Publicado em 19/11/2009 às 17h45

Novo Site para os Vinhos Nacionais.

 Novo Site para os Vinhos Nacionais.Continuando com o movimento de dar mais visibilidade e valrização aos nossos vinhos, que muitos de nós ainda tem cerrto preconceito, queria indicar a vcs que entrem no novo "site do vinho brasileiro" http://www.vinhosdobrasil.com.br/vinhosdobrasil.php.

Este é um movimento que a cadeia do vinho nacional está fazendo, com uma campanha que tem como assinatura "Abra e se abra", que propôe exatamente que as pessoas quebrem o preconceito, abram um vinho nacional e vejam que temos produtos de qualidade. tudo bem, vão vir os críticos falar do preço e tudo mais, mas o fato aqui é que antes de pensarmos no preço, muitos nem consideram comprar ou beber um vinho nacional. E tenho certeza que não é pelo preço e sim pelo puro preconceito de achar que não temos qualidade para competir com os importados.

Não estou aqui pregando uma de nacionalista fanático e nem enganando a mim mesmo dizendo que nossos vinhos são melhores que os outros. Já disse algumas vezes e repito: Ainda temos muito a percorrer no mundo do vinho. Mas quanto mais estimularmos a nossa indústria, mais rápido ela vai se desenvolver. Não acho que tão cedo chegaremos perto de um Brunello, de um Barolo, um Bordeaux, um bom Rioja ou Borgonha. Mas como os chilenos e argentinos cresceram, nós também podemos.

Enfim, o post era pra falar que o novo site está muito bacana, descomplicado e fácil de se navegar. Além des bem instrutivo!
Depois de entarem, se quiserem, dêem suas opiniões!

CHEERS!!
Publicado em 19/11/2009 às 12h17

A Internet a Serviço do Vinho

 A Internet a Serviço do VinhoUm dos principais eventos enológicos do ano aconteceu na cidade de Logroño, Espanha, nos últimos dias 12 e 13 de Novembro. O Wine Future Rioja é um congresso internacional realizado pela Academia Espanhola de Vinho, que reuniu mais de 1.000 profissionais ligados ao vinho e representantes de 40 países. O evento teve como principal objetivo discutir as tendências do mercado mundial, países emergentes, como o Brasil e outros assuntos estratégicos.

Entre as coisas que foram discutidas, uma em especial me chamou a atenção. Não que seja a "descoberta da roda", mas é algo que realmente o mundo vinícola deve olhar com mais atenção: Segundo as discussões e conclusões, o uso da internet, especialmente as redes sociais (Twitter, Orkut, Facebook e outros) e blogs deve ser muito importante para o amadurecimento e crescimento deste mercado pelo mundo. São formas de alcançar o consumidor e formador de opinião que devem ser melhores exploradas.

Isto hoje não é uma prática muito comum, pois o vinho, como uma bebida tradicional, ainda enfrenta algumas resistências de se "modernizar". Não digo que é para modernizarmos o vinho, mas modernizarmos e atualizarmos as abordagens e modos de falar com o consumidor, pois ele está cada vez mais exigente e cada vez mais ávido por novidades e informações. Hoje, os estudiosos, conhecedores, profissionais e até os leigos, procuram informações em livros e revistas e principalmente na internet. E ouso dizer que destes públicos, o que merece mais atenção é o dos leigos, pois estes muitas vezes procuram até mais informações que os conhecedores, pois querem e precisam ter certeza do que estão bebendo. Daí as conclusões de que estes canais são importantes.

Entre outras coisas que aconteceram no evento, houve também uma degustação de vinhos e espumantes nacionais pela crítica Jancis Robinson e pelo "web-celebrity" Garry Vaynerchuck, do Wine Library TV. Segundo JR, os nossos vinhos tem melhorado a qualidade, pois a fruta está aparecendo mais e as características dos vinhos estão mais consistentes. Ela tem acompanhado a evolução dos nossos vinhos desde 2003, quando provou os primeiros vinhos nacionais. Nesta degustação estavam representadas as seguintes vinícolas brasileiras: Boscato, Cordelier, Casa Valduga, Dal Pizzol, Miolo, Panizzon e Salton.

Enfim, mais do que falar do evento, quis falar um pouco desta relação vinho-internet. Acho que muito ainda deve ser explorado e discutido. E isto só nos trará benefícios!

