Publicado em 29/11/2011 às 19h32

PEQUENOS GOLES: AS LÁGRIMAS DO VINHO.

Lágrimas1 300x215 PEQUENOS GOLES: AS LÁGRIMAS DO VINHO.


Este é um assunto que é recorrente quando estou dando alguma aula e falando de degustação ou mesmo quando algum amigo que não entende muito de vinho, mas gosta de beber, pergunta por curiosidade. Afinal, o que signifcam as "lágrimas" de um vinho?



Para começar, vamos explicar o que são as tais lágrimas: As lágrimas, como estão vendo na foto acima, indicam basicamente o CORPO e o GRAU ALCOÓLICO do vinho. Muita gente diz que as lágriamas (pernas, arcos também são outros termos usados) são formadas por conta do Glicerol (Glicerina) presente no vinho, que é um sub-produto da fermentação alcoólica. Mas no fundo, o glicerol equivale apenas a 10%  do álcool (em casos de vinhos de sobremesa, um pouco mais). Então ele pode ter algum efeito, mas não é o principal agente causador das lágrimas!



Mas o ponto que queria abordar é o seguinte:

Depois de girar a taça delicadamente, o vinho adere nas bordas da taça e as lágrimas são formadas. Ele então escorrerá pelas paredes da taça. E quanto mais lentas as lágrimas demorarem para descer, maior o teor alcoólico e o corpo do vinho. Quanto mais rápido forem, menos corpo e menos álcool. E lágrimas não indicam a qualidade do vinho!!! Já ouvi muita gente dizer que se elas forem mais lentas o vinho é melhor. Pura bobagem!! Isto não existe! Então, se por acaso verem algum enochato dizendo uma besteira desta, ou vc fica quieto rindo por dentro ou corrija-o explicando o correto!!! icon smile PEQUENOS GOLES: AS LÁGRIMAS DO VINHO. )



CHEERS!!
Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Siga o EnoDeco no Twitter!
Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Publicado em 21/10/2011 às 15h37

PEQUENOS GOLES: E O QUE É QUE O CLIMA TEM A VER COM ISSO?

Vinhedo 300x133 PEQUENOS GOLES: E O QUE É QUE O CLIMA TEM A VER COM ISSO?


É comum ouvirmos expressões do tipo "Vinho de Clima Frio"e "Vinho de Clima Quente". Afinal, o que é que o clima tem a ver com o vinho? Absolutamente tudo, afinal, todas as plantas precisam de luz e água para fazer fotossíntese e sobreviver, não foi assim que aprendemos no colégio?



Pois bem, com as uvas não pode ser diferente. Pelo contrário, a variação de clima é tão importante que é capaz de dar uvas completamente diferentes umas das outras dependendo da região. E vinhos diferentes por consequencia. Por exemplo, os tais vinhos de clima frio, são vinhos feitos com uvas plantadas em regiões mais frias. Alguns exemplos: Chardonnay, Sauvignon Blanc, Riesling e Pinot Noir. Pelo que puderam ver, há apenas 1 uva tinta entre as outras brancas. Isto porque a Pinot Noir é a mais branca de todas as tintas, pois é delicada e se for muito exposta ao sol e calor excessivos, ela passa do ponto e perde suas característas e delicadeza. Portanto, são uvas que não precisam de muito calor para amaduercer e nem precisam estar tão maduras como outras tantas tintas para fazerem bons vinhos.



Já os vinhos de clima quente, precisam de muito sol e muito calor para amadurecer corretamente. Claro que não é para exagerar na dose, mas elas são mais consistentes, mais complexas e precisam de temepraturas mais elevadas. Cabernet Sauvignon, Merlot, Malbec, Syrah, entre outras são uvas que precisam estar bem maduras e para estarem no ponto certo, precisam de calor, caso contrário serão colhidas "verdes" e os vinhos não ficarão legais.



Resumindo: A maioria dos vinhos de clima frio são brancos, com algumas excessões como a Pinot Noir. E a maioria dos vinhos de clima quente são tintos, também com algumas excessões, como a Chardonnay em alguns lugares específicos.



CHEERS!!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Siga o EnoDeco no Twitter!
Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!


Publicado em 30/09/2011 às 15h38

PEQUENOS GOLES: COMO ARMAZENAR SEUS VINHOS.

Armazenar vinhos 300x198 PEQUENOS GOLES: COMO ARMAZENAR SEUS VINHOS.


Esta semana a coluna dos pequenos goles traz mais um pouco de informações úteis para o nosso d-a-dia. E o assunto é de extrema importância para que a chance de termos algumas surpresa desagradável ao abrir uma garrafa seja menor: Afinal, como armazenar os vinhos?



