Publicado em 25/02/2013 às 23h27

Argentina Wine Awards 2013: Como foi, quem ganhou e o que tirar de bom dele.

Como comentei com vocês aqui no Blog, tive a honra de estar presente no Argentina Wine Awards 2013 junto com os amigos e competentes Alexandre Frias (www.diariodebaco.com.br) e Daniel Perches (www.vinhosdecorte.com.br). E posso dizer que o evento é muito mais que uma simples premiação de vinhos. O evento, organizado há 7 anos pela Wines of Argentina, todos os anos tem um tema e o deste ano foi bem pertinente: "Next Generation" (Nova Geração). Com este tema, os 12 jurados convidados para julgar as mais de 700 amostras de vinhos, tinham algum traço ou perfil que os identificasse  como pertencentes à nova geração do vinho. Blogueiros, jornalistas, sommeliers e especialistas, a grande maioria deles jovens, degustaram e pontuaram 710 amostras de vinhos e definiram os grandes vencedores em cada categoria. Foram no total 24 "Troféus" (Prêmio máximo), 49 Medalhas de Ouro, 242 medalhas de prata e 314 de bronze. E dentro destes 12 jurados, o Brasil estava muito bem representado pelo amigo Eduardo Millan, da Revista Adega.

 

 

Mas fora a premiação, o evento em si merece destaque pela sua impecável organização. E um dos pontos altos do evento é o seminário "Vinhos e Estilos Vencedores" . Neste seminário, que eu tive a honra de participar, os participantes degustam os vinhos que os 12 jurados escolheram aleatoriamente para que, no caso deste ano, representem a "Nova Geração". Podem ser vinhos de seus países ou qualquer outro vinho que escolham, mas que precisam justificar a escolha. O resultado é uma degustação especial e cheia de aprendizados e vinhos interessantes. No próximo post vou falar sobre todos estes vinhos degustados, com algumas surpresas interessantes!

 

 

Mas o que vale e o que fica de bom é o conceito como um todo do evento. Como estávamos conversando, Alexandre, Daniel e eu, é a primeira vez que vejo e participo de um evento onde o discurso de "Nova Geração", de renovação do mundo do vinho sai do papel e é aplicado de forma impecável. E que sirva de inspiração para muitos mercados pelo mundo, a começar pelo nosso! Realmente um evento impecável!

 

 

E abaixo segue a lista dos grandes vencedores dos "Troféus". Depois falarei o que achei de cada um deles, já que tive a oportunidade de degustar, na manhã seguinte, os vinhos premiados:

 

 

placa vinos ws 72x300 Argentina Wine Awards 2013: Como foi, quem ganhou e o que tirar de bom dele.

 

 

CHEERS!!

EnoDeco no Instagram: http://instagram.com/enodeco

Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Posts Relacionados

Publicado em 08/02/2011 às 20h37

OS MELHORES VINHOS CHILENOS: RESULTADOS DO “AWOCA 2011″.

awoca winner tabali 300x216 OS MELHORES VINHOS CHILENOS: RESULTADOS DO AWOCA 2011.


No último mês de Janeiro tivemos o tradicional e esperado "Wines of Chile Awards 2011 – AWoCA. Este ano, eles acabaram convidando jurados de outros países, para dar mais credibilidade e "internacionalidade". No total, os 12 jurados avaliaram nada menos que 624 rótulos de 120 vinícolas. E alguns nomes importantes estiveram lá no júri: Steven Spurrier da revista Decanter, Oz Clarke (famoso autor de livros de vinhos) , Joshua Greene da Wine & Spirits, Josh Reynolds da Stephen Tanzer´s international wine cellar, Michael Schachner da Wine Enthusiast e o Brasileiro Jorge Lucki.


São várias categorias: "Top 3 do Evento", Melhor Espumante, Melhor Sauvignon Blanc, Melhor Chardonnay, Melhores "Outros Brancos", Melhor Rosé, Melhor Merlot, Melhor Pinoit Noir, Melhor Syrah, Melhor Carmanère, Melhor Cabernet Sauvignon, Melhor "Outros Tintos", Melhor Assemblage e Melhor Late Harvest. E além dos vencedores, tem também os que ganham as medalhas de prata e bronze.


