Presente de Páscoa: mini bolinho de cenoura com chocolate tem só 55kcal e é baratinho!

Eu fiquei matutando com os meus botões o que eu daria de Páscoa para as pessoas que eu amo e que são importantes para mim.

Não faria muito sentido eu dar chocolate, não é mesmo?

Afinal, acabei meio que sem querer me tornando uma estimuladora da dieta de várias pessoas que me cercam.

Daí é que veio a ideia:

Produzir mini bolinho de cenoura com chocolate e embrulhar para presente.

cupcake2 Presente de Páscoa: mini bolinho de cenoura com chocolate tem só 55kcal e é baratinho!

Foto: Amanda Brum

A receita é a que já publiquei aqui (clique aqui para ir para o link).

Fiz duas medidas e distribuí o conteúdo por fiz em forminhas individuais, de cupcake.

Depois de assados, desenformei frios e coloquei cada bolinho em uma forminha de papel decorativa.

Pra arrematar, os dispus em caixinhas individuais bem bacanas, que 'lacrei' com uma fitinha de cetim.

Depois coloquei numa sacolinha de papel bem alegre.

Renderam 24 porções de cerca de 55kcal cada.

cupcake1 Presente de Páscoa: mini bolinho de cenoura com chocolate tem só 55kcal e é baratinho!

Foto: Amanda Brum

Ficou bem mais barato do que qualquer ovinho de Páscoa e se tornou um presentinho diferenciado, personalizado.

Eu amei o resultado!

E produzi-los me fez muito, mas muito feliz.

É muito bom você colocar sua alegria, seu amor e sua energia positiva em algo que você quer oferecer para quem também só te faz bem.

Espero que quem receber goste também.

icon smile Presente de Páscoa: mini bolinho de cenoura com chocolate tem só 55kcal e é baratinho!

cupcake3 Presente de Páscoa: mini bolinho de cenoura com chocolate tem só 55kcal e é baratinho!

Foto: Amanda Brum

Siga meu Instagram @amandabrum13

Curta meu Facebook www.facebook.com/emagrecebolotinha

Quanto, afinal, dá para emagrecer por semana?

imagem distorcida espelho Quanto, afinal, dá para emagrecer por semana?

Foto: Getty Images

Todos os dias recebo mensagens de pessoas que começaram a fazer alguma dieta, emagrecem 2, 3, 4kg em uma semana e se sentem frustradas, porque queriam mais.

Gente, quer saber o que a ciência diz a respeito?

O normal e saudável para o emagrecimento vai de 0,5kg a, no máximo, máximo, 2 kg por semana.

E esses 2kg se aplicam apenas a quem está muito, mas muito acima do peso, e apenas no começo da dieta, quando há um ‘choque’ com a mudança de hábitos alimentares.

“O normal é emagrecer de 0,5kg a 1kg por semana”, afirmou o endocrinologista  Marcio Mancini disse, em entrevista ao programa “Hoje em Dia”.

O médico francês Pierre Dukan disse, em seu livro “Eu não consigo emagrecer”, que pessoas com mais de 20kg acima do peso ideal elimina, em média, 1kg por semana.

“Na primeira metade da deita a perda é, via de regra, superior a 1 quilo, mais próxima de 1,5kg no início da dieta, o que faz com que, habitualmente, se percam os 10 primeiros quilos em pouco menos de dois meses”, explica o especialista.

De acordo com o Dr. Dukan, passados os dois meses, a curva ponderal se inclina progresssivamente graças a um processo metabólico de defesa e a perda se estaciona em torno de 1 quilo por semana. “Depois, o emagrecimento se mantém abaixo da barra psicológica do 1kg, com alguns períodos de estagnação”.

A especialista Lauren Slayton, autora do livro “The Litte Book of Thin” (o pequeno livro da magreza, em tradução livre), afirma que o ideal é ficar entre 1,3kg a 1,8kg de peso eliminado por semana.

“Quanto mais dieta a pessoa já fez ou se ela já tem um estilo de vida mais saudável, com bons alimentos e atividade física, mais difícil fica de se registrar grandes variações de peso de uma semana para a outra”, explicou Lauren em entrevista à revista americana Women’s Health.

Ela destacou, ainda, outro importante ponto. “E é preciso não se iludir: muita gente que emagrece muito rápido de uma semana para a outra na verdade só desinchou, porque estava com retenção de líquido. Não necessariamente foi queima de gordura”.

Então, moçada, devagar com as altas expectativas!

Emagrecer rápido faz mal à saúde (saiba mais aqui).

E para chegar aos objetivos sem comprometer o seu organismo, não tem segredo nem mágica: é preciso conjugar uma dieta equilibrada e saudável à prática regular de atividade física.