A primeira regra, independentemente de onde armazenar é como armazenar. E SEMPRE temos que armazenar os vinhos deitados. A explicação é simples: A rolha é um elemento natural que pode sofrer “contrações” ou “distensões” e isto afeta diretamente o vinho. Se ela a garrafa fica de pé a rolha não fica em contato com o vinho, portanto ela pode secar e encolher. E se isto acontecer, abre-se um espaço, por menor que seja, entre a rolha e a garrafa, permitindo a passagem de oxigênio, que com o tempo, vai oxidar, estragar o vinho. Se ela for mantida molhada, em contato com o vinho, isto não acontece.



Outra regra: Mantenha os vinhos longe do calor, da luz e de trepidações. Há “vida” dentro de uma garrafa de vinho e estes fatores alteram a qualidade do vinho dentro da garrafa.



E por último, a questão da adega climatizada. Elas são ótimas e importantíssimas para os vinhos. Mas se não tiver uma, guarde os vinhos brancos, rosés, espumantes e vinhos de sobremesa na geladeira, contanto que não seja por muito tempo! Se eles ficarem muito tempo em temperaturas muito baixas como a geladeira, podem também sofrer alterações.  Tintos em temperatura ambiente, no lugar mais fresco da casa, assim como brancos, rosés, espumantes e vinhos de sobremesa se não forem ser consumidos num curto espaço de tempo.



CHEERS!!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Siga o EnoDeco no Twitter!
Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Posts Relacionados

Publicado em 20/09/2011 às 18h26

PEQUENOS GOLES: AS CORRETAS TEMPERATURAS DE SERVIÇO DO VINHO.

Continuando esta prática seção do Blog, que visa dar dicas práticas e rápidas aos leitores do Blog, vamos agora falar da temperatura certa de serviço dos vinhos.



Esta é uma pergunta recorrente nos cursos que dou e acho de extrema importancia, pois os vinhos tem suas temperaturas corretas para serem servidos e não é frescura. É só fazerem o teste que verão como se aproveita melhor os vinhos nas suas temperaturas certas! Um dos principais motivos é que o calor excessivo de um vinho faz o álcool evaporar, desequilibrando a bebida e aumentando a acidez, tornando-o desagradável. Já o contrário, o frio excessivo anestesia as papilas gustativas e segura os aromas, fazendo com que não se aproveite o máximo que o vinho pode render. E para tentar resumir, vejam a figura abaixo que separa os vinhos em seus tipos e estilos e suas respectivas temperaturas:


Temperatura de Serviço 300x225 PEQUENOS GOLES: AS CORRETAS TEMPERATURAS DE SERVIÇO DO VINHO.



CHEERS!!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Siga o EnoDeco no Twitter!
Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Publicado em 13/09/2011 às 22h56

PEQUENOS GOLES: BORDEAUX X BORGONHA

Continuando esta coluna que tem como objetivo dar dicas práticas aos leitores sobre os mais diversos assuntos dentro do vinho, hoje vamos falar sobre vinhos de 2 famosas regiões frncesas. Este tema já foi assunto aqui no blog, mas hoje o enfoque é diferente. Não se trata de falar quem é o melhor, mas sim, 2 dicas básicas que ajudarão as pessoas que ainda não tem muita familiaridade com vinhos a distinguir nas prateleiras de lojas e importadoras, um vinho que vem da Borgonha de um vinho que vem de Bordeaux.



A Garrafa: Os Borgonhas, por tradição, tem garrafas mais "gordinhas" ou bojudas como muitos falam. As garrafas de Bordeaux são aquelas mais finas e mais tradicionais que costumamos ver por aí em maior número.



O Rótulo: Os vinhos de Bordeaux são aqueles famosos que trazem em sua grande maioria, ilustrações ou fotos dos Chateaux, onde eles são produzidos. Quando não tazem ilustrações e fotos destes castelos, trazem a palavra "Chateau" seguido do nome da propriedade como principal informação de destaque. Ex: Chateau Margaux, Chateau Haut Brion, Chateau Pétrus, etc... Já os Borgonhas em sua maioria não trazem ilustrações e/ou fotos dos suntuosos castelos ou contruções. São rótulos que tem como informação principal o nome da comuna onde fica a propriedade. Por exemplo: Pullingny Montrachet, Pommard, Vosne-Romané, etc...Borgonha x Bordeaux 300x225 PEQUENOS GOLES: BORDEAUX X BORGONHA


Claro que, como costumo dizer, poucas coisas no mundo do vinho podemos falar que não há excessão. Podemos encontrar sim vinhos de Bordeaux que não estejam escritos "Chateau" no rótulo, assim como borgonhas, principalmente alguns mais baratos, que o não tenham o nome da comuna em destaque. Mas a grande maioria tanto de um como de outro, se comporta assim.



