Brasília tem edição compacta do festival É Tudo Verdade 2015

A Paixao de JL E Tudo Verdade 2015 Divulgacao Brasília tem edição compacta do festival É Tudo Verdade 2015

Carlos Nader constrói o documentário A Paixão de JL a partir de fitas cassetes deixadas pelo artista plástico Leonilson (Foto: Divulgação)

E Tudo Verdade Brasília tem edição compacta do festival É Tudo Verdade 2015

O festival É Tudo Verdade 2015 chega nesta quarta (27) a Brasília, última etapa da mostra itinerante que já passou por Belo Horizonte e Santos (SP). Assim como nas duas  outras cidades, os brasilienses recebem uma versão reduzida do evento, com alguns dos principais filmes exibidos na mostra completa realizada no Rio e em São Paulo.

Entre os destaques está A Paixão de JL, de Carlos Nader, vencedor do festival na categoria de longas nacionais. O filme terá sessões nos dias 27 e 30.

Para a mostra de documentários internacionais, Brasília verá A França É Nossa Pátria, vencedor nessa categoria, nos dias 28 e 31. A homenagem a Orson Welles também faz parte da programação, com It’s All True – Baseado em Um Filme Inacabado de Orson Welles, documentário de Bill Krohn, Myron Meisel e Richard Wilson.

Veja a programação completa abaixo (clique para ampliar).

FOLDER ETUDOVERDADE 14.05 Brasília tem edição compacta do festival É Tudo Verdade 2015

Informações fornecidas pelos organizadores.

saibamais 600 pixels Brasília tem edição compacta do festival É Tudo Verdade 2015

+ É Tudo Verdade 2015: programação completa, análises e notícias

+ Lista: todos os documentários brasileiros lançados nos cinemas desde 1995

+ Agenda: os principais festivais de documentário no Brasil em 2015

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

Cauby – Começaria Tudo Outra Vez – Documentário de Nelson Hoineff

cauby cauby 4 Cauby – Começaria Tudo Outra Vez – Documentário de Nelson Hoineff

Cauby - Começaria Tudo Outra Vez, documentário de Nelson Hoineff (Foto: Divulgação/Comalt)

Aos 84 anos, Cauby Peixoto sem dúvida merece um documentário em sua homenagem – e também faz jus ao título dado ao filme. Cauby – Começaria Tudo Outra Vez, de Nelson Honeiff, estreia nesta quinta (28) nos cinemas passando a limpo a carreira do intérprete, com ênfase em suas diversas reviravoltas.

Ele já cantou rock, mudou de nome para tentar a vida nos EUA, aderiu à bossa nova, foi ídolo de multidões, viveu momentos quase no ostracismo... É irônico (ou premonitório) ver que o filme entra em cartaz em mais uma desses momentos de virada. Depois de um mês internado, Cauby retomou nesta segunda (25) sua rotina de shows no Bar Brahma, em São Paulo.

O documentário registra um Cauby frágil, de fala e caminhar lentos. Segue uma rotina de shows intensa, mas apresenta-se sempre sentado no palco. A voz tomou um tom mais grave, de potência mais comedida, mas ainda única.

O filme traz longos trechos das apresentações musicais, muitas imagens de bastidores e poucos depoimentos de Cauby. Ele comenta sobre sua carreira e sua música, mas não se furta de falar da vida pessoal. Em um raro depoimento sobre o tema, conta que gostava de transar com garotos desde a adolescência, embora depois tenha tido também suas namoradas.

Falta, no entanto, uma amarração maior entre os números musicais e os depoimentos de Cauby, amigos e fãs. Alguns temas surgem e somem sem que digam a que vieram. Por exemplo, em determinado momento se inicia a história de uma ex-secretária particular que havia sido importante em sua vida. Duas ou três falinhas são dedicadas ao tema. Depois ele some do filme completamente.

