Publicado em 14/03/2011 às 20h22

PAPO-VAI, PAPO-VINHO: ALVARO CEZAR GALVÃO – DIVINO GUIA.

Engenheiro que virou vinho 2 225x300 PAPO VAI, PAPO VINHO: ALVARO CEZAR GALVÃO   DIVINO GUIA.


O Papo-Vai, Papo-Vinho desta é com uma figura ímpar. "O Engenheiro que virou vinho". É assim que se auto-entitula Alvaro Cezar Galvão, do Blog Divino Guia. figura divertida, manda seus e-mails com assinaturas "Abraços de Luz" e outras coisas mais, que quem conhece sabe. Uma figura. Dono de um texto agradável e bem explicativo, Álvaro é mais um dos grandes blogueiros que temos na nossa rica blogosfera nacional. Meu amigo, obrigaod pelo papo e ABRÇOS DE LUZ!!


 

1. Como começou sua história com o vinho?
Sempre me interessei em conhecer mais sobre o que como e bebo


2. Qual a sua leitura sobre o nível dos blogs de vinho atualmente?
Sei de muitos que confundem mais do que esclarecem, sem contar os que nem desconfiam do que estão escrevendo ou pior"colando". Mas ainda bem que por outro lado, há os que ajudam e muito à esclarecer e difundir os vinhos. Isto nada mais é do que o retrato no micro(sem trocadilho), do macro-cosmo que vivemos.


3. Vc costuma trocar idéias com outros blogueiros de vinho ou vcs se consideram concorrente?
Há espaço para todos aqueles que queiram contribuir, me dou bem com quem é do bem, os outros, ignoro.   


4. Teve alguma decepção com algum vinho ou algo relacionado ao mundo do vinho?
Na vida nem tudo são flores, já dizia o poeta Maomé! Com as pesoas sim, com os vinhos não, pois são feitos por pessoas.


5. O que vc acha que falta para um real amadurecimento ao mundo do vinho?
Como em muitas outras áreas em nosso país, seriedade, honestidade, clareza, respeito, cultura e educação...Tanto de quem consome, como das autoridades, como dos que vinificam.


6. Qual vinho vc já tomou que mais marcou a sua vida?
Vários já me marcaram, costumo dizer que o que mais me impressiona é sempre o último que degustei e me agradou, mas sou fã dos vinhos Brasileiros, e um que não me sai da mente é o Barão de Lantier 1991 pelo extraordinário da data e época, e o Pizzato Merlot 1999, que em um jantar com médicos, num restaurante em Santa Catarina faz alguns anos, me pediram para indicar o vinho que pudesse( como se fosse possível) harmonizar com os diversos pratos pedidos,e era para mim, um desconhecido até então, isto no ano de 2001 e único exemplar de Brasileiro na carta. 


7.      Que vinho é o seu sonho de consumo?
O PRÓXIMO A SER DEGUSTADO!



CHEERS!!

Publicado em 09/03/2011 às 19h50

PAPO-VAI, PAPO-VINHO. JOÃO FILIPE CLEMENTE – FALANDO DE VINHOS.

Joao Filipe Clemente 300x300 PAPO VAI, PAPO VINHO. JOÃO FILIPE CLEMENTE   FALANDO DE VINHOS.


Este Papo-Vai, Papo-Vinho é especial. João Filipe Clemente é um competente blogueiro, muito ativo e que tem um dos melhores blogs de vinho na minha opinião. O Blog "Falando de Vinhos" tem muito conteúdo e sempre foi um blog que seguia antes de começar o EnoDeco. E além de tudo, é um cara simples e bacana!



João, obrigado pelo papo e por nos dar a honra de fazer parte desta coluna do Blog.



Como começou sua história com o vinho?


Muita gente acha que só porque sou português e estudei na África do Sul que vinho fez parte da minha vida desde pequeno. Ledo engano. Na região da África do Sul onde morava (Transvaal, hoje Mapulalang) o negócio era cerveja. Chegando ao Brasil ainda nos anos 70, muita cuba libre e whisky de origem duvidosa! Só nos anos 80 descobri o doce néctar e devagar seus encantos e segredos foram tomando conta de meus sentidos e curiosidade. Foi, no entanto, nos anos 90 que ao tomar o que entendi ser meu primeiro "grande" vinho na casa de um tio italiano de minha esposa, que despertei de vez para os mistérios desse caldo. Por sinal, nunca mais tomei aquele vinho novamente para não perder o encanto do momento. Depois, já no novo milênio, começei a estudar e a me debruçar sobre os encantos e sutilezas de nossa Vinosfera culminando na necessidade que senti de compartilhar meus parcos conhecimentos com outros na mesma viagem de busca por conhecimento viníco. Comecei a escrever minha coluna e a litragem aumentou, com isso mais conhecimento, mais descobertas, novas sensações, enfim um turbilhão de emoções fazendo de mim um refém da diversidade de sabores e sutilezas encontradas no doce néctar. Das colunas ao blog foi uma sequência óbvia e hoje vejo a criatura se sobrepondo ao criador, mas curto demais tudo isso. Já a Vino & Sapore (Loja de João Filipe, na Granja Viana - SP), bem esse é outro papo, mas como diz o amigo Didu, essa é mais que uma loja de vinhos, é "Um lugar que respeita e gosta do vinho e não apenas um lugar para ganhar dinheiro do vinho", um ponto de encontro para os amantes do vinho. De qualquer modo uma coisa está clara, é bem mais fácil falar de vinho do que vender vinho! Rs...



