2010899 no bbb17 marcos cita processo contra 650x488 2 BBB 17: que os homens Marcos se reconheçam e as mulheres Emilly se toquem

Homens-Marcos: quem sabe eles não se enxergam? E mudam?

A pressão das redes sociais e a intervenção da polícia, após as cenas lamentáveis protagonizadas pelos participantes Marcos e Emilly dentro do BBB 17, levaram à expulsão dele por agressão. O cara, que encurralou a namorada na parede, prendeu a menina no chão subindo em cima dela para "conversar", chegando a bater a cabeça dela na grama, gritou colocando o dedo em riste enquanto apertava o pulso da garota, e fez toda sorte de pressão psicológica, foi tirado do jogo. Emilly se desesperou, chorou, se sentiu culpada. Vivian, que também está lá entre as finalistas, foi de uma sensatez admirável ao explicar para aquela garota de 20 anos que ela estava em um relacionamento abusivo.

Agora que Emilly está afastada do perigo representado por Marcos é bom que se diga:  foi ótimo ele estar lá. Foi muito bom tudo isso ter acontecido, da forma que aconteceu. Didático, eu diria. Existem muito mais Marcos no mundo real do que as pessoas querem acreditar. Ainda há o mito de que o agressor de mulheres, o que abusa psicologicamente da namorada, é o fulano do beco escuro, não um médico, branco, hetero, de quase 40 anos na cara.

Os homens-Marcos estão entre nós, nas famílias, no trabalho, na escola,  na faculdade, na vida. E a eles correspondem as mulheres-Emilly, que acreditam que aquilo é amor, e entram num processo massacrante de violência — que começa na palavra e termina em tiro, porrada e bomba.

Resta a esperança de que, depois de tudo o que foi mostrado, de tudo o que foi visto, os homens-Marcos possam se reconhecer. Quem sabe eles não se enxergam? Quem sabe não percebam que agem da mesma forma e que estão errados? Quem sabe mudem?

Vale também para tantas mulheres-Emilly que, assim como ela, se culpam por apanhar, caem na esparrela de que são loucas, descontroladas e responsáveis por "tirar o namorado do sério". E acreditam que "ele só estava nervoso, não iria me machucar". Tomara que possam perceber o que significa estar em um relacionamento abusivo. Que tenham consciência e coragem de entender que não precisam disso. São maiores e mais fortes do que acreditam. E que existem homem melhores no mundo, que amam de verdade, com afeto, carinho e compreensão.

Sobre a declaração de Marcos feita nesta terça-feira (11), no Instagram, de que nunca quis machucar Emilly (argumento semelhante ao usado pelo cantor Vitor Chaves, indiciado por agredir a esposa grávida), não custa lembrar que NÃO PRECISA MACHUCAR PARA AGREDIR.

Aos que ainda não entenderam, fica como dica o Dicionário do coletivo Think Olga, que explica direitinho algumas das formas de violência não físicas mais comuns contra as mulheres.

olga BBB 17: que os homens Marcos se reconheçam e as mulheres Emilly se toquem

http://r7.com/XOGD