Publicado em 11/03/2012 às 00h46

ARGENTINA E CHAMPAGNE COMEMORAM AUMENTO NAS EXPORTAÇÕES.

exportacao 300x128 ARGENTINA E CHAMPAGNE COMEMORAM AUMENTO NAS EXPORTAÇÕES.


Recentemente, duas regiões vitivinícolas divulgaram alguns números interesantes. Argentina e Champagne (Fra) comemoram os resultados do ano passado! Vjema só:



Segundo informações do Comitê Interprofissional de Vinhos de Champagne, as vendas de champagne aumentaram 7% em valor, o que converte 2011 em um dos melhores anos para os produtores de Champagne francês. No último ano cerca de 323 milhões de garrafas foram vendidas, acumulando um valor de 4,4 bilhões de euros. Destaque para os próprios países da União Européia, seguidos pela Australia. Russia, com 24%, China com 19% e Estados Unidos com 14,4% são outros destinos que ajudaram a puxar estes números. O Brasil aparece com apenas 7%. Uma resposta aos que falam que espumantes mais baratos estão desbancando a tradição, qualidade e requinte dos champagnes!



Já no novo mundo e bem aqui pertinho, a Argentina aumentou suas exportações em 500% nos últimos 20 anos, o que representa  uma média de 17% de crescimento por ano. No ano passado o crescimento foi um pouco menor, de 9% em relação a 2010. E aqui a União Européia, apesar de consumir muitos vinhos da pr'pria comunidade, ainda representa a maior parte das vendas dos vinhos Argentinos. Os 44% que eles representam, são bem superiores a países como Canadá, Brasil e Paraguai que respondem por 8% cada um.



É muito ver o mercado crescendo! Mesmo que apenas lá fora... Quanto mais vinhos fizerem e consumirem, mais opções teremmos para provar!!



CHEERS!!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Siga o EnoDeco no Twitter!
Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Posts Relacionados

Publicado em 29/03/2011 às 18h41

VINHO DA SEMANA: TILIA MALBEC/SYRAH 2009

Tilia SyMb VINHO DA SEMANA: TILIA MALBEC/SYRAH 2009

 

Tilia Malbec Syrah 2006

Produtor: Tilia

Origem: Mendoza (Argentina)

Uvas: Malbec e Syrah

Safra: 2009

Importadora no Brasil: Vinci

Preço Aproximado: R$ 24,73


Um verdadeiro achado. Pela faixa de preço é um vinho bem acima da média, com bom corpo, frutado, e impressiona a não muito evidente presença de álcool, o que para um vinho 2009, é raro. No nariz passa frutas vermelhas e negras e na boca uma leve madeira que faz toda a diferença para tirar a "dureza" do vinho. Um vinho que impressiona se vermos que ele custa menos de 30 reais. Não à toa, levou 88 pontos da Wine Spectator. Supreendente e vale até como dica para eventos.



CHEERS!!

Posts Relacionados

Publicado em 24/03/2011 às 10h30

ARGENTINA: RESERVAS E GRAN RESERVAS AGORA NÃO SÃO APENAS MARKETING.

terrazas reserva ARGENTINA: RESERVAS E GRAN RESERVAS AGORA NÃO SÃO APENAS MARKETING.


Uma coisa que sempre me incomodou nos vinhos do novo mundo foi o uso indiscrimiando das palavras RESERVA, GRAN RESERVA e outras nesta mesma linha. Sempre achei isso uma forma escancarada de Marketing, pois como nestes países não existe regulamentação como na europa, qualquer um pode usar estas palavras como quiser. Mas na Argentina a bagunça terminou!


O Instituto Nacional de Vitivinicultura da Argentina acaba de instituir novas rígidas regras para que um vinho possa trazer em seus rótulos as palavras Reserva e Gran Reserva. Segundo estas novas regras, não vale somente deixar o vinho por um tempo mínimo em barricas. A partir de agora, só se poderá utilizar a palavra Reserva os vinhos que forem produzidos com as uvas citadas abaixo, pois elas são reconhecidamente uvas de qualidade. Há também uma quantidade mínima de uva necessária para elaboração de cada 100 litros de vinho, que deverá ser de mínimos135 kg (Reserva) e 140 kg (Gran Reserva). Haverá também uma graduação alcoólica mínima, mas esta dependerá do ano em que o vinho for produzido.

 

Uvas Tintas:
Malbec, Bonarda, Merlot, Cabernet Sauvignon, Carmenère, Cabernet Franc, Syrah - Carignan, Pinot Noir, Sangiovese, Tempranillo, Pinot Meunier, Petit Verdot, Tannat, Lambrusco Maestri, Barbera e Carignan.

Uvas Rosés:
Gewürztraminer - Pinot Gris - Canari

Uvas Brancas:
Chardonnay, Torriontés, Sauvignon Blanc, Chenin Blanc, Verdejo, Semillón, Riesling, Viognier, Pinot Bianco, Moscato Bianco, Prosecco e Petit Manseng.


Agora sobre o envelhecimento: Os vinhos Reserva tintos terão que passar pelo menos 12 meses em carvalho. Brancos e Rosés, um mínimo de seis meses. Para os Gran Reserva, e envelhecimento em barricas deverá ser de no mínimo, 24 meses aos tintos e 12 meses para brancos e rosés. 


