Publicado em 25/02/2015 às 07h22

A Lili

 

Lili era uma cadelinha que tivemos quando eu era bem menino, bem menino. Lembro dela claramente.

E nós, os moleques, éramos terríveis e cruéis.

LIli 300x225 A Lili

LIli era meio assim, só que fêmea

Na época do cio da Lili, a rua ficava cheia de cachorros prontos pra acasalar. Era um tal de latir daqui e latir de lá até que um cão, finalmente, transava com a Lili.

Nesse momento, nós, os meninos, fazíamos uma coisa horrível: assustávamos o casal de cães no meio da transa. Eles corriam, ainda engatados. (Dizem que o cachorro não consegue se soltar assim, no susto). O fato é que ele corria engatado na Lili, que era meio arrastada, de costas para o cão. Até que a excitação do cachorro passasse e ela conseguia se liberar. Horrível.

Em razão dessa periódica odisséia sexual da minha rua, meu pai resolveu se livrar da Lili. Botou a danadinha dentro do Fusca do meu tio - (só muito depois meu pai viria a ter carro, muito tempo depois) - e eles levaram a cachorrinha para bem longe e deixaram em algum lugar. (Estou falando de quase 50 anos atrás.).

Era o fim da Lili. Ou, pelo menos,  meu pai achava que era o fim. Os meses se passaram, meses.

Uma noite, meu pai foi esperar meu irmão mais velho na porta da escola, Meu irmão já estudava de noite, embora tivesse uns 14 anos. Eu tinha 9, então. Meu pai estava na padaria ao lado da escola quando ouviu uns gemidinhos aos seus pés. Era a Lili, que depois de meses, tinha reencontrado o caminho de casa.

Foi uma emoção  quando meu pai e meu irmão chegaram em casa, e junto com eles, a Lili. Uma choradeira.

Lili ficou com a gente até a sua morte, tempos e tempos depois. E filhos depois também.

Essa vida...

Tivemos muito bichos, muitos bichos...vou contando, aos poucos.

Publicado em 24/02/2015 às 06h19

A TV da minha infância

 

 

Quando eu era pequeno, e embora morasse em São  Paulo, capital, nossa vida era meio de chácara, de fazenda.

Na periferia, (carioca fala subúrbio...), lá pelos idos dos anos da minha infância, entre os anos 60 e 70, não havia ainda grande coisa, mesmo numa capital como São Paulo.

A correspondência não chegava em casa, por exemplo. Os parentes da Itália enviavam as cartas para o endereço da fábrica onde meu pai trabalhava e meu velho Antonio trazia as cartas pra gente. Também não tinha telefone. Me lembro bem que a conquista do telefone era uma tarefa dificílima, com meses, anos de espera. Não era mole, não. Telefone era um patrimônio. E eu to falando do telefone fixo, claro.

Televisão também não era coisa comum demais.

Lá na minha rua, fomos praticamente os primeiros a ter TV. Na hora das novelas, os vizinhos ficavam encostados no batente da porta, nas janelas, peruando a TV e a novela. E nem importava que nossa familia estivesse jantando. E nem me lembro de ficarmos incomodados com essa invasão. Era normal e simples.

A TV, preto e branco, era de válvulas. Muitas vezes, na melhor cena da novela, a temperatura da TV subia e a válvula de apagava pedindo trégua.

Alguém corria até a parte traseira da TV, retirava a válvula   e ficava sacudindo e assoprando até que ela esfriasse. Colocava-se  a válvula no lugar e a TV voltava a funcionar. Quer dizer, voltava a funcionar se o vento não tivesse mudado a posição da antena externa.

Subir no telhado pra ajeitar a antena também era comum. Alguém no telhado e alguém perto da TV.

- Vai virando, vai virando....aí, aí....não, não....pro outro lado...

Alguém gritando lá da sala pro cidadão lá no telhado. Nem sempre dava certo.

E quando colocávamos um pedaço de plástico tricolor diante da tela pra simular uma TV em cores?

E quando o VERTICAL e o HORIZONTAL da TV não parava e era impossível assistir? Quem lembra o que era isso?

television vertical hold 300x244 A TV da minha infância

Não bastassem os chuviscos, essa faixa preta subia e descia sem parar. Era dificil ver TV.

E a palha de aço na ponta da antena interna?

Comecei falando que levávamos uma vida de chácara, de fazenda, e acabei falando das TVs da minha infância.

Mas eu queria mesmo era falar dos animais que tinhamos em casa.

Depois eu falo, então.

