Publicado em 03/01/2013 às 00h42

10 MELHORES VINHOS DA SEMANA EM 2012, BY ENODECO: DÉCIMO E NONO COLOCADOS.

top10 300x300 10 MELHORES VINHOS DA SEMANA EM 2012, BY ENODECO: DÉCIMO E NONO COLOCADOS.  FELIZ 2013 !!! Espero que tenham todos um santo ano, iluminado, com muita paz, saúde, amor e claro, MUITOS VINHOS!!!     E como faço todo começo de ano, vou começar a elencar os 10 melhores vinhos que fizeram parte da coluna "Vinho da Semana" em 2012. A escolha foi difícil pois muitas variáveis entram nesta eleição. Além da qualidade, existe também a importante relação custo x benefício. Então, revisando todos os vinhos que entraram na coluna durante o ano, fechei hoje a lista dos 10 melhores. e vou postá-los sempre de 2 em 2, junto com o que eu escrevi sobre eles na ocasião. Então vamos ao décimo e nono colocado:

 

10.  Luca Syrah 2007 (Safra atual disponível - 2009)

Produtor: Laura Catana Origem:  Mendoza (Argentina) Uvas: Syrah Safra: 2007 Importadora no Brasil: Vinci Preço Aproximado: R$ 99,00 (Safra Atual 2009)      Este é um belíssimo Syrah feito por Laura Catena, filha de Nicolás Catena, que aproveitou também para homenagear o filho dela, que também chama-se Luca. Na época, pelo que me lembro dele, era um vinho intenso, de cor púrpura. Um nariz com muita fruta madura, ameixas e cerejas principalmente, contando ainda com a madeira e o chocolate que dão um toque mais do que especial. Na boca, boa acidez, encorpado e taninos redondos, prontos! Ainda novo, com um álcool bem presente.     Hoje, provada minha última garrafa deste vinho, ele evoluiu muito. Sua cor já não é mais púrpura e já passou para um Rubi vivo. No nariz, as frutas maduras começam timidamente a lembrar um pouco de frutas secas, a madeira já não é mais tão intensa e aparece algo bem sutil que me lembra couro. Na boca, o álcool excessivo sumiu e deixou o vinho maravilhoso. Continua com ótimo corpo, acidez continua equilibrada e os taninos ainda presentes, estão mais sutis. Final longo e delicioso. Um vinho que vale ser tomado agora ou guardado por mais uns 3 anos no máximo para se manter no auge.

 

 

9.  TH Riesling Lo Abarca 2010

Produtor: Undurraga Origem: Lo Abarca (Chile) Uvas: Riesling Safra: 2010 Importadora no Brasil: abflug Preço Aproximado: R$ 95,00     O tema da #CBE (Confraria Brasileira de Enoblogs) deste mês foi inusitado! Um tema diferente e inovador, proposto pelo meu amigo Claudio Werneck do Le Vin Au Blog. O tema "Quanto mais diferente, incomum, curioso e pitoresco melhor" certamente dará bons posts dos outros amigos blogueiros e estou cruioso para ver!       Do meu lado, pensei em colocar um vinho do Marrocos, mas já teve gente falando dele por aí. Assim como vinhos da Croácia. Pensei então em uvas mais conhecidas, mas em regiões que não são típicas de serem plantadas. E por aí cheguei no meu vinho. O TERROIR HUNTERS RIESLING LO ABARCA 2010 é um vinho pertencente a um projeto chamado TH - Terroir Hunter, que vale a pena depois um post só para falar dele. Basicamente é uma busca inquietante por novos terroirs e vinhos diferentes no Chile!     E como é muito raro encontrarmos um Riesling chileno (me lembro apenas de um outro, o Casa Marin Riesling, desta mesma região), resolvi falar dele. Tem cor amarela de intensidade média, não chegando ainda a ser um ouro propriamente dita. No nariz, um riesling típico, lembrando bem os rieslings tradicionais alemães ou da Alsácia (França). Petróleo, minerais e flores brancas são os aromas mais notáveis. Na boca, um vinho extremamente agradável, ótima acidez, com untuosidade típica desta uva e longo final! Um vinho diferente e especial, que vale a pena conhecer!!     Amanhã postarei o oitavo e sétimo colocado!