Qual a sua leitura sobre o nível dos blogs de vinho atualmente?


Como em tudo na vida, há que se separar o joio do trigo, mas na sua maioria são muito bons e uma mão na roda para quem quer se manter antenado com as coisas de nossa vinosfera! O dificil é conseguir acompanhar todos porque, como no meu caso, tenho no minimo uns trinta que me atraem e que gostaria de acompanhar mais assiduamente.



Vc costuma trocar idéias com outros blogueiros de vinho ou vcs se consideram concorrente? 


O tempo inteiro e uma das coisas que mais me seduziram nesta onda virtual dos enoblogueiros foi a mão estendida e a continua colaboração entre as pessoas. Um indica o outro, o outro faz link para o um, etc! Se existe uma tribo que compartilha coisas entre si, esta é a dos Enoblogs!



Teve alguma decepção com algum vinho ou algo relacionado ao mundo do vinho?


Não seria normal caso não tivesse passado por algumas decepções a maioria com "pseudo" grandes vinhos que na hora H não performam como esperado e te deixam frustado pela nota paga! Isso, no entanto, faz parte do jogo e das viajens de descobertas que fazemos por nossa vinosfera. Ruim mesmo é a decepção com algumas pessoas que atuam no setor, essas deixam marcas mais profundas. O Bom é que para cada decepção, seja ela com vinhos ou pessoas, temos meia duzia de boas surpresas então o saldo é bem positivo!


O que vc acha que falta para um real amadurecimento ao mundo do vinho?

Litragem, coisa que é muito dificil nesta nossa terra brasilis porque o investimento em divulgação e educação viníca é baixissímo enquanto os preços são altissímos, uma conta que não bate! Falta visão e investimento de longo prazo, união para buscar reduzir o incrível peso tributário e evitar práticas danosas ao mercado como esse maledetto e retrógado selo fiscal que irá aumentar custos ainda mais. Enquanto a maioria dos produtores, importadores e restaurantes não entenderem que há que se "popularizar' o consumo de vinho fino retirando-lhe a áurea de elitismo ainda existente e melhorando a relação Qualidade x Preçox Prazer, o consumo jamais amadurecerá e evoluirá como pretendido.



Qual vinho vc já tomou que mais marcou a sua vida?


Nunca consigo enumerar um só! Diferentemente de minha vida pessoal, no vinho sou um libertário, até um pouco devasso (rs) e vivo com diversas amantes que troco com uma certa assiduidade. Eis alguns inesquecíveis elixires; Comtes de Champagne 1998 da Taittinger, Chryseia 2001, Cote Rotie la Divine de Jean-Luc Colombo, Pendits Tokaji Aszu Eszencia 2000, Moscatel Roxo 1971 de José Maria da Fonseca, Fonseca Porto Vintage 2007, Viñedo Chadwick 2004, Domaine Bouzereau Puligny-Montrachet Champs Gain, Castello del Terricio 2004, e muitos outros listados em meus Deuses do Olimpo anual.



Que vinho é o seu sonho de consumo?


Tenho curiosidade de provar alguns grandes vinhos, não só para obter prazer deles, mas também porque, cá entre nós, gostaria de confirmar se são mesmo tudo isso, porém sonho de consumo de um determinado rótulo, isso não tenho não. Que são excelentes certamente o são, mas............... meu sonho de consumo mesmo não está no vinho e sim nos momentos, especificamente viagens por regiões produtoras como Douro, Mosel, Loire, etc. em boa companhia. Mais fácil provar um Petrus que realizar um sonho desses, mas quem sabe?!!



CHEERS!!

 

Siga o EnoDeco no Twitter!

Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Publicado em 28/02/2011 às 14h27

PAPO-VAI, PAPO-VINHO: CLAUDIO E RAFAELA – LE VIN AU BLOG

Rafaela e Claudio Le Vin au Blog 300x280 PAPO VAI, PAPO VINHO: CLAUDIO E RAFAELA   LE VIN AU BLOG


O Papo Vai, Papo Vinho de hoje não é com um blogueiro, mas com um casal de blogueiros. Claudio e Rafaela, do Le Vin au Blog. Este casal tem o blog há 4 anos, e desde que acompanho, sempre com muita consistência, seriedade e informações úteis. Parabéns a estes dois e continuem com esta pegada...! E obrigado por participarem do Papo Vai, Papo Vinho...



