Publicado em 28/07/2014 às 09h00

Vinho da Semana: Dios Ares Crianza 2007

p453512 Vinho da Semana: Dios Ares Crianza 2007

 

Vinho: Dios Ares Crianza 2007

Produtor: Viña Pujanza

Origem:  Rioja (Espanha).

Uvas: 100% Tempranillo.

Importadora: Mercovino.

Preço Aproximado: R$ 64,00

 

 

Que a Espanha tem se destacado com seus vinhos fáceis de beber e muitos deles com bom custo x benefício, isto não é novidade. Então, partindo deste princípio, achar bons espanhóis em nosso mercado acaba sendo uma tarefa não tão difícil. Mas achar Riojas e Riberas com uma boa relação custo x benefício acaba sendo uma tarefa ainda mais gratificante, já que são as 2 mais tradicionais regiões de lá.  E é da Rioja que vem este belo vinho, importado pela Mercovino. Um espanhol 100% tempranillo, fácil de beber. Equilibrando muito bem as furtas pretas, vermelhas e a madeira, este vinho tem ótima acidez e um final longo e delicioso. Se tomado às cegas, muito provavelmente brigaria cabeça a cabeça com vinhos próximos de R$ 100,00. No entanto, o preço de aproximadamente R$ 64,00 na importadora torna este vinho uma excelente pedida, daqueles para comprar de caixa!

 

 

 

CHEERS!!

EnoDeco no Instagram: http://instagram.com/enodeco

Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Posts Relacionados

Publicado em 23/05/2014 às 09h00

Vinho da Semana: Las Moras Black Label Cabernet-Cabernet 2011

 Vinho da Semana: Las Moras Black Label Cabernet Cabernet 2011

 

Vinho: Las Moras Black Label Cabernet-Cabernet 2011.

Produtor: Finca Las Moras.

Origem:  San Juan (Argentina).

Uvas: 50% Cabernet Sauvignon / 50% Cabernet Franc.

Importadora: Decanter.

Preço Aproximado: R$ 67,00

 

 

San Juan ainda é uma região argentina que poucos brasileiros conhecem. Afinal, Mendoza, que é responsável por aproximadamente 65% da produção de lá é ainda a grande bandeira do vinho de lá. Mas os vinhos de San Juan tem qualidade de sobra para fazer sucesso e a região é muito mais importante no cenário vinícola argentino do que se imagina, afinal, é responsável por aproximadamente 20% do volume da produção. E a Finca Las Moras é um dos grandes ícones em termos de qualidade.

 

 

Sobre o vinho que escolhi, esta linha Black Label é um grande achado. Fora o Cabernet-Cabernet, tem ainda o Shiraz, o Bonarda, o Malbec e o branco Sauvignon Blanc. Mas vamos ao escolhido: Um vinho extremamente elegante, que parece bem acima da média de preço que se encontra. Com 15 meses de barrica, mas sem excessos, este blend de Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc foi extremamente feliz. Macio, intenso no nariz e na boca, com álcool e madeira extremamente equilibrados e um longo final. Um vinho que iria muito bem com uma carne vermelha grelhada ou um cordeiro ao forno.

 

 

CHEERS!!

EnoDeco no Instagram: http://instagram.com/enodeco

Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Publicado em 30/04/2014 às 10h20

Vinho da Semana: Balance Cabernet Sauvignon & Merlot 2012

Balance Cabernet Sauvignon 2012 300x300 Vinho da Semana: Balance Cabernet Sauvignon & Merlot 2012

 

Vinho: Balance Cabernet Sauvignon & Merlot 2012.

Produtor: Overhex Wines.

Origem:  Western Cape (Africa do Sul).

Uvas: 50% Cabernet Sauvignon / 50% Merlot.

Importadora: Qual Vinho.

Preço Aproximado: R$ 44,00

 

 

Tá aí mais um daqueles vinhos que gosto de achar e escrever. Mais um excelente custo-benefício e que vou ainda mais longe: Um vinho pra quem já gosta de vinho e também pra quem está começando a beber agora e quer um vinho fácil e descomplicado. O Balance Cabernet Sauvignon & Merlot 2012 é um belo achado, importado pela Qual Vinho e que mostra que um vinho abaixo de R$ 50,00 pode sim ser honesto e bem feito. Desde o nariz, com muita fruta vermelha e uma pontinha de madeira, que vem de seus 4 meses em barricas, até a boca, com acidez equilibrada, taninos bem macios e redondos, bom corpo e final agradável.