O que ajuda a amarrar o passado e o presente é a história do garoto Tadeu, de 15 anos. Fã ardoroso, Tadeu aparece buscando novos discos para sua coleção, conversando com amigos sobre o ídolo e, finalmente, realizando o sonho de conhecer Cauby pessoalmente, durante um show no Rio de Janeiro.

Hoineff constrói tudo em tom menor e numa atmosfera intimista. Um claro contraste em relação a seus dois longas anteriores, Caro Francis (2009) e Alô, Alô, Terezinha! (2008), ambos verborrágicos e por vezes exagerados – como quando coloca ex-chacretes para dançar quase sem roupa até em praça pública.

Cauby – Começaria Tudo Outra Vez
Brasil, 2013. 90 minutos.

Direção: Nelson Hoineff. Direção de fotografia: Rafael Boccanera. Montagem: Rodrigo Pastore. Produção e pesquisa: Selma Regina. Produção executiva: Patrizia Landi.

Principais festivais: Festival do Rio 2013, 38ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, In-Edit.

Estreia no circuito comercial de cinemas: 28/5/2015. Classificação indicativa: 12 anos.

Avaliação do BlogDoc: lente 15 Cauby – Começaria Tudo Outra Vez – Documentário de Nelson Hoineff lente 15 Cauby – Começaria Tudo Outra Vez – Documentário de Nelson Hoineff lente 15 Cauby – Começaria Tudo Outra Vez – Documentário de Nelson Hoineff

Deixe a sua avaliação nos comentários

(Por Marcelo Bauer)

saibamais 600 pixels Cauby – Começaria Tudo Outra Vez – Documentário de Nelson Hoineff

+ Lista: todos os documentários brasileiros lançados nos cinemas desde 1995

+ Agenda: os principais festivais de documentário no Brasil em 2015

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

Os Últimos Cangaceiros – Documentário de Wolney Oliveira

Os Ultimos Cangaceiros Reproducao Facebook Os Últimos Cangaceiros – Documentário de Wolney Oliveira

Os Últimos Cangaceiros, de Wolney Oliveira (Foto: Reprodução/Facebook)

Estreia nesta quinta (28) nos cinemas o documentário Os Últimos Cangaceiros, de Wolney Oliveira. O filme tem como foco Durvinha e Moreno, que fizeram parte do bando de Lampião. Durante mais de meio século eles esconderam sua verdadeira identidade até dos próprios filhos. Viviam sob os nomes falsos de Jovina Maria da Conceição e José Antonio Souto.

A verdade só foi revelada quando Moreno, então com 95 anos, resolveu dividir com os filhos o peso das lembranças e reencontrar parentes vivos, entre eles seu primeiro filho.

Veja o trailer.

Os Últimos Cangaceiros
Brasil. 2011. 79 minutos.

Direção: Wolney Oliveira. Direção de fotografia e câmera: Eusélio Gadelha. Montagem: Mair Tavares e Daniel Garcia. Som direto: Danilo Carvalho. Edição de som: Simone Petrillo. Mixagem: Claudio Valdetaro. Trilha sonora: DJ Dolores. Animação gráfica: Patricia Chueke e Phil Canedo,Chapa Estúdio. Produção: Margarita Hernández.

Principais festivais: 8° Amazonas International Film Festival (2011): menção especial do júri. 33° Festival Internacional do Novo Cinema Latino-Americano de Havana, Cuba (2011): dois prêmios. DocsDF - Festival de Documentários da Cidade do México (2012): melhor longa-metragem ibero-americano. RECine - Festival Internacional de Cinema de Arquivo (2012): dois prêmios.

Estreia no circuito comercial de cinemas: 28/5/2015. Classificação indicativa: 14 anos. 