1. Como começou sua história com o vinho?

A história do Le Vin au Blog começou em novembro de 2006, mas os vinhos citados no blog começaram a fazer parte de nossas vidas um ano antes, quando nos conhecemos em um jantar acompanhado pelo primeiro vinho a fazer parte da nossa história. Desde então, o vinho faz parte de momentos marcantes de nossa vida juntos, tanto em degustações a dois quanto em animadas celebrações com os amigos. O interesse no assunto já existia antes disso, mas após nosso encontro percebemos que vinho é algo que sempre fica melhor na companhia de alguém.



2. Qual a sua leitura sobre o nível dos blogs de vinho atualmente?

Existe uma boa quantidade de blogs de diferentes estilos e propostas, dos blogs mais pessoais aos feitos por profissionais da área. Hoje você consegue se informar, ganhar conhecimento, ler opiniões ou simplesmente trocar ideias. Acho que o nível está bom, tendendo a ficar melhor ainda.



3. Vocês costumam trocar idéias com outros blogueiros de vinho ou vocês se consideram concorrentes?  

Algo fantástico nesta vida de blogueiro é a interação com pessoas interessadas em assuntos que gostamos muito, como o prazer de provar um vinho novo e diferente, os pratos que podem harmonizar com determinada cepa, os melhores lugares para se beber um vinho. Podemos dizer que ganhamos ótimos amigos nesses quatro anos de Le Vin au Blog.



4. Tiveram alguma decepção com algum vinho ou algo relacionado ao mundo do vinho?

Decepção não seria a palavra certa, mas por algumas vezes ficamos surpresos com o comportamento - que pode ir do engraçado ao ridículo -, de determinados apreciadores ou entendidos sobre vinhos que encontramos por aí, em eventos de importadoras, lojas ou degustações.



5. O que vocês acham que falta para um real amadurecimento ao mundo do vinho?

O mercado de vinho no Brasil precisa crescer. Para isso, é necessário entender e conhecer melhor o perfil do consumidor e principalmente do potencial consumidor de vinhos. Para crescer a base de consumo é importante simplificar e tornar mais acessível o produto, principalmente em relação ao preço. Produtores, importadores, distribuidores, donos de restaurantes e governo (leia-se impostos) deveriam trabalhar juntos nesse sentido.



6. Qual vinho vocês já tomaram que mais marcou as suas vidas?

Provamos vinhos marcantes, mas as melhores lembranças envolvendo vinhos são aquelas compartilhadas com nossos amigos, brindando as pequenas conquistas do dia a dia e sendo simplesmente felizes. O vinho está muito relacionado ao momento, ao lugar, ao clima e às pessoas que estão juntas. É isto o que realmente nos marca.



7.  Que vinho é o seu sonho de consumo?

Acho que todos gostariam de provar os grandes vinhos, as grandes marcas. Sonhamos em provar vinhos de safras antigas, de repente dos anos em que nascemos. Outra coisa prazerosa é fazer uma grande descoberta ou achar um vinho surpreendente ou desconhecido, ou ainda vinhos com produção minúscula.



CHEERS!!

Siga o EnoDeco no Twitter.

Publicado em 17/02/2011 às 19h26

PAPO-VAI, PAPO-VINHO: BETO DUARTE – BLOG PAPO DE VINHO

DSC 08251 300x199 PAPO VAI, PAPO VINHO: BETO DUARTE   BLOG PAPO DE VINHO


O Papo-Vai, Papo-Vinho desta semana é com o Beto Duarte, do blog "Papo de Vinho". Beto é um dos mais ativos e competentes blogueiros e junto com o Daniel Perches, que já falou aqui conosco, é o organizador do Enontro de Vinhos. Blog com um texto leve e gostoso, é uma das boas leituras para quem quer mais informações e dicas sobre o eno-mundo. Além de tudo, sua família vem da Toscana, mais especificamente da cidade de Lucca, anche io (Como eu!)...


Beto, valeu pela participação!

 

 

Como começou sua história com o vinho?

Na verdade herdei essa historia. Meu avô paterno produzia vinhos com a família perto de Viseu, entre Dão e Douro, mas produziam licorosos que mais tarde foram para cooperativas do Douro e o bisavô materno, trabalhava em uma vinícola perto de Lucca, na toscana. Não existia refeição sem vinho!

 

 

Qual a sua leitura sobre o nível dos blogs de vinho atualmente?

