Dona Encrenca Só Muda o Endereço

encrenca4copia Dona Encrenca Só Muda o Endereço

Estreio hoje no teatro Norte Shopping meu mais novo stand up: "Dona Encrenca Só Muda o Endereço".

Tenho mais de trinta anos de um casamento feliz, por isso pude ao longo dos anos observar e  concordar com o dito popular que diz que “mulher só muda o endereço”.

O título dos espetáculo  nasceu quando um dia conversando com o motorista que me conduzia comecei  a falar da minha mulher, e de repente ele virou-se pra mim e perguntou:

- "O senhor está dormindo com a minha mulher?"

- "Por que?" Retruquei assustado.

- "Porque tudo que o senhor está descrevendo  é a minha mulher certinho."

Neste stand relato com muito bom humor as chamadas “relações de casamento” que são discutidas sempre entre os casais e cujos temas são sempre os mesmos, só mudando realmente de endereço.

Homens e mulheres, casados ou não se verão refletidos  com muita simpatia e bom humor nessa hora de gargalhadas que trago  para a plateia.

Pude perceber que as mulheres são as que mais se divertem, pois identificam-se de imediato com o dia a dia do casal.

O espetáculo teve sua pré-estreia na festa Internacional de Teatro de Angra dos Reis, no fim do ano passado.

Hoje e todas as 3as e 4as feiras as 20h você pode assistir e conferir no Teatro Miguel Falabella, no Rio.

 

Hoje É O Dia do Sogro

sogro Hoje É O Dia do Sogro

 

Há dia pra tudo hoje em dia.

Você sabia que hoje é comemorado o Dia do Sogro?

Meu sogro sempre foi um cara legal.

Médico obstetra, generoso, humanista.

Adorava assistir faroeste nas sessões vespertinas dos cinemas de Salvador.

Nas tardes de folga corria para o cinema e via e revia o mesmo filme  por vários dias.

Como um adolescente.

Sabia as falas das personagens. O jeito de andar, o manejo as armas... tudo.

No dia de hoje trago-o à lembrança.

Não entendo porque ops sogros não tem o mesmo estigma que as sogras.

Nunca vi piadas com sogros, nem jamais vi alguém estigmatizando sogros.

Estranho.

De toda forma meus amigos casados , estejam a postos, afinal dia 28 de abril é dedicado como  o Dia da Sogra...

Para o sogro não precisa dar presentes, nem muitas firulas, mas para a sogra...todo agrado é pouco. rsrsrsrs

sogra1 Hoje É O Dia do Sogro

Bela sogra, hein? rsrsrs

A Barbie e a Sandália de Dedo São Tão velhas Quanto Seus Avós.

 

 

barbie A Barbie e a Sandália de Dedo São Tão velhas Quanto Seus Avós.

A menina que virou boneca: quando o sujeito vira objeto.

Parece que foi ontem.

Quem já não ouviu esta frase, ou até já a disse?

Pois é, fato que a boneca Narbie que até hoje é símbolo de brinquedo de consumo e sempre na moda completa hoje 54 anos de lançada pela primeira vez nos EEUU, na Feira Anual de brinquedos de Nova York.

Quem hoje é adolescente pode saber que a Barbie foi sonho de consumo da sua avó.

O nome real da boneca é Barbara Millicent Roberts. Abreviado para Barbie. E somente dois anos após seu lançamento é que ela ganhou a companhia de seu namorado Kent, em 1961.

Quando eu digo que "parece que foi ontem" é que na esteira do lançamento da Barbie nos EEUU uma "revolução" aconteceu um pouco antes no universo adolescente masculino do Brasil: o lançamento da sandália de dedos. As tais sandálias do tipo havaianas.

Um escândalo para a época. Um preconceito gigantesco . Uma sandália de forma comum nos países asiáticos provocava escândalo no provinciano universo brasileiro de então.

Eu mesmo , que tinha onze anos à  época tive que  brigar muito com meus pais para que me deixassem usar uma.

Era uma coisa considerada pra "mulherzinhas". Vários amigos meus já usavam e eu não estava , portanto, "na moda".

Hoje, milhões de barbies povoam os quartos de meninas e mulheres no mundo todo , e muito poucos homens no Brasil não tem em casa pelo menos um par de "sandálias de dedo", como é chamada  no Nordeste.