 

 

CHEERS!!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

EnoDeco no Instagram: @enodeco

Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Posts Relacionados

Publicado em 06/06/2012 às 23h23

VINHO DA SEMANA: ALIWEN RESERVA CABERNET-SHIRAZ 2009

aliwen cabernet syrah VINHO DA SEMANA: ALIWEN RESERVA CABERNET SHIRAZ 2009

 

Vinho: Aliwen Reserva Cabernet/Shiraz 2009

Produtor: Viña Undurraga

Origem: Vale do Maipo (Chile)
Uvas: Cabernet Sauvignon (60%), Shiraz (40%)

Safra: 2009
Importadora no Brasil: Abflug
Preço Aproximado: R$ 41,50

 

 

Este vinho é uma das boas novidades do nosso mercado. Trazido pela abflug e produzido pela Undurraga, vinícola chilena tradicional e competente, a linha Aliwen é a segunda linha da vinícola, acima dos Undurragas varietais e abaixo da linha Sibaris. Vinhos de pouco mais de R$ 40,00 que valem a pena pelo custo benefício.

 

 

Este Cabernet/Shiraz é um corte interessante e não dos mais comuns no Chile. Vemos mais cortes de Cabernet com Carmenère ou Cabernet com Merlot, por exemplo. Um vinho extremamente agradável e fácil de beber. Coloração rubi intensa, no nariz apresenta muita fruta madura como cereja, amora e ameixa, um certo toque de pimenta e uma madeira equilibrada. Na boca, potência, bom corpo, taninos macios, acidez correta e final longo. Um excelente vinho para acompanhar um filé com molho poivre ou um rosbife por exemplo. Vale o quanto custa, acima da média de seus concorrentes diretos.

 

 

CHEERS!!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Siga o EnoDeco no Twitter!
Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Posts Relacionados

Publicado em 24/02/2012 às 14h49

12 VINHOS. 12 TERROIRS. UMA EXPERIÊNCIA ÚNICA.

Sempre ouvimos dizer que os vinhos devem expressar ao máximo o seu terroir de origem, para que ele tenha identidade e personalidade. Pensando nisto, a conhecida e tradicional vinícola Undurraga, resolveu apostar num projeto inovador e que tem ganhado muito destaque. Eles criaram a linha T.H. que significa Terroir Hunters (Caçadores de Torroirs) e tem como principal objetivo que os vinhos expressem fielmente os seus terroirs e assim mostrem as diferenças de cada um nos vinhos.



E aproveitando que estes vinhos estão chegando agora ao Brasil, a WINET (empresa de consultoria que organiza jantares e promove cursos, entre outras coisas) e a ablfug, competente importadora que está trazendo os vinhos da Undurraga pro Brasil, estão organizando um Wine Dinner (Jantar Harmonizado) que vai explorar estes vinhos e seus terroirs. E ainda contarão com a presença de Rafael Urrejola, enólogo que está à frente do projeto e que foi eleito o enólogo do ano no Chile em 2009.


Wine Dinner TH 286x300 12 VINHOS. 12 TERROIRS. UMA EXPERIÊNCIA ÚNICA.


Certamente será uma experiência inesquecível!

 

 

CHEERS!!
Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Siga o EnoDeco no Twitter!
Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Posts Relacionados

Publicado em 18/11/2011 às 17h47

DE VOLTA À ATIVA. E COM UMA NOTÍCIA EXCLUSIVA!!

Undurraga1 300x225 DE VOLTA À ATIVA. E COM UMA NOTÍCIA EXCLUSIVA!!


AMIGOS, ESTOU DE VOLTA!!!!


Depois de 3 semanas de finalizações dos estudos para esta etapa do curso (Que ainda terá muita coisa pela frente), fui fazer minha prova e acredito ter ido bem. Apesar de que era uma prova cheia de pegadinhas e surpresas. Então, em 2 meses, quando sair o resultado, saberei se caí ou não nas pegadinhas...!



Mas volto em grande estilo! Volto com uma informação exclusiva, que o EnoDeco teve acesso em primeiríssima mão! A tradicional e conhecida Viña Undurraga, que por muito tempo foi quase esquecida por aqui, está voltando em grande estilo!! E a responsável por esta retomada será a importadora abflug, que mais uma vez surpreende o mercado com o anúncio e uma ambição bem grande: Alcançar a marca de 100.000 caixas em vendas até o ano de 2016 e para isto estabeleceram um planejamento estratégico agressivo.



