A Gente – Documentário de Aly Muritiba

A Gente Documentario Aly Muritiba 4 A Gente – Documentário de Aly Muritiba

Cena de A Gente, documentário de Aly Muritiba (Foto: Divulgação)

Chega aos cinemas nesta quinta (14) o documentário A Gente, de Aly Muritiba, parte final de sua "Trilogia do Cárcere", que aborda diferentes ângulos da questão penitenciária. O longa-metragem retrata o dia a dia de um grupo de agentes carcerários formado por 28 pessoas responsável pela guarda e custódia de cerca de mil criminosos numa penitenciária paranaense.

Gravado em estilo cinema de observação (em que a câmera acompanha a ação real dos personagens sem teoricamente interferir nela), A Gente mostra uma realidade por trás das grades poucas vezes vista no cinema brasileiro. E se beneficia do conhecimento de causa de seu realizador. Antes de se tornar diretor de cinema, Aly Muritiba trabalhou como agente carcerário por sete anos em uma prisão do Paraná.

Ao acompanhar a rotina de seus ex-colegas, Muritiba mostra outro lado da pobreza do sistema carcerário. Se todos sabem que há superlotação, instalações precárias e problemas com o crime organizado em quase todo o sistema carcerário, Muritiba mostra que também há falta de funcionários – e que eles contam com uma precária infraestrutura de trabalho e sofrem com a ineficiência do Estado até quando o assunto é a quantidade de café disponível.

Antes de A Gente, Aly Muritiba havia apresentado o cotidiano das prisões brasileiras sob outros pontos de vista nos curtas A Fábrica (2011), que se centra na família dos detentos, e Pátio (2013), focado nos próprios presos.

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

A Fábrica levou mais de 60 prêmios em festivais nacionais e internacionais e foi nominado ao Oscar 2013 de curtas documentais. Já Pátio foi vencedor do É Tudo Verdade 2013 e selecionado para a Semana da Crítica do Festival de Cannes.

Veja entrevista de Aly Muritiba ao BlogDoc (2013) sobre os dois curtas.

Como nos curtas, o resultado do longa mostra um quadro preocupante, por vezes devastador. A opção pelo cinema de observação, sem realização de entrevistas, deixa o documentário mais fluido, mas coloca certas limitações técnicas – como alguns problemas de áudio em certas cenas, ou tramas e situações nem sempre totalmente amarradas. Ainda assim, pela abordagem, pelo acesso praticamente irrestrito a que teve no presídio e pela coragem do tema, A Gente é um documentário diferenciado, capaz de suscitar reflexões importantes para a sociedade.

Veja o trailer.

A Gente

Brasil, 2013. 89 minutos.

Direção: Aly Muritiba. Produção: Grafo Audiovisual e RPC TV. Distribuição: Olhar Distribuição.

Principais festivais: Dok Leipzig (Alemanha), Festival Internacional du Film d' Amiens (França) e Festival do Rio.

Estreia prevista no circuito comercial de cinema (São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Porto Alegre e Curitiba): 14/9/2017. Classificação indicativa: 12 anos.

Avaliação do BlogDoc: lente 15 A Gente – Documentário de Aly Muritiba lente 15 A Gente – Documentário de Aly Muritiba lente 15 A Gente – Documentário de Aly Muritiba lente 15 A Gente – Documentário de Aly Muritiba

Deixe a sua avaliação nos comentários


Marcelo Bauer, jornalista com pós-graduação em cinema documentário, é editor do BlogDoc e diretor da Cross Content.

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

Festival É Tudo Verdade abre inscrições para edição 2018

E Tudo Verdade Cidades Fantasmas Festival É Tudo Verdade abre inscrições para edição 2018

Cena do documentário Cidades Fantasmas, de Tyrell Spencer, vencedor da mostra brasileira do festival É Tudo Verdade 2017 (Foto: Divulgação)

O É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários abre nesta segunda (4) as inscrições para filmes que desejem participar do evento em 2018. O festival realizará sua 23ª edição entre 12 e 22 de abril de 2018, em São Paulo e no Rio de Janeiro.

