Muitos já sabem do meu tombo, da minha paixão e do meu envolvimento profissional com Educação. Tento não perder um (risos). Por isso, esta semana estarei no Educo, um encontro com os maiores nomes de gestão escolar do país.

O desafio é  apontar  caminhos para uma educação mais eficiente no Brasil.

Nada mais apropriado para os tempos que chegam: Ensino Médio sendo modificado e  regras para se dar aulas também. Sabemos o quanto precisamos da educação para, só assim, nos tornarmos um país de verdade. Falo de gestão pública e privada, de investimentos, de projetos sociais, de vontade de construir um novo país e de oferecer pontos de partida igualmente (ou ao menos similares) para todas as crianças do país.

Comecemos ouvindo quem já faz, quem já se movimenta por melhorias na Educação - quem sabe se pela parte menor e mais pontiaguda da pirâmide (o ensino privado) cria-se um modelo mais eficiente para toda a base da educação. Apostemos no todo. E, por esta paixão e aposta, estarei no Educo esta semana e trarei bate-papos e entrevistas para cá! 

O Educo 2016 trata sobre temas como planejamento e objetivos a longo prazo para escola e diversas instituições de ensino. Diferentes de outras grandes feiras educacionais, este evento de dois dias vai tratar de temas que vão

EDUCO 2016 Muda Gestao 300x300 O futuro das escolas no Brasilmuito além de questões pedagógicas e educacionais, seu foco principal é a gestão estratégica das escolas, como captar e reter mais alunos, como melhorar os índices e a eficácia, e temas que são de suma importância para diretores e administradores e que refletem na qualidade do ensino dos colégios. Assim nasceu o é o 1º encontro executivo-empresarial com foco exclusivo em gestão de escolas privadas.

Porém como buscar melhor desempenho nos números e índices da escola como um business, sem perder a atenção com o conteúdo, com o relacionamento com as famílias e com a formação do indivíduo. Este é um dilema de diversos grupos de educação, ainda mais com o desenvolvimento de empresas crescendo vertiginosamente nesta hora, como escolas que vão abrindo diversas unidades, grupos investidores que vem comprando escolas tradicionais e até grupos estrangeiros que estão adquirindo escolas no Brasil.

Confira a entrevista com Harry Guttmann, Gerente de Projetos da Blue Ocean, idealizadora e realizadora do EDUCO Brasil 2016.

(entevista por Luciano Olivieri)

1 - Esse encontro tem um foco bem específico; por que esse foco na gestão estratégica para as escolas?

As escolas privadas de educação básica, em sua maioria, são empresas familiares que surgiram na década de 70 por iniciativa empreendedora de educadores, e isso marcou a forma como a escola é gerida até hoje.

Os diretores e mantenedores tendem a ser apaixonados pelo processo de ensino e formação e dedicam boa parte de seu tempo em atividades relacionadas a isso, em detrimento de uma gestão efetivamente estratégica de suas escolas, e não as percebem como empresas.

Com isso, o EDUCO tem por objetivo romper esta linha de pensamento e convidar os diretores e mantenedores a perceberem suas escolas como negócio e gerenciá-las como tal.

 Harry20161 200x300 O futuro das escolas no Brasil

2 - De que formas as escolas podem ser vistas como negocio e se profissionalizarem mais?

Com objetivos estratégicos mais claros, os gestores podem dedicar mais tempo a gestão, organizar melhor as finanças, avaliar melhor os investimentos feitos em tecnologia educacional e gerenciar melhor a qualidade do ensino oferecido através de dados e indicadores. Em resumo, quando a gestão torna-se mais estratégica e utilizando as melhores práticas disponíveis – mas sem abrir mão da missão da organização, que é a educação, com objetivos claros a serem alcançados – a profissionalização se torna como meio para tanto alcançar estes resultados quanto de posicionar a escola como um negócio.

3 - Hoje muitas escolas tem sido compradas por grandes empresas nacionais e internacionais, quando isso acontece não deixa a escola com menos paixão pela educação e mais voltada para o business?

É justamente esta a ruptura que deve haver no pensamento dos gestores. A gestão profissional da escola deve ser conduzida de forma a traçar e alcançar metas muito claras, como em qualquer empresa, mas sem perder a paixão pelo ensino e sem interferir negativamente na qualidade do serviço que é oferecido. A excelência na qualidade do ensino deve ser mantida como a missão da escola, afinal, este é o bem ofertado por ela.

4 - Como você vê o futuro das escolas no Brasil? O que vai mudar?

Para os próximos anos, a escola será transformada em diversos aspectos.

No processo de ensino, onde uma sala de aula do século XIX, com um professor do século XX e um aluno do século XXI, será fundamental uma transformação.

Algumas escolas já estão inovando e tendo bons resultados neste sentido.

Já na gestão, os processos de fusões e aquisições, obrigarão o gestor a decidir de que lado da mesa pretende ficar.

De um lado estão os compradores de escola, de outro os que venderão e há somente um terceiro lugar para aqueles que pretender lutar com os gigantes da educação que se formarão destes processos.

Screen Shot 2016 09 27 at 12.59.18 AM 300x198 O futuro das escolas no BrasilEntre as organizações que já confirmaram presença no encontro, estão instituições como o Colégio Elvira Brandão, Pentágono, Decisão e o Grupo Marista – entre várias outras presenças. A proposta do encontro é que estes profissionais compartilhem seu conhecimento sobre a gestão de seus negócios, em um debate rico e prático sobre a condução de escolas privadas ao sucesso percebendo a velocidade das mudanças tecnológicas, desenvolvimento de ensino adaptativo e com as mais diversas formas de acesso à informação, as escolas tem precisado se repensar sobre quais as medidas que devem tomar para assegurar seus resultados como centros de formação humana e, também, como negócio.

Serviço:

 EDUCO BRASIL 2016 | 1º Congresso de Gestão Estratégica nas Escolas Privadas

Data: 29 e 30 de Setembro de 2016 em São Paulo – SP

Informações e Inscrições: (11) 3266-3591 ou www.educobrasil.com.br