O foco em marketing será grande e uma promessa para ambiciosos planos das 2 empresas, a começar pelas linhas que serão trabalhadas: As linhas Aliwen e T.H. (“Terroir Hunter”, ou “Caçador de Terroir”), além do lançamento dos seus espumantes que ainda não estavam presentes no país. Aliás, bons espumantes chilenos são artigos em falta por aqui!



E qualidade não faltará aos vinhos: Enólogos conhecidos e importantes como Hernán Amenabar, Álvaro Espinoza, Rafael Urrejola, Carlos Concha estão à frente da vinícola para dar uma nova cara aos vinhos. E o assessor internacional Phillip Coulon (enólogo francês que foi Diretor Tecnico da casa de Champagne Moët & Chandon durante 30 anos, para a linha de espumantes do Novo Mundo Undurraga) junto com o assessoramento do especialista em terroirs Pedro Parra comprovam a intenção de entrar forte no mercado brasileiro. E as palavras do Gerente de Exportação da vinícola, Gabriel Ewards mostra confiança no trabalho que terão pela frente: “Temos grande expectativa de repetir no Brasil o enorme sucesso que estamos obtendo em os mais diferentes mercados ao redor do mundo. Para isso precisávamos de aliado para desenvolver desde uma nova ótica o mercado Brasileiro. Encontramos na abflug uma postura extremamente profissional e valorizamos muito o fato deles terem enorme compromisso com às vinícolas pertencentes ao seu portfólio.”



Vamos ver o que teremos pela frente, mas a considerar os últimos trabalhos da abflug e a qualidade e tradição dos vinhos da Undurraga, acho que nós consumidores seremos os grandes beneficiados!!!



CHEERS!!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Siga o EnoDeco no Twitter!
Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Posts Relacionados

Publicado em 07/08/2011 às 22h09

VINHO DA SEMANA: YELLOW TAIL SHIRAZ 2010

Yellow Tail Shiraz 300x300 VINHO DA SEMANA: YELLOW TAIL SHIRAZ 2010

 

Produtor: Casella Wines
Origem: South Wales (Australia)
Uvas: Shiraz
Safra: 2010

Importadora no Brasil: abflug
Preço Aproximado: R$ 35,00




Desde que estes vinhos chegaram ao Brasil eu não havia colocado nenhum deles como vinho da semana. E cá estou para reparar o meu erro, afinal, se um dos propósitos deste blog é indicar vinhos fáceis de beber e acessíveis, a linha Yellow Tail merece estar por aqui. E aproveito e começo pelo varietal que acho que tem maior chance de sucesso, o Shiraz.



Como era de se esperar, um vinho fácil de beber e extremamente agradável. Um vinho perfeito para aqueles que ainda não tem muita familiaridade com vinho seco e está começando a beber vinhos, pois ele tem uma fruta tão intensa que dá uma sensação de certa doçura que agrada. uma cor púprura  intensa, nariz que exala frutas vermelhas e pretas maduras, parecendo uma geléia. Na boca é agradável, fácil, taninos redondos, muito fresco e final de média intensidade. Realmente um vinho que justifica seu sucesso nos Estados Unidos e no mundo todo, principalmente pelo apelo jovem, descolado e descompromissado, que foge do padrão do mundo do vinho.  Tem tudo para repetir aqui, o grande case que é lá fora!



CHEERS!!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Siga o EnoDeco no Twitter!
Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Posts Relacionados

Publicado em 16/06/2011 às 15h41

VINHO DA SEMANA: EL DESCANSO CARMENÈRE RESERVA 2010

El Descanso Carmenere Reserva 300x300 VINHO DA SEMANA: EL DESCANSO CARMENÈRE RESERVA 2010

 

Vinho: El Descanso Carmenère Reserva 2010

Produtor: Grupo Chadwick

Origem: Vale do Colchagua (Chile)

Uvas: Carmenère

Safra: 2010

Importadora no Brasil: abflug

Preço Aproximado: R$ 39,90

 

Um dos maiores desafios de uma pessoas que gosta de vinhos é achar aqueles vinhos que "descem redondo" a preços honestos (dentro da nossa dura realidade) e que valham cada centavo que pagamos. E como blogueiro e consultor que sou, este desafio se multiplica "n" vezes. Por isto, quando encontro um vinho que se encaixe nesta categoria, fico absolutamente feliz e satisfeito. Em primeiro lugar por ter bebido um bom vinho sem pagar tanto. E depois pela sensação de dever cumprido. 