Afinal, como eu costumo dizer, do céu só cai água, gelo e neve.

Siga meu Instagram @amandabrum13

Curta meu Facebook WWW.facebook.com/emagrecebolotinha

Posts Relacionados

As mulheres gostam mais de chocolates do que de homens, diz médico francês

 As mulheres gostam mais de chocolates do que de homens, diz médico francês

Foto: Getty Images

O médico francês Pierre Dukan, autor do Best-seller “Eu não consigo emagrecer”, falou em vista ao Brasil há algumas semanas que um dos segredos do sucesso do chocolate é que ele é o alimento mais psicotrópico do mundo.

De acordo com o especialista, o alimento agrega ingredientes com propriedades anti-depressivas e também itens que atuam como estimulante.  “Esta é a razão para o chocolate ser tão consumido por todo o mundo”, disse Dukan. “E as estatísticas mostram que as mulheres gostam mais dos chocolates do que dos homens”, brincou .

O médico francês explicou que o cacau foi descoberto na América do Sul e só chegou na Europa entre os séculos 16 e 17. Naquela época, o alimento era vendido nas farmácias e ainda não era doce.

“Até que um malandrinho resolveu colocar açúcar no cacau, e assim começou a história de um dos alimentos mais consumidos no mundo”, explicou Dukan. “Depois de um tempo veio outro malandrinho suíço e colocou leite na mistura. Aí o caminho estava aberto para a inclusão de outros itens, como as amêndoas, as nozes, e tudo mais que temos hoje com o chocolate.”

Com o avanço da engenharia de alimentos, já é possível se obter o cacau com menos de 1% de gordura em sua composição. No começo, não havia nada com menos de 30%.

Na dieta criada por este médico, o cacau em pó sem açúcar é permitido, num limite de até, no máximo, 2 colheres de sopa por dia (conta como alimento tolerado).

Se você é fã da iguaria e está de dieta, separei uma série de receitas com o cacau em pó sem açúcar que pode te ajudar a matar a vontade do doce sem comprometer os seus resultados na luta contra a balança.

Quer ver?

É só clicar em cima da que você gostar que te levará direto para a receita.

Bolo de chocolate light da Glaudukan

Creme de chocolate light Dukanette

Bombom de chocolate light com doce de leite

Bolo mesclado light de chocolate e baunilha

 

dukannobrasil As mulheres gostam mais de chocolates do que de homens, diz médico francês

Médico francês falou sobre os doces durante o lançamento de seu livro "Confeitaria Dukan", aqui no Brasil. Foto: Amanda Brum

Siga meu Instagram @amandabrum13

Curta meu Facebook www.facebook.com/emagrecebolotinha

 

Bolo light de morango com cobertura de chocolate

http://entretenimento.r7.com/blogs/emagrece-bolotinha/receita-bolo-light-de-morango-com-cobertura-e-recheio-de-chocolate-20140201

 

Posts Relacionados

Cobradores de pênalti ensinam lição para emagrecer. Aprenda!

neto perde penalti santos i Cobradores de pênalti ensinam lição para emagrecer. Aprenda!

Foto: Gazeta Press

Embora eu seja corintiana e tenha ficado com uma pontinha de alegria em ver o Santos ser derrotado pelo Ituano, fiquei pensando bastante no zagueiro Neto, que perdeu ontem o pênalti decisivo para o peixe.

Confesso que fiquei um pouco preocupada com o rapaz.

O que será que ele estava sentindo naquele momento?

Como será que ele vai superar uma falha daquele tamanho, que mexe com a vida, as emoções e as expectativas de tanta gente?

Como ele vai lidar com a vergonha de ter falhado?

Como ele vai lidar com a frustração de não ter conseguido o que ele tanto desejava?

Aí me lembrei de outros jogadores super hiper master famosos que também perderam pênaltis decisivos.

O italiano Roberto Baggio, por exemplo.

Não  fosse ele ter jogado a bola para outra galáxia, talvez o Brasil não tivesse levado a copa de 94.

Mas ele soube se reerguer. E esta falha, embora enorme, não manchou a carreira maravilhosa de sucesso e conquistas que ele construiu ao longo da vida.

Porque foi apenas uma derrota dentro de uma trajetória de muitas e muitas e muitas outras vitórias.

O saldo, no final, foi mais do que positivo.

Quer outro exemplo?

O grande Zico.

E ele perdeu um pênalti decisivo na Copa de 86, contra a França, que tirou as esperanças do Brasil de levar o caneco para casa.

E isso não acabou com a carreira dele. Nem com o respeito que o povo brasileiro tem por esse ex-atleta. Poucos jogadores brasileiros são tão vitoriosos, respeitados e queridos quanto ele.

