boaforma 300x225 Como beber cerveja sem engordar?

Espelho, espelho meu, essa cerveja vai me engordar muito?
(Foto: Thinkstock) 

Atenção, atenção: hoje eu vou responder à pergunta de um milhão de dólares!

Desde que comecei esse blog, um dos comentários que mais recebo, especialmente das mulheres, é o clássico “eu também adoro cerveja, pena que engorda tanto, né?”.

Acho engraçado como há tempos transformamos a nossa bebida favorita em vilã-engordativa. Se cerveja deve ser encarada como um alimento qualquer – com suas calorias, mas também com suas propriedades nutritivas – será que não existe um jeito de consumirmos a loirinha sem sofrer tanto peso na consciência?

Afinal de contas, se cerveja é “comida”, ela tem que caber na nossa dieta diária – e sem fazer subir o ponteiro da balança.

Conversei com a nutricionista Bianca Naves, a profissional que orienta os participantes do quadro Além do Peso, do Programa da Tarde, aqui na Record, em busca dessa fórmula mágica. E é claro que existe um jeito de beber cerveja sem engordar, minha gente.

De acordo com a nutri (fiquei íntima!), o segredo está no equilíbrio da alimentação. E isso NÃO quer dizer pular refeições para poder tomar cerveja, hein? Quer dizer que você pode maneirar no consumo de alimentos calóricos no dia em que sabe que vai provar aquela gelada.

Vamos aprender tudo na entrevista?

bianca naves Como beber cerveja sem engordar?

A  querida nutricionista do Além do Peso, Bianca Naves 
(Foto: Divulgação) 

Bia Cioffi: É possível beber cerveja sem engordar?
Bianca Naves: Sim, é possível incluir a cerveja no dia alimentar de uma pessoa saudável, sem que ela ganhe peso. Estipulando as quantidades certas e com equilíbrio na ingestão alimentar do resto do dia, é possível liberar o consumo de cerveja, de forma moderada, ocasionalmente.

Bia: De qual maneira a cerveja pode ser inserida no cardápio dessa pessoa?
Bianca: Primeiramente, deve-se ressaltar que o consumo de cerveja não deve ser motivo para omissão de refeições. Entretanto, deve-se sim fazer um ajuste e balancear os alimentos e calorias consumidos no dia para poder consumir a bebida. Sabe-se que a cerveja é boa fonte de carboidratos e contém, aproximadamente, 150kcal por latinha de 350ml. Sendo assim, quando a pessoa for consumir cerveja no dia, deve maneirar o consumo de carboidratos, uma vez que esta [a cerveja] fornecerá o nutriente.

Bia: Existe um limite de consumo para que a cerveja não prejudique a boa forma?
Bianca: Como já foi dito anteriormente, a base para a manutenção do peso é o equilíbrio ao longo do dia. Havendo este equilíbrio nas porções e quantidades dos vários grupos alimentares, de acordo com as necessidades de cada um, tudo fica sob controle. Porém, é muito importante ressaltar que o consumo de bebidas alcoólicas deve ser moderado, sendo limitado a 2 doses diárias para homens e 1 dose para as mulheres. Em doses adequadas, a cerveja pode contribuir para o alcance das necessidades energéticas diárias. O ideal é evitar excessos de qualquer natureza, sempre!

Bia: A cerveja traz benefícios para a alimentação?
Bianca: Sim, a cerveja é boa fonte de carboidratos, fornecendo energia, além de vitaminas, minerais e antioxidantes. A quantidade de vitamina B6 [que ela contém] merece destaque, assim como de magnésio e potássio, importantes para a contração muscular e manutenção da saúde óssea. A bebida também fornece compostos fenólicos, antioxidantes que auxiliam na saúde cardiovascular e no envelhecimento celular.

Bia: E para quem está tentando perder peso, é possível manter a cerveja no cardápio vez ou outra?
Bianca: Sim, é possível. Deve-se seguir a mesma ideia de quem não deseja emagrecer, mantendo o equilíbrio ao longo do dia. Neste caso, porém, a quantidade de calorias diárias é menor, assim como as quantidades de alimentos. Sendo assim, pode-se encaixar a cerveja eventualmente no dia alimentar, mas o cuidado deve ser maior.

Para fechar a entrevista, Bianca Naves lembrou que – apesar dos pontos apresentados – a cerveja não deixa de ser uma bebida alcoólica e deve ser consumida com moderação sempre, mesmo por indivíduos que não se preocupam com peso.

Equilíbrio é a chave do sucesso, pessoal.
Vamos beber com moderação, inteligência e sem neuras daqui para a frente?

cervejas 300x225 Como beber cerveja sem engordar?

Não é para beber tudo de uma vez, né, gente? Moderação!
(Foto: Thinkstock) 

Beijo e até amanhã!

PS: Algo importante que a nutri Bianca falou e eu ainda não tinha abordado por aqui: devemos lembrar que a cerveja, assim como qualquer bebida alcoólica, tem contraindicações. Não é indicada, por exemplo, para pessoas com problemas gastrointestinais, hepatopatias, hipertensão, diabetes e doenças psiquiátricas. Saúde em primeiro lugar.

http://r7.com/ksGd