Deixe sua avaliação nos comentários

saibamais 600 pixels Os Últimos Cangaceiros – Documentário de Wolney Oliveira

+ Lista: todos os documentários brasileiros lançados nos cinemas desde 1995

+ Agenda: os principais festivais de documentário no Brasil em 2015

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

Festival Cine Ceará divulga curtas selecionados

25o cine ceara logo Festival Cine Ceará divulga curtas selecionadosO 25° Cine Ceará divulgou a lista dos curtas-metragens selecionados para as mostras Competitiva e Olhar do Ceará. Dos 16 filmes da mostra Competitiva quatro são documentários e dos 13 cearenses há quatro documentários e obras híbridas.

O Cine Ceará - Festival Ibero-Americano de Cinema acontece em Fortaleza de 18 a 24 de junho.

Veja os documentários selecionados.

MOSTRA COMPETITIVA BRASILEIRA DE CURTAS-METRAGENS

Avenida Presidente Kennedy, de Adalberto Oliveira. 16 minutos. Pernambuco, 2014.

História de Abraim, de Otavio Cury. 12 minutos. São Paulo, 2015.

Virgindade, de Chico Lacerda. 15 minutos. Pernambuco, 2014.

Choclo, de Caetano Gotardo. 5 minutos. São Paulo. 2015.

MOSTRA OLHAR DO CEARÁ

Onde Vivem os Monstros? , de Ythallo Rodrigues, “documentário experimental”. 10 minutos. Ceará, 2015.

Alguns Páreos em Palermo, de Gabriel Silveira. 15 minutos. Ceará, 2014.

Vailamideus, de Ticiana Augusto Lima. 8 minutos. Ceará, 2014.

Balneário, de Marina de Botas, “docfic”. 13 minutos. Ceará, 2014.

MOSTRA COMPETITIVA IBERO-AMERICANA DE LONGA-METRAGEM

Já a Mostra Competitiva Ibero-americana de Longa-Metragem terá dois documentários em exibição, ambos já lançados no circuito comercial de cinemas: De Gravata e Unha Vermelha e A Vida Privada dos Hipopótamos.

Mais informações no site do Cine Ceará.

saibamais 600 pixels Festival Cine Ceará divulga curtas selecionados

+ Lista: todos os documentários brasileiros lançados nos cinemas desde 1995

+ Agenda: os principais festivais de documentário no Brasil em 2015

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

Roteiro de documentário é tema de masterclass de Miguel Machalski em SP

Miguel Machalski 225x300 Roteiro de documentário é tema de masterclass de Miguel Machalski em SP

Miguel Machalski (Foto: Divulgação)

O programa Histórias que Ficam, da Fundação CSN, realiza na terça (19), em São Paulo, uma masterclass gratuita com o roteirista e consultor franco-argentino Miguel Machalski. O tema do encontro será “O roteiro no documentário”.

Machalski foi consultor de roteiro de filmes como Billy Elliot (Stephen Daldry), Tabu (Nagisa Oshima), Tango (Carlos Saura), Femme Fatale (Brian de Palma) e Menina de Ouro (Clint Eastwood), entre outros.

Argentino radicado em Paris, Machalski também é autor dos livros Roteiro Cinematográfico: Uma Viagem Imprevisível e El Punto G del Guión Cinematográfico. No encontro, deve colocar em perspectiva a questão do roteiro no documentário, já que a fórmula clássica dos filmes de ficção dificilmente se adapta ao universo da não ficção.

A masterclass faz parte do programa Histórias que Ficam, que inclui financiamento, consultoria e apoio na distribuição de documentários brasileiros. A iniciativa anunciou recentemente os vencedores de sua segunda edição. Os filmes resultantes desse concurso devem chegar aos cinemas em 2016.

