Publicado em 23/04/2014 às 17h18

CBE: Marcus Gran Reserva Cabernet Franc 2001

foto 225x300 CBE: Marcus Gran Reserva Cabernet Franc 2001

 

Vinho: Marcus Gran Reserva Cabernet Franc 2001.

Produtor: Humberto Canale.

Origem:  Rio Negro, Patagonia (Argentina).

Uvas: Cabernet Franc.

Importadora: Grand Cru

Preço Aproximado: R$ 131,00 (A safra 2011)

 

 

A Confraria Brasileira de Enoblogs deste mês surpreendeu e trouxe um tema muito bacana e que eu anda cada vez mais atrás: Vinhos com mais de 10 anos de idade. Hoje em dia é muito difícil comprar vinhos de safras mais antigas e quando conseguimos, às vezes temos que arriscar e o vinho não está bom. Ou então compramos e com muita paciência, guardamos.

 

 

Este vinho eu comprei no ano passado em Buenos Aires e me chamou a atenção pela safra (2001) e por ser um Cabernet Franc, uva que conforme já comentei aqui, é minha grande e atual paixão. O Marcus Gran Reserva Cabernet Franc é importado pela Grand Cru com o nome HUMBERTO CANALE GRAN RESERVA, pois aqui existe uma proteção de registro de marca dos vinhos Marcus James, produzidos pela Vinícola Aurora.

 

 

Falando do vinho, que bebi com meu grande amigo e também blogueiro Claudio Werneck (Le Vin Au Blog), ele realmente surpreendeu. Um vinho argentino, da região da Patagonia, que com 13 anos, está vivo, tem acidez e ainda pode levar um tempinho de garrafa. Isto se a pessoa gostar de vinhos já evoluídos, que lembrem frutas secas, terra, fungai, e alguma coisa de frutas mais maduras, mas bem no fundo. A característica principal dele é, de fato o perfil de um vinho velho.

 

 

CHEERS!!

Posts Relacionados

Publicado em 04/03/2013 às 10h04

#Cbe: Casa Rivas Chardonnay Reserva 2010

foto vin 21 g 80x300 #Cbe: Casa Rivas Chardonnay Reserva 2010

 

Vinho: Casa Rivas Chardonnay Reserva 2010

Produtor: Casa Rivas.

Origem:  Vale do Maipo (Chile).

Uvas: Chardonnay.

Importadora no Brasil: Premium.

Preço Aproximado: R$61,00.

 

 

 

O tema do mês da Confraria Brasileira de Enoblogs é um tema que certamente terá muitos adeptos, pois é um tipo de vinho, dentro de uma faixa de preço que nós brasileiros tomamos muito: "Chardonnay com passagem por barricas, com preço até R$ 100,00." O tema foi escolhido pelo confrade Victor Marçal, do Blog "Vinhos Populares". E minha escolha vai para um vinho que vem de um produtor sério e com muita reputação no Chile.

 

 

O CASA RIVAS CHARDONNAY RESERVA 2011 é um chilena bem feito, agradável e que pode ser bebido em diversas situações, acompanhando comida ou não. Se for para acompanhar uma comida, um salmão grelhado, uma carne branca ou um risoto de frutos do mar caem muito bem pois o vinho tem um ótimo corpo, que "enche". Uma acidez marcante, fresca e agradável, com aromas e sabor minerais, de frutas brancas como pêssego por exemplo e claro, uma madeira presente, marcada, mas sem excessos. Um vinho bacana, a um preço honesto de pouco mais de R$ 60,00. Vale provar!

 

 

 

CHEERS!!