CHEERS!!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Siga o EnoDeco no Twitter!
Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Posts Relacionados

Publicado em 07/09/2011 às 22h17

Nova Coluna no EnoDeco: Pequenos Goles.

Pequenos Goles 300x199 Nova Coluna no EnoDeco: Pequenos Goles.


Hoje começo uma nova seção aqui no Blog, que espero que seja util a todos. A ideia da coluna "Pequenos Goles"surgiu num almoço com o amigo Luiz Fernando Brandão, grande admirador e consumidor de vinhos. Durante este almoço, conversando sobre os Sauvignon Blancs do Vale do Loire (França), comecei a falar dos grandes vinhos feitos com esta uva na Nova Zelandia e no Chile e que no Chile os grandes Sauvignon Blanc daquele país são feitos nos frios vales de Casblanca e San Antonio ou mesmo no Vale do Limarí, norte do Chile. Foi então que ele deu a ideia de fazer pequenas e rápidas dicas, que sejam úteis aos leitores e consumidores na hora de comprar, escolher ou beber um vinho. E achei bacana.



Então, resumindo, esta será uma coluna semanal, talvez a mais curta delas, mas que procurarei trazer informações uteis e objetivas. E é claro que come;co falando do tema que originou esta coluna:


O Chile, sem dúvida nenhuma, é um país onde os vinhso tintos predominam. Mas os bons brancos tem crescido em quantidade e principalmente qualidade! E a Sauvignon Blanc é a principal uva branca daquele país e faz vinhos realmente especiais. E os melhores, como disse acima, vem dos vales de Casablanca e San Antonio ou do Vale do Limarí. Então, ao comprarem um Sauvignon Blanc do Chile, dêem preferência a algum que venha de um destes 3 vales.



Semana que vem tem mais "Pequenos Goles" no EnoDeco.



CHEERS!!



Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Siga o EnoDeco no Twitter!
Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!
  

Posts Relacionados

Perfil

André Rossi (Déco), 37 anos, é formado pelo instituto inglês Wine & Spirits Education Trust (WSet) nos níveis 1 - Foundation, 2 - Intermediate e 3 - Advanced, cursados em Nova York. Atualmente está cursando o quarto e último nível do WSET, o “Diploma”.

É também um dos únicos cinco Brasileiros residentes no país a ser credenciado como Professor deste mesmo WSet, tendo sido aprovado pelo WSet Educator Training Program 2011, em Nova York.

Editor e Idealizador do Blog EnoDeco, que é hoje o blog oficial de vinhos do portal R7, um dos blogs de vinho mais acessados do Brasil, e que já foi indicado pelo Guia 4 Rodas 2009 como um dos 10 melhores eno-blogs do Brasil.

Colunista da Revista Cool Magazine, da Revista Online Bloggers e também Editor de Vinhos da 4a. Edição do Flavour Guide , projeto anual do crítico gastronômico Josimar Melo. É jurado e avaliador de vinhos de vários eventos e revistas especializadas.

Há 2 anos é o Relações Públicas da Wines of Argentina (WofA), associação das melhores e principais vinícolas argentinas, sendo o responsável pela comunicação, eventos, degustações e todas as ações que a WofA faz em todo o Brasil, para divulgar e comunicar o vinho argentino por aqui.

Foi o ganhador do concurso “Meu Vinho com Susana Balbo” que foi disputado por 30 blogueiros e jornalistas de vinho, onde o principal objetivo era fazer o seu próprio vinho, usando 5 variedades disponibilizadas pela mais importante e premiada enóloga argentina, Susana Balbo. Seu vinho foi escolhido entre os 30 competidores, numa degustação às cegas pela enóloga e sua equipe, tendo um vinho assinado em conjunto com Susana, o Dominio del Plata Essential Limited Edition 2011.

É Publicitário de formação e foi Diretor de Atendimento de grandes agências como W/Brasil e Lew’Lara/TBWA, tendo passado também por Young & Rubicam, DPZ, Leo Burnett e Publicis. Antes disto, trabalhou na área de marketing da importadora Expand.

Publicidade

Arquivo

novembro 2014
S T Q Q S S D
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
Home de Blogs +
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com