Mas não só de prêmios foi feito o evento. Eles deram uma importancia grande à sustentabilidade, pois eles tem uma meta de chegar em 2020 como o país que mais produz vinhos sustentáveis do mundo. Uma missão difícil, árdua, mas que tem caminhado bem nestes últimos anos com o aparecimento de várias vinícolas que tem adotado práticas sustentáveis. Então vamos aos vencedores:


> Melhor Vinho do concurso: Viña Tabalí Reserva Especial Syrah 2008.

> Melhor Branco Custo-Benefício: Viña Leyda Single Vineyard Garuma Sauvignon Blanc 2010.

> Melhor Tinto Custo-Benefício: Viña Mayu Elki Syrah 2008.

 > Melhor Espumante: Viña Valdivieso Extra Brut Sparkling Wine.

> Melhor Sauvignon Blanc (2 vencedores): Viña Leyda Single Vineyard Garuma Sauvignon Blanc 2010  e Viña Casas del Bosque Pequeñas Producciones Sauvignon Blanc 2010, Casablanca Valley.

 > Melhor Chardonnay: Viña Cono Sur 20 Barrels Limited Edition Chardonnay 2009.

 > Outros Brancos: Viña Leyda Single Vineyard Neblina Riesling 2009.

 > Melhor Branco Assemblage: Viñedos Emiliana Winemaker’s Selection Chardonnay/Viognier/Marsanne 2009.

> Melhor Rosé: Viña Leyda Single Vineyard Loica Pinot Noir Rosé 2009.

 > Melhor Pinot Noir: Viña Leyda Lot 21 Pinot Noir 2009.

 > Melhor Merlot: Viña Cono Sur 20 Barrels Limited Edition Merlot 2009.

 > Melhor Syrah: Viña Tabalí Reserva Especial Syrah 2008.


> Melhor Carmenere: Viña De Martino Alto de Piedras Single Vineyard 2009.


> Melhor "Outros Tintos": Viña De Martino Limávida Single Vineyard Red Blend 2007.

> Melhor Tinto Assemblage: Viña J. Bouchon Mingre 2008.


> Melhor Cabernet Sauvignon: Viña Haras de Pirque Elegance Cabernet Sauvignon 2007


> Melhor Late Harvest: Viña Valdivieso Eclat Botrytis Semillon 2007. 


Aqui no brasil, podemos encontrar a grande maioria destes vinhos e analisando a lista dos vencedores, é de se impressionar o aproveitamento da Grand Cru: Nada menos que 7 prêmios, incluindo o de melhor vinho! E quem ganha com isto somos nós que conseguimos ter acesso aos principais vinhos de lá, cada vez com mais qualidade!!



CHEERS!! 

Siga o EnoDeco no Twitter.

Posts Relacionados

Publicado em 05/08/2010 às 14h05

PRÊMIO PELOS ARES.

janela aviao PRÊMIO PELOS ARES.

Já que contamos com alguns posts do nosso amigo Felipe Kaufmann contando sobre os vinhos servidos pelas companhia aéreas na coluna Vinho e Vôos, eis que leio uma notícia no Wine Report que tem absolutamente tudo a ver com o assunto. A American Airlines recebeu o prêmio de melhor seleção de vinhos para a primeira classe da América do Norte, pela revista Global Traveler. Foram 26 companhias aéreas analisadas por 30 juízes, que ainda conferiam à empresa o prêmio de Melhor Vinho Tinto da América do Norte, com o Murphy Goode Cabernet Sauvignon e de Melhor Vinho Espumante da América do Norte com o Gloria Ferrer Carneros Brut.

Este reconhecimento é o espelho de como a companhiaencara o desafio de escolher os vinhos para os clientes. E para ajudar a empresa a conseguir este feito, eles contam com o auxílio de Ken Chase, um consultor de vinhos. E o cuidado de Ken vai além da pura escolha dos rótulos. Ele precisa ainda considerar o tipo da viagem, se é longa ou curta, pois isto é importante na hora da escolha, bem como os pratos escohidos.