Por que a falha do pênalti não acabou com ele?

De novo: pois foi apenas uma derrota dentro de uma vida de muitas e muitas e muitas outras vitórias.

O saldo, no final, foi mais do que positivo.

Já entendeu aonde eu quero chegar?

Caracas, com a gente, que luta contra a balança, funciona exatamente igual ao desafio de um jogador de futebol ao bater um pênalti. 

A diferença é que esses cobradores de pênaltis não desistem nunca.

Depois de falharem, eles erguem a cabeça e seguem em frente.

Eles não deixam a vergonha, a tristeza, o sentimento de fracasso, o medo de errar de novo os abaterem ou os paralizarem.

E a gente, que horror!, vive desanimando e querendo desistir.

Basta uma derrapada na dieta, uma demora maior para emagrecer, um resultado na balança menor do que a gente esperava, uma jaca aqui ou acolá e a gente já quer jogar a toalha e tirar nosso timinho de campo.

Opa, opa, opa!

Nada de fraqueza não.

Só acerta o pênalti quem arrisca e se expõe. É preciso enfrentar todos os medos, os riscos e partir para a cobrança. 

Só vence a luta contra a balança quem se arrisca e se expõe. É preciso enfrentar os medos, os riscos e partir para a ação, para uma vida diferente da que nos fez engordar.

Tem horas que a gente marca um golaço.

Tem horas que a gente faz gol contra.

Tem horas que a gente joga a bola na trave ou lá na estratosfera.

Mas o que temos de ter em mente é a lição dos cobradores de pênaltis vitoriosos: NUNCA DESISTIR. 

Porque se no final tivermos mais vitórias do que derrotas, o nosso sucesso já estará escrito e garantido.

E vamos que vamos!

Siga meu Instagram @amandabrum13

Curta meu Facebook www.facebook.com/emagrecebolotinha

Posts Relacionados

Desafio da Bolotinha: abaixo a gordura!

gordura Desafio da Bolotinha: abaixo a gordura!

Foto: Thinkstock

O Desafio da Bolotinha desta semana é muito simples: baixar a quantidade de gordura ingerida nos próximos 7 dias.

Você sabia que para cada 1 grama de gordura existem 9kcal?

É a classe de alimentos mais calórica que existe.

Não à toa que a gordura é a maior vilã de qualquer dieta de emagrecimento.

Ontem mesmo publiquei um post com uma pesquisa internacional que mostra que consumir gordura saturada ainda que só esporadicamente pode prejudicar nosso fluxo sanguíneo por até 4 horas.

Imagine isso no longo prazo e com a ingestão constante de comidas gordurosas.

Não vale a pena colocar a saúde em risco, colega!

Se você está querendo perder uns quilinhos, experimente reduzir a quantidade de gordura que você consome.

Manteigas e margarinas, nem pensar.

Óleo para temperar a salada? Tente trocar por limão espremido ou ervas.

Óleo para não deixar os alimentos grudarem nas formas? Experimente usar papel manteiga ou formas de silicione, que não precisam ser untadas.

Fritura? Nem se for pintada de ouro. Não dá para comer bolinhos, pasteizinhos e afins e emagrecer de forma saudável.

Queijos amarelos e gordos? Tente tirar do cardápio nesta semana.

Leite integral? Não, não e não. Só desnatado.

E por aí vai.

Duvida que no fim da semana o resultado vai ser positivo?

Eu voltarei aqui para contar.

Vamos nessa?

Siga meu Instagram @amandabrum13

Curta meu Facebook www.facebook.com/emagrecebolotinha

 

Posts Relacionados

Um prato gordo pode zoar sua circulação sanguínea por 4h. Fique esperto!

vício comida getty images1 Um prato gordo pode zoar sua circulação sanguínea por 4h. Fique esperto!

Foto: Getty Images

 

Uma refeição gorda pode não te matar, mas também não é tão inofensiva para a saúde como você pode estar pensando.

Um estudo apresentado no Congresso Cardiovascular do Canadá no ano passado mostra que uma única derrapada no consumo de uma refeição rica em gordura saturada pode reduzir significativamente a circulação de sangue nas artérias por mais de 4 horas seguidas.

Ao longo do tempo, repetir este efeito pode influenciar nos riscos de desenvolver doenças cardíacas, de acordo com o Sebastien Lacroix, um dos responsáveis pelo estudo.

Em contrapartida, as gorduras do bem encontradas na dieta mediterrânea, por exemplo, não causam esses efeitos.

O jeito é investir mais nessas danadinhas sempre que possível.

Entre elas estão o azeite, salmão e nozes.