E esta sensação me bateu quando conheci esta nova linha do "gigante" e respeitado Eduardo Chadwick, empresário do mundo do vinho chileno, respeitadíssimo e competente, que dentre outros projetos, tem "um tal de Seña", um dos grandes vinhos não só do Chile mas como do mundo. Este projeto "El Descanso" é novo e uma grande aposta de Chadwick na maior popularização do vinho, com líquidos de qualidade. E este espírito parece que foi o que encantou sua importadora no Brasil, a abflug, que tem um pensamento muito similar.



Sobre o vinho: Um vinho absolutamente honesto, fácil de beber e agradável. Uma coloração que vai entre o rubi e o violeta bem profundo, nariz um pouco alcoólico (normal para um vinho novo como este), mas predominam muitas frutas vermelhas  e um toque de madeira. Na boca, um vinho de corpo médio com bom final e taninos corretos. Vinho equilibrado e que por R$ 39,90 vale cada centavo. Muito mais que a maioria nesta faixa de preço.



CHEERS!!
Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Siga o EnoDeco no Twitter!
Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Posts Relacionados

Publicado em 28/04/2011 às 16h04

EXPOVINIS 2011: IMPRESSÕES GERAIS E O PRIMEIRO DIA


2011 04 26 17.43.36 300x180 EXPOVINIS 2011: IMPRESSÕES GERAIS E O PRIMEIRO DIA

Espaço Ibravin



Continuando a saga da Expovinis, vou falar um pouco sobre meu primeiro dia de visita à feira. Diferentemente das outras edições, achei esta mais bem organizada e consegui ver mais coisas que nos outros anos. Algumas me chamaram a atenção:


A quantidade de produtores sem importadores, que estão a procura de um representante era muito grande. E temos que ver isto com bons olhos, afinal o interesse deles no Brasil só mostra que estamos sendo vistos lá fora como um grande potencial consumidor! E olha que ainda há muito para crescermos! Destes produtores, o país que mais tinha era a França, que estava bem representada por quase todas as suas regiões produtoras!


O peso e importância dos produtores brasileiros, que estavam lá com estandes de todos os tamanhos: Desde os maiores e mais imponentes como a Miolo e a Casa Valduga, até os que estavam dentro do espaço do Ibravin ou da Acavitis, que é a associação das vinícolas de Santa Catarina. Mas o que se viu foi uma grande evelução de qualidade nos rótulos que tomei, sobretudo de alguns produtores da Acavitis, dentre eles, a Sanjo e a Villagio Grando.


Me decepcionei com os produtores espanhóis que estavam presentes sem importador ou com algum representante pequeno. Tenho falado que os vinhos da Espanha tem me conquistado cada vez mais, mas as grandes regiões como Priorato, Rioja e Ribera del Duero tinham poucos representantes. A maioria era de regiões do centro-sul da Espanha, como por exemplo La Mancha.


O estande da abflug foi sem dúvida nenhuma um dos pontos altos da feira. Fugiram da mesmice e fizeram um espaço animado, interativo e descolado, para que o conceito deles de "deselitizar" o vinho ficasse ainda mais forte. E para fechar com chave de ouro, colocaram um Ônibus Amarelo dentro do estande. Sim, um ônibus de verdade, daqueles antigos, para marcar o lançamento da grande aposta deles, o australiano [yellow tail].


2011 04 26 17.38.061 300x180 EXPOVINIS 2011: IMPRESSÕES GERAIS E O PRIMEIRO DIA

Espaço da abflug, diferente e impactante.



E por último, neste primeiro dia, alguns vinhos que tomei que me chamaram a atenção:


Domaine des Fussiacus Pouilly Fuisse 2009.  Um produtor sem importador aqui no Brasil, da região da borgonha que trouxe alguns vinhos, entre eles este delicioso branco Pouilly Fuisse, com uma acidez viva, muita fruta e madeira bem colocada. Extremamente equilibrada e que na França custa 14 euros


Pommard les Cras 2009, Domaine Roger Belland. Também um produtor da Borgonha sem importador que trouxe este belíssimo tinto da região de Pommard. Nariz excelente, frutas vermelhas, um pouco de madeira e fumo, que impressionou tanto no nariz que a boca pareceu um nível abaixo. Mas mesmo assim, um belo vinho que lá custa 25 euros.