Parabéns à American e que isto sirva de exemplo para todas as outras companhias cuidarem melhor de suas cartas de vinhos.

CHEERS!!

Publicado em 04/08/2010 às 15h27

GUIA DE RESTAURANTES WINE SPECTATOR 2010.

logo rubaiyat GUIA DE RESTAURANTES WINE SPECTATOR 2010.

A famosa revista americana Wine Spectator acaba de divulgar a relação dos restaurantes selecionados para a edição do Guia 2010 de Restaurantes, que é anualmente muito aguardado. Este guia reconhece e idica os locais que possuem as melhores cartas de vinho do mundo. Este ano foram 3.700 estabelecimentos indicados ao redor do mundo.

E mais uma vez, aliás, pela 6a. vez consecutiva, 2 restaurantes do Grupo Rubaiyat foram condecorados e fazem parte do Guia: Baby Beef Rubaiyat e A Figueira Rubaiyat. foram pela sexta vez consecutiva classificados como “Best of Award of Excellence”, categoria, que reúne cartas com 500 a 1500 rótulos e que apresentam grandes vinhos dos principais países produtores.

Mas não só no Brasil o Grupo Rubaiyat foi premiado. O Cabaña Lãs Lilas em Buenos Aires e o Baby Beef Rubaiyat Madri, também ganharam o mesmo reconhecimento.

Mas não são só estes restaurantes Brasileiros que fazem parte da seleta lista. O Olivetto Restaurante e Enoteca (Campinas), o Durski (Curitiba), o Laguiole (Rio de Janeiro) e o Taste-Vin, de Belo Horizonte, também integram a lista.

Já na categoria  “Award of Excellence”, criada para cartas de 100 a 500 rótulos, são: Amadeus (SP), Fogo de Chão (SP, BH, Salvador e Brasília), Vinheria Percussi (SP), Churrascaria Vento Aragano (SP) e Vicolo Nostro (SP).

E isto mostra como nossos resturantes estão cada vez mais preocupados e empenhados em oferecer boa variedade e qualidade nos vinhos. Falta apenas a preocupação com os altos preços, né?

CHEERS!!

Publicado em 13/07/2010 às 16h44

COMPROVAÇÕES BRASILEIRAS.

brasil praia bandeira COMPROVAÇÕES BRASILEIRAS.

Fiquei muito feliz com 3 notícias fresquinhas que acabam de sair do forno sobre os nossos vinhos brasileiros, que estão cada vez mais alcançando excelentes níveis de qualidade.

A primeira é sobre a Vinícola Franco-Italiana, pouco conhecida do público geral, mas que eu já havia falado sobre ela aqui no blog.  55 degustadores, sendo 36 nacionais e 19 internacionais, avaliaram as 457 amostras de vinhos inscritas por 15 países no 5º Concurso Internacional de Vinhos do Brasil realizado de 5 a 8 de julho pela Associação Brasileira de Enologia (ABE). Entre outros resultados, 2 expressivos prêmios foram conquistados pela vinícola:

OURO - Espumante Moscatel Franco Italiano.

PRATA - Censurato Reserva Cabernet Sauvignon.

Coincidentemente na semana passada provei este 2 vinhos, que me foram enviados gentilmente junto a 4 outros pelo Fernando Camargo, da vinícola Franco-Italiana. E realmente pude comprovar a qualidade deles. O que mais me chamou a atenção foi o Censurato Cabernet Sauvignon Reserva, que se mostrou um belíssimo vinho, à altura de bons chilenos e argentinos. Consistente, saboroso e principalmente persistente. Este vinho realmente me impressionou. Prêmios merecidos e pelo jeito devem vir mais por aí. Fernando e equipe, parabéns pelo trabalho!