A propósito, as gorduras saturadas estão com tudo nas manteigas, margarinas, pele de frango, biscoitos, queijos amarelos, leite integral, chantilly, toucinho, ou seja, tudo o que ouvimos a vida inteira que faz mal e engorda.

Fique esperto(a)!

 

Siga meu Instagram @amandabrum13

Curta meu Facebook www.facebook.com/emagrecebolotinha

Posts Relacionados

Empacou na dieta? Não desanime! Veja 7 dicas infalíveis para voltar a emagrecer

Olha só essa mensagem que recebi no Facebook do blog (www.facebook.com/emagrecebolotinha):

 

desanimo Empacou na dieta? Não desanime! Veja 7 dicas infalíveis para voltar a emagrecer

Foto: Reprodução Facebook

 

Gente, quando estamos de dieta, é normal o peso oscilar.

Afinal, nosso corpo está se adaptando a uma nova realidade. Estamos mudando muita coisa no nosso dia a dia.

Mas se você está empacado(a) há muitos dias, está na hora de parar, pensar e tentar identificar o que está fazendo de errado para não emagrecer.

Eu já fiz esse processo muitas e muitas vezes.

Cheguei a ficar quase 3 meses sem emagrecer (saiba mais neste link aqui).

E compartilho aqui com vocês 7 pontos de reflexão infalíveis para você voltar a emagrecer.

Vamos nessa?

 

compulsaoalimentar Empacou na dieta? Não desanime! Veja 7 dicas infalíveis para voltar a emagrecer

Foto: Thinkstock

1a reflexão: Você mente para si mesmo?

Muita gente para de emagrecer e jura de pé junto que está fazendo tudo certinho.

Será?!?

Aquela maçã que você comeu em plena fase de ataque não é fazer a dieta certinha.

Aquele bombom a mais que você engoliu rapidinho e que não faz parte da sua reeducação não é fazer direitinho. Ninguém viu, mas seu estômago digeriu.

Então eu te pergunto, será que você não está mentindo para si mesmo(a)?

Leia mais sobre isso neste link aqui e pense a respeito.

gula comer demais Empacou na dieta? Não desanime! Veja 7 dicas infalíveis para voltar a emagrecer

Foto: Reprodução Rede Record/Balanço Geral

 

2a reflexão: Estou mesmo comendo direito?

Há quem pense que fazer jejum ajuda a emagrecer.

Outros acreditam que quanto menos se come, mais se emagrece.

Não é bem assim que as coisas funcionam.

Então eu te pergunto: você está mesmo comendo direito?

Leia mais sobre isso neste link aqui e pense a respeito.

Quem sabe não é neste ponto que você está derrapando e deixando de emagrecer.

 

comprasparadieta Empacou na dieta? Não desanime! Veja 7 dicas infalíveis para voltar a emagrecer

Foto: Getty Images

3a reflexão: Você está de fato seguindo a sua dieta?

Muita gente diz que está fazendo a dieta x, a dieta y, ou a dieta z, mas na verdade não faz.

São pessoas que fazem 'pequenas adaptações' no método que resolvem seguir.

O problema é que essas pequenas adaptações muitas vezes destroem os benefícios do método que a pessoa resolveu adotar.

É como tomar leite e queijos na dieta ortomolecular.

Ou comer frutas durante as fases 1 e 2 da dieta Dukan.

Em outras palavras: é se enganar.

Se você desconfia que está nesta 'vibe", clique neste link aqui e pense a respeito.

 

penajaca e1375617582262 Empacou na dieta? Não desanime! Veja 7 dicas infalíveis para voltar a emagrecer

Foto: Amanda Brum

4a reflexão: Você está comendo só os alimentos permitidos e nas quantidades indicadas?

Tem gente que resolve fazer a dieta mas quando lê 1 col de sopa de arroz come 1 col de servir de arroz, daquelas bem grandes, que ficam nos quilos de cidades de todo o país.

Ou quando vê no cardápio 1 fatia pequena de melancia come quase que 1/4 da melancia inteira.

Aí, colega, não tem jeito.

Não há dieta que resista ou dê certo.

Se você acha que pode estar derrapando nisso, leia mais neste link e tente reverter esse problema.

 

paointegral Empacou na dieta? Não desanime! Veja 7 dicas infalíveis para voltar a emagrecer

Foto: Getty Images

5a reflexão: você come sempre as mesmas coisas?

Não tem jeito: para emagrecer com saúde, é importante diversificar.

Comer as mesmas coisas sempre não ajuda em nada neste processo.

E ainda pode colocar sua saúde em risco, porque pode te gerar déficit de nutrientes e vitaminas.

Está desconfiado de que está falhando neste quesito?

Então leia o conteúdo deste link aqui e prepare-se para mudar.

