montagem novelas Globo colocar em novelas mulheres que fazem acusações falsas de agressão é desserviço

Mulheres nas novelas da Globo vão acusar falsamente os ex de agressão: tá tudo errado nisso!

Em duas novelas que estão no ar na TV Globo, Rock Story e A Força do Querer, duas personagens, mulheres, vão acusar falsamente seus ex de agressão física. Na primeira, Mariane (Ana Cecília Costa) vai cair da escada e dizer que foi espancada por Gui (Vladimir Brichta). Em A Força do Querer, Cibele (Bruna Linzmeyer) fará o mesmo com Ruy (Fiuk) depois de uma discussão. O recurso, infelizmente, é um desserviço para a questão da violência contra a mulher.

É claro que isso pode acontecer. Da mesma maneira que há casos de falsas acusações de estupro, que, quando acontecem, destroem a vida de homens inocentes. Mas são episódios isolados. Há, inclusive, um projeto de lei que prevê agravamento de pena para esse tipo de falsa denúncia.  Mas, infelizmente, o mais comum são agressões reais, estupros verdadeiros, que colocam o Brasil em uma posição de destaque nos rankings de violência contra a mulher no mundo.

O problema mais grave, a meu ver, é que o argumento de que as mulheres usam desse artifício para prejudicar ex-maridos e companheiros costuma ser usado para desacreditar as vítimas.  E a Globo dar holofote a esse tipo de comportamento em suas novelas só reforça um discurso nefasto para as mulheres.

Há mulheres que mentem. Sim. Mas há muito mais homens que agridem de verdade. Os dados estão aí para quem quiser ver. Ao usar a falsa acusação de agressão em suas duas principais tramas, a Globo endossa essas vozes que sempre desconfiam da veracidade dos relatos de vítimas da violência. E ainda reforça o imaginário coletivo, segundo o qual a mulher é sempre a serpente má do paraíso, que faz de tudo para destruir os coitadinhos dos homens.

Em um momento em que se tenta a todo custo dar algum amparo para mulheres vítimas de violência, mostrar a elas que é preciso denunciar, a Globo prefere reforçar em seu público uma imagem equivocada, passando a mensagem de que as vítimas podem não ser tão vítimas assim. Tomara que, no mínimo, nos casos apresentados nas novelas, as mentirosas paguem por seus erros. Caso contrário, será um erro completo.

Leia também: Dois a cada três brasileiros já viram uma mulher sofrer violência, diz estudo

http://r7.com/eBzm