Acho louvável esta atitude do instituto e isto só deve trazer benefícios aos consumidores, pois o marketing dos produtores em poder colocar qualquer vinho como reserva sempre foi de certa forma enganoso, pois não sabíamos o quanto aquele vinho era reserva de fato! E mais um passo dos hermanos rumo a um maior amadurecimento do mercado, que recentemente reconheceram e classificaram o vinho como um alimento, diminuindo drasticamente os impostos e certamente aumentando o consumo!



CHEERS!!

Posts Relacionados

Publicado em 12/11/2010 às 12h55

O PRIMEIRO A GENTE NUNCA ESQUECE.

Vinhos para o final de semana O PRIMEIRO A GENTE NUNCA ESQUECE.

Esta frase, conhecida por quase todos os brasileiros, vem do famoso comercial "O Primeiro Sutiã", que é um dos grandes clássicos da propaganda brasileira. Muitos sabem que Washington Oliveto foi o criador desta peça memorável e que entrou para a cultura popular do país, coisa que este cara sabe fazer muito bem. Não escolhi esta frase por acaso para começar o primeiro post da nova era do EnoDeco, agora aqui no R7, com muito orgulho!



Primeiro porque tive o imenso prazer de trabalhar por 4 anos e meio com esta figura genial e absolutamente capaz de coisas que não imaginamos! Segundo porque ele gosta de vinho como poucos e bebe muito bem! e por último porque depois de pouco mais de 2 anos de vida, o EnoDeco passa a alçar vôos mais altos e isto me deixa muito feliz, pois como a assinatura do blog diz, este é um "Despretensioso blog sobre vinhos" e foi assim que ele começou: Despretensiosamente. Mas foi ganhando corpo e reconhecimento, chegando a ser indicado pelo Guia 4Rodas de Vinhos 2009 como um dos 10 blogs de vinho mais interessantes da "blogosfera brasileira" e também passou algumas vezes a figurar entre os 10 blogs mais acessados do Enoblogs, o grande e único agregador brasileiro de blogs de vinho, com quase 250 blogs de vinhos cadastrados. E para fechar o raciocínio, posso dizer que este post é aquela primeira vez que a gente nunca esquece.



Mas vamos ao que interessa. Falar de vinho! E já de cara aproveito para inaugurar uma nova coluna, num dia muito propício para isto: Véspera de feriado! A coluna que está nascendo, "Vinhos para o Final de Semana" vai indicar bons vinhos, principalmente bons custo-benefícios para tomarmos num feriado ou final de semana. E de cara quero aqui indicar 3 bons vinhos que andei tomando e que podem fazer parte deste nosso feriado que começa daqui há algumas horas:

 


BRANCO: ** La Joya Sauvignon Blanc Reserva 2007 **

Este vinho é um belo branco chileno de R$ 39,00 tem boa acidez, um toque de madeira que ficou interessante, apesar de ser uma uva que não costuma ser muito envelhecida em madeira e muito saboroso e aromático. Bom para tomar num dia quente, à beira da piscina ou acompanhando pratos com frutos do mar, peixes e também no aperitivo com queijos. A importadora é a World Wine (http://www.worldwine.com.br/)

 


ROSÉ: ** Conde de Vimioso Rosé 2009 **

Um surpeendente rosé português, que custa R$ 37,00 na importadora Decanter (www.decanter.com.br). Persistente, saboroso, foge daqueles rosés que só tem cor, mas o sabor e os aromas são de vinho branco. Este é um rosé que tem muita fruta vermelha no nariz e na boca, lembrando groselhas, morangos e framboesas, até por ter sido feito com 2 uvas que tem muito corpo (Syrah e Touriga Nacional). Refrescante e ótimo como apertivio antes do almoço, acompanhando patês mais leves e queijos suaves.

 


TINTO: ** Dante Robino Bonarda 2008 **

Este argentino é um vinho diferente dos famosos Malbecs que estamos acostumados a tomar. Trazido pela importadora Grand Cru (www.grandcru.com.br) a R$ 36,00, ele tem um bom corpo, sem ser extremamente encorpado, com o álcool ainda um pouco presente, mas não em excesso e cai bem numa noite mais fresca ou mais fria, acompanhando uma boa massa com molho de tomate ou carnes mais leves com molhos e acompanhamentos não tão aromáticos ou intensos.



Espero que tenham gostado e aproveitem este espaço que é de vocês! Aqui o intuito é criticar, sugerir, comentar, trocar experiências e o que mais quiserem!


CHEERS!!

Posts Relacionados

Perfil

André Rossi (Déco), 35 anos, é formado pelo instituto inglês Wine & Spirits Education Trust (WSet) nos níveis 1 - Foundation, 2 - Intermediate e 3 - Advanced, cursados em Nova York. Atualmente está cursando o quarto e último nível do WSET, o “Diploma”, curso este que tem duração de 2 a 3 anos e é preparativo para o Instituto Master of Wine
Leia mais

Publicidade

Arquivo

agosto 2014
S T Q Q S S D
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Home de Blogs +
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com