O prazo final para inscrição no É Tudo Verdade 2018 é 1º de dezembro. Para consultar o regulamento ou fazer a inscrição, veja o site do festival.

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

O festival aceita inscrições de documentários de curta e longa-metragem inéditos no Brasil. Desde 2015, os documentários de curtas-metragens vitoriosos nas competições brasileira e internacional estão automaticamente qualificados para participar da disputa do Oscar.

O É Tudo Verdade é o principal festival de documentário do Brasil. Em 2017, o vencedor da competição brasileira foi Cidades Fantasmas, de Tyrrel Spencer.

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

Mostra Cine Diversidade recebe inscrições até dia 30

Mostra Cine Diversidade Centro de Artes da Mare Foto Elisangela Leite Mostra Cine Diversidade recebe inscrições até dia 30

Centro de Artes da Maré é a sede da Mostra Cine Diversidade (Foto: Elisângela Leite/Divulgação)

As inscrições para a mostra Cine Diversidade – Gênero e Sexualidade no Cinema foram prorrogadas para o dia 30 de agosto. A mostra é aberta para curtas-metragens (com no máximo 26 minutos) de ficção ou documentário realizados no Estado do Rio de Janeiro, entre 2013 e 2017. Os vencedores ganham bolsa na Escola de Cinema Darcy Ribeiro.

A programação será dividida em três eixos temáticos; Ser Trans; Reflexos do Feminino e Cine Sexualidade. As inscrições devem ser realizadas no site da mostra.

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

A escolha dos vencedores será feita por júri popular (com votação do público presente nas exibições). A divulgação dos vencedores ocorrerá em sessão especial, no dia 21 de outubro. Além disso, os três filmes mais votados pelo júri popular serão contemplados com uma bolsa integral para formação em curso livre na Escola de Cinema Darcy Ribeiro, local da premiação.

A mostra Cine Diversidade – Gênero e Sexualidade no Cinema acontece nos dias 6 e 7 de outubro no Centro de Artes da Maré, zona norte do Rio de Janeiro. Além da exibição de filmes selecionados e convidados, serão realizados debates e apresentações artísticas.

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

Um Filme de Cinema – documentário de Walter Carvalho

UmFilmedeCinema Um Filme de Cinema – documentário de Walter Carvalho

José Padilha em Um Filme de Cinema, documentário de Walter Carvalho (Foto: Reprodução/trailer)

Quem gosta de cinema – de DR de cinema, não apenas ver filmes – certamente gostará de Um Filme de Cinema, documentário de Walter Carvalho que entra nesta quinta (24) em circuito. Mestre máximo da fotografia no cinema nacional, e também diretor de documentários e filmes de ficção, Carvalho traz em sua nova obra um conjunto de opiniões e digressões de alguns dos maiores cineastas do mundo sobre a arte de fazer filmes. O documentário faz pensar, mas também encanta visualmente, seja pela beleza de suas próprias imagens, seja pelo pot-pourri de clássicos que servem como exemplo para os temas apresentados.

Gravando ao longo de 14 anos em situações diferentes – o que fica visível na própria qualidade da imagem –, Carvalho reuniu depoimentos de Hector Babenco, Julio Bressane, Andrzej Wajda, José Padilha, Ruy Guerra, Ken Loach, Vilmos Zsigmond, Béla Tarr, Gus Van Sant, Jia Zhangke e Lucrécia Martel, entre outros. A partir de alguns temas alinhavados pelo condutor, os convidados flanam com liberdade, graças a uma edição que soube respeitosamente dar tempo para que os pensamentos se completem, sem com isso tirar o ritmo.

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

A isso se soma um requinte visual que raramente se vê em documentários brasileiros. Embora boa parte do tempo do filme seja empregado com "talking heads" (cabeças falantes), o traço do grande cinematografista também pode ser sentido aí. Os enquadramentos, a iluminação, a escolha da ambientação e a movimentação de câmera saem do óbvio e ajudam a compor uma atmosfera única para cada cineasta retratado.

Na tela, os diretores discorrem sobre a narrativas dos filmes, ritmo, som, espaço e razões de fazer o cinema. Também abordam questões teóricas e filosóficas que envolvem o ofício do cineasta.