 

beber água Empacou na dieta? Não desanime! Veja 7 dicas infalíveis para voltar a emagrecer

Foto: Thinkstock

6a reflexão: como anda a água na sua vida?

Nosso corpo é feito predominantemente por água.

Não à toa temos que beber pelo menos 1,5 litro de água por dia para mantê-lo funcionando bem.

O ideal mesmo são 2 litros por dia.

Como você anda nesse aspecto? Se acha que está falhando, leia mais aqui.

 

caminhada praia Empacou na dieta? Não desanime! Veja 7 dicas infalíveis para voltar a emagrecer

Foto: Getty Images

7a questão: tem mexido o corpitcho?

Gente, não tem jeito, para emagrecer é preciso se mexer.

Como anda o seu nível de atividade física, hein?

Baixa?

Então está na hora de você ler o conteúdo deste link aqui.

 

Siga meu Instagram @amandabrum13

Curta meu Facebook www.facebook.com/emagrecebolotinha

 

Posts Relacionados

Informação é arma poderosa na luta contra o peso. Saiba mais

Quer uma arma poderosa para lutar contra a balança?

Eu te dou, colega!

Informação.

Pois é, eu acredito que quanto mais informação você tem sobre um determinado tema, maiores são as chances de você dominá-lo.

 Informação é arma poderosa na luta contra o peso. Saiba mais

Foto: Getty Images

Óbvio que a teoria sozinha não te leva ao resultado (se você não colocar os aprendizados em prática, nada vai acontecer), mas ter conhecimento sobre um assunto que é importante para você e sua vida, e isso ajuda demais.

Por isso eu leio há muito tempo tudo o que posso sobre comida, emagrecimento, atividade física e vida saudável.

Fui assinante de revista de dieta por mais de 10 anos.

Até pouco tempo atrás tinha todos os exemplares da Boa Forma lançados de 1994 até 2008. Eram 14 anos de coleção!!!E eu devorava edição por edição e sempre voltava às antigas para rememorar coisas que eu havia esquecido.

Também já li livros e mais livros a respeito do tema. 

E estou focada em ler muito mais.

Aos poucos, estou lendo um livro que acho bem chato, mas que é bem importante para quem quer mudar hábitos alimentares errados.

Ao lê-lo, já entendi vários mecanismos que me levam a engordar e estou conseguindo desenvolver métodos e usar ferramentas para alterá-los.

Chama-se "O poder do hábito", do Charles Duhigg. A obra é da Editora Objetiva.

livros Informação é arma poderosa na luta contra o peso. Saiba mais

Foto: Amanda Brum

No momento, estou lendo também o "O lobo come as boas meninas", da Renate Gockel, da Editora Cultrix. Quem me indicou foi minha terapeuta, e eu tive que ir para sebos para poder comprá--lo, pois está esgotado há anos.

Estou gostando bastante. Ele é escrito por uma psicóloga alemã que atrela muitos problemas alimentares (como obesidade, anorexia e bulimia) ao fato de muitas mulheres serem boazinhas demais. Foi dessa leitura que eu entendi e admiti que não sei falar não, por exemplo.Ou que o mundo é um lugar fantástico de infinitas escolhas. Basta a gente fazer as nossas.

Como percebi que o livro tem me feito muito bem, já comprei outros dois dessa mesma autora, que estão na minha fila de leitura. São o "Finalmente livre da compulsão alimentar", da editora Pensamento, e o "Comer demais não resolve seus problemas", da editora Cultrix.Ambos esgotados, tive que garimpá-los em sebos.

Ontem recebi em casa um livro da Editora Alaúde que estou super ansiosa para ler.

É o "Você tem fome de quê?", do Deepak Chopra. Para quem não conhece, ele é um dos maiores gurus da atualidade e se tornou famoso por divulgar os benefícios de uma conexão equilibrada entre a mente e o corpo para se obter qualidade de vida.

O livro promete ajudar o leitor a identificar as verdadeiras razões que nos fazem sentar à mesa, nos jogar no sofá ou nos encostarmos na pia da cozinha e descontar na comida nossas frustrações e ansiedades.

E, por fim, nunca me desgrudo do "Eu não consigo emagrecer" e o "Método Dukan ilustrado", ambos da editora Best Seller e escritos pelo meu guru Pierre Dukan. Por mais que eu já tenha lido os dois livros, sempre releio alguns trechos, folheio, e acabo me lembrando de coisas que eu já havia me esquecido. Ou reinterpretando algumas coisas que antes tinha

E você? Tem algum livro que está te ajudando? Tem alguma obra que possa me indicar?

icon smile Informação é arma poderosa na luta contra o peso. Saiba mais

Siga meu Instagram @amandabrum13

Curta meu Facebook www.facebook.com/emagrecebolotinha

A difícil arte de dizer não – e o peso disso na balança

Eu não sei dizer não.

