Django e Othelo: o Mal em Ação

othelo Django e Othelo: o Mal em Ação

Ontem assisti  um filme sobre a Segunda Guerra Mundial.

Revi a figura abjeta de Hitler e o genocídio cometido contra o povo judeu, contra os homossexuais, os ciganos e tantos outros.

Tocado pela emoção fico impressionado pelo tamanho das atrocidades que o ser humano pode cometer.   Imediatamente lembro-me do genocídio no Camboja, do Khmer Vermelho,  contra o seu próprio povo.

Das vítimas de Stalin...das bombas atõmicas sobre civis japoneses... dos mísseis sobre crianças palestinas...das torturas e assassinatos no Brasil, Argentina, Chile...do World Trade Center...e fico pensando sobre o Mal, sobre a maldade.

Mas esta é a maldade clara, o Mal em seu estado mais vulgar e grosseiro.

Porém e  a maldade sutil, a "pequena" maldade diária, aquela que se esgueira por baixo das portas que nos defendem?

Aquela maldade  sutil que penetra pelos nossos ouvidos  tornando-os como brechas em nossas defesas?

Quantos de nós identificamos de imediato esta maldade que vem disfarçada em palavras que farão efeito mais profundo que o napalm despejado sobre as crianças do Vietnam?

Essa maldade fere e mata o homem bom e pacífico que reside em cada um de nós.

Essa maldade entranha-se  no espírito de cada um de nós e gera intrigas, brigas, invejas, explosões de ira, dissensões, facções,  e podem levar aos mais baixos intintos do animal homem que se diz  sapiens.

Você consegue identificar de pronto a língua venenosa que desfere contra ti e teus próximos o doce veneno que inebria e mata?

A maldade tem várias faces e muitas formas de ação.

Para fechar o dia,  hoje irei rever "Othelo" de Shakespeare, um clásico do cinema com Orson Welles. Irei rever a língua ferina de Iago que leva à perdição.

A maldade em "Django" é óbvia; em "Othelo" é sutil, insidiosa como a maldade diária da qual muitas vezes somos vítimas, sem armadura de defesa.

iago Django e Othelo: o Mal em Ação

Iago, a sutileza do Mal em ação.

1 Comentário

"Django e Othelo: o Mal em Ação"

5 de February de 2013 às 06:07 - Postado por bemvindo

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • Janaina
    - 5 de fevereiro de 2013 - 9:34

    Bom Dia Bemvindo. A Cada dia as pessoas estão fazendo atrocidades maiores e é lamentável ver tudo isso eu também fico entristecida em ver a que ponto o ser humano pode chegar para prejudicar o outro. Essa é a maldade que nós vemos e quanto a maldade sutil ela é tão perniciosa quanto a maldade que a gente percebe nos genocidios, nas guerras ......... Eu a pouco tempo sofri esse tipo de maldade sutil vindo de pessoas que nunca imaginei e senti como o ser humano é capaz de ir até as ultimas consequencias para ter o que deseja sem se importar se vai caluniar, magoar ou decepcionar os outros e o ser humano ainda se diz sábi o unico animal que pensa, mas será mesmo que somos tão sábios assim? muitas vezes os animais sabem muito mais o significado do amor dos filhos do que nós. Acho que hoje ja falei demais rsrs e espero nao ter falado besteira perto de uma pessoa tão culta quanto voce Bemvindo, me sinto as vezes com vergonha de falar alguma besteira rsrsrsrs. Beijos e uma otima Terça para você e sua familia .

    Responder
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com