30
setembro
05h55

 

O começo

 

 

A Hebe Camargo esteve presente no dia, no momento em que a Televisão era inaugurada no Brasil. E ela ainda era morena, imagina você quanto tempo faz isso.

Ou melhor, a Hebe não esteve. A Hebe faltou.

Assis Chateaubriand, o grande desbravador da comunicação no Brasil, dono dos Diários Associados, trouxe os transmissores, comprou umas câmeras e, finalmente, o Brasil teria uma emissora de TV.

No dia da inauguração, o plano era que a Hebe cantasse, mas ela não cantou. E não cantou porque não quis. Talvez sem perceber a importância do momento - (ou percebendo, ou percebendo!)  - ao invés de cantar, ela preferiu aceitar a cantada de um rapaz simpático e saiu com ele.  E  pediu que a Lolita Rodrigues a substituísse no evento da inauguração.

(E conta-se que o Chateaubriand era tão doido que, no ato da inauguração, ele quebrou uma garrafa de champanhe numa das câmeras - E QUEBROU A CÂMERA)

Desde o primeiro momento da televisão até hoje, a Hebe esteve presente. Eu era criança e via a Hebe, cresci e a Hebe sempre presente e constante.

E eu tive o prazer e a honra de dar meu selinho na Hebe Camargo.

Como ela costumava dizer: " Uma gracinha...."

 

 

 

 

 

Espalhe por aí:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • RSS
  • Netvibes
  • Digg
29
setembro
07h59

 

Foi por esses dias, no ano de 1952, que Francisco Alves morreu.

 

Buik 300x226 O Rei da Voz

 

Ele dirigia seu Buik na Via Dutra, em direção ao Rio, quando seu carro colidiu com um caminhão vindo no sentido contrário e se incendiou matando-o carbonizado.

Ídolo nacional, Francisco Alves era considerado o Rei da Voz.

Homenageado em filmes e programas de TV, Chico Alves está enterrado aqui no Rio, onde nasceu.

Seu túmulo recebe visitas e homenagens ainda hoje, depois de 60 anos de sua morte.

 

http://youtu.be/H-y8TS7jbpY

 

____________

 

Os deuses do teatro

 

Mais um vez, apesar da tensão e da luta contra o relógio, cheguei no teatro e fizemos um espetáculo muito legal, com teatro praticamente lotado.

E nós, atores, sempre agradecemos aos deuses do teatro pelo sucesso, pelas boas amizades e por tudo o que o palco nos oferece.

Respeitamos e não brincamos com a dádiva do sucesso. E fazemos até o impossível para nos mantermos sãos e dispostos para oferecer o melhor ao nosso público.

E este mês eu tenho ainda mais, muito mais a agradecer: só me lembrei no meio do dia, mas foi ontem, dia 28 de setembro de 1972, que eu pisei num palco pela primeira vez.

E não foi em qualquer palco. Estreei no TBC - (Teatro Brasileiro de Comédia) - em São Paulo. As tábuas daquele palco receberam os pés dos maiores atores do país ao longo de décadas.

E eu tive a honra e a feliz oportunidade de colocar meus pés quase infantis naquelas tábuas, aos 13 anos. Um menino assustado, feliz e encantado. Um encantamento   que acaba de completar 40 anos e que, parece, vai durar enquanto durarem os meus dias.

Hoje eu tenho ainda mais esse motivo para agradecer aos deuses do teatro.

E ainda me sinto o mesmo menino de 40 anos atrás.

Evoé!

Espalhe por aí:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • RSS
  • Netvibes
  • Digg
28
setembro
06h01

 

Final de novela é, quase sempre, uma doideira. Umas mais, outras menos, mas sempre a semana final tem um tempero maior de emoção. Pra falar a verdade, a novela que acontece nos bastidores é tão emocionante quanto a que vai ao ar todos os dias.

A gente corre de um lado pra outro pra poder cumprir o roteiro do dia.

Depois acho até que seria legal contar pra vocês, mais ou menos, como é um roteiro e toda a estratégia e planejamento necessários para " cumprir o plano" -  que é como  a gente chama o ato de chegar ao final do dia com tudo feito, com o plano cumprido.

E eu prometo que dou detalhes, mas só semana que vem, quando tudo já estiver calmo.

Agora não dá, infelizmente não dá. Precisamos correr ainda.

Por enquanto, vou colocar apenas uma foto da minha caixinha. Olha só.

 

Pulga Maratona

 

Essa é uma daquelas caixinhas de ferramentas, das bem normaizinhas mesmo, onde o pessoal dos figurinos e os camareiros guardam nossos acessórios ao longo de todos os meses de novela. Nessa caixinha ficam guardados os relógios, os anéis, óculos e tudo o que for coisinha do personagem. Cada ator/personagem tem a sua.

Na minha não tem quase nada. Uns dois cintos, óculos, relógio e nem lembro mais o quê...

 

E rezem por mim.

Hoje, logo cedo, vamos pra Seropédica, que fica no pé da Serra das Araras, gravamos lá e voltamos pra gravar no estúdio até 21hs, mas é provável que, devido à viagem da manhã, tenhamos que ficar até mais tarde. E eu tenho teatro hoje.