 

 

O último detalhe eu deixo por conta do rótulo, que resume bem o que é o vinho: Um elefante se equilibrando, que na minha leitura, quer dizer que dentro daquela garrafa existe um vinho equilibrado. Se é isto de fato ou nào, eu não sei. Mas foi minha leitura e faz todo sentido....

 

 

CHEERS!!

EnoDeco no Instagram: http://instagram.com/enodeco

Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Posts Relacionados

Publicado em 23/04/2014 às 17h18

CBE: Marcus Gran Reserva Cabernet Franc 2001

foto 225x300 CBE: Marcus Gran Reserva Cabernet Franc 2001

 

Vinho: Marcus Gran Reserva Cabernet Franc 2001.

Produtor: Humberto Canale.

Origem:  Rio Negro, Patagonia (Argentina).

Uvas: Cabernet Franc.

Importadora: Grand Cru

Preço Aproximado: R$ 131,00 (A safra 2011)

 

 

A Confraria Brasileira de Enoblogs deste mês surpreendeu e trouxe um tema muito bacana e que eu anda cada vez mais atrás: Vinhos com mais de 10 anos de idade. Hoje em dia é muito difícil comprar vinhos de safras mais antigas e quando conseguimos, às vezes temos que arriscar e o vinho não está bom. Ou então compramos e com muita paciência, guardamos.

 

 

Este vinho eu comprei no ano passado em Buenos Aires e me chamou a atenção pela safra (2001) e por ser um Cabernet Franc, uva que conforme já comentei aqui, é minha grande e atual paixão. O Marcus Gran Reserva Cabernet Franc é importado pela Grand Cru com o nome HUMBERTO CANALE GRAN RESERVA, pois aqui existe uma proteção de registro de marca dos vinhos Marcus James, produzidos pela Vinícola Aurora.

 

 

Falando do vinho, que bebi com meu grande amigo e também blogueiro Claudio Werneck (Le Vin Au Blog), ele realmente surpreendeu. Um vinho argentino, da região da Patagonia, que com 13 anos, está vivo, tem acidez e ainda pode levar um tempinho de garrafa. Isto se a pessoa gostar de vinhos já evoluídos, que lembrem frutas secas, terra, fungai, e alguma coisa de frutas mais maduras, mas bem no fundo. A característica principal dele é, de fato o perfil de um vinho velho.

 

 

CHEERS!!

Posts Relacionados

Publicado em 28/03/2014 às 09h00

Vinho da Semana: Long Row Shiraz 2010

021438 Ampliada 300x300 Vinho da Semana: Long Row Shiraz 2010

 

Vinho: Long Row Shiraz 2010.

Produtor: Angove.

Origem:  Southe Australia (Australia).

Uvas: Shiraz (Syrah).

Importadora: World Wine

Preço Aproximado: R$ 71,00

 

 

O Brasileiro nunca conheceu muito bem a uva Syrah. Até que os Australianos começaram a chegar aqui com a Shiraz, mesma uva, com nomes diferentes. Uma uva que, se vinificada bem, dá bons vinhos, redondos e bem fáceis de beber. Desde os mais jovens, furtados e macios, até os mais encorpados, intensos e tânicos, a Syrah pode dar vinhos de A a Z, para todos os gostos.

 

 

E o Long Row é uma boa prova de como um Shiraz Australiano pode ter um bom custo-benefício e ser fácil de tomar. Dá até pra falar que é um bom exemplo pra ilustrar o que esta uva é capaz de fazer por lá, já que é tida como a uva ícone de lá e que ganhou fama no mundo. Madeira bem equilibrada, boa acidez, taninos bem resolvidos e macios. Um vinho extremamente agradável e fácil de tomar! Pra harmonizar? Uma boa carne vermelha com molhos intensos e condimentados vai muitíssimo bem!

 

 

 

CHEERS!!

EnoDeco no Instagram: http://instagram.com/enodeco

Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Posts Relacionados

Publicado em 05/03/2014 às 12h27

#CBE / Vinho da Semana: Amalaya Blanco 2012

 #CBE / Vinho da Semana: Amalaya Blanco 2012

 

Vinho: Amalaya Blanco 2012.