A segunda notícia vem de alguém já bem maior e acostumado com premiações. O Miolo Merlot Terroir 2005, feito com a parceria de Michel Rolland, foi escolhido, em Londres, em uma degustação às cegas, o melhor Merlot do evento por um júri composto de 40 profissionais sommeliers e jornalistas, entre eles, 15 do seleto grupo dos 280 Master of Wine do mundo. Além disto, entre os dez melhores, oito são brasileiros. Esta já é a quinta conquista do vinho, que já foi premiado no Vinalies Internationales America Latina (Chile), Internacional Wine Challenge 2008 (Inglaterra), Decanter World Wine Awards 2009 (Inglaterra) e foi eleito o melhor tinto do Brasil em degustação da Revista Gula.

E por último é sobre um comentário deixado pelo Marcel, do site Vinhos do Brasil dizendo recentemente fizeram um teste cego filmado para provar a qualidade do vinho nacional. Ele foi realizado durante a Expovinis e no restaurante Peppo, em Porto Alegre. Eles ofereceram um vinho sem rótulo para as pessoas e perguntavam se eles sabiam de que país achavam que era o vinho degustado. E o resultado mostrou o quanto nós ainda somos guiados por rótulos e não confimaos nos nossos produtos: 80% das pessoas responderam que o vinho era de outra nacionalidade que não o Brasil. O link para o vídeo da ação é este http://www.youtube.com/watch?v=D4upVZ3eayY .

De tudo isto, podemos tirar apenas uma conclusão: Precisamos confiar e beber mais os bons vinhos nacionais e pararmos com a síndrome de patinho feio que nos acompanha neste mundo vinícola!

 

CHEERS!!

Publicado em 20/05/2010 às 14h01

MEDALHA, MEDALHA, MEDALHA.

medals MEDALHA, MEDALHA, MEDALHA.

Mais um grande concurso internacional se encerra e podemos nos orgulhar de mais alguns vinhos brasileiros premiados: Ao todo foram dez vinhos nacionais premiados brasileiros no importante International Wine Challenge 2010 em Londres.

Foram uma medalha de prata - Espumante Moscatel Cave Geisse – 3 medalhas de bronze - Prosecco Aurora, Vinho Salton Talento e Espumante Gran Legado Moscatel Wine Park) e mais 6 que ganharam “Menção Honrosa” – Moscatel Vinícola Garibaldi, Casa Valduga Brut 130, Natural Brut Cave Geisse, Pericó Brut, Gran Legado Champenoise Brut e Gran Legado Charmat Brut.

Este ano, o International Wine Challenge mostrou mais de 10 mil amostras de vinhos.

Destas premiações, por mais que muita gente conteste ou não dê valor, podemos ter a certeza que nossos espumantes estão realmente melhorando a qualidade. O que eu não tinha parado para reparar e ficarei mais atento daqui por diante é o destaque dos espumantes moscatel, uva que faz vinhos e espumantes mais leves, refrescantes e doces. Vejam que só neste concurso, 30% dos nossos prêmios foram com produtos feitos com esta uva.

CHEERS!!

Publicado em 03/12/2009 às 18h54

Reconhecimento Internacional.

 Reconhecimento Internacional.Em uma das minhas fuçadas na internet sobre o vinho, achei no site da famosa revista americana Wine Spectator uma ferramenta para achar restaurantes no mundo todo que tenham recebido algum reconhecimento da revista por suas cartas de vinho. E resolvi procurar pelos restaurantes brasileiros que tiveram esta honra. Eu já sabia sobre a Vinheria Percussi, mas não lembrava dos outros e qual não foi a minha surpresa quando vi que temos 14 restaurantes reconhecidos pela publicação. Destes 12, 7 são em São Paulo, 2 em Belo Horizonte, e 1 em Campinas, Rio de Janeiro e Brasília.

E destes todos, 7 receberam a classificação “Award of Excelence” por terem cartas bem diversificadas, com vinhos de várias faixas de preço e vários países produtores. E os outros 5 restaurantes receberam o “Best of Award of Excelence”, que comprova que suas cartas superaram as expectativas pela quantidade e qualidade de produtores, países, safras e preços.

