Beleza Que Vem da Harmonia

 

lotus2 Beleza Que Vem da Harmonia

Shakespeare Nasceu e Morreu no Mesmo Dia

shake Shakespeare Nasceu e Morreu no Mesmo Dia

 

Hoje, 23 de abril, marca a morte e o nascimento do inglês William Shakespeare, um dos maiores dramaturgos de todos os tempos.

Curiosamente Shakespeare nasceu em 1564 e faleceu em 1616. Exatamente no dia em que completava 52 anos de idade.

Shakespeare foi um poeta e dramaturgo respeitado em sua própria época, mas sua reputação só viria a atingir o nível em que se encontra hoje no século XIX. Os românticos, especialmente, aclamaram a genialidade de Shakespeare, e os vitorianos idolatraram-no como um herói .

No século XX  sua obra foi adotada e redescoberta repetidamente por novos movimentos, tanto na academia e quanto no desempenho.. Suas peças permanecem extremamente populares hoje em dia e são estudadas, encenadas e reinterpretadas constantemente, em diversos contextos culturais e políticos, por todo o mundo.

Eu mesmo tive a oportunidade de assistir na França a um “Hamlet” produzido no Iran, e falado na língua persa por atores iranianos. Foi fantástico perceber a universalidade da sua obra.

Miss Prostituta É O Fim dos Tempos?

DSC 0571Miss Puta 401 Miss Prostituta É O Fim dos Tempos?

 

Pra começo de conversa eu já acho uma incoerência o nome "Miss Prostituta", afinal a palavra miss em inglês refere-se a jovens virgens, a senhoritas. Transformar a prostituta em Miss é forçar uma barra tamanha. Já a Miss Bumbum não fica aquém.

O mais curioso ainda é que o concurso de Miss Prostituta acontece num dos Estados mais conservadores do País: Minas Gerais.

Mas o que surpreende este velho escriba diante de tudo são os novos tempos e os seus sinais: cristãos sendo decapitados; jovens abrindo fogo contra colegas nos colégios; chacinas em campos de futebol; filhos matando pais e pais assassinando filhos. Alguns jogam as crianças pelas janelas dos prédios como se fossem guimbas de cigarros...

A bem da verdade ser eleita Miss Prostituta num mundo deste chega a ser singelo. Afinal ,  Miss Prostituta ou a Miss Bumbum ou a Miss Perereca é apenas a ponta do iceberg de um tempo que se esgota.   Ou que apenas está começando?

 

Estamos no fim dos tempos ou no início de novos tempos?

  • Sim
  • Não
  • Quem sabe?
 Miss Prostituta É O Fim dos Tempos?

Digite o texto da imagem:

Gerar outra imagem

O Teatro e a Psicanálise Ficam Mais Pobres: Faleceu Claudio Cunha

Claudio Cunha 2 1024x682 O Teatro e a Psicanálise Ficam Mais Pobres: Faleceu Claudio Cunha

 

Faleceu ontem vítima de enfarto, o colega Cláudio Cunha. Ator, autor, diretor e produtor de cinema e teatro. o "O Analista de Bagé".

Além dos muitos filmes que produziu e trabalhou, numa sequência do cinema da “boca do lixo” em SP, Cláudio notabilizou-se sobretudo por sua comédia “O Analista de Bagé”, que durante décadas foi seu carro chefe apresentada em todos os rincões do Brasil, baseada no sucesso da obra homônima de Luís Fernando Veríssimo.

Na pele do "Machão Gaúcho", ele fez rir mais de dois milhões de espectadores nos palcos de todo o Brasil. Apresentando-se tanto nos melhores teatros, como improvisando espaços, levando teatro para cidades que nunca viram teatro. Nas folgas com o Analista, produziu vários outros espetáculos, seguindo sempre a máxima de Brecht: "a melhor função do teatro é divertir". Em 1998, as varias versões do Analista de Bagé, apareciam no Guinness Book, com dois recordes nacionais: a peça há mais tempo em cartaz e Cunha como o ator há mais tempo num mesmo personagem. No Cinema seus grandes destaques foram "Amada Amante", onde foram computados cerca de três milhões de espectadores

Claudio tinha 67 anos e era natural de Porto Alegre, faleceu vítima de um enfarto.