“O roteiro no documentário” acontece terça (19), das 19h às 22h. Haverá distribuição de senhas a partir das 18h, por ordem de chegada. O encontro será no Centro da Cultura Judaica, em São Paulo (Rua Oscar Freire, 2500, ao lado do metrô Sumaré).

saibamais 600 pixels Roteiro de documentário é tema de masterclass de Miguel Machalski em SP

+ Lista: todos os documentários brasileiros lançados nos cinemas desde 1995

+ Agenda: os principais festivais de documentário no Brasil em 2015

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

Concurso de curta-metragem dá câmera Canon a filme vencedor

concurso brasil em cartaz Concurso de curta metragem dá câmera Canon a filme vencedorComeçam nesta sexta (15) as inscrições para o concurso de curtas-metragens Brasil em Cartaz, promovido pelo Cinemark em parceria com o portal Tela BR. O vencedor receberá um prêmio tentador: um kit composto por uma câmera Canon 60D, lente 18-135 mm, cartão de memória e bolsa. Além disso, terá seu filme exibido nos cinemas da rede para 1 milhão de espectadores.

O concurso aceita vídeos de qualquer gênero (animação, documentário ou ficção) com duração mínima de 30 segundos e máxima de 1 minuto dentro do tema escolhido para este ano: “Água, me dá um balde aí!”.

As inscrições vão até 15 de junho. Para participar, o interessado deve preencher a ficha de inscrição no site do concurso e mandar o seu curta por e-mail ou correio.

O júri conta com os cineastas Laís Bodanzky e Luiz Bolognesi, entre outros profissionais. O resultado será divulgado em agosto.

O vencedor ainda terá como prêmio a finalização de som e imagem de seu curta a ser realizada pelos profissionais da produtora Buriti Filmes.

saibamais 600 pixels Concurso de curta metragem dá câmera Canon a filme vencedor

+ Lista: todos os documentários brasileiros lançados nos cinemas desde 1995

+ Agenda: os principais festivais de documentário no Brasil em 2015

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

Fundo de Sundance tem inscrições abertas para documentários

sundance logo2 Fundo de Sundance tem inscrições abertas para documentáriosAs inscrições para a edição 2015 do Sundance Institute Documentary Fund vão até o dia 3 de agosto. O instituto financia projetos de documentários com verbas de até US$ 50 mil (cerca de R$ 150 mil), dependendo da fase de desenvolvimento. São aceitas inscrições de documentaristas de todo o mundo.

O Sundance Documentary Fund atende a produções de longa-metragem inovadoras e originais sobre questões contemporâneas de relevância global. Podem se inscrever projetos de documentários em três diferentes etapas: desenvolvimento; produção/pós-produção; e engajamento de público.

A primeira e a última categoria recebem até US$ 20 mil, enquanto aqueles em produção ou pós-produção podem contar com até US$ 50 mil de auxílio financeiro.

Os interessados devem preencher um formulário on-line e enviar exemplo de conteúdo produzido. Mais informações no site do Sundance Institute.

As inscrições para o Festival de Cinema de Sundance não têm relação com o fundo. No entanto, muitos dos documentários exibidos no festival costumam ser selecionados entre os projetos que foram apoiados pelo Sundance Institute Documentary Fund.

saibamais 600 pixels Fundo de Sundance tem inscrições abertas para documentários

+ Lista: todos os documentários brasileiros lançados nos cinemas desde 1995

+ Agenda: os principais festivais de documentário no Brasil em 2015

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

Semana ABC traz mesa-redonda sobre direção de fotografia no documentário

banner semana abc 2015 214x300 Semana ABC traz mesa redonda sobre direção de fotografia no documentárioAcontece em São Paulo, de quarta (13) a sexta (15), a Semana ABC 2015, ciclo de palestras realizado pela Associação Brasileira de Cinematografia (ABC), em parceria com a Cinemateca Brasileira. Nos três dias de palestras e debates, sempre com temas relacionados à direção de fotografia, há também uma discussão específica sobre documentário.

Será na quarta, às 13h45, a mesa-redonda “A Direção de Fotografia no Cinema Documentário”. Participam do encontro Jacques Cheuiche, diretor de fotografia; Paulo Sacramento, diretor e montador; Marcelo Machado, diretor; Tiago Tambelli, diretor de fotografia e diretor; e Jorge Bodanzky, diretor de fotografia e diretor, além de Sérgio Rizzo jornalista e crítico de cinema.