As Minhas Mulheres

 

doia4 As Minhas Mulheres

Mulher, a grande companheira na viagem da existência.

No Dia Internacional da Mulher relembro neste post uma prosa  que escrevi há alguns anos em homenagem à mulher da minha vida.

 

"No outono da vida, as folhas secam, o rio é prata,o amor é ouro.

Quantas vezes a gente casa e separa da mesma pessoa?

Num casamento que já dure mais de trinta anos, por exemplo, quanto  casamos e separamos?

Meu primeiro olhar de desejo  foi  para  uma estranha. Sedutora... brilhante... bela... mas estranha.

Depois eu tive uma namorada. Jovem, alegre, vivaz, paixão.

Mais tarde assumi um compromisso sério com uma mulher já feita.

Mas quando conheci outra que além de mulher era mãe, eu -  volúvel -  apaixonei-me por esta.

Separei da mulher anterior, porém às escondidas, com sabor de traquinagem continuava encontrando às vezes a antiga  namorada.

Mas foi aí que a vida me deu uma companheira muito melhor.

Uma companheira muito mais solidária, lutadora, firme, consoladora... muito mais que todas as outras que eu tivera antes.

Foi uma grande companheira que me acompanhou em todas as lutas.

Aventureiro,  troquei-a por uma mulher que me passara desapercebida, mas que descobri madura. Paciente... sábia.

Mas quando esta mulher madura distraía-se eu encontrava-me  com a  namorada da juventude, e com  a amante fogosa que era a mulher feita.

Ás vezes calhava de estarem todas num mesmo lugar: numa festa, num evento, na cama... de repente.

Relembrando João Cabral eu diria que foi "uma educação pela pedra, por aprender da pedra " administrar isto.

Mas este  garanhão cheio de amantes e namoradas envelheceu e hoje vivo um amor tranquilo com  uma charmosa mulher, que é mãe e uma  avó carinhosa, a mulher do resto dos meus dias.

E  no outono da vida descubro que desde o início  ela sempre foi uma só-  e várias -  e agradeço a Deus por ter me dado a sabedoria e a paciência para encontrá-las todas numa só."

A Chegada da Corte Portuguesa e a Copa do Mundo

 

cris2 A Chegada da Corte Portuguesa e a Copa do Mundo

Cristiano Ronaldo não veio em 1808, mas com certeza estará aqui este ano

 

Imagine amigo leitor a confusão que resultou da chegada da Corte Portuguesa  no Rio de Janeiro.

Pois foi no dia 07 de março de 1808.

Imagine que aportaram aqui 15.000 pessoas, com todos os seus pertences, badulaques e mais todos os arquivos , pertences, e livros da Coroa Portugesa.

O Rio de Janeiro de então tinha 60.000 habitantes. Hoje tem 10.000.0000.

A chegada de 15.000 "moradores-surpresa"  nesta cidade seria proporcional hoje ao rio receber 2.500.000 de pessoas num único dia, procurando casas para morar, comprando tudo que havia de comer e vestir...

Imaginem a alta imediata dos preços  (muito mais que qualquer $urreal de hoje) ...a mudança radical dos costumes...a espoliação dos bens dos nativos plebeus em benefício dos nobres...

Um Rio de Janeiro sem esgoto algum....sem ruas calçadas...sem iluminação noturna... e de uma hora para outra sede também da nação portuguesa.

Imaginem a confusão.

Pra quem vive dizendo "Imagine na Copa" eu parodio a frase e digo " Imagine na chegada da Corte".

Pois foi o que aconteceu, e contudo acabou trazendo  excelentes  resultados para o Brasil:

a fundação do primeiro Banco do Brasil, em 1808;

a criação da Imprensa Régia e a autorização para o funcionamento de tipografias e a publicação de jornais também em 1810 ;

a criação da Academia Real Militar (1810);

a abertura de algumas escolas, entre as quais duas de Medicina – uma na Bahia e outra no Rio de Janeiro;

a instalação de uma fábrica de pólvora e de indústrias de ferro em Minas Gerais e em São Paulo;

a vinda da Missão Artística Francesa em 1816, e a fundação da Academia de Belas-Artes;

a mudança de denominação das unidades territoriais, que deixaram de se chamar "capitanias" e passaram a denominar-se de "províncias" (1821);

a criação da Biblioteca Real (1810), do Jardim Botânico (1811) e do Museu Real (1818), mais tarde Museu Nacional.