CHEERS!!
Publicado em 16/11/2009 às 17h53

Lista dos Tops 100 Wine Spectator

 Lista dos Tops 100 Wine SpectatorEnfim, saiu uma das mais espradas listas de pontuação de vinhos do mundo! A tão esperada lista dos Top100 da Revista Americana Wine Spectator divulgou em primeira mão para os seus assinantes a lista dos 100 melhores vinhos. Lista esta que costuma em muitos casos, elevar bastante o preço dos vinhos em alguns lugares, afinal, fazer parte desta seleta lista não para qualquer um.

Eu particularmente achei uma litsa muito cheia de vinhos americanos. Nada de estranho por se tratar de uma revista americana. Mas acho que eles deveriam pensar bem antes de colocar tantos vinhos americanos na lista. Afinal, pode parecer patriotismo em excesso, não?

A grande curiosidade dos 20 primeiros é o predomínio de Italianos e como já disse antes, americanos. Se somarmos as 2 nacionalidades temos 17 vinhos (6 dos EUA e 7 Italianos). Os restantes são um francês, um espanhol e um australiano.

Cabe um último comentário: Talvez vôcês estranhem um vinho de 96 pontos ficar atrás de um vinho de 95. Ou um vinho de 99 pontos, beirando a perfeição, ficar atrás de um outro de 94. O que eles fazem ao elaborar a lista é avaliar também a relação preço-qualidade. Ou seja, o de 99 pontos está atrás do de 94 pois o seu custo-benefício não é tão bom quanto o que tem a pontuação 'técnica' melhor.

Seguem abaixo os 20 primeiros da lista!

1. Columbia Crest Cabernet Sauvignon Columbia Valley Reserve 2005 - Estados Unidos - 95 Pts
2.
Numanthia-Termes Toro Termes 2005 - Espanha - 96 Pts
3.
Domaine du Vieux Télégraphe Châteauneuf-du-Pape La Crau 2007 - França - 95 Pts
4.
Kosta Browne Pinot Noir Sonoma Coast 2007 - Estados Unidos - 95 Pts
5.
Barone Ricasoli Chianti Classico Castello di Brolio 2006 - Itália - 96 Pts
6.
Chappellet Cabernet Sauvignon Napa Valley Signature 2006 - Estados Unidos - 94 Pts
7.
Renato Ratti Barolo Marcenasco 2005 - Itália - 96
8.
Fontodi Colli della Toscana Centrale Flaccianello 2006 - Itália - 99 Pts
9.
Merry Edwards Sauvignon Blanc Russian River Valley 2007 - Estados Unidos - 96 Pts
10.
Brancaia Toscana Tre 2007 - Itália - 93 Pts
11.
Poggio Il Castellare Brunello di Montalcino 2004 - Itália - 96 Pts
12.
Saxum Broken Stones Paso Robles 2006 - Estados Unidos - 96 Pts
13.
Fattoria di Felsina Toscana Fontalloro 2006 - Itália - 95 Pts
14. Two Hands Shiraz Barossa Valley Bella's Garden 2007 - Austrália - 94 Pts
15.
Marchesi de' Frescobaldi Brunello di Montalcino Castelgiocondo 2004 - Itália - 95 Pts
16.
Uccelliera Brunello di Montalcino 2004 - Itália - 97 Pts
17.
Carlisle Syrah Russian River Valley Papa's Block 2007 - Estados Unidos - 98 Pts
18.
Argyle Extended Tirage Willamette Valley 1999 - Estados Unidos - 95 Pts
19. Landmark Syrah Sonoma Valley Steel Plow 2006 - Estados Unidos - 94 Pts
20.
Hall Cabernet Sauvignon Napa Valley Kathryn Hall 2006 - Estados Unidos - 96 Pts

CHEERS!!

Publicado em 16/11/2009 às 13h38

As Preferências das Mulheres

 As Preferências das MulheresLi no site da Revista Adega, uma pesquisa realizada com mulheres blogueiras, a pedido da Wine, loja virtual de vinhos, que avaliou como é a relação delas com o vinho, e em que ocasiões o consomem. As conclusões gerais foram bem interessantes: a maioria destas mulheres prefere beber durante encontros romanticos ou para comemorar algo. E eles realmente acreditam que o vinho faz bem à saúde. Vamos a alguns outros pontos:

.:. Procedência da bebida: 39% consideram "muito importante"; 50% dão importância mediana.