Sou jornalista e gosto de muitos blogs, mas me assusto com outros. Não me refiro a erros de português, que por incrível que pareça isso não me incomoda tanto, principalmente a falta de conteúdo muitas vezes incomoda. Ainda assim, a rapidez da informação é fantástica. O que as revistas vão mostrar no próximo mês, todos os blogs já deram, e isso é muito legal.



Vc costuma trocar idéias com outros blogueiros de vinho ou vcs se consideram concorrente?

Nenhum concorrente! Troco idéias constantemente e respeito muito e admiro bastante outros blogs. Nesse caso somos donos do veículo e posso te garantir, pelos 28 anos de televisão, que nas emissoras de TV não é diferente. Todo mundo troca figurinhas.



Teve alguma decepção com algum vinho ou algo relacionado ao mundo do vinho?

Sim. Os que se acham mais que os vinhos me decepcionam. Os que acham que sabem tudo, os que pensam que precisa ser esnobe para falar de vinhos me decepcionam. Provei muitos vinhos ruins, mas nenhum grande vinho me decepcionou.



O que vc acha que falta para um real amadurecimento ao mundo do vinho?

Saber que o vinho é um alimento, saber que os gostos são diferentes, saber que esse é um alimento simples, feito por agricultores que amam seu trabalho e que a simplicidade e humildade ajudam a conhecer mais sobre esse alimento.



Qual vinho vc já tomou que mais marcou a sua vida?

Um Chateau Gazin, do Pomerol, no dia de um eclipse total na França.



Que vinho é o seu sonho de consumo?

Nunca provei o Petrus e sou louco pelos vinhos do Pomerol e o Romaneé Conti também. Quando morei na Borgonha consegui no maximo uma taça de Echezeaux!



CHEERS!!

Posts Relacionados

Publicado em 01/02/2011 às 20h51

PAPO VAI, PAPO VINHO: MÁRIO – MONDOVINHO.

Amigos, hoje o "Papo Vai, Papo Vinho" é com o Mario, do blog Mondovinho. Mario é um blogueiro recente, mas que sempre prestigiou o EnoDeco, com comentários e observações relevantes. E resolveu também ingressar e se aventurar na blogosfera do vinho. Mario, obrigado pelo papo e sucesso sempre!



Como começou sua história com o vinho?

Comecei beber vinho na mamadeira! Brincadeiras à parte, sendo italiano, o vinho faz parte da minha cultura, a gente nunca sentava pra comer sem ter vinho na mesa e realmente tomo desde criança. Fui acostumado a beber aos poucos (diluindo com água) até me tornar o enófilo que sou.

 

 

Qual a sua leitura sobre o nível dos blogs de vinho atualmente?

O nível é muito alto, muita competência e objetividade: muitos blogs são melhor que sites profissionais.

 

 

Vc costuma trocar idéias com outros blogueiros de vinho ou vcs se consideram concorrente?

Troco idéias diariamente, considero todos os blogueiros como parceiros do mesmo time (estamos juntos “na luta” para popularizar a cultura do vinho) e fonte de inspiração constante.


Teve alguma decepção com algum vinho ou algo relacionado ao mundo do vinho?

Fiquei muito decepcionado com o caso Brunellopoli, o escândalo dos Brunellos de Montalcino, há dois anos.


O que vc acha que falta para um real amadurecimento ao mundo do vinho?

Aqui no Brasil, baixar os impostos e os importadores colocarem um lucro mais honesto.


Qual vinho vc já tomou que mais marcou a sua vida?

 O Brunello de Soldera não é um vinho, é uma experiência e uma emoção.


Que vinho é o seu sonho de consumo?

 Com o risco de ser banal: Chateau Lafite-Rotschild 1982



CHEERS!!

Publicado em 25/01/2011 às 23h06

PAPO VAI, PAPO VINHO: FABIANA GONÇALVES – ESCRIVINHOS.

Fabiana Gonçalves 215x300 PAPO VAI, PAPO VINHO: FABIANA GONÇALVES   ESCRIVINHOS.


O "Papo Vai, Papo Vinho" de hoje é diferente. Diferente porque é a primeira mulher que é entrevistada aqui no Blog. Mas não há demérito nenhum nisto, pelo contrário, afinal dizem até que as mulheres tem um olfato e um paladar mais apurado que muitos homens. A Fabiana é a autora do Blog Escrivinhos, um blog com excelente conteúdo, muito bem escrito e várias dicas bacanas. E uma das poucas mulheres a encararem esta difícil tarefa de ter desataque num ambeinte que por hora, ainda é dominado por homens. Fabiana, obrigado pelo papo e sucesso sempre!!



Como começou sua história com o vinho?

Meu pai costumava tomar vinho, principalmente do Porto, e desde criança achava aquilo bonito. No entanto, foi numa viagem de estudos à Espanha que a paixão pelo vinho "acendeu", pois o vinho tornou-se parte do meu dia-a-dia. Desde então não parei de buscar conhecimentos sobre o assunto e, é claro, tomar muito vinho.