A programação acontece na Cinemateca Brasileira. Os encontros são gratuitos e abertos a todos os interessados. É preciso retirar senha uma hora antes do início de cada apresentação.

Confira a programação completa do site da ABC.

Prêmio ABC

No sábado (16) há a entrega do Prêmio ABC. Na categoria Melhor Direção de Fotografia de Documentário, os finalistas são:

20 Centavos – Tiago Tambelli
Amazônia Eterna – Gustavo Hadba e Lula Cerri
Brincante – Jacques Cheuiche
Dominguinhos – Pedro Urano e Tiago Tambelli
Revelando Sebastião Salgado –Jacques Cheuiche
Sobrevivi ao Holocausto – Enio Berwanger

saibamais 600 pixels Semana ABC traz mesa redonda sobre direção de fotografia no documentário

+ Lista: todos os documentários brasileiros lançados nos cinemas desde 1995

+ Agenda: os principais festivais de documentário no Brasil em 2015

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

DOCTV América Latina abre inscrições para apoio de US$ 70 mil a projeto de documentário

DOCTV America Latina DOCTV América Latina abre inscrições para apoio de US$ 70 mil a projeto de documentárioDocumentaristas do Brasil e de outros 16 países têm até o dia 3 de julho para apresentar seus projetos à quinta edição do concurso DOCTV América Latina.

O programa vai apoiar a produção de um documentário por país. Cada vencedor ganhará US$ 70 mil dólares de prêmio (cerca de R$ 210 mil). Os filmes serão exibidos por 21 emissoras públicas em todos os países participantes. No Brasil, fazem parte da rede a TV Brasil e a TV Cultura, de São Paulo.

_____+ Curta o BlogDoc no Facebook

O concurso busca projetos de documentários inéditos com 52 minutos de duração alinhados ao eixo temático "Felicidade". Na convocatória brasileira, podem participar documentaristas brasileiros ou estrangeiros que comprovem residência há pelo menos três anos no país. As inscrições devem ser feitas pelo correio para a Secretaria do Audiovisual (SAv) do Ministério da Cultura (MinC).

O autor e a produtora responsável terão garantidos 15% dos direitos patrimoniais sobre a obra, cada um. O restante dos direitos será divido entre o Fundo DOCTV América Latina, que ficará com 50%, e SAV/MinC, EBC (TV Brasil) e Fundação Padre Anchieta (TV Cultura), que juntas terão 20%.

Para mais informações, acesse o site do DOCTV América Latina e o site do Ministério da Cultura.

Com informações do Ministério da Cultura e EBC

saibamais 600 pixels DOCTV América Latina abre inscrições para apoio de US$ 70 mil a projeto de documentário

+ Lista: todos os documentários brasileiros lançados nos cinemas desde 1995

+ Agenda: os principais festivais de documentário no Brasil em 2015

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

A Vida Privada dos Hipopótamos – Documentário de Maíra Bühler e Matias Mariani

A Vida Privada dos Hipopotamos Divulgacao 1 A Vida Privada dos Hipopótamos – Documentário de Maíra Bühler e Matias Mariani

Christopher Kirk em A Vida Privada dos Hipopótamos (Foto: Divulgação)

É inegável que cada um a seu modo transforma a própria vida em uma fábula (e ultimamente as redes sociais ajudam bastante nessa tarefa). Mas o técnico de informática americano Christopher Kirk parece levar essa ideia bastante a sério. Christopher é o protagonista de A Vida Privada dos Hipopótamos, documentário de Maíra Bühler e Matias Mariani que estreia nesta quinta-feira (7) nos cinemas. Encarcerado num presídio brasileiro, Kirk conta sua estória/história para a câmera. Como foi parar ali é a dúvida inicial – mas, à medida que a narrativa avança, outras incógnitas vão aparecendo.