O amor ao cinema de todos os personagens dá ao filme um certo tom de Cinema Paradiso. Pois eis que surge na tela Salvatore Cascio, que quando garoto viveu Totó no clássico de Giuseppe Tornatore (1988).

Mas Walter Carvalho também cria ele próprio o nosso Cinema Paradiso. Nas ruínas do Cine Continental, abandonado no sertão da Paraíba, o projetor enferrujado, as cadeiras apodrecidas e o mato que toma conta do que um dia foi uma sala de projeção são pura poesia visual. Parece tudo acabado, mas o Continental revive nas lembranças de Ariano Suassuna e no desejo dos moradores do lugar. Merecidamente, o simbolismo do Cine Continental abre e fecha o documentário. E deixa claro que, mesmo em tempos de megablockbusters e megacineplexes, ainda há espaço para pequenos grandes filmes.

Um Filme de Cinema

Brasil, 2015. 111 minutos.

Direção: Walter Carvalho. Roteiro: Walter Carvalho. Produção: Marcello Ludwig Maia. Fotografia: Lula Carvalho, Pablo Baião. Montagem: Isabel Castro. Música: Guilherme Vaz e Marco Antonio Guimarães. Empresa produtora: República Pureza Filmes. Distribuição: ArtHouse.

Participação em festivais: 48º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, 17º Festival do Rio (2015).

Estreia no circuito comercial de cinemas: 24/8/2017. Classificação indicativa: 14 anos.

Avaliação do BlogDoc: lente 15 Um Filme de Cinema – documentário de Walter Carvalho lente 15 Um Filme de Cinema – documentário de Walter Carvalho lente 15 Um Filme de Cinema – documentário de Walter Carvalho lente 15 Um Filme de Cinema – documentário de Walter Carvalho  Um Filme de Cinema – documentário de Walter Carvalho

Deixe a sua avaliação nos comentários


Marcelo Bauer, jornalista com pós-graduação em cinema documentário, é editor do BlogDoc e diretor da Cross Content.

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

A Gente – Documentário de Aly Muritiba – trailer

A Gente Documentario Aly Muritiba 2 A Gente – Documentário de Aly Muritiba – trailer

Cena do documentário A Gente, de Aly Muritiba (Foto: Divulgação)

O documentário A Gente, de Aly Muritiba, tem estreia prevista para os cinemas de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Salvador, Porto Alegre e Teresina no dia 14 de setembro. O filme retrata o dia a dia da Equipe Alfa, um grupo de agentes carcerários formado por 28 pessoas que faz a guarda e custódia de cerca de mil criminosos numa penitenciária brasileira.

A Gente é a terceira parte da série de filmes que Aly Muritiba apresenta sobre o cotidiano das prisões brasileiras, após os curtas A Fabrica (2011) e Pátio (2013). Antes de se tornar diretor de cinema, Aly Muritiba trabalhou como agente carcerário por sete anos em uma prisão do Paraná. No filme, reencontra seus antigos colegas.

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

A Fábrica levou mais de 60 prêmios em festivais nacionais e internacionais e foi nominado ao Oscar 2013 de curtas documentais. Já Pátio foi vencedor do É Tudo Verdade 2013 e selecionado para a Semana da Crítica do Festival de Cannes.

Veja entrevista de Aly Muritiba ao BlogDoc (2013) sobre os dois curtas.

O longa A Gente foi exibido no Dok Leipzig (Alemanha), no Festival Internacional du Film d' Amiens (França) e no Festival do Rio.

Veja o trailer.

A Gente

Brasil, 2013. 89 minutos.

Direção: Aly Muritiba. Produção: Grafo Audiovisual e RPC TV. Distribuição: Olhar Distribuição.

Principais festivais: Dok Leipzig (Alemanha), Festival Internacional du Film d' Amiens (França) e Festival do Rio.

Estreia prevista no circuito comercial de cinemas: 14/9/2017. Classificação indicativa: 12 anos.