 

Qual a sua leitura sobre o nível dos blogs de vinho atualmente?

Muitos começaram como uma brincadeira, como o meu, mas vejo que alguns começaram a levar o negócio a sério e profissionalizar os seus blogs, elevando o nível da discussão sobre a bebida. Hoje, muitos blogs são confiáveis e ótimas fontes de referência para quem está querendo escolher um vinho.

 

Vc costuma trocar idéias com outros blogueiros de vinho ou vcs se consideram concorrente?

Sempre que possível troco ideias com outros blogueiros. Existe muita gente qualificada no ramo. Não considero ninguém concorrente, simplesmente um "confrade virtual".

 

Teve alguma decepção com algum vinho ou algo relacionado ao mundo do vinho?

Já tive com com alguns vinhos exaltados pela mídia e que quando tomei não achei nada de mais. Mas o que mais me aborrece são aquelas pessoas que só dão valor aos vinhos caros e importados, tratando todo o resto como "lixo". Esses são os verdadeiros enochatos.

 

O que vc acha que falta para um real amadurecimento ao mundo do vinho?

No Brasil, o consumidor precisa "abrir a cabeça" para certos tipos de vinhos, como os brancos e rosés, ainda pouco consumidos. Também precisa deixar de preconceito com o produto nacional, que tem cada vez melhorado mais.

 

Qual vinho vc já tomou que mais marcou a sua vida?

Acredito que foi um Barolo do produtor Vietti. Os vinho estava fantástico, mas não foi só isso. O lugar e a companhia contribuiram para que aquele instante ficasse guadado na minha memória como um momento muito especial da minha vida.

 

Que vinho é o seu sonho de consumo?

Esse Barolo é um deles.



CHEERS!!

Siga o EnoDeco no Twitter.

Publicado em 20/01/2011 às 16h57

PAPO VAI, PAPO VINHO: LUIZ COLA.

Luiz Cola 300x226 PAPO VAI, PAPO VINHO: LUIZ COLA.

Em primeiro lugar, queria explicar o motivo da mudança do nome da coluna. Um dos grandes blogs de vinho do Brasil chama-se Papo de Vinho, do Beto Duarte, de quem já falei aqui algumas vezes pois ele é um dos que organiza o Encontro de Vinhos. E somente agora percebi que o nome da minha coluna estava muito próxima do nome do blog dele. Então, por respeito a ele e para não falarem que não tenho originalidade icon smile PAPO VAI, PAPO VINHO: LUIZ COLA. , mudei o nome para Papo Vai, Papo Vinho.

O entrevistado de hoje é o Luiz Cola do blog Vinhos e Mais Vinhos - O Luiz é um dos grandes blogueiros que temos pelo nosso país, muito ativo e que é conterrâneo do nosso amigo Silvestre gonçalves, que já esteve aqui na coluna. Luiz, obrigado pela disponibilidade e espero que os amigos leitores e enófilos gostem do papo.

CHEERS!!

Como começou sua história com o vinho?

R: No ínicio dos anos 90, quando nosso mercado foi aberto aos produtos vindos do exterior. Aquela profusão de rótulos, até então desconhecidos, rapidamente me chamou a atenção!

Qual a sua leitura sobre o nível dos blogs de vinho atualmente?

R: Como é um universo absolutamente democrático, vemos de tudo! Alguns buscam repartir apenas suas experiências pessoais, outros atuam quase como “colunas sociais” e alguns poucos, buscam transferir e difundir um pouco mais sobre a cultura do vinho. Pessoalmente, acho que há espaço para todos. O leitor é quem decide!

Você costuma trocar idéias com outros blogueiros de vinho ou vocês se consideram concorrentes?

R: Concorrentes a quê? Não ganho dinheiro, faixa ou troféu pelo meu blog! Sempre estive aberto a troca de idéias. Se há algo que o vinho ensina, é que as variáveis são praticamente infinitas. Recentemente, fizemos através do Winebar, uma degustação online com diversos blogueiros espalhados pelo Brasil.

Teve alguma decepção com algum vinho ou algo relacionado ao mundo do vinho?

R: Num universo dominado pelo marketing, algumas vezes degustamos vinhos que nos decepcionam, dos mais simples aos mais renomados (algo razoavelmente comum), mas se for encarado como aprendizado, não chega a ser uma grande decepção. No mundo do vinho, às vezes é triste ver um vinho de uma grande safra ou elaborado em quantidades mínimas, ser tratado como um troféu ou bebido “de qualquer jeito” por um endinheirado qualquer, usufruindo daquela garrafa como um banal símbolo de status. Isso realmente me decepciona!

O que você acha que falta para um real amadurecimento ao mundo do vinho?

