Assunto recorrente, pensamento recorrente, desejo recorrente: a fonte da juventude. A imortalidade. No fundo no fundo, ninuém quer envelhecer. Então como ajudar no retardamento desse processo? Como ter uma vida mais longa?

Mais do que papo de médico, conversei com um médico clínico e acadêmico, pós-Doutor pela University of London e ser humano cujo maior mérito é a simplicidade, modéstia e tranquilidade que passa aos pacientes e amigos - José Luiz Rosati. Confiram.

 Dr. Rosati, Sempre se buscou a fonte da juventude mas parece que hoje ela se tornou frenética - vitaminas, anti-oxidantes, plásticas, cremes, exercícios físicos, alimentação balanceada. O ponto não é somente ter vida longa mas ter aparência jovem. Em outras palavras, há uma tentativa furiosa em deter o tempo. O que realmente funciona para quem uma pessoa viva mais e mais jovem?

Oi, Bia. Antes de mais nada, é um prazer estar respondendo às suas perguntas  sobre um assunto tão interessante. Parabéns pelo seu trabalho.

É verdade. Há uma procura frenética pela fonte da eterna juventude que já é procurada desde tempos imemoriais e foi bem representada no filme ``cocoon´´, onde idosos mergulhavam em uma piscina e voltavam cada vez mais jovens. Infelizmente ainda não se encontrou a fonte, mas a boa notícia é que podemos ter um envelhecimento saudável e muito pode ser feito por nós mesmos. É indiscutível que as pessoas estão vivendo mais havendo um ganho médio de mais de 10 anos entre gerações próximas. Este impacto está sendo sentido no mundo inteiro. Os mais ousados dizem que os bebês que estão nascendo hoje poderão viver até perto de 150 anos.

Claro que ninguém pode prever o futuro porém se pode concluir, pelo que já está acontecendo, que isso é possível.

Os cabelos brancos e as rugas, para dizer o mínimo, teimam em mostrar que somos todos mortais e que estamos envelhecendo. Há algumas coisas que podemos fazer para desacelerar esse processo, já que reverte-lo no momento é impossível.

As plásticas e os procedimentos estéticos dermatológicos estão no topo da lista das respostas a isto. Caras e muitas vezes dolorosas porém rápidas. Há muita procura por elas e não se pode condenar ninguém por desejar ter aparência mais jovem. Há inclusive um certo apelo do mercado de trabalho para que assim seja. E as pessoas vão precisar trabalhar por prazo mais longo, ao que tudo já dito indica. O que deve sempre ser visto com cuidado é a qualidade do profissional que vai realizar os procedimentos. Se ele é inscrito nas sociedades de especialidades ou relatos de outros pacientes. Nada pior que um procedimento destes mal sucedido.

Quanto ao uso de medicamentos tipo vitaminas e antioxidantes penso que só devem ser usados em casos específicos de carência destes . Um ponto importante para quem pensa no longo prazo é evitar muitos produtos químicos nas nossas vidas, o que inclui as vitaminas e remédios em geral. Não há evidência de que suplementação vitamínica indiscriminada , de longo prazo  deixe alguém mais jovem.

Sobre alimentação: modas vão e vem, bem como alguns vilões. Óleo de côco, goji, ghee, abacate, chia, tapioca, ovos... O que é recomendável numa alimentação saudável e equilibrada que sobreviverá às modas? Todos querem emagrecer e ficar em forma. As dietas são muitas. Quais as mais recomendáveis e quais as que devem ser feitas com cuidado?

As vitaminas devem vir na alimentação. Pratos coloridos e variados trazem as vitaminas necessárias para nossa vida, sem necessitar suplemento. Elas são melhor absorvidas e aproveitadas pelo organismo quando ingeridas com os alimentos do que sob forma de comprimidos ou cápsulas. Hoje vemos com frequência carência de vitamina D pois muitas pessoas não estão se expondo ao sol. Isto pode ser um problema e necessitar suplementação. Um pouco de sol faz bem . Muito sol é um arraso.

Ainda sobre a dieta , deve ser bem variada e incluir frutas, legumes e outros vegetais frescos. Estes sim são grandes antioxidantes e promovem limpeza no organismo. Grãos integrais são cada vez mais estudados e quem deseja uma vida mais saudável deve ter como estratégia substituir os refinados por integrais. O arroz, o trigo e o milho devem fazer a base da nossa dieta e sempre na forma integral pois assim dá mais saciedade, melhora as funções digestivas, ajuda na eliminação de substâncias tóxicas que ingerimos, previne obesidade, diabetes e mesmo doenças cardiovasculares.

Modismos dietéticos vão e vêm ao longo do tempo mas devemos preservar a idéia que a base da pirâmide alimentar é esta e o topo, ou seja muito pouca quantidade , é composta por doces, carnes gordas e cereais refinados.