.:. Países preferidos: França e o Chile, com algumas outras menções a Portugal, Itália e Argentina.

.:. Faixa de Preço: A preferência é por vinhos mais baratos, na faixa de 15 a 40 reais.

.:. Tipo de Uva: Preferem os vinhos produzidos a partir de uma única uva; 83% levam em conta o tipo de uva ao escolher a bebida. As variedades mais citadas foram as tintas: Carménère, Syrah, Merlot e Cabernet Sauvignon. E cadê os vinhos brancos? Bom, pelo jeito elas tem grande preferência pelos tintos, afinal apenas 15% priorizam o vinho branco. Apareceram também o vinho do porto, com 9% e o Rosé com 3%. Pra quem dizia que os Rosés são vinhos femininos, aí está um indício de que não é bem assim. Os espumantes também foram muito citados, com 30%.

Achei uma pesquisa interessante, mas que precisamos lembrar que o público pésquisado foi um público conhecedor e pode não refletir a média das mulheres em geral.

Então, um CHEERS especial a estas criaturas que nos fazem felizes... E gostam de vinho!

Publicado em 15/11/2009 às 23h13

Vinho da Semana: Remole IGT 2007

 Vinho da Semana: Remole IGT 2007** Remole IGT 2007 **

Produtor: Frescobaldi
Origem: Toscana (Itália)
Uvas: Sangiovese e Cabernet Sauvignon
Safra: 2007
Importadora: Grand Cru
Preço Aproximado: R$ 64,00

Este é um belo vinho italiano em sua faixa de preço. Já havia bebido este vinho antes, quando ainda era distribuído pela Terroir. Feito pela mão competentes do Marchesi di Frescobaldi, é um vinho jovem, que traz a leveza da Sangiovese com a estrutura da Cabernet Sauvignon. Um vinho, portanto, equilibrado. Uma boa pedida para o final de ano, e que pode ser bebido até um pouco mais freco que a temperatura usual dos tintos.

CHEERS!!
Publicado em 12/11/2009 às 13h33

Novidade Miolo para o Final do Ano

 Novidade Miolo para o Final do AnoA Miolo Wine Group está preparando uma novidade para o final de ano, época de muitas comemorações e que o consumo de espumantes aumenta bastante. Eles vão lançar em novembro, a linha Miolo Cuvée Tradition. Elaborada pelo tradicional método francês champenoise, aonde a segunda fermentação é feita na garrafa e não em tanques como no método charmat, que é um método mais novo e industrial. Até por esta razão os Champanhes, que são feitos através do método champenoise são bem mais caros, pois este processo é artesanal e requer maiores cuidados e o charmat é mais industrial.

A nova linha é composta por três produtos produzidos e engarrafados no próprio Vale dos Vinhedos: Brut, Brut Rosé e Demi-Sec. Segundo Adriano Miolo, diretor técnico do grupo, a nova linha substituirá os consagrados Miolo Brut e o Miolo Brut Rosé, pois a linha Cuvée Tradition é uma evolução destes produtos”.

O lançamento do Cuvée Tradition tem o desafio de consolidar a liderança da empresa como uma das maiores produtoras de espumantes das Américas pelo método champenoise e conquistar consumidores que valorizam a tradição e a qualidade evidenciadas por esse método de elaboração. Assim como as champanhes francesas, os espumantes da linha serão elaborados com as uvas Pinot Noir e Chardonnay. Além dessas duas uvas, o corte do Miolo Brut era feito com a merlot.

O projeto Cuvée Tradition exigiu investimentos de aproximadamente R$ 5 milhões e os recursos foram aplicados na modernização dos vinhedos e em máquinas específicas para o champenoise. O projeto determinou a automatização de todo o sistema da vinificação com alta tecnologia objetivando viabilizar um sistema artesanal em escala de produção. A tecnologia foi importada da Europa e desenvolvida no Brasil.

Acho que estes produtos não ficam nada atrás de alguns proseccos que vemos e bebemos nas festas de final de ano e aqui vai uma provocação minha para os leitores, que é para privilegiarmos e estimularmos o consumo dos nossos ótimos espumantes!!

