Agradecemos a Gentileza

gentil Agradecemos a Gentileza

Minha mulher Doia, como eu, já é considerada idosa.

E como eu, costuma usar o transporte público: ônibus, metrô,  etc..

Pessoalmente tenho prazer do transporte público: janelas amplas, posso ver a rua , as pessoas, a paisagem, as novas lojas e construções, e sobretudo os usos e costumes, o que muito me auxilia no trabalho criativo.

Claro que não somos obrigados pelo nosso dia-a-dia a tomar do transporte público em horários de pico, superlotado.

Mas o foco deste post é outro:o tratamento aos idosos.

As queixas de maus-tratos a idosos sucedem-se. No nosso caso sempre nos valemos da Lei e dos nossos direitos quando nenecssários.

Pois minha mulher hoje veio contar-me que tomou um ônibus deveras peculiar.

O motorista não era "o motorista", era "a motorista" e o trocador um homem corpulento, capaz de, por seu porte,  assustar pessoas.

Pois a motorista parou o ônibus esperou minha mulher entrar, passar pela roleta, enquanto  o trocador dizia:

- Olha , a senhora senta aqui, nessa cadeira, é melhor para a senhora e além disso é bom sentar-se porque se o ônibus arrancar a senhora  pode cair e se machucar

Indicou-lhe o lugar depois de ajudá-la a rodar a roleta, e o ônibus só saiu depois que ela estava sentada.

Doia, minha mulher, me disse emocionada com a gentileza que recebeu:

- Tamanha delicadeza até faz a gente voltar a acreditar que existe gente boa no mundo e que a Humanidade tem salvação.

Ao descer do ônibus Doia agradeceu ao trocador, que , na sua humildade não entendeu o agradecimento. E ela disse:

- Agradeço sua educação e gentileza comigo.

Desta vez quem surpreendeu-se foi o trocador ao ver na prática o dito: "Gentileza gera gentileza"

7 Comentários

"Agradecemos a Gentileza"

24 de March de 2013 às 06:10 - Postado por bemvindo

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • eliane
    - 24 de março de 2013 - 12:49

    parabéns por este texto.

    Responder
    • bemvindo
      - 26/03/13 - 02:25

      Grato, Eliane.

  • Maria de Fátima
    - 24 de março de 2013 - 11:37

    Bemvindo, ainda bem q sua Doia viveu quase q um milagre. Eu tbm sou idosa assim como meu marido, e o q se vê é o descaso e a falta de respeito para com os idosos. Geralmente qdo um idosos tem a sorte do onibus parar no ponto e conseguir entrar geral mente já tem alguem sentado na cadeira reservada e finge dormir para não levantar e os outros não dão o lugar. Esquecem q tem pais idosos e q se não morrerem jovens tbm serão velhos um dia. As vezes eu e meu marido tomamos onibus, geral mente um dia de semana pela tarde, para passear pela orla de Salvador, sentamos e ficamos olhando pela janela a vida correndo lá fora, o ceu o mar, as ondas e cheiro da maresia.. nos dá uma paz mto grande. Por hj é só. Bom domingo. Aplausos e sucesso sempre.

    Responder
    • bemvindo
      - 26/03/13 - 02:26

      Ah Mara de Fátima, por ser tão estranha a delicadeza da motorista e do trocador do onibus que Doia tomou que publiquei em post. Bjos.

1 2
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com