31
jan
2011

GEOGRAFIA DO VINHO: MARGEM ESQUERDA DE BORDEAUX.

Postado por andrerossi às
22h28

bordeaux map 243x300 GEOGRAFIA DO VINHO: MARGEM ESQUERDA DE BORDEAUX.


A Geografia do Vinho, desta vez na França, começa a passar pelas regiões deste que é o mais famoso país produtor. E nada melhor que começar pela grande região francesa de tintos: Bordeaux. Até por ter tamanha importância, vou dividir o post desta região em 2 partes, para não ficar muito longo.



Bordeaux é uma região predominantemente de vinhos tintos e está situada na parte sudoeste da França, ocupando uma faixa de mais de 120 mil hectares de terras cultivadas. Para se terem uma noção de como é grande, isto corresponde a 4 vezes o tamanho do Napa Valley e mais do que toda a Alemanha! A região é conhecida por seu principal rio, o Garonne e muitas vezes isso é uma referência, pois fala-se muito no mundo do vinho sobre a "Margem Direita"e a "Margem Esquerda". E estas expressões tem um fundamento: As regiões de cada lado do rio tem estilos de vinhos diferentes. Neste post vamos passear um pouco pela margem esquerda.



A margem esquerda é onde se localizam os 5 "Premier Cru": Ch. Lafite-Rotschild, Ch. Mouton-Rotschild, Ch. Latour, Ch. Margaux e Ch. Haut Brion, sendo que destes, os 4 primeiros são do Medóc e o último é da região de Pessac Leognan. As principais denominações de lá são: Medóc, Graves, Pessac-Leognan e Sauternes, sendo que dentro de cada uma destas regiões ficam outras importantes sub-regiões como St.-Estéphe, Paulliac, Haut-Medóc, Margaux, entre outras. As principais uvas das regiões de Medóc, Graves e Pessac-Leognan são Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Merlot, sendo que a Cabernet Sauvignon aqui tem um maior destaque, sendo a base da grande maioria dos vinhos. Ou seja, vinhos mais austeros, mais encorpados e complexos.



Já a região de Sauternes é um caso à parte dentro de Bordeaux. Conhecida por seus excepcionais vinhos de sobremesa, ela é uma região especial, que produz apenas vinhos brancos. E estes brancos são licorosos, doces. É daqui que vem o famoso Chateau d'Iquem, um dos vinhos mais cultuados do mundo e que uma garrafa chega a valer milhares de dólares. E não é fácil fazer este vinho, pois todas as condições precisam conspirar a favor dele. Precisa ter uma alta umidade matinal, com temperaturas frescas e uma tarde mais ensolarada para que a fruta amadureça corretamente. Com estas condições, desenvolve-se um fungo o Botrytis Cinerea, que envolve as uvas, desidratando-as e com isso, deixando a concentração de açúcar dentro da uva ainda maior. E é por isto que os Sauternes são naturalmente doces e não há adição de açúcar ou qualquer outra metodologia que os deixem doces.



Sobre as classificações dos vinhos da margem esquerda, além dos "Premier-Crus", "Segundos-Crus", "Terceiros-Crus", "Quartos-Crus", "Quintos-Crus" e os "Crus-Bourgeois" na região do Medóc; "Premier-Cru" e "Cru-Classé" na região de Graves; "Premier-Cru Superieur", "Premier-Cru" e Segundos-Crus" na região de Sauternes.



No próximo post da "Geografia do Vinho", vamos falar da margem direita do rio...



CHEERS!!


 bordeaux 1 300x225 GEOGRAFIA DO VINHO: MARGEM ESQUERDA DE BORDEAUX.Bordeaux 200x300 GEOGRAFIA DO VINHO: MARGEM ESQUERDA DE BORDEAUX.

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com