Custei a admitir, mas eu tenho sim essa deficiência.

Eu, Amanda, ser humano, pessoa real, de carne e osso, não sei dizer não.

Eu.

Porque os personagens que já desempenhei na vida sempre foram muito eficientes em quase tudo, inclusive nisso: em dizer não.

Era fácil dizer não quando eu estava no papel de profissional linha dura focada só nos resultados.

Era moleza dizer não quando eu estava no papel de ser humano superior, que tudo sabia e tudo via, e que estava sempre com o melhor conselho na ponta da língua para compartilhar com as pessoas.

Era mamão com açúcar de fácil dizer não quando eu estava por trás da capa da ironia exacerbada e revestida por um humor para lá de ácido.

Mas agora que abandonei todos esses papeis, sinto que é quase impossível dizer não, porque, afinal, estou sendo simplesmente eu.

 

Desde que me dispus a viver de uma forma real, plena, verdadeira, me conectando com o meu interior e os meus valores centrais, me dei conta de que dizer não é difícil para c@#%.

Eu sempre passei por cima das minhas vontades para fazer o que eu achava que tinha que ser feito.

Eu sempre passei por cima dos meus desejos para fazer o que eu achava que as pessoas esperavam de mim.

Eu sempre me atropelei em nome de coisas, pessoas, situações que estavam fora de mim.

É como se minhas vontades fossem menores, menos nobres, menos importantes e menos valiosas do que as das outras pessoas.

É como se meus desejos fossem menos dignos, menos relevantes e menos genuínos do que os das outras pessoas.

É como se eu não tivesse o direito de querer. De desejar. De ser.

Jesus, Maria, José, não sei dizer “não quero isso, não quero aquilo ou não quero aquilo outro”.

E minha inabilidade em dizer não vai desde coisas banais – como “não vou sair de casa agora porque estou cansada”, até assuntos bem sérios, como dizer não para algo que não está me fazendo bem.

Quer ver?

Não quero mais conviver com essa pessoa, mas convivo, porque é importante para meu namorido. Caracas, cadê o meu ‘eu’ em uma situação como essa? Por que eu tenho que ficar desconfortável para satisfazer o outro? Qual é o problema de dizer NÃO quero conviver com esse ser?

Não quero mais ir naquele lugar, mas vou, porque meus amigos gostam de se encontrar por lá e esperam a minha presença. Caracas, cadê o meu ‘eu’ nessa história toda? Por que simplesmente não sugerir outro lugar ou dizer com todas as letras para a turma que naquele lugar eu NÃO vou.

Não quero sair da dieta no fim de semana, mas saio, porque minha família me convida para um almoço especial e fico sem graça de rejeitar os pratos que foram preparados com tanto carinho. Por que simplesmente não digo NÃO, obrigada, vou comer só isso. Ou, NÃO, obrigada, trouxe minha marmita.

Esse negócio de NÃO SABER DIZER NÃO já f@#$% pra c@#$% minha vida. Especialmente na luta contra a balança.

balancafeia A difícil arte de dizer não – e o peso disso na balança

Foto: Getty Images

Hoje eu enxergo isso com mais clareza.

Tenho me visto recentemente em situações em que como e bebo para agradar as pessoas, e não porque estou realmente com vontade de fazer aquilo.

Nas últimas derrapadas que dei na dieta me dei conta até mesmo de que os alimentos ‘errados’ que eu ingeri – salvo raras, raríssimas situações – não me deram quase que nenhum prazer. Fiz na convenção social, pela integração com o grupo. E, pasme, os alimentos não eram tão bons quanto eu realmente achava que eram.

Os alimentos ‘fora da lista’ que botei para dentro do meu corpo em situações sociais não me propiciaram nenhuma satisfação inenarrável. Nenhum prazer fora do comum, como eu achava que me proporcionariam. A verdade é que eles não eram nem tão saborosos quanto eu me lembrava. E me tiraram da meta. E me tiraram do que eu realmente desejava, que era me manter na dieta para alcançar meu peso ideal.

Que louco isso, não?

E, agora que estou cada vez mais conectada com o que me move, com o que eu quero, com o que realmente é importante para mim, preciso vencer essa minha inabilidade de dizer não.

É fundamental que eu aprenda a colocar os meus desejos em primeiro lugar.

É imprescindível que eu comece a priorizar o que eu desejo genuinamente, o que me motiva, o que eu quero e o que me move como ser humano.

Eu já comecei o processo.

Escolhas já foram feitas. Algumas estão em curso. E ainda virão muitas, mas muitas mais.