CHEERS!!
Publicado em 10/11/2009 às 16h21

Ele Chegou!

 Ele Chegou!Pronto! Chegamos em Novembro, mês que muitos enófilos gostam de testar ano após ano, o resultado do Beaujolais Noveau, vinho jovem, feito de uvas Gamay, que tem uma tradição que começou em Lyon e que hoje já atinge o mundo todo. Uma ação de puro marketing, já que para os seguidores desta tradição, é muito mais importante beber o quanto antes o vinho do que avaliar sua qualidade.

Ano passado já postei um texto sobre este "vinho marqueteiro". Não vou repetir novamente aqui apenas para ocupar espaço... então, aos qu quiserem relembrar, o post é este.

Já comecei a receber e-mails sobre a chegada do exemplar deste ano. A Mistral foi a primeira a mandar, para divulgar o vinho de seu produtor, o famoso Joseph Drouhin. Certamente outros virão nos próximos dias.

Consta que a safra de 2009 produziu ainda menos quantidade do que a safra do ano passado, que já havia sido a menor dos últimos 15 anos. Graças aos rendimentos muito baixos nos vinhedos, a qualidade dos Beaujolais Nouveau 2009 está excelente, com vinhos mais concentrados.

Aos que experimentarem e quiserem postar suas impressões, o espaço está aberto como sempre!

Como dizem os franceses nesta época do ano, Le Beaujolais Nouveau est arrivé!!!

CHEERS!!

Publicado em 09/11/2009 às 16h06

Iniciativa Inédita e Deliciosa!

 Iniciativa Inédita e Deliciosa!O mundo do vinho, como sabemos, costuma atrair cada vez mais adeptos e curiosos. Cada um na intensidade que lhe convém: Uns mais intensamente, outros menos. Um caso de alguém que realmente mergulhou neste mundo foi mostrada pelo engenheiro agrônomo brasileiro Leori Hermann, que junto com amigos, fundou um formato de clube inédito em Curitiba: Eles compraram um lote de Cabernet Sauvignon em Santa Catarina, conseguiram o apoio da Vinícola Franco-Italiana, de Colombo, que cedeu as instalações, e ainda contaram com a consultoria de dois enólogos da Serra Gaúcha para fazerem um vinho produzido por eles. E as primeiras garrafas já saíram.

Mas a idéia inicial não era esta. Eles queriam apenas comprar as uvas e contratar um enólogo para vinificá-las. Mas,resolveram ir mais além e testar seus dotes enológicos. O grupo passou a se reunir periodicamente na Vinícola Franco-Italiana, assumindo todas as decisões que ocorrem durante o processo, com a consultoria dos 2 enólogos gaúchos.
A única etapa que não foi acompanhada pelo grupo foi a produção e crescimento das uvas, já que as compraram prontas de uma vinícola de Santa Catarina. Mas na próxima safra a proposta é que os participantes acompanhem esta etapa também, completando assim todo o ciclo de produção do vinho. E a boa notícia é que o clube está aberto a novos, poucos e sortudos participantes.

Mais informações podem ser conferidas no blog http://www.wineclubefrancoitaliano.blogspot.com/. O blog traz fotos e informações legais. Vale a pena a visita para ter uma noção de como foi esta experiência deles!

CHEERS!!
Publicado em 08/11/2009 às 13h31

Vinho da Semana: Viñas del Vero Syrah Coleccíon 2004

 Vinho da Semana: Viñas del Vero Syrah Coleccíon 2004 ** Viñas del Vero Syrah Coleccíon 2004 **

Produtor: Viñas del Vero
Origem: Somontano (Espanha)
Uvas: Syrah
Safra: 2004
Importadora: Mistral
Preço Aproximado: R$ 55,00
Este é um belo achado da Mistral, de uma região ainda pouco conhecida. Somontano fica no nordeste da Espanha, quase divisa com a França e é uma D.O (Denominação de Origem) relativamente recente (1985). O vinho é um ótimo custo-benefício e que levou 93 pontos do Guia CAMPSA, importante guia espanhol de restaurantes e vinhos. Um vinho agradável, estruturado, que passa 10 meses em barricas novas de carvalho francês. Uma boa compra!
CHEERS!!
Publicado em 06/11/2009 às 12h50

