2
jul
2012

SALTA: GRANDE CARR E GRANDES VINHOS. MAS SEM MISTURAR OS DOIS.

Postado por andrerossi às
02h42

 

Salta, terra do Torrontés, aqui estamos nós! Chegamos ontem depois de um grande atraso do vôo por conta do mau tempo em Buenos Aires (É amigos, não é privilégio apenas nosso os atrasos em vôos…). Chegamos já super apertados de horário pois tínhamos o grande evento da viagem, que era a revelação da Nova Ranger. Depois de um banho e das coisas devidamente arrumadas no Design Suites Hotel (Por sinal, um show de hotel… pequeno, boutique e de muito bom gosto!) fomos ao Centro de Convenções de Salta, onde nos encontramos com o restante dos convidados, esmagadora maioria da imprensa automobilística. Pessoas do Brasil, Argentina, Chile e Colombia estavam presentes. No total, aproximadamente 300 pessoas e um grupo "intruso"de 14 pessoas que não são do mercado automobilístico: Nós!!

 

 

Nova Ranger revelada - por sinal, um carrão - ao som do interessante grupo "Choque Urbano", uma espécie de Stomp portenho, tivemos um jantar típico excelente e um outro show, de uma banda que não vou lembrar agora o nome… Mas e os vinhos? Ah, os vinhos eram da famosa e tradicional vinícola Yacochuya: San Pedro Yacochuya Torrontés 2011 e San Pedro Yacochuya Malbec 2009. Como são os vinhos desta vinícola, muito bem feitos! O torrontés não é bobinho como muitos torrontés que temos por aí e o Malbec é aquela potência típica de Michel Rolland!

 

 

Hoje, depois de algumas palestras e explicações mais técnicas sobre o carro, novamente no centro de convenções, fomos à parte mais divertida: O Test Drive! E Test-Drive de verdade, em condições extremas!! Subindo barrancos, descendo morros, estrada de asfalto, estrada de terra, estrada de terra e como nos filmes, passando por dentro de rios! Sim, dirigi o carro dentro de um rio! Impressionante a resistência e estabilidade do carro. E nem parece que estávamos numa Pick Up, pois o conforto interno é surpreendente. Computador de bordo completo com GPS, Bluetooth, entrada para iPod e muita coisa que nem imaginamos ver num carro deste! Foi realmente uma experiência incrível.

 

 

Depois, um almoço gostoso, regada novamente a bons vinhos locais: Um branco, como sempre Torrontés, lógico: Laborum Torrontés 2009. Vinho típico desta uva, como o San Pedro que falei acima, e novamente surpreendente, pois ele não some na boca como a maioria dos vinhos feitos com esta tradicional e emblemática uva branca argentina. E depois um surpreendente Laborum Tannat 2006. Esperava um Malbec ou Cabernet, mas eis que surge um delicioso, persistente e equilibrado Tannat. Potente como deveria ser, mas nada da rusticidade típica desta uva. Uma bela descoberta!

 

 

E por aí ficamos hoje… ou melhor: Hora de descansar e ver o que nos espera no jantar de hoje! E amanhã volto para contar!

 

 

CHEERS!!
Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Siga o EnoDeco no Twitter!
Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

 

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com