Roda vida, roda. Gira roda gigante e deixe minha vida repleta de amor.

Siga meu Instagram @amandabrum13

Curta meu Facebook www.facebook.com/emagrecebolotinha

#ColaNaDy: ela emagreceu 18kg em 4,5 meses e nunca mais engordou

 

antes e depois #ColaNaDy: ela emagreceu 18kg em 4,5 meses e nunca mais engordou

Foto: Arquivo Pessoal @heidylyana

Quem sempre foi magro e sem histórico de luta contra a balança costuma sofrer um bocado quando, por algum motivo, acaba engordando. Afinal, são pessoas que não estão habituadas a fazer dieta, diferentemente de muitos gordinhos, que são cobrados desde cedo a abrir mão desse ou daquele alimento.

Mas a jornalista mato-grossense Heidy Lyana Silva Prado decidiu fugir à regra e escrever uma história diferente para a sua vida. Depois de engordar 18 quilos, muito por conta de uma depressão que se acentuou depois de ela ter perdido um bebê, ela decidiu que mudaria aquela situação.

Com muito foco, disciplina e força de vontade, ela saiu dos 78kg para os 60kg em menos de 5 meses e voltou para o ‘shape’ magro e para a barriga sequinha que exibiu pela maior parte da vida. Moradora de Rondonópolis, Heidy é casada e mãe de uma criança de 3 anos.

Conheça mais os segredos e dicas de sucesso dessa vencedora, que nas redes sociais faz sucesso com o slogan #colanady, que usa para compartilhar suas dicas de saúde, bem-estar e emagrecimento.

anjoediabo #ColaNaDy: ela emagreceu 18kg em 4,5 meses e nunca mais engordouVocê emagreceu 18kg em 4,5 meses. Como foi que isso aconteceu?

Heidy Lyana Silva Prado - Sempre fui magra daquelas de ter barriga chapada mesmo comendo um monte de besteiras, quando engordei pra mim era muito difícil fazer qualquer tipo de dieta por conta isso, pois estava acostumada a comer de tudo, comer muito e não engordar. Tentei fazer RA, mas não ajudou em nada, até que ouvi falar da Dukan em uma matéria da Boa Forma. Cheguei a tentar fazer a dieta sem ler o livro, somente pelo que li na revista, porém vi que daquela maneira seria uma experiência frustrada. Então comprei o livro “Eu Não Consigo Emagrecer”, li com muita atenção, estudei bem o método e dei início. Após 4,5 meses perdi os 18 kgs e voltei ao peso que tinha antes mesmo da minha primeira gravidez: 60 kgs. Sai do manequim 44 para voltar ao 36. Há quase 10 meses, graças a Dukan mantenho esse peso.

 

anjoediabo #ColaNaDy: ela emagreceu 18kg em 4,5 meses e nunca mais engordouVocê tomou algum remédio para emagrecer esse tanto?

Heidy - Não, depois que dei início a dieta Dukan não tomei nenhum tipo de remédio para emagrecer.

 

antes e depois2 #ColaNaDy: ela emagreceu 18kg em 4,5 meses e nunca mais engordou

Foto: Arquivo Pessoal @heidylyana

anjoediabo #ColaNaDy: ela emagreceu 18kg em 4,5 meses e nunca mais engordouVocê fez algum tratamento médico ou estético que te ajudou nesse resultado?

Heidy - Que ajudou a emagrecer não. Fiz apenas tratamentos estéticos contra celulite e a Dukan colaborou para que os resultados do tratamento fosse ainda melhor, pois já havia feito antes sem acompanhamento de dieta e não tinha dado certo.

 

anjoediabo #ColaNaDy: ela emagreceu 18kg em 4,5 meses e nunca mais engordouEntão foi tudo com dieta mesmo. Incrível, não?

Heidy - Pois é. Com a Dukan aprendi a fazer substituições saudáveis, a me alimentar corretamente. Enfim, mudei meus hábitos alimentares, aprendi a ter equilíbrio e ganhei muito com isso, pois continuo tendo prazer na alimentação, porém agora, com uma alimentação saudável.

 

anjoediabo #ColaNaDy: ela emagreceu 18kg em 4,5 meses e nunca mais engordouVocê já havia realizado outras dietas antes?

Heidy -Três meses antes de iniciar a dieta Dukan eu fiz RA (Reeducação Alimentar) mas desanimei porque não via os resultados.  Os resultados só apareciam quando eu reduzia quase que pela metade as calorias ingeridas durante o dia, mas isso me deixava de muito mal humor e não me ajuda em nada a persistir na dieta, pois praticamente passava fome.