Publicado em 23/02/2015 às 05h55

Simonal

 

 

wilson simonal6 Simonal

Wilson Simonal, pra quem não sabe, foi um cantor que fez enorme sucesso nas décadas de 60 e 70. Embora tivesse uma voz linda, chamava mesmo atenção pelo seu estilo. Bonito e cheio de gueri-gueri.

Muita gente se incomodava, quase que se perguntando como um negro podia fazer tanto sucesso - (com as mulheres, inclusive).

 O fato é que - VERDADE OU INVENÇÃO - Simonal se envolveu num caso de suposta delação em favor da Ditadura Militar.

Alguns diziam que ele colaborava com a Ditadura e há, inclusive, uma confissão assinava por ele. Mas é preciso lembrar que, sob tortura, a gente á capaz de entregar até a mãe.

Fosse verdade ou mentira esse triste episódio, na real a carreira do Simonal foi definhando, definhando até desaparecer por completo.

Simonal deixou 3 filhos. Dois deles também são cantores de relativo sucesso. Simoninha e Max de Castro.

Morreu  em 2000.

Que maravilha

Publicado em 22/02/2015 às 05h32

15 minutos de fama

 

 

warholl 287x300 15 minutos de fama

Hoje é dia de Andy Warhol.

Artista plástico, fotógrafo, produtor de cinema etc e tal.

Ele foi o cara que introduziu nas artes plásticas objetos do cotidiano, como as famosas latas de sopa Campbell, famosíssimas nos States.

Hoje em dia vemos essas coisas com certa naturalidade, mas quando Warhol fez isso era uma novidade quase indecente, assim como quando Caetano escreveu uma letra de música e colocou ali  "eu tomo uma Coca-Cola".... Coisas do cotidiano que não eram muito bem aceitas na chamada arte  tradicional.

marylin 15 minutos de fama

Fotografava e mexia nas imagens, como essa Marylin aí de cima, introduzindo MODERNIDADE à arte.

Discutiu muito a evolução das comunicações e qual seria o futuro da tecnologia.

E falou sobre os ícones da cultura pop.

icones 15 minutos de fama

Andy Warhol é que concluiu com uma frase que você conhece, mas talvez não saiba que é dele:

NO FUTURO, TODOS TERÃO SEUS 15 MINUTOS DE FAMA.

O futuro provou que ele estava mesmo certo.

Warhol morreu em 1987.

Publicado em 21/02/2015 às 06h12

Botar o bloco na rua

 

Informações:

1.

Em Alagoas, de cada 10 homens que traem as esposas, dois deles traem com outros homens.

(A GiuPress não duvida e estima que esse número pode ser maior)

2.

O Dr Jairo Bouer publicou uma pesquisa da Universidade do Texas que chegou à seguinte conclusão:

Mulheres tem muito mais desejo de fazer compras quando estão no período  fértil.

(A GiuPress comenta que, na verdade, mulher não precisa de motivo pra ficar com vontade de comprar)

3.

a medica myriam priscilla de rezende castro 34 condenada por mandar corta o penis do ex noivo 1396452991057 300x420 1 214x300 Botar o bloco na rua

Mulher que cortou o pênis do noivo está foragida da Polícia.

(A GiuPress alerta: quem vê cara não vê a navalha escondida na cintura. Então, se topar com essa danadinha na esquina, corre pra não ficar despinguelado)

4.

Finalmente hoje, no dia do Desfile das Campeãs, a GiuPress vai botar seu bloco na rua.

bloco 300x201 Botar o bloco na rua

Bloco na Rua

Publicado em 20/02/2015 às 06h44

ETs no Carnaval

 

 

Macacada!

E  a menina que sumiu na sexta-feira passada e só reapareceu na quarta de cinzas, alguém leu a história dela?

Ana leticia Andreatta 300x199 ETs no Carnaval

Essa é a Ana Letícia Andreatta, a moça abduzida

Foi o seguinte: ela tem 26 anos, casada e é capixaba. Ela estava já de malas prontas porque ia viajar com o marido agora no Carnaval. O combinado era que ela passaria no trabalho do marido para buscá-lo e eles  pegariam a estrada para um feriado feliz.

Acontece que as horas se passaram e a moça não deu sinal de vida, seu telefone fora de área, nada nas redes sociais etc e tal. Claro que o marido ficou apavorado e chamou a polícia depois de algumas horas.

Ao começarem as buscas, acharam o carro da moça na beira da estrada. Abandonado.

O fato é que a moça reapareceu na Quarta-feira de Cinzas no começo da noite. Ela ligou pro marido buscá-la na estrada, no mesmo ponto onde o carro dela havia sido encontrado. (Mas o carro já havia sido levado ao pátio da delegacia).

