Spa do Vinho MIOLO WINE DAY: EXPERIÊNCIA ÚNICA.


Semana passada estive no Vale dos Vinhedos (Bento Gonçalves) a convite da Miolo, para participar do Wine Day, com mais 7 jornalistas. Fomos na sexta-feira a tarde, chegamos em Porto Alegre, nos encontramos com os outros participantes que vinham de Curitiba, Brasília e Recife, além de outros 2 de São Paulo e mais uma lá do sul mesmo. Depois, saímos rumo á serra gaúcha e chegando lá, fomos direto ao Hotel & Spa do Vinho, um hotel espetacular, no meio dos vinhedos e de frente para a Miolo. O dia estava lindo e tivemos algumas horas de descanso até o jantar.


O jantar, no restaurante do hotel, foi espetacular. Tudo muito bem organizado. Cada prato, um vinho para harmonizar. Além é claro de um bate papo bem interessante com Adriano Miolo, enólogo e presidente da vinícola. Falamos sobre o mercado brasileiro, sobre vinhos “bag in box”, sobre exportações, selo fiscal e outras coisas mais. Terminando o jantar, muito bem alimentados, ficamos um pouco no terraço do hotel conversando e resolvemos ir dormir, afinal o dia seguinte começaria cedo!


Acordamos às 7:00, descemos para o Café da manhã, onde a primeira surpresa nos aguardava: Espumante em pleno café da manhã! Desta vez minha teoria de que vinho não se recusa teve que ser deixada de lado. Era um pouco demais depois de termos bebido bastante vinho na noite anterior... Enfim, começamos o Wine Day: Uma primeira palestra com o próprio Adriano Miolo sobre produção de vinhos brancos e espumantes, com muitos detalhes e muita profundidade. Realmente interessante. Depois, sempre acompanhados do Adriano e da competente e jovem enóloga Gabriela Jornada e sua equipe, fomos à linha de produção e como a chuva insistia em cair, quando ela deu uma trégua, interrompemos uma parte da palestra e fomos aos vinhedos, colher chardonnay. Mas ela voltou a cair e mesmo assim fomos lá, de capa de chuva, colher um pouco de chardonnay. Voltamos e passamos etapa por etapa da produção, inclusive experimentando mosto do suco de uva antes de ser fermentado, direto dos tonéis de aço inox. E depois de passar por todo o processo, voltamos à sala de degustação e experimentamos de tudo um pouco: suco pré-fermentação, mosto pré-fermentação, vinho base para espumante, vinho em processo de fermentação e vinho pronto. No total, 15 taças à nossa frente encerraram a visita. E depois um delicioso almoço na Osteria Mamma Miolo, com muita comida!


Parabéns ao Grupo Miolo pela iniciativa e pelo convite! Realmente, para quem se interessa no tema e quer acompanhar a produção de vinho de perto, é uma bela experiência que está aberta ao público. No próximo post, falarei sobre as expectativas para a safra atual e alguns dados e perspectivas de mercado e colocarei algumas outras fotos!


 

CHEERS!!