Alguns Mitos e Superstições na Arte Teatral

onirico Alguns Mitos e Superstições na Arte Teatral

O onírico, o mágico, na obra de Salvador Dali

 

Os mitos e superstições humanas tem origem na infantilização da mente adulta.

Os atores, como todos os seres humanos, não estão livres destas crendices, que examinadas à luz da racionalidade  não se sustentam

Do ponto de vista religioso a própria Fé Racional não lhes dá espaço, mas tais crendices  continuam a existir como  mágica, fantasia,  no mundo onírico, gerando infundada sensação de  onipotência...

Hoje resolvi trazer até vocês algumas  curiosas superstições que muitos atores criaram:

"No Teatro o ator jamais diga a palavra "azar", em cena ou dentro de um teatro."

"No teatro o ator  jamais diga a palavra desgraça."

"Quando subir da plateia ao palco pela primeira vez num teatro,  faça-o com o pé direito, pra dar sorte."

"Não se assovia no teatro, dá azar."

"Não se deseja sorte ao colega que vai estrear. A palavra usada, "merde", tem origem francesa , e mais recentemente, com a influência norte americana diz-se "Que você quebre uma perna" (break a leg).

"A magistral Bibi Ferreira certa vez me disse: Procure sempre encaixar em alto e bom som a palavra SIM em qualquer parte do espetáculo. Isto traz sucesso ao espetáculo."

"A grande dama Fernanda Montenegro carrega em cena consigo - dito em entrevista - um prego!"

"Jogar açúcar na entrada do teatro na abertura da semana para atrair dinheiro de bilheteria." ( Pode atrair formigas também....rsrsrsrs)

"Não se deve contar os ingressos vendidos antes de começar o espetáculo" ( Uma boa forma que favorece produtores ou administradores larápios...rsrsrs)

Confesso a vocês que não carrego comigo nenhuma destas superstições, ou quaisquer outras, mas que é, no mínimo,  curioso ver como elas existem na minha profissão.

Comente

"Alguns Mitos e Superstições na Arte Teatral"

25 de August de 2013 às 06:10 - Postado por bemvindo

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com