Produtor: Amalaya.

Origem:  Salta (Argentina).

Uvas: Torrontés e Riesling.

Importadora: Decanter

Preço Aproximado: R$ 46,60

 

 

O tema deste mês na Confraria Brasileira de Enoblogs este mês ficou a por minha conta. Sendo esta a minha vez de escolher o tema, resolvi pensar em algo diferente que não tivesse sido tema ainda. Como costumamos beber muitos vinhos brancos varietais, ou seja, feitos com uma única uva. Sauvignon Blanc e Chardonnay são sem dúvida as mais pedidas. Torrontés, uva que anda ganhando espaço nas nossas prateleiras e é um dos grandes destaques da Argentina, também tem aparecido com mais frequência. Então, para ser um pouco diferente, o tema escolhido foi "Vinho Branco de Corte, de qualquer faixa de preço".  E aproveitando minhas idas ao país hermano, resolvi colocar um vinho que gosto muito, cada vez mais.

 

 

O Amalaya Blanco 2012 é um vinho diferente. A começar pela região argentina que ele é produzido: Cafayate (Província de Salta) não é tão conhecida como Mendoza, porque não é a principal região produtora em volume. Mas certamente não por causa da qualidade dos vinhos, que tem surpreendido e encantado. Lá em Cafayate, região extremamente seca e quente (mas com noites frias) estão os vinhedos mais altos do mundo, alguns acima de 3.000 mts de altitude. E a vinícola Amalaya é uma das principais de lá.

 

 

Falando do vinho, digo que ele é diferente pois é um corte que nunca vi igual: Torrontés e Rielsing. Mesmo que seja uma parcela pequena de Riesling (10%), neste vinho, ela faz a diferença porque agrega muito. É um vinho leve, extremamente agradável e que tem o típico floral e frutas brancas intensas, mas tem também um toque mineral e cítrico que a Riesling agrega. Um vinho muito bacana para se tomar na piscina, para acompanhar queijos e aperitivos e até mesmo pratos mais elaborados à base de frutos do mar e peixes. Um corte diferente. Um vinho diferente.

 

 

 

CHEERS!!

EnoDeco no Instagram: http://instagram.com/enodeco

Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Posts Relacionados

Publicado em 28/02/2014 às 12h51

Vinho da Semana: Les Salices Pinot Noir 2012

francois lurton les salices pinot noir vin de pays d oc france 10487072 300x300 Vinho da Semana: Les Salices Pinot Noir 2012

 

Vinho: Les Salices 2012.

Produtor: Francois Lurton.

Origem:  Languedoc (França).

Uvas: Pinot Noir.

Importadora: Zahil

Preço Aproximado: R$ 77,00

 

 

O Carnaval tá aí. O calor deu uma amenizada, mas ainda está dando o ar da graça. Então, sabendo que nós tomamos sempre mais tintos do que brancos no geral (Sim, tem gente que toma mais branco ou espumante), pensei num vinho que pudesse nos acompanhar no calor e no carnaval. E este vinho é um Pinot da França, de fora da Borgonha e com um custo interessante.

 

 

O Les Salices é um vinho bacana, leve, para se beber sem frescuras e sem compromisso. Aquele vinho fácil, mas que tem consistencia, tem personalidade. Vindo de uma região que o forte são uvas mais encorpadas como Grenache e Syrah, entre outras, este Pinot se saiu muito bem. Leve, com boa fruta, boa acidez, final médio/longo e bom para se beber sozinho ou até mesmo para acompanhar pratos de corpo leve/médio, como frutos do mar ou queijos no geral. Bela pedida para estes dias quentes e alegres de carnaval.

 

 

 

CHEERS!!

EnoDeco no Instagram: http://instagram.com/enodeco

Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Posts Relacionados

Publicado em 28/01/2014 às 15h21

Vinho da Semana: Cipresseto Rosato 2012

202016 CIPRESSETO ROSATO ANTINORI 300x300 Vinho da Semana: Cipresseto Rosato 2012

 

Vinho: Cipresseto 2012

Produtor: Antinori

Origem:  Toscana (Italia).

Uvas: 75% Sangiovese e 25% de Outras Uvas.