Marichal Reserve CollectionPinot Noir/Tannat 08. Este produtor uruguaio é uma novidade no portfolio da  Ravin. Vinhos muito bem feitos, com destaque para o diferente corte de Pinot Noir e Tannat, duas uvas aparentemente opostas, mas que juntas deram um vinho interessante. - 70% Pinot Noir e sua delicadeza + 30% Tannat e sua robustez. Por R$ 55,00 é uma boa aposta.


E o outro vinho deles que me chamou a atenção foi o Marichal Reserve Collection Pinot Noir Blanc de Noir - Chardonnay 2010. É um corte de Chardonnay (40%) e Pinot Noir (60%) que quase parece um Rosé, mas não é. Uma explosão de frutas misturadas e um toque de uma madeira bem colocada. Vinho diferente e que vale experimentar!



Por enquanto é isto.... depois colocarei minhas impressões do segundo dia!


CHEERS!!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Siga o EnoDeco no Twitter!
Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Posts Relacionados

Publicado em 06/04/2011 às 23h57

2 NOITES, 6 SAFRAS E MUITAS SENSAÇÕES…

German Lyon 300x218 2 NOITES, 6 SAFRAS E MUITAS SENSAÇÕES...


Semana passada, tive o prazer de organizar através da minha empresa, a WINET, um Wine Dinner especial. Para quem não está acostumado com alguns termos do mundo do vinho, Wine Dinner é um jantar em que harmonizamos a comida com os vinhos, geralmente de acordo com algum tema específico. Neste caso, a abflug, imprtadora que já falei algumas vezes aqui, me pediu que organizasse um Wine Dinner especial, em que receberíamos o enólogo-chefe de uma vinícola de destaque no Chile, a Perez Cruz. German Lyon é um dos grandes enólogos desta nova geração chilena e que tem conquistado as pessoas com seus vinhos autênticos e fáceis de tomar, em diversas categorias, desde o Reserva Cabernet Sauvignon (R$ 55,00) até o íconce Quelen, eleito o melhor vinho tinto do novo mundo pela Revista Decanter em 2010 (Aproximadamente R$ 300,00).


Para este jantar teríamos uma inédita degustação vertical do Liguai, um dos grandes vinhos da vinícola. Outra observação aqui: Degustação Vertical é uma degustação onde bebemos o mesmo vinho, de diferentes safras, para acompanhar sua evolução e como eles expressam suas diferenças de ano pra ano. E uma curiosidade que faz toda a diferença: German é o responsável por todas as safras do Liguai, coisa rara no mundo do vinho, pois a troca de enólogos numa vinícola é comum e isto acaba afetando o estilo do vinho. Neste caso, tivemos 6 safras produzidas pelo mesmo enólogo, o que dá mais consistência e assertividade aos vinhos!


Foram 2 noites espetaculares no Restaurante Pobre Juan, seguramente um dos melhores restaurantes argentinos de São Paulo, com um público diversificado, contando com consumidores finais, jornalistas e profissionais do mundo do vinho. As safras degustadas foram: 2002, 2003, 2005, 2006, 2007 e 2008. A pergunta que devem estar fazendo é sobre a safra 2004, né? Esta safra, por não ter sido uma boa safra, eles decidiram não elaborar o Liguai, pois as uvas não teriam alcançado o ponto ideal para fazer este grande vinho. E uma das safras, a de 2006, acabou destoando das demais e alcançando a preferência de todos. Coincidência ou não, foi a safra em que a parcela de Carmenère foi maior que nos demais anos, mudando um pouco o perfil do vinho, dando um ar de frutas mais maduras. As outras uvas usadas na elaboração do Liguai são Syrah e Cabernet Sauvignon, variando a proporção de acordo com o ano.


Outra coisa que chamou a atenção foi a longevidade deste vinho. O mais antigo de todos, o Liguai 2002 tinha cor, aromas e sabor de um vinho novo, podendo até ser comparado aos novatos 2007 e 2008. Isto demonstra a consistência que este vinho tem, e mostra que ainda tem vida longa pela frente.


Foi uma degustação incrível e que marcou todos que estiveram por lá! Parabéns à Abflug, à Perez Cruz e ao Germán pelo excelente evento, que certamente marcou a todos que lá estiveram! E aproveito para deixar um link com uma entrevista feita pelos amigos Beto Duarte e Daniel Perches com Germán, logo após o evento! Aqui: http://www.youtube.com/watch?v=1TApqKUpI5g



CHEERS!!