EnoDeco no Instagram: http://instagram.com/enodeco

Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Posts Relacionados

Publicado em 01/10/2012 às 23h52

#CBE: Prosecco Veneziana Extra Dry

Prosecco Veneziana 150x300 #CBE: Prosecco Veneziana Extra Dry

 

Vinho: Prosecco La Veneziana Extra Dry

Produtor: Astoria

Origem:  Vêneto (Italia)
Uvas: Prosecco e Garganega

Importadora no Brasil: Zahil
Preço Aproximado: R$ 49,00

 

 

O tema deste mês na Confraria Brasileira de Enoblogs (CBE) é "Prosecco" e foi escolhido pelo confrade Tiago Bula. Um tema que vem a calhar com a minha última viagem que vcs tem acompanhado, mesmo que um pouco mais devagar, aqui no Blog. Mas diferentemente do que  podem pensar, não escolhi nenhum dos que experimentei lá pois nenhum deles (Exceto o Bottega) tem aqui no Brasil e o intuito é falar de vinhos que todos podem comprar e ter acesso.

 

 

Este Prosecco que escolhi é, além de um bom produto, uma boa opção de escolha quando falamos de embalagem. Mas falemos do produto em si, que é o mais importante:

 

Um visual amarelo esverdeado e com perlage constante e consistente, é um prosecco bem aromático e frutado. Muita fruta como pêssego e abacaxi, tem alguma coisa de flores também, mas a fruta é o que impressiona. Na boca, uma bela acidez, um açúcar residual razoável, mas sem ser enjoativo e bem típico de um prosecco extra dry (que é mais adocicado que o Brut). Leve e como final médio-longo, é um prosecco que foge daqueles enjoativos espumantes italianos que vemos muito por aí e consegue entregar uma boa qualidade. Bom para harmonizar com peixes leves, saladas ou até mesmo como aperitivo.

 

 

CHEERS!!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

EnoDeco no Instagram: @enodeco

Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Posts Relacionados

Publicado em 04/04/2012 às 17h09

#CBE: DE LUCCA CABERNET SAUVIGNON RESERVA 2005

De Lucca CS 2005 112x300 #CBE: DE LUCCA CABERNET SAUVIGNON RESERVA 2005

 

Vinho: De Lucca Cabernet Sauvignon Reserva 2005

Produtor: De Lucca

Origem:  Canelones (Uruguai)
Uvas: Cabernet Sauvignon

Safra: 2005
Importadora no Brasil: Premium
Preço Aproximado: R$ 53,00



O tema deste mês na Confraria Brasileira de Enoblogs (CBE) é "Vinho Tinto Uruguaio de até R$ 100,00." Escolhido pelo fundador desta Confraria, o amigo e são-paulino Gil Mesquita (Que apesar de são-paulino mora em MG), do blog Vinho para Todos. E talvez fosse muito obvio ir para algum Tannat, já que é a uva que tem feito fama naquelas terras. Fui então para outra uva bem conhecida, a Cabernet Sauvignon, mas que tem uma peculiaridade: Ser um vinho de 2005, fato raro de se encontrar hoje em dia.  E também pelo nome, que é o do meu filho, com a diferença que o "Lucca"do vinho tem dois "c"...!!



O De Lucca Cabernet Sauvignon 2005 é um vinho que está bem equilibrado. Achei que pudesse já ter [erdido boa parte da acidez e da fruta, mas ele está muito bom. Coloração rubi com toques atijolados, mostrando sua idade. No nariz, um pouco de couro, madeira e frutas pretas secas como ameixa. Na boca um excelente corpo, acidez agradável e taninos macios e suaves. Final médio-longo, o que faz deste vinho, por pouco mais de R$ 50,00 uma excelente opção. Principalmente pela safra mais antiga que as que temos por aí hoje! Uma boa surpresa uruguaia!!