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

Prelúdio da Fúria – Documentário de Gilvan Barreto

Preludio da Furia reproducao Prelúdio da Fúria – Documentário de Gilvan Barreto

Poderes, de BijaRI, uma das obras mostradas no documentário Prelúdio da Fúria, de Gilvan Barreto (Foto: Reprodução)

O documentário Prelúdio da Fúria, do fotógrafo Gilvan Barreto, estreia no Itaú Cultural de São Paulo nesta quinta (17), em apresentação única. Em 60 minutos, o filme faz jorrar um caldeirão de temas inquietantes da atualidade vistos sob o ponto de vista de artistas de diferentes formações.

As turbulências políticas e sociais dos últimos anos são retratadas nas obras de artistas visuais, fotógrafos e músicos brasileiros. No documentário, eles discutem os fatos em si e sua visão sobre eles. Os temas incluem problemas crônicos da sociedade brasileira – como abuso sexual, linchamentos, violência contra a mulher e índios – e também percorrem fatos específicos dos últimos anos, como as jornadas de protestos de 2013 e o impeachment de Dilma Rousseff.

Além da diversidade das obras, a visão dos artistas acaba por agregar um novo nível de leitura para esses acontecimentos. É uma visão longe do registro imediatista da cobertura on-line (seja ela da imprensa estabelecida, dos coletivos ou dos indivíduos). Mas, ao mesmo tempo, não tem o didatismo, a distância ou a necessidade de sistematização do historiador. Mistura o calor de um momento com um (re)pensar diferente sobre cada fato.

A violência – física, emocional, institucional – é o eixo comum a todos os artistas e temas. Desde a força da grana que ergue espaços para turistas e destrói tudo que existia no cais do porto do Rio, até a epidemia de linchamentos e desaparecimento de "suspeitos", passando pela violência sexual.

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

Algumas obras mostradas têm um poder de síntese inquietante. Na obra Poderes, de 2012, exibida na exposição Aparelhamento, BijaRI justapõe dois cassetetes para formar uma cruz. Em outra obra, artistas colam no chão de uma rua de São Paulo uma foto gigante do fotógrafo Sergio Andrade da Silva, que perdeu um olho nas manifestações de 2013 alvejado por uma bala de borracha. Na sequência, derramam tinta vermelha sobre a colagem – e deixam os carros concluir a obra, espalhando o "sangue" até que só se veja o vermelho.

Prelúdio da Fúria é um dos projetos selecionados pelo edital Rumos, do Itaú Cultural, programa que incentiva a produção cinematográfica e outras manifestações artísticas.

O documentário é uma espécie de diálogo intermediado pela arte sobre estes tempos de obscurantismo e fúria. O debate, a propósito, continua após os créditos. Depois da projeção, será realizada uma mesa de conversas com a participação do diretor, Gilvan Barreto, e da artista Virginia Medeiros, com mediação de Mariana Lacerda.

Prelúdio da Fúria

Brasil, 2017. 60 minutos.

Direção: Gilvan Barreto. Produção: Carol Ferreira e Luiz Barbosa. Direção de fotografia: Leo Caobelli. Montagem: Fabian Remy. Direção musical: Pupillo. Apoio: Rumos Itaú Cultural.

Entrevistados: Adelaide Ivánova (PE/Berlim), Bruno Morais – do Coletivo Pandilla (RJ) –, Hirosuke Kitamura (Japão/Bahia), João Castilho (MG), Kamikia Kisedje (MT), Leo Caobelli – do Coletivo Garapa (SP/RS) –, Lourival Cuquinha (PE/SP), integrante do Aparelhamento, e Virginia de Medeiros (BA/SP).

Estreia com exibição única em 17/8, às 19h, no Itaú Cultural. Avenida Paulista, 149, seguida de debate. Entrada gratuita. Classificação indicativa: livre.

Avaliação do BlogDoc: lente 15 Prelúdio da Fúria – Documentário de Gilvan Barreto lente 15 Prelúdio da Fúria – Documentário de Gilvan Barreto lente 15 Prelúdio da Fúria – Documentário de Gilvan Barreto lente 15 Prelúdio da Fúria – Documentário de Gilvan Barreto


Marcelo Bauer, jornalista com pós-graduação em cinema documentário, é editor do BlogDoc e diretor da Cross Content.