R: Que o vinho seja encarado num horizonte mais amplo. De seu lugar como simples bebida para acompanhar uma refeição (a sua função original) até ser objeto de apreciação hedônica por aqueles que desenvolvem diferentes níveis de sensibilidade e conhecimento sobre ele, passando pelo mais importante: agregar pessoas e lhes proporcionar prazer (não importa quanto custa a garrafa).

Qual vinho você já tomou que mais marcou a sua vida?

R: Já tive a satisfação de degustar vários dos grandes vinhos do mundo e em ocasiões muito especiais. Seria uma injustiça escolher algum deles! Talvez o primeiro vinho de “garrafão”, foi lá que a paixão começou...

Que vinho é o seu sonho de consumo?

R: Para esta eu tenho resposta! Château d’Yquem 1967, ano do meu nascimento. Um ano péssimo em quase todas as grandes regiões do mundo, mas que proporcionou este Sauternes perfeito!

Publicado em 14/01/2011 às 19h40

PAPO-VINHO: MARCELO DI MORAIS – BLOG BOM DI VINHO.

Marcelo di Morais PAPO VINHO: MARCELO DI MORAIS   BLOG BOM DI VINHO.


Amigos, o Papo-vinho de hoje é com o Marcelo di Morais do Blog Bom di Vinho (http://www.bomdivinho.com.br/), um excelente blog, mas acima de tudo uma excelente pessoa, dedicada e com uma história neste mundo do vinho muito legal! Marcelo, obrigado pela disponibilidade e parabéns!


Como começou sua história com o vinho?

A minha história começou quando ainda trabalhava de segurança no extinto Mercado das Novidades. Me encantei com a bebida depois com a história pós isso resolvi estudar e ganhar um espaço no mundo do vinho. Na época era um pouco mias difícil trocar informações não tinha esta safra nova de jovens curiosos. Mas graças a Deus e ao saudoso Saul Galvão eu criei franqueza e fui entre erros e acertos aprimorando-me profissionalmente. Ainda falta muito mas já me sinto um pouco melhor.


Qual a sua leitura sobre o nível dos blogs de vinho atualmente?

Sem dúvida veio pra descomplicar a leitura do vinho, cada uma ao seu estilo de publicar as impressões sobre o vinho. Claro! Como em toda profissão existem os mais empolgados que acabam não tendo atenção e ou educação escrita, mas não fazem por mau, ainda acredito na falta de maturidade deste novo meio de comunicação. E ao poucos os não sérios vão cansando e deixando de escrever.


Voce costuma trocar idéias com outros blogueiros de vinho ou vcs se consideram concorrente?

Costumo sim, acredito ser muito importante esta interação, os blogueiros não podem partir do principio de concorrência e sim de unir-se pelo vinho na prática, como registra o slogam do portal enoblogs.


Teve alguma decepção com algum vinho ou algo relacionado ao mundo do vinho?

Com o vinho eu jamais registrei decepção, eu sempre procurei entender o motivo de cada vinho que um dia não atendeu as minhas expectativas. As decepções que poucas vezes tive foi com o serviço do vinho em alguns restaurantes na cidade de São Paulo.


O que voce acha que falta para um real amadurecimento ao mundo do vinho?

Mais simplicidade aos que propagam, dedicação para o que o faz como profissão, ler, degustar e absolver sem se preocupar se estás melhor ou pior que o próximo". Pós isso teremos um eno-mundo melhor com certeza! Conhecer o vinho e os seus encantos é vivenciarmos na prática o bem estar, isso não nos faz um POP STAR.


Qual vinho voce já tomou que mais marcou a sua vida?

Foi um grande vinho de Bordeaux não por ser este de Bordeaux, pois os meus amigos sabem a minha preferência pelos grandes vinhos brancos da Bourgogne, mas foi pelo carinho que recebi de um cliente na época que dividiu o momento do seu primeiro Petrus que era da safra 1989, com sua espoasa e filha e ainda fui convidado para este jantar. Desta forma o vinho marcou não somente pela grandeza, mas pelo circustancia que ocasionou e ainda nos fez amigo até o momento.


Que vinho é o seu sonho de consumo?

André, não tenho um sonho de consumo, talvez seja pelas oportunidades que temos sempre para provar grandes vinhos, mas hoje em especial com este calor paulistano sem dúvida me sentiria honrado em degustar um belo Bâtard Montrachet Grand Cru 2004, do grande artesão liquido Etienne Sauzet. Este é um cara abençoado por Deus e seus vinhos perfeitos por naturaza.

Publicado em 07/01/2011 às 19h48

PAPO VINHO: PAULO QUEIROZ – NOSSO VINHO.

Paulão Queiroz 300x283 PAPO VINHO: PAULO QUEIROZ   NOSSO VINHO.