CHEERS!!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Siga o EnoDeco no Twitter!
Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Posts Relacionados

Publicado em 02/01/2012 às 20h04

#CBE: BOUZA ALBARIÑO 2009

Bouza Albarino 77x300 #CBE: BOUZA ALBARIÑO 2009

 

Produtor: Bouza

Origem:  Canelones (Uruguai)
Uvas: Alvarinho

Safra: 2009
Importadora no Brasil: Decanter
Preço Aproximado: R$ 81,30



Quando o amigo, síndico e presidente Alexandre Frias me pediu para escolher o primeiro tema de 2012 na nossa Confraria Brasileira de Enoblogs, pensei em algo diferente, para saírmos da mesmice. Aproveitando o verão, pensei num branco. Mas o que daria para ser diferente? Aí pensei em propôr "QUALQUER VINHO BRANCO DO NOVO MUNDO, EXCETO CHARDONNAY E SAUVIGNON BLANC."Pronto, gostei do tema e assim foi! E assim que tivemos o "Amém" do chefe, não tive dúvidas do que escolher: Um vinho exclusivo e difícil de achar outro parecido: Um Alvarinho (Vinho típico de Portugal) feito no Uruguai, pelas mãos famosas da Vinícola Bouza, que tomei na última Confraria dos Amigos.



Este vinho é bem interessante! Coloração amarelo pálido, bem clarinho. No nariz, muita fruta fresca, predominando o abacaxi, um pouco de cítrico (limão) e alguma mineralidade que fazem deste vinho um precioso e diferente líquido. Na boca, uma boa acidez, como era de se esperar, álcool levemente superior ao que estamos acostumados quando bebemos Alvarinhos Portugueses, mas sem incomodar. Corpo mais denso que o esperado, talvez também pelo álcool e um final médio-longo. Um vinho diferente, que vale a pena aos curiosos experimentarem, pois não se toma um Albariño uruguaio tão facilmente!



CHEERS!!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Siga o EnoDeco no Twitter!
Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Posts Relacionados

Publicado em 01/08/2011 às 10h15

#CBE: NIETO SENETINER RESERVA MALBEC/PETIT VERDOT 2008

NietoSenetiner Malbec PetitVerdot 83x300 #CBE: NIETO SENETINER RESERVA MALBEC/PETIT VERDOT 2008

 

Produtor: Nieto Senetiner
Origem: Mendoza (Argentina)
Uvas: Malbec e Petit Verdot
Safra: 2008

Importadora no Brasil: Casa Flora
Preço Aproximado: R$ 35,70




O tema deste mês na Confraria Brasileira de Enoblogs (#CBE) é diferente, interessante e desafiador. Cirs Orlandi, do Blog Vivendo Vinhos escolheu o tema "Vinhos de até R$ 40,00 encontrado em grandes supermercados". Acho que foi um dos mais originais dos últimos temas e isto me instigou a procurar algo bacana. Fui ao Pão de Açúcar aqui perto de casa, mas não achei nada que me chmasse a atenção e que eu não conhecesse. Afinal, seria fácil pegar um Casillero del Diablo ou um Santa Helena. Mas queria algo diferente. E encontrei no terceiro Pão de Açúcar que procurei: Um Nieto Senetiner Reserva Malbec/Petit Verdot 2008.



Me chamou a atenção pois são 2 uvas bem potentes e que juntas, num mesmo vinho, eu ainda não havia bebido. E fiquei contente com o que experimentei. Na taça, uma inconfundível cor púrpura intensa, com lágrimas espessas, que mostravam o corpo e o nível de álcool. Até por conta disso, resolvi esperar um pouco para bebê-lo, para que ficasse mais macio. 40 minutos depois, voltei à taça e comecei pra valer: Nariz com frutas vermelhas e pretas bem maduras, um pouco de pimenta e madeira bem presente. Nada enjoativo, mas as intensidades dos aromas eram fortes! Na boca, um vinho encorpado, com boa acidez e taninos corretos. Ainda um pouco alcoólico, mas nada que atrapalhe o vinho. Se beber assim que abrir a garrafa o álcool certamente vai atrapalhar um pouco, mas depois de um tempo de taça, ele amacia. Uma boa surpresa e desafio cumprido! Até a próxiam #CBE!



