Publicado em 12/07/2011 às 18h08

COLUNA FLAVOUR GUIDE: OS EFEITOS DA MADEIRA NO VINHO.

Flavour Guide1 300x190 COLUNA FLAVOUR GUIDE: OS EFEITOS DA MADEIRA NO VINHO.


Amigos, segue mais um texto da minha coluna semana no Flavour Guide. Espero que gostem...


"Na semana passada falamos dos aromas do vinho, certo? Então, nada mais propício que aproveitar o “gancho”  e falar de um aspecto importante do vinho, que muita gente gosta e outros demonizam: Os efeitos da madeira no vinho.

 

 

Para começo de conversa, é preciso explicar que quando sentimos aromas de madeira num vinho quer dizer sim que de alguma forma o vinho teve contato com alguma forma de madeira. Na maioria dos casos isto se dá pelo estágio que os vinhos passam em tonéis, barris ou pequenas barricas de carvalho para ganhar complexidade e “amaciar” o vinho pois além da madeira passar aromas e sabores ao líquido ali de dentro, ela permite uma microoxigenação que acaba fazendo bem para a maioria dos vinhos e isto o torna mais “macio”, mais agradável, mais redondo. Alguns vinhos precisam de mais tempo, outros de menos tempo e quem decide isto é o enólogo que está fazendo o vinho.

 

 

Há também outros fatores que influenciam, como os níveis de “tosta” de cada barrica (algumas delas são queimadas por dentro), bem como a procedência de cada barrica (francesa, americana, eslovena, etc...). Mas isto deixaremos para um outro momento pois é algo muito específico.

 

 

Mas não só de barricas é que vem os aromas e sabores de madeira num vinho. Por ser um elemento que acaba agregando sabores e aromas que parecem mais adocicados e lembram chocolate ou baunilha por exemplo, e isto acaba deixando o vinho com uma sensação de doçura maior, muitos produtores resolveram “roubar no jogo” e encurtar e baratear o caminho, já que uma barrica francesa nova custa em média nada menos que US$1.000,00: quando o vinho está nos tanques de inox ou cimento por exemplo, muitos colocam chips (pequenas placas) ou pós de madeira para que o vinho “pegue” os aromas e sabores da madeira. Isto é uma prática muito mais barata e rápida, pois pode-se lançar o vinho no mercado mais rapidamente, sem ter que esperar meses e até anos para o vinho envelhecer nas barricas. Mas pergunte a um produtor se ele usa estes artifícios e ele negará até a morte, por mais que ele use.

 

 

Mas o uso da madeira, mesmo que corretamente em barricas, precisa ser com muito cuidado e conhecimento, pois corre-se o grande risco de saturarmos o vinho de madeira e ele perder sua fruta, seu caráter original. Então, esta prática precisa ser extremamente cuidadosa para não estragar o vinho. Até por conta disto, há os que não usam nenhuma interferência de madeira em seus vinhos, com a explicação de que querem preservar os aspectos naturais do vinho. E por último, vale também falar que algumas uvas são mais propícias ao envelhecimento que outras, pela estrutura de cada uma. Como exemplo clássico, cito a branca Chardonnay que envelhece muito bem em barricas, ao contrário da sauvignon Blanc, que na maioria dos casos vai melhor sem madeira nenhuma, para mostrar todo o seu frescor e fruta!

 

 

Até semana que vem e aproveitem o frio para beber bons vinhos, sempre com moderação!"



CHEERS!!

CHEERS!!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Siga o EnoDeco no Twitter!
Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!


Posts Relacionados

Publicado em 18/11/2010 às 12h55

PRINCÍPIOS DO VINHO: COMO SÃO FEITOS TINTOS, ROSÉS E BRANCOS.

Mosto PRINCÍPIOS DO VINHO: COMO SÃO FEITOS TINTOS, ROSÉS E BRANCOS.   Mosto Brancojpg PRINCÍPIOS DO VINHO: COMO SÃO FEITOS TINTOS, ROSÉS E BRANCOS.

Mosto de Vinho Tinto                          Mosto de Vinho Branco


Amigos, começarei hoje uma nova coluna no blog, que tem como objetivo tirar algumas dúvidas que geralemente atormentam algumas pessoas que gostam de vinho e querem tomar, servir ou comprar algum vinho e querem fazer a coisa certa! Começando pelo básico: Como é feito um vinho?


Os vinhos mais famosos e que mais consumimos são os brancos, rosés e tintos. Há ainda outros tipos, como os espumantes e fortificados, mas é papo para outro momento. Mas como são feitos estes vinhos principais?


Depois que a uva é colhida, ela passa por uma "triagem", às vezes manual, às vezes mecanizada, que separa as folhas e os engaços da fruta. Depois disto vem a grande diferença: Os TINTOS e ROSÉS são fermentados junto com as cascas e é daí que vem a coloração do líquido final. Quanto mais tempo em contato com as cascas, mais forte será a cor do vinho (Tintos vermelhos rubi, violeta, etc...). Quanto menos tempo, mais clara será a cor final (Rosé que tem coloração mais rósea). Claro que a coloração da própria casca de cada uva conta bastante, mas o tempo que o "mosto" fica em contato com as cascas é determinante!


Mas e os brancos? Os BRANCOS não são fermentados com as cascas e por isto sua cor clara, que vai do amarelo-verde ao amarelo-laranja. A intensidade do amarelo no vinho branco se dá por diversos motivos, mas os principais são o tempo de envelhecimento, o corpo da própria uva e o tempo que passou (ou não) em barricas de carvalho.


Depois de fermentarem nas barricas ou tanques (Lembrando os tempos das aulas de química, a fermentação é a transformação de açúcar em álcool), alguns são envelhecidos em barricas de carvalho para ganharem complexidade, outros em tanques de cimento ou aço inox e outros não são envelhecidos e já são engarrafados. Alguns ainda envelhecem na garrafa antes de irem ao mercado e outros já são lançados logo em seguida.


Agora já sabem qual é a principal diferença dos brancos, tintos e rosés, não é?!



CHEERS!!

Posts Relacionados

Perfil

André Rossi (Déco), 35 anos, é formado pelo instituto inglês Wine & Spirits Education Trust (WSet) nos níveis 1 - Foundation, 2 - Intermediate e 3 - Advanced, cursados em Nova York. Atualmente está cursando o quarto e último nível do WSET, o “Diploma”, curso este que tem duração de 2 a 3 anos e é preparativo para o Instituto Master of Wine
Leia mais

Publicidade

Arquivo

agosto 2014
S T Q Q S S D
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Home de Blogs +
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com