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

Deixa na Régua – Documentário de Emílio Domingos (trailer)

Deixa na Regua documentario divulgacao Deixa na Régua – Documentário de Emílio Domingos (trailer)

Cena do documentário Deixa Na Régua, de Emílio Domingos (Foto: Divulgação)

O documentário Deixa Na Régua, de Emílio Domingos (mesmo diretor de A Batalha do Passinho), entra em cartaz no Rio de Janeiro nesta quinta (10).

O filme faz uma imersão no cotidiano de três barbearias populares da zona norte do Rio e da baixada fluminense. Seus profissionais, Belo, Deivão e Ed, usam o talento com a tesoura e a máquina de barbear para atrair uma clientela fiel a um estilo e que, ao mesmo tempo, busca um espaço de socialização e conversa. Enquanto os cortes são feitos, os clientes falam e ouvem conselhos dos barbeiros, mostrando que a busca por uma nova estética tem também um forte lado social e comportamental.

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

Deixa Na Régua recebeu o prêmio especial do júri na mostra Novos Rumos da Première Brasil do Festival do Rio (2016) e foi exibido em vários outros festivais brasileiros e do exterior.

Veja o trailer do documentário Deixa na Régua.

Deixa Na Régua

Brasil, 2016. 73 minutos.

Direção: Emílio Domingos. Produção: Julia Mariano e Emílio Domingos. Montagem: Jordana Berg. Direção de fotografia: Léo Bittencourt. Som direto: Julio Lobato. Roteiro: Emílio Domingos e Julia Mariano. Direção de produção: Julia Mariano. Produção executiva: Alessandra Castañeda. Música tema: Lucas Santtana.

Participação em festivais: Festival do Rio 2016 (Prêmio Especial do Júri na mostra Novos Rumos da Première Brasil), Ver Cine 2017 (melhor documentário de longa-metragem), 40ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, 20º Forum Doc BH, Festival de Cinema Brasileiro de Paris, entre outros.

Estreia no circuito comercial de cinemas: 10/8/2017. Classificação indicativa: 12 anos.

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

Série Caçadores de Alma desvenda trabalho dos fotógrafos no Canal Curta!

dariodedominicis Série Caçadores de Alma desvenda trabalho dos fotógrafos no Canal Curta!

Imagem de Dario de Dominicis na série documental Caçadores de Alma, de Silvio Tendler (Foto: Dario de Dominicis/Caliban/Divulgação)

O Canal Curta! estreia nesta terça-feira (8) a terceira temporada da série documental Caçadores da Alma, de Silvio Tendler. Fotógrafos de várias culturas e estilos são o tema da série. Da cobertura jornalística de grandes eventos, como a Segunda Guerra, a morte de Fidel Castro ou a queda do Muro de Berlim, a projetos ficcionais que recriam cenas com miniaturas, passando por trabalhos ensaísticos e poéticos, a série traça um retrato da fotografia contemporânea no Brasil e em diversos países.

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

Caçadores da Alma visitou os dois principais eventos de fotografia do mundo, a Paris Photo e os Encontros de Arles, realizados na França. Juntos, eles recebem mais de 165 mil visitantes e reúnem participantes dos cinco continentes. Também viajou a Havana e Berlim, além de diversas cidades brasileiras. Foram mais de 150 entrevistas com artistas de cerca de 20 países que falam sobre as tensões e conexões do ato de fotografar.

Fotógrafos consagrados e jovens talentos mostram seus trabalhos recentes: Martin Paar, Christinne Spengler, Fouad El Koury, Martha Cooper, Anne Abtibol, Evandro Teixeira, Walter Carvalho, Bob Wolfenson, J.R. Duran, Walter Firmo, Custódio Coimbra, Antonio Scorza, Cláudia Andujar, Cássio Vasconcellos, Claudia Jaguaribe, Vilma Slomp, João Roberto Ripper, Nair Benedicto, Orlando Azevedo, Adenor Gondin, Ana Carolina Fernandes, AF Rodrigues, Ratão Diniz, Luiz Baltar, Victor Dragonetti, entre outros, participam da terceira temporada da série. Veja o teaser de Caçadores da Alma.