Amigos,

O Papo-Vinho de hoje é especial por alguns motivos. O convidado, Paulo Cesar Queiróz, o Paulão é um dos blogueiros mais ativos atualmente. O Nosso Vinho é um dos blogs mais acessados e de grande sucesso entre os enófilos e curiosos que procuram informações sobre vinhos na blogosfera brasileira. Além de ser um dos principais blogueiros de vinho, é um dos publicitários mais bem sucedidos do mercado, pela competência e por ser também uma das pessoas mais queridas e respeitadas que conheço neste meio. Paulão, obrigado pela honra de participar do Papo-Vinho!


Como começou sua história com o vinho?

 Minha relação com o vinho é relativamente recente, começou em 2001, quando comecei a discutir o assunto com um grupo de amigos. Com o passar do tempo comecei a comprar livros e revistas sobre vinho. Montei uma peque a adega e comecei a anotar o que pensava dos vinhos, apenas para não esquecer. Minha mulher era uma blogueira voraz e acabei juntando os amigos, com blog e vinho, Surgiu o NOSSO VINHO em 2008. De lá para cá trato o assunto como um hobby, com muita dedicação. 


Qual a sua leitura sobre o nível dos blogs de vinho atualmente?

 Antes de começar o NOSSO VINHO pesquisei mais de 800 blogs em todo o mundo e sinceramente acho que temos blogs excelentes no Brasil. Em 2010 houve um grande aumento do numero de Blogs de vinho e naturalmente surgem blogs de vários niveis e propostas. 


Vc costuma trocar idéias com outros blogueiros de vinho ou vcs se consideram concorrente?  

 Gosto muito do intercâmbio e esse é o principal conceito do NOSSO VINHO. Desde o inicio faço posts onde relato todos os meus aprendizados com blogging. São amigos e são competidores que motivam a gente a melhorar a cada dia. Importante dizer que para mim a atividade do blog é lúdica e não tem fundo comercial, então trata-se de algo divertido, não propriamente uma competição. 


Teve alguma decepção com algum vinho ou algo relacionado ao mundo do vinho?

 Nada no mundo do vinho me aborrece. Nem perco tempo falando de experiencias ruins com o vinho. Se gostei do vinho ele vai para o blog. Se não gostei, paro de beber  e esqueço. Só fiquei aborrecido quando lançaram outro blog com o mesmo nome NOSSO VINHO. 


O que vc acha que falta para um real amadurecimento ao mundo do vinho?

 O bloqueio esta basicamente no aspecto cultural e nos preços. Mas tenho notado grande avanço no consumo de vinho no Brasil. A produção brasileira tambem tem melhorado muito. 


Qual vinho você já tomou que mais marcou a sua vida?

 O Vinho com a maior carga de emoção e com muitas historias de vida é o Ca Marcanda Magari. Ele tem haver com momentos de amor e esperança que eu vivi. 


Que vinho é o seu sonho de consumo?

 Meu sonho de consumo é o vinho dos amigos, aberto com carinho, apreciado sem pressa, com boa conversa, boa comida e toalhas brancas à mesa. O ambiente e as conversas gostosas tornam o vinho melhor, seja ele qual for. 


CHEERS!!

Publicado em 04/01/2011 às 06h00

PAPO VINHO: JERIEL – Blog do Jeriel

Esta semana o Papo-Vinho é com o Jeriel, do www.blogdojeriel.com.br um blogueiro atuante e que faz parte da diretoria da SBAV, uma das mais atuantes entidades do mercado. Espero que gostem e agradeço ao Jeriel pela disponibilidade!

04Jan Jeriel PAPO VINHO: JERIEL – Blog do Jeriel

CHEERS!!

Como começou sua história com o vinho?

Na época da Faculdade (Direito - Mackenzie), trabalhava no caixa de um restaurante muito famoso que não existe mais (Bayuvar). Vendia-se muito vinho e vez por outra provava os que faziam parte da carta: Chateauneuf-du-Pape, Dão, chilenos (Concha y Toro, Cousiño-Macul, Santa Helena) e na época o único argentino conhecido era o Don Valentin. Em casa, meu pai de vez em quando abria uma garrafa de vinho, sempre nacional da Serra Gaúcha: Cabernet Franc ou Merlot.

Qual a sua leitura sobre o nível dos blogs de vinho atualmente?

Ótima. Temos blogueiros de alto nível, gente muito séria que sabe o que está escrevendo. Acredito que uma das funções dos blogs é auxiliar na divulgação dos vinhos produzidos aqui no Brasil (alguns blogs são especializados somente em vinhos nacionais) e dos importados. Recentemente, este mesmo EnoDeco, divulgou em primeiríssima mão a importação de vinhos da Noza Zelândia por preços razoáveis por uma grande rede de supermercados. Essa é, para mim, uma das principais funções dos blogs: noticiar fatos do mundo do vinho com agilidade, simplicidade e clareza, porque hoje em dia com a internet as pessoas estão ávidas por informações.