Agora vem o melhor:

Sabe o que ela contou? Que fora abduzida por extraterrestres pelos 5 dias de Carnaval e devolvida no mesmo ponto onde os ETs a pegaram.

Segundo disse, fizeram muitas experiências com ela numa nave prateada que emitia uma forte luz.

Ela relata que agora teme estar grávida dos ETs de 90cm. De corpo. De altura...

Esse mundo nos revela muitas surpresas a cada dia, fala a verdade?

Publicado em 19/02/2015 às 06h43

La nave va

 

 

Definidos os campeões do Carnaval de 2015, a rapaziada agora vai aproveitar pra descansar da folia - mas só até domingo e pronto.

Até lá vamos chacoalhar o esqueleto em mais alguns bloquinhos, vamos esperar ansiosos pelo Desfile das Campeãs e não se esqueça: pra emendar, o futebol já começou com tudo pra alegrar a turma e esquecer os problemas da vida, porque ninguém é de ferro.

A chuva anda caindo, o nível dos reservatórios está melhor pouquinha coisa, (passou de desesperador para extremamente crítico), e a vida vai indo, cheia de gueri-gueri.

A quantidade de gente multada por fazer xixi na rua aqui no Rio foi estarrecedora.

Na abertura do jogo entre São Paulo e Corinthians, ontem à noite,  o locutor explicava que em determinado lugar do novíssimo estádio de Itaquera, eles tiram as cadeiras porque senão a torcida quebra tudo. Aliás, pouquíssimos torcedores de outra torcida podem comparecer e, mesmo assim, vigiados, protegidos por forte esquema de segurança. Só pra evitar brigas e mortes.

Quer dizer:  a gente desanima.

Nessas pequenas coisas é que fica claro o quanto devemos melhorar.

E é exatamente por isso que se explica a pouca vergonha da corrupção nacional.

Repito: não falo de PT, PSDB e nem apenas da PETROBRAS.

Esse é um problema endêmico da nossa sociedade. Nos acostumamos a isso tudo, quase achamos engraçado.

Não temos a mesma vontade de lutar pelo Brasil quanto temos pra brigar pelo nosso time.

Fica difícil, fica dificil.

Só uma coisa pode mudar isso - e mesmo assim precisa de tempo.

Educação e Cultura.

Enquanto dermos pouco valor a isso, seremos sempre um país manco, como um jogador cheio de talento, mas sempre contundido.

Publicado em 18/02/2015 às 06h48

O raro e o comum

 

 

Essa nossa vida é mesmo curiosa e cheia de situações imponderáveis.

O Jornal da Ciência publicou e eu li aqui, reproduzido do R7, o caso de uma mulher chamada Leanne Lyon, de 41 anos. Ela tem uma doença cerebral, provocada por um pequeno câncer benigno. A doença chama-se  hamartama hipotalâmico. Ela tem vários ataques todos os dias. Ela pode andar feito sonâmbula, desmair ou simplesmente tirar toda a roupa. Repito: ficar peladinha assim como veio ao mundo.

Ela declara, entre constrangida e desesperada:

- Outro dia estava fazendo compras, me deu esse apagão e, quando voltei à consciência, estava nua no corredor do Shopping. Nem sei como não chamaram a Policia...

041 300x261 O raro e o comum

Esse é um fenômeno tão raro que acontece, em média, com uma pessoa em 1 milhão. Os sintomas podema variar, mas os clássicos sintomas são desmaiar e, depois do desmaio, ficar gargalhando até cansar - ou então chorando muito.

Leanne Lyon completa, coitada:

- Quem ouve falar disso, claro que pode achar engraçado, mas está destruindo minha vida. Não sou independente pra nada.

Não consegui descobri onde a moça mora, mas é no exterior. E o tratamento é difícil, quase limitado aos remédios anticonvulsivos.

Por aqui nos temos uma espécie de gente que tem a doença de roubar. É doença comum aqui no Brasil.  Eles não podem ver  dinheiro alheio que logo  inventam uma maneira de pegar uma parte. Eles gostam muito de trabalhar em Estatais, nos governos e nas grande empresas privadas.

Mas esse tipo de doença tem tratamento fácil: é só botar atrás das grades quem tiver esses surtos de roubalheira e pronto. O problema é que nosso sistema de saúde é bem precário...

É ou não é?

SAM PRAN FRANT

Publicado em 17/02/2015 às 06h33

Pixinguinha

 

 

LIXO ESPACIAL

Numa reunião na Europa, a Nasa informou que só em 2014 a Terra recebeu a reentrada de mais de 600 objetos que estavam em órbita.

