Publicado em 22/10/2015 às 08h28

Um palco de classe

 

Vila Belmiro 300x125 Um palco de classe

Hoje vou me permitir homenagear o meu Santos F.C.  - nem tanto pela linda vitória de ontem debaixo daquele dilúvio que caiu sobre São Paulo - , mas porque, hoje, o Estádio Urbano Caldeira, o Caldeirão da Vila, conhecido também como Vila Belmiro, faz aniversário.

E a Vila não é apenas um estádio de futebol. A Vila é sede de uma parte importante da história do futebol. Só quem teve a chance de ver uma partida de futebol ali sabe da emoção de quase poder falar com os jogadores, de tão perto que ficamos.

Por isso é tão difícil ganhar do Santos dentro da Vila Belmiro.

E, cá entre nós, com a vitória por 3x1 de ontem,  no Morumbi, ficou mais difícil pro São Paulo enfrentar o Peixe na Vila.

Inaugurado em 1916, o Caldeirão da Vila tá lá, firme e forte, sediando a história do Peixe há quase um século.

E, hoje, macacada, é, também, Dia da Praça.

E  a praça é esse lugar público cada vez mais difícil de frequentar.

E que pena que estamos transformando nosso  "mundo moderno" num lugar cada vez com menos poesia e simplicidade.

A PRAÇA

(Aí, mulherada, ouça A Praça e aproveite para ver como o Ronnie Von era lindo. E é, ainda hoje.)

Publicado em 21/10/2015 às 08h26

Ciúme

 

gato vira lata 300x221 Ciúme

Essa foto foi colocada ontem no Facebook pela minha linda e querida Fabiana Alvarez, lembrando de um ótimo e maravilhoso espetáculo que fizemos chamado QUALQUER GATO VIRALATAS TEM UMA VIDA SEXUAL MAIS SAIDA QUE A NOSSA.

- Ah, Giu, já sei....é uma peça inspirada nesses filmes do cinema, né?

Ao contrário, macacada, ao contrário.

Na foto, temos eu, Fabiana e o o Felipe Folgosi. Juca de Oliveira, esse monstro do teatro brasileiro, é o autor da peça e um cara pra lá de espetacular. A direção do espetáculo foi de Bibi Ferreira.

Fizemos a primeira montagem dessa peça e ficamos quase 5 anos em cartaz, com teatro abarrotado o tempo todo.

- Você viu os filmes, Giu?

Eu poderia inventar um monte de respostas bonitas, mas a verdade é que não vi e não quero ver.

- Por quê, Giu?

A resposta poderia ser bonita, mas a real é que tenho muito ciúme. Não vi e não verei.

A mesma coisa acontece com Doidas e Santas, que ainda está em cartaz aqui no Rio, pertinho de casa, com o Oscar Magrini, que é um querido.

Em razão da novela, foi impossível pra mim continuar.

- Essa você foi ver, né. Giu?

Não fui e nem irei. Morro de ciúme também.

Mas quanto a isso, está resolvido: volto ao Doidas depois do Carnaval, já acabada minha participação nOS DEZ MANDAMENTOS.

A vida é assim, cheia de renúncias e ciúmes.

SAM PRAN FRANT.

Publicado em 20/10/2015 às 07h59

O tranco

 

o tranco 300x289 O tranco

Outro dia copiei isso de alguém e publiquei no Facebook. A partir da minha publicação, ocorreram quase 100 compartilhamentos até agora de manhã. Claro que meu Facebook está cheio de atores e de aspirantes a ator e todos, de um jeito ou de outro, entendem bem o que disse a Marieta.

Tem amigo meu que não é e nem nunca foi ator que me diz, vez ou outra:

- Que vida boa...que mamata...só beijando essas gostosas...só no bem bom...

E, muitas vezes, respondo:

- Duvido que você aguentasse essa rotina por uma semana. Nem precisa ser um mês. Basta uma semana,

Claro que se trata de ter talento etc e tal. Mas trata-se, principalmente,  de ter disposição para abrir mão de muita coisa. Trata-se de suar a camisa e rasgar o coração sem frescura. Trata-se de deixar o resto pra lá. Trata-se de ter vocação - que é diferente de ter talento. E as duas coisas são fundamentais. Talento só não resolve, Vocação apenas não é suficiente.

Tem gente que adoraria ser ator e estaria disposto a tudo pra isso, mas não tem talento nenhum. Não adianta.