 

anjoediabo #ColaNaDy: ela emagreceu 18kg em 4,5 meses e nunca mais engordouO que te fez engordar esses 18kg?

Heidy -Depois da gravidez de meu filho eu engordei um pouco, mas nada muito complicado, eram somente 3 a 4 quilos acima do peso, que perdia sempre tomando remédios (do tipo sibutramina). Porém, isso mudou depois de vir uma segunda gravidez inesperada e, em seguida, um aborto involuntário. Após isso tive início de depressão e desenvolvi uma alergia que deu muito trabalho para os médicos descobrirem o que era. O resultado disso foram 18 quilos a mais e uma dificuldade enorme de perder peso.

 

anjoediabo #ColaNaDy: ela emagreceu 18kg em 4,5 meses e nunca mais engordouQue mudanças você promoveu na sua vida durante o processo de emagrecimento que vieram para ficar?

Heidy -Eu comia salada por obrigação e cheia de molhos industrializados, e raramente comia frutas. Com a Dukan eu aprendi a amar salada e dar valor às frutas. Outro detalhe é que antes da Dukan nunca havia experimentado alimentos integrais e nem pensava em fazer isso, hoje eles fazem parte da minha vida, assim como as massas que não têm farinha branca em sua composição, como o macarrão de arroz, macarrão de quinoa, macarrão de milho.

 

antes e depois 3 #ColaNaDy: ela emagreceu 18kg em 4,5 meses e nunca mais engordou

Foto: Arquivo Pessoal @heidylyana

 

anjoediabo #ColaNaDy: ela emagreceu 18kg em 4,5 meses e nunca mais engordouQual foi a parte mais difícil durante o período de emagrecimento?

Heidy -Eu sou apaixonada por macarrão e o meu filho também, e algo bem difícil era fazer macarrão pra ele várias vezes na semana e não poder comer. Ir a festas, jantares e restaurantes e ter que abdicar do cardápio servido e/ou escolhido pela maioria também foi muito difícil.

 

anjoediabo #ColaNaDy: ela emagreceu 18kg em 4,5 meses e nunca mais engordouO que você fez para driblar essa dificuldade?

Heidy -Pensava que naquele momento eu precisava fazer sacrifícios para poder alcançar a minha meta e poder fazer as pazes com o espelho. Além disso, sempre caprichei com receitas bem saborosas e ao mesmo tempo permitida dentro das primeiras fases da Dukan, pois assim não passava vontade de comer coisas gostosas.

 

anjoediabo #ColaNaDy: ela emagreceu 18kg em 4,5 meses e nunca mais engordouVocê passou por períodos de platô, em que seu peso não mudava? Se sim, o que fez para manter a motivação e seguir adiante?

Heidy -Passei sim, mas isso não me desanimava. Quando isso acontecia eu intensificava na atividade física, cortava tolerados e aumentava a ingestão de chás.

 

anjoediabo #ColaNaDy: ela emagreceu 18kg em 4,5 meses e nunca mais engordouTeve alguém que te ajudou a seguir a dieta e se manter na linha?

Heidy -Pessoalmente não. Mas recebi a ajuda de muitas amigas que fiz por meio do instagram. Com elas aprendi muitas receitas deliciosas, dicas na cozinha, detalhes da Dukan que deixaram a minha dieta mais fácil e dicas de exercícios pra fazer em casa, além de muito incentivo.

 

anjoediabo #ColaNaDy: ela emagreceu 18kg em 4,5 meses e nunca mais engordouQual é a sua receita light preferida?

Heidy -Eu amo muitas receitas Dukan, o pudim dois leites da @gidiariomulherdukan,  o bolo de cenoura e o brigadeirão da @jogaucha2 ,  mas atualmente a minha favorita é a farofa de cenoura que batizei de #FarofaDeCenouraDukanDaDy

Faço assim:

Ralo a cenoura e cebola, pico o alho bem picadinho. Numa panela antiaderente refogo a cebola ralada e o alho com temperos a gosto, quando começar a dourar jogo a cenoura já ralada e vou mexendo bem, sem deixar grudar na panela. A cenoura solta um pouco de água, então quando a água secar joga o farelo de aveia. Não tem quantidade exata, é como fazer a farofa normal, vai colocando o farelo aos poucos até ficar no ponto desejado. Olha, garanto a vocês que não deixa nada a desejar pra farofa gorda e ainda é bom que não engorda! Ah dá pra fazer também com ovo, couve, somente cebola, enfim, dá pra variar bastante e fica perfeito. Só não esqueçam de cuidar pra não ultrapassar sua cota de farelo de aveia do dia.

 

Siga meu Instagram @amandabrum13

Curta meu Facebook www.facebook.com/emagrecebolotinha

 

 

Posts Relacionados

Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com