20482046 269640686855452 8923844728483479552 n Mulher de Evaristo Costa está certa ao festejar a chance de se livrar desse hospício

Amália, mulher de Evaristo Costa, comemorou ter se livrado do Brasil. Quer saber? Sorte deles! Isso daqui é um hospício mesmo

Brasileiro é um tipo engraçado... Mete o pau em tudo e em todos, mas quando alguém resolve ser sincerão e admitir que isso daqui é uma baderna, aí fica todo mundo magoado. Vejamos o que aconteceu agora com  Amália Candido Stringhini, mulher do apresentador Evaristo Costa. Ele deixou a Globo e anunciou a mudança com a família para Manchester, na Inglaterra. Amália, que vai estudar na Universidade de Cambridge, enquanto Evaristo tirará um período sabático, postou em seu Instagram uma montagem com seus primeiros dias na Europa e comemorou estar morando fora do Brasil: “Estou livre do hospício”.

Pronto... foi o que bastou para que ela recebesse uma chuva de pedradas virtuais. Muita gente se ofendeu com a declaração, falou que ela só estava lá pois tinha ganhado dinheiro aqui "no hospício", e, claro, não faltaram comentários misóginos e podres, questionando a aparência de Amália, e o fato de ela ser casada com um "bonitão" como Evaristo, na linha "só pode ser feitiço".  Ela ainda bateu boca, mas nem precisava gastar energia com essa gente.

A verdade, Amália, é que quem a critica certamente adoraria abandonar esse hospício também.  Não precisa nem olhar para Brasília e seus desmandos para ter vontade de ir embora. O Brasil, com certeza, parou na evolução social. Uma viagem à Europa, Estados Unidos ou Canadá, para ficar no óbvio, é o que basta para que a gente tome um banho de civilidade. Um lugar em que as pessoas ainda não conseguem parar o carro na faixa e respeitar o pedestre diz muito sobre nossa falta de educação, respeito, empatia e cidadania.  E isso é um exemplo bem básico.

O Brasil é um hospício no que a imagem tem de pior... Sem falar na violência, que nos enlouquece a todos. Quer saber? Amália tem toda a razão. Como comentou um seguidor em seu post, "Sejam felizes! Quem me dera ter dinheiro também pra sair desse hospício. País medíocre".

http://r7.com/q6OR