Eventos Borbulhantes

 Eventos Borbulhantes Final de ano se aproximando e com isto, as comemorações começam a todo vapor. Já em Novembro teremos 2 eventos bacanas, focados numa bebida sensual, cheia de charme e história: O Champanhe. A Wine School do amigo RicardoBohn Gonçalves e a Grand Cru estão organizando jantares tendo a Champanhe como astro principal. Vamos a eles:

Wine School.
Como já é tradicional no mês de Novembro, A wine School realiza uma degustação de Champanhes com um cardápio especialmente harmonizado. As Champagnes servidas serão:

- Duval Leroy Fleur de Champagne Brut
- Laurent Perrier BrutDrappier
- Carte D'Or Brut
- Piper Heidsieck Brut
- Delamont Brut
- Drappier Brut Nature Zero Dosage

O cardápio será composto de:
Entrada: Salada com quiche de alho poró
Prato Principal: Risoto de Cogumelos com aromas de trufas
Sobremesa: Merengue de Morango com calda de menta

Local: Philippe Bistrô - Rua Normandia, 103 Moema - SP
Valor: R$ 170,00 (incluído jantar, champagnes, águas, café e serviço)
Data: 3ª e 4ª feira - 10 e 11 de Novembro de 2009
Horário: 20:00h

Para mais informações:
Tel: (11) 3676-1781

Grand Cru.
A importadora está lançando a campanhe Gosset em seu catálogo. Esta que é a mais antiga produtora de champanhes e tem produtos maravilhosos!

O jantar será no restaurente La Mar e terá seu menu composto de:
Prato 1: Tiradito Laqueado
Champanhe: Gosset Brut Excellence.
Prato 2: Cevihe "Tifa"
Champanhe: Gosset Grand Reserve Rosé
Prato 3: Tacotaco com Polvo
Champanhe: Gosset Millesime 1999

Prato 4: Crocante de Camucamu
Champanhe: Gosset Grand Reserve Rosé

Informações com Patricia Aires - 3062-6388:
Local: Restaurante La Mar
Data: 17 de Novembro 2009
Horário: 20:00
Valor : R$ 190,00

CHEERS!!

Perfil

André Rossi (Déco), 37 anos, é formado pelo instituto inglês Wine & Spirits Education Trust (WSet) nos níveis 1 - Foundation, 2 - Intermediate e 3 - Advanced, cursados em Nova York. Atualmente está cursando o quarto e último nível do WSET, o “Diploma”.

É também um dos únicos cinco Brasileiros residentes no país a ser credenciado como Professor deste mesmo WSet, tendo sido aprovado pelo WSet Educator Training Program 2011, em Nova York.

Editor e Idealizador do Blog EnoDeco, que é hoje o blog oficial de vinhos do portal R7, um dos blogs de vinho mais acessados do Brasil, e que já foi indicado pelo Guia 4 Rodas 2009 como um dos 10 melhores eno-blogs do Brasil.

Colunista da Revista Cool Magazine, da Revista Online Bloggers e também Editor de Vinhos da 4a. Edição do Flavour Guide , projeto anual do crítico gastronômico Josimar Melo. É jurado e avaliador de vinhos de vários eventos e revistas especializadas.

Há 2 anos é o Relações Públicas da Wines of Argentina (WofA), associação das melhores e principais vinícolas argentinas, sendo o responsável pela comunicação, eventos, degustações e todas as ações que a WofA faz em todo o Brasil, para divulgar e comunicar o vinho argentino por aqui.

Foi o ganhador do concurso “Meu Vinho com Susana Balbo” que foi disputado por 30 blogueiros e jornalistas de vinho, onde o principal objetivo era fazer o seu próprio vinho, usando 5 variedades disponibilizadas pela mais importante e premiada enóloga argentina, Susana Balbo. Seu vinho foi escolhido entre os 30 competidores, numa degustação às cegas pela enóloga e sua equipe, tendo um vinho assinado em conjunto com Susana, o Dominio del Plata Essential Limited Edition 2011.

É Publicitário de formação e foi Diretor de Atendimento de grandes agências como W/Brasil e Lew’Lara/TBWA, tendo passado também por Young & Rubicam, DPZ, Leo Burnett e Publicis. Antes disto, trabalhou na área de marketing da importadora Expand.

Publicidade

Arquivo

janeiro 2017
S T Q Q S S D
« dez    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Home de Blogs +