Há quem atribua a atual epidemia de obesidade aos produtos derivados do trigo que hoje estão presentes em quase todos os alimentos industrializados. Realmente ele está muito presente na alimentação e o seu excesso provoca ganho de peso. Não há porém qualquer base científica em se retirar o glúten da dieta. Isto só deve ser feito em portadores da doença celíaca. Mais um modismo que vai passar.

Outros alimentos integrais para serem incluídos como a chia, o goji, a linhaça e o amaranto, entre outros, são úteis em pequenas quantidades, dentro da idéia de uma dieta bem variada. O amaranto foi considerado pela NASA um dos alimentos mais completos existentes, capaz de sustentar tripulações de naves espaciais. Gostaria ainda de lembrar que a pipoca também é boa fonte de fibras,e um bom alimento embora não devamos adicionar sal ou gorduras nela.

Castanhas e nozes são úteis e trazem substâncias positivas que quase só são encontradas nelas. Pouca quantidade já basta.

Quanto aos óleos e gorduras deve-se dar preferência aos óleos vegetais e limitar a gordura de origem animal. Mas isso não quer dizer que você não possa comer um torresminho às vezes, pois dessas alegrias também é feita a vida. Não podemos ficar obsessivos quanto à dieta.Devemos manter o peso. Ganhar é mau sinal.

A vida de hoje tem muitos estímulos e informação. Estudantes e profissionais se sentem pressionados e dobrados. Os medos diversos de se viver em cidades violentas,  o medo dos tropeços da economia e de um futuro de dificuldades, devem aumentar bastantes os níveis de estresse e ansiedade. Eu mesmo já fui virada pelo avesso pelo cardiologista, para no final ficar boa da arritmia com 15 dias de um ataque de ansiolítico.

 É muito importante não se ter preconceitos nessa hora e cuidar desse aspecto da saúde.

 Primeiro, quais as suas recomendações para se evitar picos de estresse considerando que lidamos com todos esses problemas na vida real? 

 Quando saber a hora de pedir ajuda médica? Quais os sintomas de uma estafa. Ou depressão?

Penso ser o grande desafio do momento em que vivemos. Excesso de informação e de estímulos os mais variados. Como lidar com isso, em um mundo que parece cada vez mais hostil?

É uma resposta que hoje ninguém tem. Porém identificado o problema fica mais fácil dar soluções. Saber filtrar o que é importante para sua vida pessoal, familiar e profissional é o primeiro ponto, pois focando você já eliminará todo o resto. Atividades antiestresse são fundamentais hoje, como hobbies, pausas, reuniões com amigos, atividades físicas leves, e sempre arranjar tempo para fazer o que se gosta e o que possa nos deixar felizes. Caso contrário poderá vir ansiedade em excesso ou depressão, como você disse.

Os sintomas mais frequentes da ansiedade, conforme perguntou, seriam : medo excessivo, palpitações, sudorese, tremores, mãos frias, falta de ar, desconforto no peito, náuseas, dor abdominal, tonteiras, dormências, medo de perder o controle, insônia,sensação ruim na garganta, entre muitos outros.

Como podemos ver, são sintomas comuns a várias doenças como infarto do miocárdio, hipoglicemia, doenças da tireóide, arritmia cardíaca, embolia pulmonar, acidente vascular cerebral, entre muitas outras. Ou seja o melhor é prevenir. Caso impossível e os sintomas apareçam, o melhor é procurar um profissional para realizar um diagnóstico e poder ter um bom tratamento. Os profissionais poderão ajudar sempre. Nas diversas áreas citadas anteriormente, na possibilidade de que possamos viver mais, melhor e com a aparência mais jovem que tanto se deseja.

A atividade física ajuda muito nisso também . Não precisa virar atleta. A atividade ideal é aquela que nos adaptamos bem, sem sofrimentos, que caiba na nossa rotina e não nos provoque dores. Tudo isto por que ela deve ser mantida no longo prazo. Temos uma impressão digital única e não haverá uma só fórmula para todos. As coisas devem ser individualizadas.

A atividade física para os mais idosos deve incluir exercícios de alongamento, de força, aeróbicos e de equilíbrio. Várias são as modalidades, desde a Yoga ou dança, até a musculação. Cerca de 50 minutos de atividade 3 x por semana já traz bons benefícios.

Qual o conselho você dá para quem quer ter vida longa e "vender" juventude?

Procure ser feliz. Por mais que dure, a vida será sempre uma chama breve, um clarão passageiro,

 Pois é, Dr. Rosati, a chave da saúde é e sempre será essa: ser feliz. Como ninguém tem fórmula e nem mapa para o “Nirvana”, o bom é se divertir, rir e realizar ao longo do percurso meio  misterioso para a tal Felicidade. Quando nos dermos conta, a tal Felicidade foi acontecendo antes da gente chegar no final do caminho! 

Obrigada pelo equilíbrio e sensatez de sempre!

 IMG 1310 1024x768 Dicas de especialista para envelhecer bem