CHEERS!!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde!

Siga o EnoDeco no Twitter!
Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Posts Relacionados

Publicado em 02/12/2010 às 19h18

# CBE – CATALPA PINOT NOIR 2008.

Catalpa Pinot 82x300 # CBE – CATALPA PINOT NOIR 2008.

 

Vinho: Catalpa 2007

Produtor: Bodegas Atamisque

Origem:  Mendoza (Argentina)

Uvas: Pinot Noir

Safra: 2008

Importadora: World Wine

Preço Aproximado: R$ 54,00

 

Este mês o tema da #CBE  – Confraria Brasileira de Enoblogs - foi escolhido pela minha digníssima pessoa e aproveitei a época do ano para escolher algo tivesse a ver com verão e calor e lá fomos nós para um PINOT NOIR DE QUALQUER PAÍS, ATÉ R$ 100,00. Coincidentemente, e não pensei nisto na hora que escolhi o vinho, peguei um vinho da mesma vinícola que a CBE anterior, a Bodega Atamisque, Argentina. Este vinho pode ser classificado como um típico Pinot do novo mundo: Muita fruta como framboesas e cerejas e uma madeira de fundo dando aquele toque de chocolate, algo que pode dar para alguns uma sensação "doce", mas é apenas por conta do carvalho. Bom corpo, para um Pinot Noir pode ser considerado profundo e um bom final, persistente. Pelos R$ 54,00 que custa, um belo achado e acima de tudo, um Pinot feito em Mendoza, terra que é mais famosa por outras uvas.



CHEERS!!

Posts Relacionados

Perfil

André Rossi (Déco), 37 anos, é formado pelo instituto inglês Wine & Spirits Education Trust (WSet) nos níveis 1 - Foundation, 2 - Intermediate e 3 - Advanced, cursados em Nova York. Atualmente está cursando o quarto e último nível do WSET, o “Diploma”.

É também um dos únicos cinco Brasileiros residentes no país a ser credenciado como Professor deste mesmo WSet, tendo sido aprovado pelo WSet Educator Training Program 2011, em Nova York.

Editor e Idealizador do Blog EnoDeco, que é hoje o blog oficial de vinhos do portal R7, um dos blogs de vinho mais acessados do Brasil, e que já foi indicado pelo Guia 4 Rodas 2009 como um dos 10 melhores eno-blogs do Brasil.

Colunista da Revista Cool Magazine, da Revista Online Bloggers e também Editor de Vinhos da 4a. Edição do Flavour Guide , projeto anual do crítico gastronômico Josimar Melo. É jurado e avaliador de vinhos de vários eventos e revistas especializadas.

Há 2 anos é o Relações Públicas da Wines of Argentina (WofA), associação das melhores e principais vinícolas argentinas, sendo o responsável pela comunicação, eventos, degustações e todas as ações que a WofA faz em todo o Brasil, para divulgar e comunicar o vinho argentino por aqui.

Foi o ganhador do concurso “Meu Vinho com Susana Balbo” que foi disputado por 30 blogueiros e jornalistas de vinho, onde o principal objetivo era fazer o seu próprio vinho, usando 5 variedades disponibilizadas pela mais importante e premiada enóloga argentina, Susana Balbo. Seu vinho foi escolhido entre os 30 competidores, numa degustação às cegas pela enóloga e sua equipe, tendo um vinho assinado em conjunto com Susana, o Dominio del Plata Essential Limited Edition 2011.

É Publicitário de formação e foi Diretor de Atendimento de grandes agências como W/Brasil e Lew’Lara/TBWA, tendo passado também por Young & Rubicam, DPZ, Leo Burnett e Publicis. Antes disto, trabalhou na área de marketing da importadora Expand.

Publicidade

Arquivo

novembro 2014
S T Q Q S S D
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
Home de Blogs +
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com