Você costuma trocar ideias com outros blogueiros de vinho ou vocês se consideram concorrentes?

Sim, com alguma frequência. Acredito nessa interação. Concorrência existe em todo lugar, mas acredito mesmo que no atual momento seria mais oportuno os blogueiros agirem em conjunto para ganhar mais visibilidade, porque muitos "agentes de mercado" e até o público estão preocupados com nossas opiniões.

Teve alguma decepção com algum vinho ou algo relacionado ao mundo do vinho?

Nada digno de nota.

O que vc acha que falta para um real amadurecimento ao mundo do vinho?

De maneira geral falta um pouco mais de transparência. Explico: as pessoas não sabem exatamente porque o vinho custa tão caro no Brasil, existe muito preconceito contra vinho branco, muita demagogia em torno de vinhos orgânicos, biodinâmicos (não sou contra, mas há vinhos muito mais caros sem a correspondente qualidade) e finalmente aqui em São Paulo muitos só querem consumir vinhos do Velho Mundo porque são melhores. Em recente viagem ao Uruguai tive a oportunidade de "redescobrir" os vinhos desse país "esprimido geograficamente" pelo Brasil e pela Argentina. Muitos dos vinhos que bebi, às cegas, passariam por vinhos europeus. No meu blog, vinhos da América do Sul recebem o mesmo tratamento dos Europeus.

Qual vinho vc já tomou que mais marcou a sua vida?

Posso citar vários, mas o Château Mouton Rothschild realmente confirmou toda sua fama nas três oportunidades que pude prová-lo. Mas há também Supertoscanos e Superchilenos que decididamente gosto.

Que vinho é o seu sonho de consumo?

Alguns Californianos de produtores "garagistas". São os vinhos que menos conheço, mas vez por outra um amigo viaja e traz algumas garrafas e toda vez fico surpreendido com o altíssimo nível alcançado, porque conseguem fazer caldos tão bons quanto os melhores franceses, italianos, espanhóis, etc. O último que tomei foi o "Pahlmeyer Napa Valley 2004" (não é considerado garagista). Perguntei para um importador quanto custaria para trazer para o Brasil e ele me disse que cerca de R$ 1.000......algo desanimador....mas o vinho é inesquecível, com seus 15,2% de álcool parecendo 12%, com sua fruta copiosa causando uma sensação interminável no palato, enfim, uma grande pena que os produtores americanos não se preocupem com o Brasil, porque realmente a produção norte-americana é impressionante.

Veja mais:
+ Veja os destaques do dia

+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia

+ Todos os blogs do R7

Posts Relacionados

Perfil

André Rossi (Déco), 37 anos, é formado pelo instituto inglês Wine & Spirits Education Trust (WSet) nos níveis 1 - Foundation, 2 - Intermediate e 3 - Advanced, cursados em Nova York. Atualmente está cursando o quarto e último nível do WSET, o “Diploma”.

É também um dos únicos cinco Brasileiros residentes no país a ser credenciado como Professor deste mesmo WSet, tendo sido aprovado pelo WSet Educator Training Program 2011, em Nova York.

Editor e Idealizador do Blog EnoDeco, que é hoje o blog oficial de vinhos do portal R7, um dos blogs de vinho mais acessados do Brasil, e que já foi indicado pelo Guia 4 Rodas 2009 como um dos 10 melhores eno-blogs do Brasil.

Colunista da Revista Cool Magazine, da Revista Online Bloggers e também Editor de Vinhos da 4a. Edição do Flavour Guide , projeto anual do crítico gastronômico Josimar Melo. É jurado e avaliador de vinhos de vários eventos e revistas especializadas.

Há 2 anos é o Relações Públicas da Wines of Argentina (WofA), associação das melhores e principais vinícolas argentinas, sendo o responsável pela comunicação, eventos, degustações e todas as ações que a WofA faz em todo o Brasil, para divulgar e comunicar o vinho argentino por aqui.

Foi o ganhador do concurso “Meu Vinho com Susana Balbo” que foi disputado por 30 blogueiros e jornalistas de vinho, onde o principal objetivo era fazer o seu próprio vinho, usando 5 variedades disponibilizadas pela mais importante e premiada enóloga argentina, Susana Balbo. Seu vinho foi escolhido entre os 30 competidores, numa degustação às cegas pela enóloga e sua equipe, tendo um vinho assinado em conjunto com Susana, o Dominio del Plata Essential Limited Edition 2011.

É Publicitário de formação e foi Diretor de Atendimento de grandes agências como W/Brasil e Lew’Lara/TBWA, tendo passado também por Young & Rubicam, DPZ, Leo Burnett e Publicis. Antes disto, trabalhou na área de marketing da importadora Expand.

Publicidade

Arquivo

setembro 2014
S T Q Q S S D
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  
Home de Blogs +
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com