Vou precisar da compreensão da direção e dos amigos, senão TOFU, TOFU, TOFU...

Torçam por mim hoje.

Bom dia e beijos.

Espalhe por aí:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • RSS
  • Netvibes
  • Digg
27
setembro
06h12

 

Rede Record O poder de escolher

 

 

Hoje é aniversário de fundação da TV RECORD, a mais antiga emissora de televisão em atividade no país - que entrou no ar em 1953.

A Record teve grandes momentos e fez história no Brasil com os Festivais da Canção, com programas de humor inigualáveis na década de 60 e 70 etc e tal.

Depois de um período de vacas magras, a Record ganhou fôlego e voltou a ocupar uma posição de destaque no cenário nacional como grande produtora de conteúdo nacional de dramaturgia e entretenimento, tendo já um importante complexo de produção de novelas chamado RecNov, que é o segundo maior da América Latina.

Dentre as emissoras do mundo todo, a Record ocupa o vigésimo oitavo lugar entre as maiores. Nesse ranking mundial, só a Globo e a Record fazem parte.

Eu me orgulho de fazer parte desse processo de evolução que oferece aos brasileiros - e ao mundo inteiro através da Record Internacional - uma boa opção de lazer, cultura, informação e entretenimento.

E ter opções - seja lá sobre o que for - é sempre uma grande garantia de liberdade.

 

 

 

(mais...)

Espalhe por aí:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • RSS
  • Netvibes
  • Digg
25
setembro
21h36

 

Eu já publiquei isso aqui umas duas vezes, mas não consigo deixar de falar novamente sobre a importância desse cara para mim e, principalmente, para a Televisão Brasileira.

Então, lá vai:

 

 

Meu encontro com o Monstro

 

Avancini Repeteco

 

Eu tinha algo em torno de 20 anos quando a Rosaly Papadopol, minha queridissima amiga, me telefonou avisando:

- Escuta, Giu, os caras da TV TUPI vão te ligar. Eles estão precisando de alguém assim como você para a novela que eles vão começar a gravar ainda esta semana. Eles estão com dificuldade de achar alguém e eu te indiquei.

Eu fiquei ali, colado ao telefone. E, de fato, não demorou e o aparelho tocou. Marcamos um horário para aquela mesma tarde e lá fui eu para o Sumaré. O ano era 1979.

Cheguei e fui imediatamente levado ao sétimo andar, onde esperei na ante-sala por apenas dois minutos e me mandaram entrar na sala. Era uma sala grande e, lá por detrás da enorme mesa executiva, estava um cara sério, calvo e de fala mansa, mas absurdamente direta - quase apavorante. Eu me aproximei e este senhor me fez duas ou três perguntas simples, que eu respondi com a mesma simplicidade. Depois, ele disse, seco:

- Anda.

Eu andei.

Ele disse, me dando um papel:

- Leia isso aqui.

Eu li.

Aí ele pegou um pedaço de papel e escreveu um valor, que eu sinceramente não sei mais qual era, mas sem dúvida era pouco. Escreveu o valor e disse:

- A grana é essa, topa?

Eu topei, quase sem nem ver o que estava escrito.

Então ele me disse:

- Peça pra essa moça aí fora te levar lá embaixo, prova roupa, corta esse cabelo, pega os capítulos e o roteiro, A gravação começa amanhã cedo.

Eu desci e nem lembro se foi o Baruque ou a Rosaly quem me ensinou a ler roteiro de novela, mas no dia seguinte de manhã estava no estúdio. A novela era Como Salvar meu Casamento - minha primeira novela e, tristemente, foi a última da TV TUPI, que viria a falir no comecinho de 1980.

O careca atrás da mesa de executivo era o Walter Avancini que nunca levantou a voz para mim, nunca me deu uma única bronca e, muitos anos depois, até sorriria para mim com muita sinceridade. Nada disso me importava. O fato concreto é que morria de medo dele.

Ano seguinte, e nos próximos, já na TV BANDEIRANTES, fui dirigido por ele novamente. Quando vinha escrito no roteiro que o diretor do dia seria ele, eu mal dormia de noite e torcia que ele passasse o dia inteiro sem me notar. Era um medo irracional, fundamentado apenas nas histórias que se ouvia a respeito dele, nunca baseado em algum fato concreto contra mim.

A verdade mais verdadeira de todas é que o Avancini foi - e ainda é - um dos pilares mais fortes das fundações da televisão no Brasil.

E que, desde 26 de setembro de 2001, quando o Avancini se foi, vencido pelo câncer, a televisão nunca mais foi a mesma.

E que pena, que pena.

 

 

 

 

 

Espalhe por aí:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • RSS
  • Netvibes
  • Digg
25
setembro
06h25

 

Vida de Bandido

 

Gosto de ver esses programas de investigação. Os detetives tentando descobrir quais foram os responsáveis pelo assalto ao banco, pelo roubo à joalheria... E toda vez que eu vejo esses programas - (e os bandidos sempre acabam presos ou gastam tudo o que roubaram tentando fugir) - eu confirmo a minha impressão de que ser bandido dá tanto trabalho, dá tanta complicação, que é muito mais fácil trabalhar honestamente.

