Macacada!

Há tempos, eu falei aqui sobre um sabiá laranjeira que cantava forte ao amanhecer. Ele vinha com o nascer do sol e soltava a voz numa intensidade quase assustadora. Era o Pavaroti do pedaço.  Quando ele cantava eu já sabia que meu dia devia começar. Pois bem: faz dias, talvez algumas semanas que ele não dá o ar de sua graça - igual ao marceneiro que largou um serviço pela metade aqui em casa. Hoje, também, o marceneiro faltou de novo, como o sabiá.

Cantar o bicho não canta, mas pra comer as bananas que eu coloco na árvore, ele não falta nunca, o esperto. E quando ele vem, enorme e imponente, espanta esses outros que não me lembro o nome:

20170716 175028 300x280 Banana

Esses ai vêm aos bandos e comem uma banana inteira em minutos - quando o sabiá deixa.

Um espetáculo ao ar livre. E grátis. Quer dizer, nos custa apenas uma banana porque ninguém pode trabalhar de graça.

SAM PRAN FRANT.