Importadora: Wine Brands

Preço Aproximado: R$ 54,00

 

 

Poucos produtores no mundo tem a história, fama e competência da família Antinorim que é originária da Toscana, mas que hoje produz vinhos praticamente na Itália inteira. Mas este vinho rosé vem do coração da Toscana, na Tenuta Santa Cristina, uma das principais propriedades da família. E pelo preço e calor que estamos passando, é uma belíssima oportunidade!! Feito com base de Sangiovese, uva base dos vinhos toscanos, é um vinho extremamente saboroso, com uma acidez maravilhosa e um final longo. Um vinho versátil, que vai bem na piscina ou na mesa, acompanhando um peixe, um aperitivo ou frutos do mar. Um belo achado para estes dias de Janeiro e Fevereiro!

 

 

 

CHEERS!!

EnoDeco no Instagram: http://instagram.com/enodeco

Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Posts Relacionados

Publicado em 06/01/2014 às 14h42

Os Melhores de 2013 no EnoDeco

The Best of 2013 300x179 Os Melhores de 2013 no EnoDeco

 

Amigos, em primeiro lugar queria desejar um feliz ano novo, com muita paz, saúde e claro, bons vinhos!! Que seja um ano marvilhoso para todos nós!! Queria aproveitar e me desculpar pela ausência que tive no final de ano. Há muito tempo sem férias, precisei me desligar um pouco para poder descansar a cabeça e volta em 2014 à todo vapor! E assim começarei!

 

 

E queria iniciar os trabalhos citando abaixo, como de costume, os 5 melhores vinhos da coluna “Vinho da Semana” de 2013 aqui no blog. Foram vinhos que tomei e que achei bem bacana, levando em consideração a qualidade, mas também a relação preço-qualidade. Não são necessariamente os melhores vinhos que tomei, pois alguns deles fogem um pouco do perfil de “Vinho da Semana” que são vinhos mais acessíveis. Então vamos lá:

 

 

 

1. Torres Ibéricos Crianza 2009: Não canso de dizer que os vinhos espanhóis estão na moda no mundo todo, assim como a culinária espanhola, que tem ganhado o mundo com seus sabores! E ando numa fase de procurar vinhos espanhóis com bom custo-benefício. E este vinho é mais um grande achado lá da península ibérica. Importado pela Devinum.

 

 

 

2. La Celia Reserva Cabernet Franc 2010: Este Cabernet Franc Reserva é um belo exemplar do que esta uva pode fazer na Argentina. E com um preço bem acessível. De cor púrpura bem intensa, o nariz é pura fruta. Ameixas, amoras e cerejas tomam conta do vinho, que tem um toque leve de madeira, mas o que o produtor quer passar com esta linha é a fruta presente neles. Na boca é encorpado, acidez bem equilibrada e taninos macios, apesar de ser um vinho novo (2010). O álcool ainda salta bem no começo, mas depois ele ameniza com tempo de taça. Final longo e um belíssimo vinho por menos de R$ 50,00, que foge dos "Malbecões"argentinos. Importado pela Interfood.

 

 

 

3. Kloof Street Rouge 2009: Não é de hoje que tenho me impressionado com os vinhos Sul-Africanos. Cada vez mais consistentes e com uma variedade grane de vinhos, fugindo da sua uva ícone, a Pinotage, os sul-africanos vem ganhando destaque no mundo por seus tintos e brancos principalmente.  Com uma base de Syrah, ele tem uvas típicas da região do Rhone (França) em seu corte. É um vinho bem complex e bacana. Importado pela “Qual Vinho”.

 

 

 

4. Calia Alta Shiraz/Cabernet Sauvignon 2011: Aí está uma faixa de vinho difícil de garimpar coisas honestas no Brasil. Tem algumas coisas interessantes sim, mas com as margens que os importadores colocam e os monstruosos impostos, fica praticamente inviável termos aqui bons vinhos nesta faixa de preço. Mas quando encontro algo, fico muito feliz. E é o caso deste vinho. Tive o prazer de visitar esta vinícola no final do ano passado, na região de San Juan, norte da Provincia de Mendoza. E pude provar toda a extensa linha de produtos deles. Vinhos honestos, muito bem feitos e que fazem bonito em suas faixas de preço. É disto que precisamos! Importado pela Zahil.