Isso soma 100 toneladas de lixo espacial.

lixo espacial 1 300x243 Pixinguinha

Esse é apenas um exemplo de lixo espacial, de 1997. Curiosamente, esse fragmento não se desintregou no atrito com a atmosfera,  como era esperado

Os pedaços maiores tiveram seu tamanho reduzido pelo atrito com  nossa atmosfera e, felizmente, nenhum desses objetos causou danos ou ferimentos por aqui.

Foi a maior quantidade de lixo espacial já registrada num único ano. A razão disso, segundo os cientistas - (mais uma vez, os cientistas) - é a maior atividade solar ocorrida ano passado. Com a atividade solar, nossa atmosfera se expandiu um pouco, aumentando a influência de nossa atração gravitacional, atraindo todo esse lixo espacial de baixa altitude.

Ainda segundo a Nasa, restam no espaço mais de 6 mil toneladas de lixo circulando pelo espaço próximo ao nosso sofrido planetinha.

Pra concluir, verifica-se que o trânsito não é problema apenas das grandes capitais do mundo. No espaço, a hora do rush também é da pesada.

lixo Pixinguinha

Saca só como é nosso espaço próximo. É rush mesmo. Uma nuvem de detritos circula nosso planetinha

 

 

__________________

Pixinguinha 208x300 Pixinguinha

Hoje é dia de Pixinguinha.

E aqui vai mais um daqueles casos em que explico aos mais jovens: temos que saber  que já foi feito no passado. Só assim teremos mais certeza e mais possibilidades de futuro.

Quando um garoto ouve essa música que coloquei aqui embaixo, logo manda: - essa Marisa Monte é sensacional. Olha que música genial.

E eu tenho que explicar que também acho a Marisa sensacional, mas ela, como boa estudiosa que é, foi buscar essa gravação lá nos cafundós das décadas para regravar lindamente.

E a música é do grande Pixinguinha, que morreu em 1973, mas que deixou várias obras primas por aqui.

Pixinguinha: um dos maiores músicos do Brasil e  do mundo.

ROSA

Publicado em 16/02/2015 às 05h30

Na minha

Depois de muita ameaça,  finalmente a chuva chegou ontem. E veio como devia vir. Intensa e calma, com menor possibilidade de tragédias, mas em quantidade para aumentar os níveis dos reservatórios - pelo menos é o que se espera.

Com a chuva, a temperatura deu uma recuada e tornou o clima um pouco mais agradável.

O pessoal que esteve curtindo o Carnaval lá no Sambódromo é que não deve ter gostado muito, mas seguramente não perdeu a animação.

Eu to na minha, só curtindo a natureza, a chuva e os passarinhos.

 

 

____________________

MAIS UMA VEZ, O JAPÃO

bicicletário no Japão 300x189 Na minha

Me deparei, ontem, com um videozinho que fala sobre o funcionamento dos bicicletários no Japão.

Embora o video seja falado em inglês e as legendas estão em japonês, não será dificil entender a sofisticação e a simplicidade do esquema deles.

Quer dizer: quem tem vontade de fazer as coisas, faz. Quem tem vontade de roubar o dinheiro dos outros, roupa e ri da nossa cara.

Mas isso ainda vai mudar, claro vai...

Não é PT, PSDB ou o que quer que seja.

É a corja toda, em todos os níveis de poder - com as raras e honrosissimas exceções.

Mas agora é Carnaval. E nós estamos pulando. Feito pipocas.

BICICLETÁRIO JAPONÊS

Perfil

Giuseppe Oristanio é ator faz tempo. Devido a sua origem suburbana, desenvolveu múltiplas habilidades: ataca de pedreiro, encanador, cozinheiro, costureiro... E quando sobra tempo, procura não fazer nada porque, de todas as suas atividades, vagabundear é a que mais gosta. Fez faculdade de jornalismo, mas abandonou quase no fim por não lidar bem com a objetividade. Gosta de divagar, inventar, misturar realidade com ficção e gosta, principalmente, de se divertir. Nunca leve muito a sério o que ler por aqui. Pode ser mentira.

Leia mais

Publicidade

Galeria de fotos

Top 10 Comentaristas

  1. 1
    Giuseppe Oristanio12407 comentários
  2. 2
    clara2015 comentários
  3. 3
    goristanio1871 comentários
  4. 4
    DAGVAN MONTEIRO1594 comentários
  5. 5
    Janaina1551 comentários
  6. 6
    CARLOS999 comentários
  7. 7
    Raquel956 comentários
  8. 8
    clara759 comentários
  9. 9
    Vítor Antunes694 comentários
  10. 10
    Diva De Montalbán545 comentários

Arquivo

setembro 2015
D S T Q Q S S
« ago    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
Home de Blogs +