A gente tá gravando agora os capítulos finais de Máscaras - e somos bandidos.

Que trabalheira insana. Perseguições, brigas, tapas, socos, tiros, trapaças...

Ontem - e hoje também - derrapagens, helicópteros, bombas, vidros quebrados...

Dá até pena viver essa confusão toda. Ser bandido dá muito trabalho.

 

helicóptero Bandido

 

Olha só o helicóptero sobrevoando nossas cabeças e desmanchando o cabelo da bandidagem.

***

 

pescadores BandidoAlmoço pra recarregar as baterias

 

O que nos conforta é que tudo isso é ficção e, como estávamos em Pedra de Guaratiba, um lugar repleto de  pescadores, aproveitamos pra comer um peixinho a beira mar, só pra matar vocês de inveja.

Esse almoço foi o único momento de respiro durante um longo dia que só foi acabar no começo da madrugada de hoje.

Faz parte...e ainda bem que é assim.

Cansados, mas felizes.

BOM DIA, BOM DIA!!!!

Espalhe por aí:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • RSS
  • Netvibes
  • Digg
24
setembro
06h28

 

Do Maranhão para o Rio

 

janaina1 Moto Contínuo

Olha só a Janaína comigo, logo depois da peça, ontem.

Ela foi com a mãe e a cunhada  e acho que gostaram.

Vamos esperar que ela comente e nos diga o que achou.

É a GiuPress se espalhando pelo Brasil e pelo mundo afora.

 

______________

 

 

moto1 300x184 Moto Contínuo

 

Hoje, pelo menos em São Paulo, é Dia do Mototaxista.

E eu aproveito para homenagear meu amigo Beto, que sempre salva a minha pele nos momentos mais difíceis - e ele não falha nunca.

Fazer novela e teatro ao mesmo tempo sem ter alguém como o Beto é praticamente impossível.

Parabéns aos mototaxistas responsáveis que circulam por aí.

 

BETO Moto Contínuo

Espalhe por aí:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • RSS
  • Netvibes
  • Digg
23
setembro
07h38

 

Freud

 

Freud É Freud1856-1939

 

"Existe duas maneiras de ser feliz nesta vida, uma é fazer-se de idiota e a outra sê-lo."

 

____________

 

Visita de ontem

 

TEATRO 300x201 É Freud

Gente Fina.

 

Bom domingo pra todos nós!

 

Espalhe por aí:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • RSS
  • Netvibes
  • Digg
22
setembro
07h35

 

PRIMAVERA

 

400px EquinócioPT 300x196 Primavera

 

Faltam cem dias para acabar o ano.

Hoje é o dia do equinócio de setembro, quando começa a primavera no hemisfério sul.

Hoje , as 24hs do dia estão divididas igualmente: 12hs de luz do sol, 12 hs de noite.

É isso mesmo, turminha?

 

___________

 

ONTEM

 

Cheguei no teatro 21h35, todo molhado, amarrotado e descadeirado.

Os pingos de chuva batiam no visor do capacete como se fossem pedrinhas. Foi tenso, foi tenso.

O que me animou foi saber que o teatro estava lotado, lotado.

Dei uma bicadinha num uísque pra me recompor do frio na garganta e, ainda suando e molhado, entrei em cena - feliz!

E sempre será assim porque os deuses do teatro me protegerão!

 

____________

 

 

 

Bom final de semana pra todos nós!

 

 

 

Espalhe por aí:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • RSS
  • Netvibes
  • Digg
21
setembro
05h44

 

Diário da Motocicleta

 

Hoje é sexta-feira novamente, e, novamente vou ter que enfrentar a moto pra chegar ao teatro.

E hoje vou estar num lugar que não faço nem ideia de onde fica. Tudo pra deixar as coisas ainda mais divertidas e emocionantes.

Pra ficar ainda mais legal, pode chover.

O tempo mudou mesmo. Tivemos aqui no Rio um dia abafado, mas com chuvinhas esparsas o dia todo.

Hoje, ao que parece, começam chuvas que encerram o inverno.

Só espero que essas chuvas não caiam justamente quando eu estiver correndo de moto em direção do teatro.

Mais uma vez, torço pra que tudo acabe bem!

 

___________

 

Olha que foto legal

 

 

Foto Teguh Santosa 300x199 O primeiro carro

Foto: Teguh Santosa

 

___________

 

Primeiro carro movido a gasolina

 

Primeiro Carro movido a Gasolina 300x236 O primeiro carro

 

Há controvérsias, mas, segundo consta, foi em 21 de setembro de 1893 que ganhou movimento o primeiro carro movido a gasolina.

De lá pra cá, a frota mundial multiplicou-se tanto que, se não tomarmos providências, em pouco tempo teremos o último carro movido a gasolina.

Espalhe por aí:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • RSS
  • Netvibes
  • Digg
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com