaftsbury Avenue.U: Piccadilly Circus. 0844 482 5160
ROYAL COURT THEATRE Sloane Square. U: Sloane Square. 7565 5000
ST. MARTIN'S THEATRE West Street. U:Leicester Square. 0844 499 1515
SAVOY THEATREThe Strand. U: Charing Cross. 0870 164 8787
SHAFTSBURY THEATREShaftsbury Avenue. U: Tottenham Court Road. 7379 5399
STRAND THEATRE See Novello Theatre
THEATRE ROYAL DRURY LANESee Drury Lane.
THEATRE ROYAL HAYMARKET See Haymarket.
TRAFALGAR STUDIOS (formerly Whitehall Theatre) Whitehall. U: Charing Cross. 0870 060 6632
VAUDEVILLE THEATREThe Strand. U: Charing Cross. 0844 412 4663
VICTORIA PALACE THEATRE Victoria Street. U: Victoria. 0870 895 5577
WYNDHAM'S THEATRECharing Cross Road. U: Leicester Square. 0844 482 5120
OUTROS LOCAIS
SHAKESPEARE'S GLOBE Bankside. U:Southwark7401 9919
BARBICAN Concerts, theatre, filmsU:Barbican 7638 8891
ROYAL OPERA HOUSE Resident and visiting opera and ballet companies. U:Covent Garden 7304 4000
COLISEUM Resident company performing opera in English U:Leicester Square 0871 911 0200
FESTIVAL HALL Pop and classical concerts and recitals. U:Waterloo 7960 4242
THE PLACEVisiting dance and performance art companies U:Euston7387 0031
SADLER'S WELLS Visiting dance and performance art companies U:Angel 0870 737 7737
 
2- SITES PARA COMPRA DE INGRESSOS DE TEATRO EM LONDRES PELA INTERNET:
 
Official London Theatre – Vende ingressos para as melhores peças em cartaz em Londres.
- Link: http://www.officiallondontheatre.co.uk/
 
Last Minute – Vende ingressos com descontos de acordo com a antecedência da compra.
- Link: http://www.lastminute.com/
 
COMENTÁRIOS:

Enviado por Jaqueline Diehl em 04/05/2012

Olá
Obviamente vou aproveitar para parabenizar pelo Blog... Adorei o primeiro texto, bem como o que dizia em teu perfil... não recordo se era exatamente isso, mas em torno de " conhecer a alma humana"... Que trabalho árduo né? Penso que desde Shakespeare, para mim o inventor do Humano, como bem definiu Harold Bloom, este tem sido o maior de todos os desafios. Compreender que somos apenas parcialmente aquilo que demonstramos, que usamos máscaras diante da vida!
Como já foi dito "arte nenhuma ensina a ler no rosto aquilo que trazemos em nossas almas".( Macbeth) . Parabéns pelo Blog. Desculpe se o devaneio foi longe demais, mas quando penso em Shakespeare a vida assume outras proporções...
Abs,
Jaqueline Diehl

(Envie seus comentários e sugestões para o e-mail: dimauro@r7.com)

Veja mais:

 + R7 BANDA LARGA: provedor grátis!
+ Curta o R7 no Facebook

+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia

+ Todos os blogs do R7

Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com