Na Copa não virá tanta gente como no dia 07 de março de 1808, mas espero que nos próximos anos o Rio e o Brasil sejam beneficiados com a chegada dessa nova Corte, desta vez futebolística.

Você Se Acha Melhor que o Brasil?

lixo1cópia Você Se Acha Melhor que o Brasil?

 

Quando passeio pelas redes sociais o que vejo de gente falando mal do Brasil....não tá no gibi.

É uma gente que se acha melhor que o Brasil.

Embora compreenda e sinta que somos parte de uma internacionalidade sou sem sombra de pudor: patriota!

Leia com atenção, você que deprecia o Brasil:

Você deve mais do que pode pagar?

Se você  tem dinheiro dispõe-se a emprestar a seus parentes,  vizinhos e amigos?

Você paga juros de cartão?

Você continua investindo na sua educação e formação profissional?

Se você tem carro pratica o "Carona Solidária"?

Se vê um lixo na calçada você o joga na lixeira?

Você provê e dá proteção à sua família?

Tem paciencia para ouvir queixas de parentes, amigos e vizinhos?

Ao menos colabora para a manutenção de seus pais e familiares?

Você faz mutirão pra ajudar seus parentes com alguma coisa?

Se sabe de algum roubo ou crime você denuncia imediatamente à autoridade?

Pratica exercícios físicos, mede regularmente sua pressão e taxas de glicose?

Não desperdiça alimentos?

Pesquisa preços antes de comprar qualquer coisa?

Lembra o nome dos deputados em que votou na última eleição?

Se lembra, cobra deles em cada matéria a ser votada?

Vai às reuniões de condomínio do seu prédio?

Quando se refere aos compatriotas diz "nós" em lugar de "os brasileiros"?

Se respondeu sim a todas estas perguntas realmente você pode até mesmo  cometer a ingratidão de falar mal da sua Pátria.

Se não, é melhor você primeiro cuidar da sua vida e deixar de chororô, porque este é o País que temos, e eu acho maravilhoso.

Quer mais? Também quero. E começa por nós mesmos.

brasil Você Se Acha Melhor que o Brasil?

Finalmente Hoje Começa o Ano. Ou não?

 

ano Finalmente Hoje Começa o Ano. Ou não?

Salve 2014!!!

 

É costume dizer que no Brasil o ano só começa mesmo depois do Carnaval.

Na Bahia, mais que nunca essa parece ser uma verdade: é tanta festa desde o Réveillon até o Carnaval que tudo para pro festejos.

Claro que é só impressão: há um imenso comércio que advém da temporada turística.

No Rio ainda leva um certo tempo entre o Réveillon e o carnaval para que os blocos saiam ás ruas, interditando vias, enlouquecendo foliões, e parando a cidade.

De toda a forma, seja em que região deste País estejamos hoje seria o equivalente ao primeiro dia de 2014.

Só que este ano vai ser um pouco mais complicado. Talvez o ano só comece mesmo depois de junho. Depois da Copa.

Porque agora passado o carnaval descobrimos que estamos a cem dias da abertura da Copa.

Então...quem sabe o ano mesmo  só comece depois de outubro (em alguns casos em novembro) depois das eleições. Já em agosto começa a campanha eleitoral em todo o País. Tudo voltado para a  eleição de governadores, senadores e Presidente.

Mas aí,  vem o Natal e o Réveillon.

E então vamos para o início de 2015, ou finalmente,   de 2014.  Porque com esse calendário quem sabe se em 31 de dezembro ainda estejamos esperando 2014 começar?

Por Que Não Chamar-se: “Sambódromo Oscar Niemeyer” ?

 

sambodromo rio marques sapucai Por Que Não Chamar se:   Sambódromo Oscar Niemeyer ?

Inconfundível assinatura de Oscar Niemeyer

 

Neste  carnaval o Sambódromo do Rio de Janeiro, arena pioneira para manifestações populares  ( do Sambódromo de São Paulo ao de Parintins no Amazonas) completa 30 anos de inaugurado.

Foram precisos quase trinta anos para que aquele monstrengo edificio , sobra de uma cervejaria, fosse implodido e desse lugar ao projeto completo do Sambódromo.

Projeto arquitetônico do grande , genial, Oscar Niemeyer.