Segue abaixo a lista dos restaurantes reconhecidos pela revista e o respectivo selo:

::: A Figueira Rubayat - SP - Best of Award of Excelence
::: Baby Beef Rubayat - SP - Best of Award of Excelence
::: Porto Rubayat - SP - Best of Award of Excelence
::: Laguiole - RJ - Best of Award of Excelence
::: Taste Vin - BH - Best of Award of Excelence
::: Amadeus - SP - Award of Excelence
::: Churrascaria Vento Haragano - SP - Award of Excelence
::: Fogo de Chão - SP, BH, Brasília - Award of Excelence
::: Olivetto Restaurante e Enoteca - Campinas - Award of Excelence
::: Vinheria Percussi - SP - Award of Excelence

CHEERS!!

Publicado em 26/10/2009 às 17h40

Os Premiados do Gambero Rosso

 Os Premiados do Gambero RossoJá que estamos falando de Itália nos posts sobre a Geografia do Vinho, nada mais justo que citar que acaba de sair a aguardada premiação dos vinhos italianos pelo Guia Gambero Rosso. Com classificações de 1, 2 ou 3 bicchieri (taças em italiano), neste ano foram premiados 391 vinhos.

A região que mais emplacou a premiação máxima, “3 bicchieri” foi o Piemonte, com 84 vinhos. Logo depois vem a Toscana, próximo tema do nosso post sobre a Geografia do Vinho, com 60 vinhos. Depois seguem o Veneto com 34, Friuli com 31 e Alto Adige com 24. Compeltam a lista das 10 principais regiões melhores pontuadas, a Sicilia e a Lombardia com 18, a Campania com 16, o Marche com 15 e a Emilia-Romagna com 14.

Os prêmios de destaque saíram para:
Vinícola do Ano - Bruno Giacosa
Vinícola Revelação – Gallegati
Enólogo do Ano - Roberto Ferrarini
Melhor Espumante - Trento Altemasi Graal Riserva 2002, Cavit
Melhor Vinho Branco - Fiano di Avellino 2008, Colli di Lapio
Melhor Vinho Tinto - Gattinara Osso San Grato 2005, Antoniolo
Melhor Vinho Doce - Colli Piacentini Vin Santo Albarola Val di Nure 1999 Conte Barattieri.

Acho que o número de “3 Bicchieri” mostra a importância de cada região italiana, enologicamente falando. Piemonte, Toscana e Veneto são, sem dúvida nenhuma, as principais regiões da velha bota. Mas há regiões emergentes e importantes que ainda não tem muito destaque, mas que que estão crescendo, como Abruzzo e Umbria, que emplacaram 13 e 9 vinhos na classificação máxima.

Mas detalhes, inclusive com um víedeo e todos os vinhos premiados, acessem http://www.gamberorosso.it/article?product=1768&id=233722

CHEERS!!
Publicado em 15/10/2009 às 14h20

Mais Premios Para os Brasileiros.

 Mais Premios Para os Brasileiros.Sete vinhos brasileiros ganharam medalhas no Anuga Wine Special 2009, o concurso de vinhos oficial da Feira Internacional de Alimentos da Alemanha (Anuga), que acontece desde sábado (10) até quarta-feira (14), em Colônia, na Alemanha. O evento teve a participação de 270 vinhos de 12 países. Destes, 80 receberam medalhas de ouro (8), prata (20) e bronze (52).

Quatro vinícolas brasileiras – Boscato, Casa Valduga, Miolo e Salton – enviaram, através de seus importadores na Alemanha, oito vinhos para a avaliação às cegas do master of wine alemão Markus Del Monego e sua equipe de 12 sommeliers. Ele mesmo entregou os certificados às vinícolas premiadas na última terça-feira, 13. Segeuma abaixo os premiados nacionais:

.:. Medalha de Prata:
Lote 43 2004 - Miolo
Gran Boscato Merlot 2005 - Vinícola Boscato.