Kirk era (ou parecia ser) o típico pacato cidadão de uma cidadezinha de interior dos Estados Unidos. Até que, para espantar um pouco o tédio, resolve visitar a Colômbia para conhecer mais da história dos hipopótamos do título. Criados pelo megatraficante Pablo Escobar, os bichões ficaram sem destino depois da morte do chefão do cartel de Medellín. Eis que na Colômbia Kirk encontra V., uma mulher misteriosa sobre a qual não sabemos o nome e só veremos fotos desfocadas. Apaixona-se, obviamente.

A partir daí, os mistérios de V. começam a tomar conta do imaginário de Kirk. Ela faz viagens imprevisíveis, gasta dinheiro que afirmara não ter, tem amigos suspeitos em lugares suspeitos.

Além do depoimento colorido e cheio de detalhes, Kirk municia os diretores do documentário com todo o histórico eletrônico dessa sua vida – um computador com centenas de imagens, e-mails e mensagens instantâneas que ele trocou com a namorada e amigos dela.

A Vida Privada dos Hipopotamos Divulgacao 2 300x168 A Vida Privada dos Hipopótamos – Documentário de Maíra Bühler e Matias Mariani

V., a misteriosa namorada de Kirk (Foto: Divulgação)

Com o depoimento de Kirk e de alguns de seus amigos, mais o HD repleto de fotos, Maíra Bühler e Matias Mariani constroem um roteiro policialesco empolgante e que mantém viva a dúvida até o final: mas quem é essa V. e como exatamente Kirk foi parar na prisão?

O desfecho resolve a questão apenas em parte. Fica a dúvida principal: o que é fábula e o que é realidade nessa história toda?

Se em Terra Deu, Terra Come, por exemplo, a fabulação do personagem principal acaba desvendada ao final (embora as histórias e contextos sejam totalmente diferentes), o mesmo não acontece em A Vida Privada dos Hipopótamos.

Mas é gostoso não ter a resposta para tudo.

A Vida Privada dos Hipopótamos
Brasil, 2014. 91 minutos.
Direção: Maíra Bühler e Matias Mariani. Roteiro: Matias Mariani e Maíra Bühler. Montagem: Luisa Marques. Produção: Matias Mariani. Produção executiva: Luis Dreyfuss e Marília Alvarez Melo. Direção de fotografia: Pedro Eliezer e Basil Shadid. Som direto: Juliano Zoppi, Matt Sheldon, Nikolas Drankoski, Brett Mcdonald. Edição de som/mixagem: Beto Ferraz.
Principais festivais: FID Marseille 2014 (França), Festival Rio de 2014 (Prêmio de Melhor Montagem), Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, IDM 2014 (Canadá), Festival de Havana (Cuba).
Estreia no circuito comercial de cinemas: 7/5/2015. Classificação indicativa: 12 anos.

Avaliação do BlogDoc: lente 15 A Vida Privada dos Hipopótamos – Documentário de Maíra Bühler e Matias Mariani lente 15 A Vida Privada dos Hipopótamos – Documentário de Maíra Bühler e Matias Mariani lente 15 A Vida Privada dos Hipopótamos – Documentário de Maíra Bühler e Matias Mariani lente 15 A Vida Privada dos Hipopótamos – Documentário de Maíra Bühler e Matias Mariani

Deixe a sua avaliação nos comentários

(Por Marcelo Bauer)

saibamais 600 pixels A Vida Privada dos Hipopótamos – Documentário de Maíra Bühler e Matias Mariani

+ Lista: todos os documentários brasileiros lançados nos cinemas desde 1995

+ Agenda: os principais festivais de documentário no Brasil em 2015

+ Curta o BlogDoc no Facebook

+ Siga o BlogDoc no Twitter

  • Espalhe por aí:
    • Digg
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • Live
    • Netvibes
    • RSS
    • Twitter
  • Imprimir:
  • Envie por e-mail:

Posts relacionados

1 de 3912345...: ...Último