 

Centenário de Anthony Quinn, o Ator Característico

 

zorba Centenário de Anthony Quinn, o Ator Característico

Inesquecível em "Zorba, o Grego"

 

Sempre fui fã de Anthony Quinn, o ator nascido mexicano e naturalizado norte americano.

Anthony Quinn que começou em cinema depois de ter sido açougueiro e boxeador, e notabilizou-se sobretudo pela sua atuação em “Zorba, o Grego”. Era um ator que chamamos de “característico”, aquele que é capaz de a cada papel transformar-se por completo em outro tipo humano.

Hoje é seu centenário de nascimento. Quinn não está mais entre nós, mas é sempre bom revê-lo em seus filmes. Afinal são centenas deles: “Os Canhões de Navarone”; “Sangue e Areia”; “Viva Zapata”; “O Segredo de Santa Vitória” e “Barrabás” foram alguns deles. Ganhou quatro Oscar e foi o ator que mais contracenou com ganhadores de Oscar em Hollywood, ao todo foram dezenas de filmes ao lado de 43 vencedores.

Esteve filmando em 1998  no Brasil, pouco antes da sua morte, o filme "Oriundi".

Um dos grandes atores de Hollywood e, por conseguinte da indústria audiovisual no Mundo.

Um vitorioso, mexicano – latino – vencendo em Hollywood nos tempos em que a sociedade estadunidense era essencialmente branca e pura (como a Klu Klux Klan fazia questão de pregar).

Dolores Del Rio,  Yul Bryner e a nossa Carmem Miranda (que era portuguesa de nascimento) fazem parte deste time de não WASPs vitoriosos em Hollywood

Ataulfo Alves, Um Bamba Mestre do Samba

 

 Ataulfo Alves, Um Bamba  Mestre do Samba

Ataulfo e suas pastoras

A data de hoje marca a morte, em 1969,  de um dos mais produtivos e criativos sambistas brasileiros: Ataulfo Alves.

Nascido em 1909 na pequena cidade de Miraí na Zona da Mata de Minas Gerais, veio para o Rio aos dezoito anos de idade. Em 1958 teve seu primeiro samba gravado por Carmem Miranda, (Antes desse,  Almirante gravara outro), que o lançou no mundo artístico definitivamente.

São mais de 320 composições.  Uma delas em parceria com Mário Lago  "Amélia" que é até hoje cantada  por todo o Brasil .

Lembro-me da sua figura elegante , sobretudo quando apresentava-se acompanhado de um coral feminino sob o título "Ataulfo e Suas Pastoras".

Que Saudades de Walter D’Ávila, o “Seu” Obturado

 

walter2 Que Saudades de Walter DÁvila, o Seu Obturado

Quanta saudade do colega Walter D'Ávila.

Seria lugar comum dizer: "Já não se fazem comediantes como antigamente". Mas não consigo furtar-me a dize-lo.

Trabalhei com ele na Escolinha do Raimundo. "Baltazar da Rocha" era a sua personagem. Ele já octogenário, sábio, pleno. Eu ainda aos quarenta com toda a ansiedade de quem ainda está construindo sua carreira.

Walter era irmão de outra grande comediante: Ema D'Ávila.

Não creio que alguém soubesse dar tão bem o desfecho de uma piada quanto Walter.

Sem mover um músculo do rosto, apenas com seu tom de voz, tirava a risada certa do espectador.

Um de sues personagens de maior sucesso foi o "Seu Obturado", que só conseguia entender as anedotas que lhe contavam muito tempo depois (normalmente no final do quadro humorístico).

Faleceu na data de hoje em 1996, aos 85 anos de idade.

Inesquecível.

walter1 Que Saudades de Walter DÁvila, o Seu Obturado

Contracenando com a irmã, Emma D'Ávila, outra grande comediante.