Caçadores da Alma

Brasil, 2017. Série em 13 episódios de 26 minutos.

Direção: Silvio Tendler. Produção: Caliban.

Veja a programação no site do Canal Curta!.

Classificação indicativa: livre.

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

Documentário Música pelos Poros vence Festival de Cinema Latino de SP

Musica pelos Poros Marcelo Machado Documentário Música pelos Poros vence Festival de Cinema Latino de SP

Cena do documentário Música pelos Poros, de Marcelo Machado (Foto: Divulgação)

O documentário Música pelos Poros, de Marcelo Machado (também diretor de Tropicália), foi eleito pelo público como melhor filme do 12º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo. O anúncio foi feito em cerimônia realizada no Memorial da América Latina na noite desta quarta-feira (2).

Música pelos Poros mostra um encontro de músicos vindos de diferentes regiões do Brasil e de outros países – Colômbia, Cabo Verde, Azerbaijão e Coreia do Sul. O documentário aborda uma residência artística em uma fazenda no interior de São Paulo e reúne nomes como Benjamim Taubkin, Marcos Suzano, Jacques Morelenbaum, Mayra Andrade, Carlos Malta, Kyungso Park's, Sahib Pashazadec, Antonio Arnedo, Sacha Amback e Jovi Joviniano.

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

A décima segunda edição do Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo apresentou um total de 102 filmes, representando 18 países da América Latina, e ocupou 26 espaços culturais das cidades de São Paulo e de Campinas (SP). Estreias, retrospectivas, programas especiais, encontros, debates, oficina, apresentações musicais e uma feira gastronômica compuseram a programação do evento.

Veja o trailer de Música pelos Poros.

Mais informações no site do festival.

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

Um Filme de Cinema – documentário de Walter Carvalho (trailer)

UmFilmedeCinema Um Filme de Cinema – documentário de Walter Carvalho (trailer)

José Padilha em Um Filme de Cinema, documentário de Walter Carvalho (Foto: Reprodução/trailer)

O documentário Um Filme de Cinema, de Walter Carvalho, tem estreia prevista para 24 de agosto nos cinemas. Veja o trailer.

No filme, Walter Carvalho conversa com cineastas consagrados mundialmente – Hector Babenco, Julio Bressane, Andrzej Wajda, José Padilha, Ruy Guerra, Ken Loach, Vilmos Zsigmond, Béla Tarr, Gus Van Sant, Jia Zhangke e Lucrécia Martel, entre outros.

Segundo Carvalho, o documentário é uma reflexão sobre a construção e a linguagem cinematográfica. Ao longo de 14 anos, ele colecionou gravações com nomes essenciais do cinema contemporâneo. A princípio, conversou com diretores com os quais trabalhou na condição de diretor de fotografia. Depois, foi atrás de outros nomes que admira.

Na tela, os diretores discorrem sobre a narrativas dos filmes, ritmo, som, espaço e razões de fazer o cinema. Também abordam questões teóricas e filosóficas que envolvem o ofício do cineasta.

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

Além dos depoimentos de diretores, Um Filme de Cinema traz uma conversa com o escritor Ariano Suassuna. Durante visita às ruínas do Cine Continental, abandonado no sertão da Paraíba, ele conta sua relação com o cinema na infância. Já na Itália, o ator Salvatore Cascio revisita locações do clássico Cinema Paradiso (1988).

O documentário Um Filme de Cinema foi o longa de abertura do 48º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Também foi exibido Hors Concours no 17º Festival do Rio, em 2015.

Um Filme de Cinema

Brasil, 2015. 111 minutos.

Direção: Walter Carvalho. Roteiro: Walter Carvalho. Produção: Marcello Ludwig Maia. Fotografia: Lula Carvalho, Pablo Baião. Montagem: Isabel Castro. Música: Guilherme Vaz e Marco Antonio Guimarães. Empresa produtora: República Pureza Filmes. Distribuição: ArtHouse.

Participação em festivais: 48º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, 17º Festival do Rio (2015).

Estreia no circuito comercial de cinemas prevista para 24 de agosto.

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

1 de 5312345...: ...Último