six bomb Meninas do Six Bomb mostram antes e depois em clipes e banalizam cirurgias plásticas

Six Bomb banaliza as cirurgias plásticas e reforça a busca por um padrão de beleza massacrante

A Coréia do Sul já foi chamada de "capital de cirurgia plástica do mundo" em um relatório da Business Insider. Estima-se que o País realize 20 procedimentos a cada 1.000 pessoas. Não por acaso, vem de lá um episódio que causou indignação em muitos, e apoio de outros tanto. O grupo de meninas de K-pop Six Bomb resolveu mostrar o "antes" e "depois" das plásticas de suas integrantes por meio de dois vídeos musicais.

No primeiro, batizado de Becoming Prettier (Before) e feito antes dos procedimentos, elas aparecem em uma clínica, escolhendo narizes, bocas e seios como quem pede sanduíche em fast food.

No segundo, todas já devidamente turbinadas e mexidas, exibem os resultados das intervenções. O vídeo, agora chamado Becoming Prettier (After), mostra as meninas saindo do hospital e foi lançado um mês depois do primeiro.

A cirurgia custou US $ 88 mil (100 milhões de wons) para as quatro meninas. Segundo a vocalista Dain, nenhuma delas foi obrigada a fazer plástica. Foram todas de livre e espontânea vontade. "Todos nós queríamos fazer algumas cirurgias para parecer mais bonitas ... e pensamos: 'Por que não fazer uma música sobre isso ao invés de tentar esconder isso?'",  garantiu Dain à AFP.

"As pessoas vão notar isso de qualquer maneira ... então nós queríamos ser abertos sobre essa realidade em que muitas mulheres querem parecer bonitas."  Parece assustador ver garotas tão jovens pensando e agindo assim. E é. Nós aqui não vivemos uma realidade tão diferente. A pressão por um padrão estético empurra a auto-estima feminina ladeira abaixo, e a busca por plásticas ocorre cada vez mais cedo.

Na Coréia do Sul, a coisa é epidêmica. Pais premiam suas filhas que obtém bons resultados na escola com... cirurgias plásticas. É moeda de troca cara e eficiente. A execução dos clipes das garotas do Six Bomb só joga uma luz no assunto. Como elas, milhares de garotas querem ficar mais bonitas, ainda que já fossem ótimas.

É lamentável. O que o Six Bomb fez foi não só banalizar as cirurgias plásticas, como reforçar a busca por um padrão de beleza massacrante. Estão na contramão de tudo o que se tem tentado fazer para melhorar a relação das mulheres com sua imagem. Uma bomba, sem dúvida.

http://r7.com/JPHw