Quando Um Celular Vale Mais Que Um fuzil

 

cell1 Quando Um Celular Vale Mais Que Um fuzil

Celular, uma bomba na luta contra o crime

 

“A Voz da Comunidade” foi uma eficiente  arma de denúncia e informação a serviço dos moradores da Comunidade do Complexo do Alemão. Criada pelo jovem René Silva relatava os tiroteios, as ameaças, as mortes, a violência policial e o banditismo. O sistema conseguiu transformar esta mídia underground numa parte do stablishment. Hoje a Voz da Comunidade é jornal, e René está integrado ao trabalho social no Alemão.

O René deu entrevistas na Globo, esteve até no "Esquenta"; deu conferências e vídeo conferências pela WEB; foi garoto herói de petistas e afins...

Mas a luta continua.

Agora é na Favela da Maré, através do “Maré Vive”, uma postagem que tem hoje a mesma função da Voz da Comunidade, indo além, citando ruas onde há tiroteios, nomes dos feridos e mortos, guiando caminhos para seguros para os moradores...e que até o momento mantém´--se longe dos refletores dos incluídos., escapando das investidas da polícia e do tráfico que revista what zapps à procura dos autores e censura as informações. “Maré Vive” é uma das dezenas de páginas criadas, gerenciadas e mantidas por moradores de comunidades carentes do Rio de Janeiro. Páginas criadas em sua total maioria por jovens.

Servem sobretudo à Comunidade. Conseguem ser mais underground que o submundo do rime.

É a guerra da comunicação e da informação , onde às vezes um simples celular vale mais que um fuzil AR15.

 

Que Deliciosa Loucura a Profissão de Ator

empty Que Deliciosa Loucura a Profissão de Ator

"Um Teatro Vazio Parece que a Vida Foi Ontem"- Procópio Ferreira

 

Quarenta e nove anos de profissão... estou ensaiando com Betty Faria, Gracindo Junior e outros colegas a peça “A Atriz” para estrear no final deste mês no Teatro do Leblon, Rio.

E mais uma vez repito o ritual de décadas: atento, sentado na coxia à espera da hora de entrar em cena.

Ali, nas sombras dos bastidores fico pensando em como durante décadas passei minha vida ali, à espera do brilho dos refletores e dos aplausos do público. Como repeti o mesmo gesto de todos os meus contemporâneos, e de todos os meus antecessores, para através de um pequeno furo na cortina vislumbrar os espectadores e saber se temos casa cheia ou não, pouco antes do terceiro sinal.

Apenas poucos metros me separam nas trevas, da luz. O silêncio da concentração ali, num canto obscuro do bastidor, do estrépito das gargalhadas e dos aplausos.

E medito: jamais pensei quando jovem que ganharia a minha vida dentro numa caixa mágica, dual como nosso planeta que se divide entre o dia e a noite. Os bastidores empoeirados, cheios de trastes e restos de cenários, cadeiras quebradas, escadas tortas, panos velhos, poeira, teias de aranhas... e a um passo a cena límpida, brilhante, iluminada.

O Destino é realmente curioso. Quando eu tinha 15 anos se me dissessem que esta seria a minha vida eu responderia: “Loucura! Estás louco!”.

E a apenas um ano de completar o cinquentenário profissional afirmo para todos os irmãos de aventura: que deliciosa loucura a profissão de ator!

Cuidado Com Os Idos de Abril

 

verissim Cuidado Com Os Idos de Abril

Veríssimo: "O que acho da morte? Sou contra!"

Período difícil este da primeira quinzena de abril. Mas não é de agora.

A data de hoje, em 1964 marca a posse do Marechal Castello Branco, ditador pelo golpe militar, na Presidência da República. Triste período de triste memoria para a democracia brasileira.

Marca também a morte de Greta Garbo, e de Jean Paul Sartre e Jean Genet, dois dos maiores valores do pensamento francês contemporâneo.

Também, nesta semana perdemos Eduardo Galeano, e Gunther Grass, dois gigantes da literatura mundial.

Também se foram o cineasta português Manoel de Oliveira, e o ator Caco Baresi.

Ah, e no arrastão levou de quebra a crítica  de teatro  de "O Globo",  Bárbara Heliodora.

Se os idos de Março são os Idos golpistas, os de Abril são os de mau agouro.

Por isso amei a resposta de Luís Fenando Veríssimo sobre a morte: “Sou contra!”. Eu também.