.:. Medalha de Bronze:
Casa Valduga Cabernet Franc 2005 - Casa Valduga
Fortaleza do Seival Tannat 2006 - Miolo
Volpi Cabernet Sauvignon 2007 - Salton
Talento 2005 - Salton
Rio das Antas “Salton Flowers” - Salton

Confesso que alguns deles eu nunca tomei, mas acho que vale a pena experimentar, para continuar o processo de maior conhecimento dos nossos vinhos...
CHEERS!!
Publicado em 21/09/2009 às 23h59

Premiação Importante

 Premiação ImportanteMais uma prova da evolução dos vinhos brasileiros acaba de chegar vindo de uma das principais publicações mundiais do mundo vinícolas: Quatro rótulos da Miolo receberam prêmios do Decanter World Wine Awards 2009, concurso realizado pela Revista Decanter, uma das mais importantes publicações internacionais do segmento de vinhos.

Os produtos da empresa foram os únicos brasileiros destacados naquela que é considerada uma das principais distinções de vinhos no mundo. O resultado de toda a premiação será divulgado na edição de outubro da publicação.

Os vinhos premiados foram:

- Fortaleza do Seival Tempranillo 2007
- Fortaleza do Seival Pinot Noir 2008
- Quinta do Seival Castas Portuguesas 2005
- Merlot Terroir 2005

Segundo Adriano Miolo, diretor-técnico da vinícola, ter este trabalho reconhecido por uma publicação da seriedade e credibilidade da Decanter dá a confiança de que o produtor está no caminho certo na busca constante da excelência na elaboração de vinhos.

A empresa investiu nos últimos dez anos mais de R$ 120 milhões em tecnologia de ponta, mudas importadas, instalações e equipamentos de última geração. E o Miolo Terroir ainda conta com a consultoria do renomado enólog francês Michel Rolland.

Isto mostra que nossos vinhos tem alcançado níveis muito bons e mostra que o futuro é muito promissor para os nossos vinhos. Parabéns à Miolo e que venham outros grandes reconhecimentos como estes!

CHEERS!!

Perfil

André Rossi (Déco), 37 anos, é formado pelo instituto inglês Wine & Spirits Education Trust (WSet) nos níveis 1 - Foundation, 2 - Intermediate e 3 - Advanced, cursados em Nova York. Atualmente está cursando o quarto e último nível do WSET, o “Diploma”.

É também um dos únicos cinco Brasileiros residentes no país a ser credenciado como Professor deste mesmo WSet, tendo sido aprovado pelo WSet Educator Training Program 2011, em Nova York.

Editor e Idealizador do Blog EnoDeco, que é hoje o blog oficial de vinhos do portal R7, um dos blogs de vinho mais acessados do Brasil, e que já foi indicado pelo Guia 4 Rodas 2009 como um dos 10 melhores eno-blogs do Brasil.

Colunista da Revista Cool Magazine, da Revista Online Bloggers e também Editor de Vinhos da 4a. Edição do Flavour Guide , projeto anual do crítico gastronômico Josimar Melo. É jurado e avaliador de vinhos de vários eventos e revistas especializadas.

Há 2 anos é o Relações Públicas da Wines of Argentina (WofA), associação das melhores e principais vinícolas argentinas, sendo o responsável pela comunicação, eventos, degustações e todas as ações que a WofA faz em todo o Brasil, para divulgar e comunicar o vinho argentino por aqui.

Foi o ganhador do concurso “Meu Vinho com Susana Balbo” que foi disputado por 30 blogueiros e jornalistas de vinho, onde o principal objetivo era fazer o seu próprio vinho, usando 5 variedades disponibilizadas pela mais importante e premiada enóloga argentina, Susana Balbo. Seu vinho foi escolhido entre os 30 competidores, numa degustação às cegas pela enóloga e sua equipe, tendo um vinho assinado em conjunto com Susana, o Dominio del Plata Essential Limited Edition 2011.

É Publicitário de formação e foi Diretor de Atendimento de grandes agências como W/Brasil e Lew’Lara/TBWA, tendo passado também por Young & Rubicam, DPZ, Leo Burnett e Publicis. Antes disto, trabalhou na área de marketing da importadora Expand.

Publicidade

Arquivo

dezembro 2014
S T Q Q S S D
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
Home de Blogs +
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com