O Dia (e a noite) do Guarda-Noturno

guarda2 O Dia (e a noite) do Guarda Noturno

Distintivo da Guarda Noturna do Rio, quando ainda era o Distrito Federal

 

O apito cortava a noite, varava a madrugada. O silvo longo era garantia de que tudo estava e paz.

Entregues ao guarda-noturno os moradores dormiam seu sono, tranquilos.

Ele era o amigo das horas necessárias: um filho doente, uma briga de casais, um ladrão de galinhas....

Não andava armado. Possuía apenas seu apito, com que se comunicava com o outro guarda de outro quarteirão, e assim por diante.

A noite calma, tépida, era povoada desta melodia que indicava sossego, harmonia e segurança.

(Não havia ainda as milícias, o tráfico, os Ak47, as escopetas; as gangues...e a corrupção policial era discreta.)

Depois eles sumiram, deixaram de existir. Deixaram de ser vistos e ouvidos.

Fernando Pessoa diz que "morrer é deixar de ser visto". No caso dos guardas-noturnos, morrer é deixar de ser ouvido.

Morreram,  e com eles morreu também o tempo da segurança nas madrugadas, onde todos os vizinhos se conheciam e se protegiam.

Talvez muito poucos saibam, mas hoje, 19 de outubro,  é o Dia Oficial do Guarda-Noturno.

Pelo meu sono de infância, protegido por sua vigilância, é que dedico aos guardas-noturnos o post de hoje.

guarda1 O Dia (e a noite) do Guarda Noturno

A Guarda Noturna em Santos, SP

Comente

"O Dia (e a noite) do Guarda-Noturno"

19 de October de 2012 às 06:32 - Postado por bemvindo

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com