Siga o EnoDeco no Twitter!

Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Posts Relacionados

Publicado em 26/03/2011 às 19h27

DEGUSTAÇÃO VERTICAL INÉDITA DO PEREZ CRUZ LIGUAI – BY WINET E ABFLUG.


Convite Vertical Liguai DEGUSTAÇÃO VERTICAL INÉDITA DO PEREZ CRUZ LIGUAI   BY WINET E ABFLUG.


Nesta próxima semana, a WINET apresentará em parceria com a importadora ABFLUG, uma inédita Degustação Vertical de 6 safras do premiado vinho chileno Liguai, da vinícola Perez Cruz. Estará também o competente enólogo da vinícola, German Lyon, que é o grande responsável pelos excelentes vinhos deste produtor, que recentemente viu um "filho"seu, o ícone da Perez Cruz, o Quelen, ser eleito o melhor vinho do novo mundo pela Revista Decanter!


Ainda restam algumas vagas para este inédito Wine Dinner que será realizado no Restaurante Pobre Juan, um dos grandes restaurantes argentinos de São Paulo!



CHEERS!! 

Posts Relacionados

Publicado em 13/03/2011 às 13h44

RESTAURANT WEEK 2011 EM SÃO PAULO. COM ALGO A MAIS.

Restaurant Week 300x137 RESTAURANT WEEK 2011 EM SÃO PAULO. COM ALGO A MAIS.


Amigos, lá vem a Restaurant Week 2011 em São Paulo, de 21.03 a 03.04! Evento que já faz parte do circuito gastronômico da cidade, a Restaurant Week ainda divide opiniões. O conceito é espetacular:  Mais de 300 restaurantes no Estado de São Paulo fazem um menu promocional e especial com entrada, prato principal e sobremesa. Até aí, sem novidades! O bacana é que os pratos serão oferecidos a um preço fixo de R$ 29,90 no almoço e a R$ 39,90, no jantar (bebidas, serviço e couvert não inclusos). Na teoria, é ótimo! Na prática, alguns restaurantes ainda deixam a desejar. Filas, longas esperas e muitas vezes um prato não tão caprichado deixam os consumidores decepcionados. Por isto, é preciso escolher bem o restaurante e se possível, reservar com antecedência. Por outro lado, quem acerta na escolha é só elogios!



Mas os restaurantes deveriam pensar também nas bebidas. Por que não oferecer alguns “agrados” e preços bacanas em algumas bebidas? E já tem gente tomando a frente desta idéia e se destacando, numa busca por um maior consumo e deselitização dos vinhos, mostrando que há bons vinhos para serem bebidos a preços menores do que costumam cobrar abusivamente os restaurantes: A importadora abflug negociou com os mais de 300 restaurantes uma condição especial para colocar os vinhos chilenos da Linha “El Descanso”, novo projeto de Edward Chadwick (Errazuriz), em taça, a preços extremamente convidativos! Em alguns locais, uma taça da linha El Descanso Estate estará a R$ 6,00 e a taça da linha El Descanso Reserva a R$ 9,00. Os rótulos disponíveis serão: Sauvignon Blanc, Carmenère e Cabernet Sauvignon (Estate) e Sauvignon Blanc, Carmenére, Cabernet Sauvignon e Syrah (Reserva).



Vamos ver como se desdobrará esta próxima Restaurant Week e veremos se os restaurantes tem evoluído e melhorado em relação às críticas que andaram recebendo nas últimas edições. Enquanto isso, a parte dos vinhos, que interessa a muitos de nós, mostra que quer sim evoluir e se aproximar das pessoas. Serve de alerta para as outras importadoras e empresas de bebidas (destilados, cervejas e outras) que querem aumentar o consumo de seus produtos!


 

CHEERS!!

 

Siga o EnoDeco no Twitter!

Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Posts Relacionados

Perfil

André Rossi (Déco), 35 anos, é formado pelo instituto inglês Wine & Spirits Education Trust (WSet) nos níveis 1 - Foundation, 2 - Intermediate e 3 - Advanced, cursados em Nova York. Atualmente está cursando o quarto e último nível do WSET, o “Diploma”, curso este que tem duração de 2 a 3 anos e é preparativo para o Instituto Master of Wine
Leia mais

Publicidade

Arquivo

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Home de Blogs +
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com