A direção da Globo não ficou nada satisfeita em ver seu link na porta do Sírio-Libanês ser interrompido por um rapaz que empurrou a repórter Monalisa Perrone, durante sua entrada para falar com Sandra Annenberg e Evaristo Costa sobre o estado de saúde de Lula, no Jornal Hoje.

Procurada, a Central Globo de Comunicação informou que a emissora pretende ir à Justiça contra pessoas deste tipo.

- Trata-se de pessoas cujo propósito é aparecer. Não é a primeira vez. Como houve agressão, a TV Globo estuda que medidas legais tomar.

A repórter machucou o joelho ao ser empurrada.

O rapaz que empurrou a repórter tem um perfil no Facebook, no qual se identifica como Thiago de Carvalho Cunha.

(Colaborou Miguel Arcanjo Prado, do R7)