 

 

 

5. Promessa  Organico 2009: A Puglia é a região italiana conhecida como "Salto da Bota" e no mundo vinícola, a região que faz grandes vinhos com a uva Primitivo, que é a mesma uva que a Zinfandel, uva bem conhecida nos Estados Unidos. Porém, nem só de Primitivo vive a Puglia. Uvas internacionais como Cabernet Sauvignon, Merlot e Syrah tem se saído muito bem por lá. E é exatamente com estas duas últimas que este ótimo produtor faz este vinho, de excelente custo x benefício. Importado pela Ravin.

 

 

CHEERS!!

EnoDeco no Instagram: http://instagram.com/enodeco

Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Publicado em 25/11/2013 às 14h36

Vinho da Semana: Aylin Pinot Noir 2011

Vinho: Aylin Pinot Noir 2011

Produtor: Agricola La Viña

Origem:  San Antonio (Chile).

Uvas: Pinot Noir

Importadora: Premium Wines

Preço Aproximado: R$ 56,76 

 

 

O Vale de San Antonio, no litoral do Chile, já está muito bem estabelecido como boa referência de uvas brancas como Sauvignon Blanc e Chardonnay e também uma tinta em particular, a Pinot Noir. Uva que eu chamo de "a mais branca de todas as tintas" exatamente por estar geralmente plantada perto de uvas brancas, devido a sua delicadeza. Mas nem sempre se acham Pinots bons e baratos por lá. E acho que a descoberta do Aylin é uma boa para os dias quentes do verão e por um custo justo e honesto. Um típico Pinot do Chile, da cor ao final de boca. Um vinho extremamente bem feito, equilibrando acidez, alcool, taninos bem suaves, muita fruta no nariz e na boca e um boa persistência. Por pouco mais de 50 pilas, é uma ótima opção e que mostra que a região é uma referência em Pinots bem feitos. Vale a pena!

 

 

 

CHEERS!!

EnoDeco no Instagram: http://instagram.com/enodeco

Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Posts Relacionados

Perfil

André Rossi (Déco), 37 anos, é formado pelo instituto inglês Wine & Spirits Education Trust (WSet) nos níveis 1 - Foundation, 2 - Intermediate e 3 - Advanced, cursados em Nova York. Atualmente está cursando o quarto e último nível do WSET, o “Diploma”.

É também um dos únicos cinco Brasileiros residentes no país a ser credenciado como Professor deste mesmo WSet, tendo sido aprovado pelo WSet Educator Training Program 2011, em Nova York.

Editor e Idealizador do Blog EnoDeco, que é hoje o blog oficial de vinhos do portal R7, um dos blogs de vinho mais acessados do Brasil, e que já foi indicado pelo Guia 4 Rodas 2009 como um dos 10 melhores eno-blogs do Brasil.

Colunista da Revista Cool Magazine, da Revista Online Bloggers e também Editor de Vinhos da 4a. Edição do Flavour Guide , projeto anual do crítico gastronômico Josimar Melo. É jurado e avaliador de vinhos de vários eventos e revistas especializadas.

Há 2 anos é o Relações Públicas da Wines of Argentina (WofA), associação das melhores e principais vinícolas argentinas, sendo o responsável pela comunicação, eventos, degustações e todas as ações que a WofA faz em todo o Brasil, para divulgar e comunicar o vinho argentino por aqui.

Foi o ganhador do concurso “Meu Vinho com Susana Balbo” que foi disputado por 30 blogueiros e jornalistas de vinho, onde o principal objetivo era fazer o seu próprio vinho, usando 5 variedades disponibilizadas pela mais importante e premiada enóloga argentina, Susana Balbo. Seu vinho foi escolhido entre os 30 competidores, numa degustação às cegas pela enóloga e sua equipe, tendo um vinho assinado em conjunto com Susana, o Dominio del Plata Essential Limited Edition 2011.

É Publicitário de formação e foi Diretor de Atendimento de grandes agências como W/Brasil e Lew’Lara/TBWA, tendo passado também por Young & Rubicam, DPZ, Leo Burnett e Publicis. Antes disto, trabalhou na área de marketing da importadora Expand.

Publicidade

Arquivo

outubro 2014
S T Q Q S S D
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
Home de Blogs +
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com