Projeto cultural do grande  antropólogo Darcy ribeiro.

Executado no Governo Leonel Brizola.

E curiosamente - ou não? - nenhuma menção na mídia que transmite o evento do Rio a esses nomes no ano do 30º aniversário.

Nenhuma  Escola de Samba sequer prestou alguma homenagem sequer a Niemeyer pelo projeto, já que a memória de Brizola poderia melindrar a platinada e trazer à Escola perdas calculáveis.(risos)

Teria sido  uma emocionante e merecida homenagem que uma Escola lembrasse ao menos de Niemeyer. Mas isso também não ocorreu.

Se posso de algum modo influir fica aqui a sugestão de que o Sambódromo  da Marquês de  Sapucaí, passe a se chamar  Sambódromo Oscar Niemeyer.

Que o grande Marquês do Império continue  com seu lugar de honra na História, mas que se dê lugar de honra no carnaval carioca ao grande Imperador da Arquitetura: Oscar Niemeyer.

Como Você Lida Com Suas Tensões?

 

agress Como Você Lida Com Suas Tensões?

Grande amigo o Pastor Alemão, mas os nazistas os criavam contra judeus, homossexuais e ciganos.

 

Desde que frequento as redes sociais fico impressionado com a grosseria e agressões de algumas pessoas.

Pra falar a verdade nem são "algumas", mas muitas.

Até que um leitor, Henrique Fernando, comentou comigo: -" É a forma que alguns tem de aliviar as tensões."

E aí veio o saque: pessoas criativas ( não precisam ser artistas ) extravasam suas tensões e raivas criando. Sejam memes; posts; mensagens sublimando a raiva por palavras de fraternidade e religiosidade; compartilhando humor, ironia e mesmo humor agressivo.

Mas jamais grosserias e baixarias que envergonham qualquer pessoa com educação e ética mesmo que medianas.

As pessoas que não conseguem ter o espírito criativo não conseguem sublimar suas tensões e raivas, daí partem para o confronto direto com qualquer coisa que as ameace em seus valores.

E isso se dá tanto entre esquerda e direita, como entre ateus e religiosos, ou quaisquer outros campos.

Ser religioso não significa necessariamente  estar com Deus, bem como ser ateu não significa que se descobriu o mistério da vida. Da mesma forma dizer-se de esquerda não torna alguém mais fraterno e solidário, bem como ser de direita não torna ninguém necessariamente um fascista.

É preciso mais. Sobretudo é preciso ser criativo. Ter a capacidade de reinterpretar as ameaças aos seus valores e "dogmas", criando canais mais afetuosos e agradáveis na relação com seus fantasmas internos, que extravasam sempre em cima do outro, sobretudo nas redes sociais.

Dezoito Anos Sem os Mamonas Assassinas

 

mamonas Dezoito Anos Sem os Mamonas Assassinas

Mistério é a Vida

 

Eu sequer havia tido tempo de curti-los, sequer de saber da sua existência e eles já estavam mortos.

Falo dos "Mamonas Assassinas" que hoje completam 18 anos de mortos.

Sei que o dia para a maioria é de festa. de Carnaval. Mas , e até por isso mesmo, não posso deixar de lembrá-los.

O grupo não fazia parte , por assim dizer, da minha cultura. Apresentavam-se num circuito ora paulista, ora adolescentes. E estes dois fatores escapam-me, no Rio - sem assistir ao Faustão ou programas onde apresentavam-se -  e sem ser adolescente.

Tomei conhecimento da existência do grupo apenas no dia da tragédia. Nossa empregada chegou em casa e no café da manhã nos disse:

- Os Mamonas morreram.

- Que mamonas?

- Os Mamonas Assassinas. Deu agora no rádio , morreram hoje num desastre de avião.

Pensei que era uma "pegadinha".

Mas dali em diante , ao longo do dia fui tomando conhecimento  do Grupo, da sua trajetória e da grande perda que o País sofria naquele momento.

É curioso que eu tenha passado a conhecer e gostar dos Mamonas somente após a morte deles.

Prematura morte. Espera-se que as pessoas vivam até fartar-se. Assim é o postulado.

Mas não para eles. Estavam começando a beber em grandes goles  do cálice da Vida quando a tragédia os abateu.

Como uma vez disse-me uma sábia amiga: " A Morte não é mistério. Mistério é a Vida".

Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com