Você que mora em São Paulo, tem um bar na Vila Madalena que é muito, muito legal para quem está começando a provar novos sabores de cerveja — e ir além das tradicionais geladas de supermercado. É o São Paulo Tap House, conhece?

Inaugurado há cerca de um ano, fica ali pertinho do famoso Beco do Batman, e conta com 40 cervejas brasileiras on tap (ou seja, prontinhas para serem servidas no estilo chopp).

As cervejas variam com o dia, mas são sempre de cervejarias nacionais bem bacanudas.

Foi lá que eu comemorei meu aniversário este ano — e foi lá também que eu tomei a Julieta, da Backer, pela primeira vez.

Mas calma que eu já falo da Julieta.

Ainda sobre o SPTH, como chamam os íntimos, lá eles sempre têm cervejas desde as mais levinhas até aquelas com amargor mais pungente. E estão prontos para oferecer um menu com indicação de quatro cervejas para os “iniciantes”, outro com a mesma quantidade para quem curte IPA, outro para quem está na vibe trigo, outro passeando pelos estilos…

Você chega dizendo seu “nível de paladar” e eles indicam as melhores opções.

Ou você pode beber de tudo um pouco também, que é como eu sempre faço, e está tudo certo.

As cervejas são servidas em copinhos americanos com 150ml, bons para provar vários sabores diferente sem beber demais, ou em copos de 330ml.

Para petiscar, tem dadinhos de tapioca (meus favoritos!), tábuas de linguiças artesanais brasileiras (boa também!), hambúrgueres, queijos, sanduíches, saladas e mais. São bem ecléticos. E o ambiente é ótimo, nada de baladona, dá para ir com a família, numa boa.

2 Um bar e uma cerveja para você que está começando a provar novos saboresSPTH com suas 40 torneiras de cervejas brasileiras: tem para todos os gostos
(Foto: Divulgação)

 Sobre a Julieta

3 Um bar e uma cerveja para você que está começando a provar novos saboresA Julieta, que eu falei lá em cima, é uma delícia da Backer que eu adoro indicar para quem está começando a beber cervejas novas. Ela mostra bem como uma cerveja pode ser diferente dos sabores pilsen mais comuns, sem apelar para amargor (que é algo que, em geral, as pessoas vão curtindo de maneira progressiva).

A Julieta é rosa. É fúcsia. E é bem docinha. Uma fruit beer criada pela cervejaria mineira ótima para acompanhar pratos leves. Rola bem com saladas e queijos. E o amargor é praticamente zero, algo que você sente ali no retrogosto, mas de maneira muito sutil e especial.

Outra boa dica para quem começa agora a saborear as delícias do universo da cerveja!

Captura de Tela 2016 11 24 às 03 Um bar e uma cerveja para você que está começando a provar novos sabores Lá do meu Instagram, a Julieta servida no copinho americano da SPTH
(Foto: Arquivo Pessoal) 

Tchau beijo, volto amanhã!

http://r7.com/MIjf