Tem gente que tem enorme talento, mas não tem a vocação necessária para os sacrificios que a profissão exige. Adiante menos ainda.

Enfim, o papo é antigo. Mas os quase 1oo compartilhamentos no Facebook me prova que, apesar de antigo, esse é um assunto de toca os atores.

Numa entrevista não muito antiga, Fernanda Montenegro dava, a pedido do entrevistador, um conselho aos jovens atores:

- Desista. Isso é para poucos. De depois de parar por um tempo, chegar a conclusão de que vai morrer se não voltar, então volte. Se achar que é capaz de fazer outra coisa, então vá fazer outra coisa imediatamente.

Quer dizer: quem faz isso tem mesmo que aguentar o tranco. E o tranco não é mesmo a banheira de espuma e nem a revista Caras.

SAM PRAN FRANT.

Publicado em 19/10/2015 às 07h36

Poetinha

 

Tivemos um final de semana chuvoso por aqui.

Chuva calma e constante. Essa foi uma linda noite para dormir. Acontece que hoje é segunda e a vida nos chama lá fora.

Quanto ao futebol, meu Santos Futebol Clube permanece no G4, mas a verdade precisa ser dita: o Corinthians já é campeão. Merecidamente. Ganha de todo mundo, numa rotina sem graça. Acho que vai levar antecipadamente.

Faz parte. Como disse uma vez um amigo bêbado:

- Um dia da caça, outro do lenhador.

****

vm Poetinha

PARA VIVER UM GRANDE AMOR

Hoje é dia do poetinha.

Vinicius de Moraes foi o erudito mais popular da MPB.

Diplomata, viajou o mundo representando o Brasil, mas preferiu o violão e a poesia.

Apaixonado pela vida e pelas mulheres, (se casou um monte de vezes), adorava estar com os amigos e os jovens cantando e bebendo uisque.

Tive o privilégio de ver um show dele, junto com Jobim, Toquinho e Miúcha, aqui no Rio, no Canecão, aos 18 anos. Inesquecível.

Uma vez, Vinicius já era um senhor meio doente, perguntaram a ele sobre como gostaria de voltar caso houvesse outras vidas.

Respondeu o poetinha:

- Igual...eu voltava igual...nada diferente.

Depois pensou um pouco e acrescentou:

- Só com o pau um pouco maior...

SAM PRAN FRANT.

Publicado em 18/10/2015 às 11h02

O cogumelo gostosão

 

Depois de uma semana de calor intenso, chegamos ao domingo com uma chuva calma e de média intensidade. Chuva bem vinda.

E começou o horário de verão em vários estados brasileiros. A mim não incomoda. Tem gente que se sente bastante diferente com essa alteração de uma hora nos relógios. Eu não ligo, quase nem sinto a diferença.

Agora, uma coisinha maluca:

Olha só esse cogumelo apresentado pelo R7, em suas páginas.

cogumelo 240x300 O cogumelo gostosão

É o seguinte:

Cientistas havaianos descobriram - e depois testaram com várias mulheres - a eficiência afrodisiaca do danadinho.

E não tem nada a ver com sua forma, mas com o cheiro que ele tem: ao cheirar o danado, várias mulheres encontraram prazer sexual imediato. Outras tantas mulheres chegaram quase lá.

Há algo no cheiro do cogumelo que provoca prazer às mulheres.

Os homens sentiram apenas um cheiro ruim.

Alguém já ouviu falar disso?

Alguém já cheirou isso aí?

A redação da GiuPress agradece por novas informações.

Por enquanto, um bom domingo para todos e todas.

Ah...se alguém souber, nos diga onde se encontra o cogumelo. Vai saber...

SAM PRAN FRANT.

Publicado em 17/10/2015 às 07h30

O clima

Macacada Amiga da GiuPress!

Eu nem cheguei a sofrer demais com o calor de ontem porque fiquei a maior parte do dia trancado em estúdio ou em salas com ar condicionado, mas as vezes em que encarei a temperatura ambiente, atravessando uma rua ou saindo de um estúdio pra entrar em outro, quase fritei.

Meu amigo Spena teve a chance de fotografar um desses termômetros de rua - e eu roubei a foto dele.

Saca só:

Screenshot 2015 10 16 19 36 05 1 300x289 O clima

Imagino que a temperatura real não fosse mesmo 50 graus, que esses termômetros de rua podem não ser precisos, mas a previsão de ontem era de 43 graus. Não sei quanto deu, na verdade, mas a coisa tava feia.

Screenshot 2015 10 16 21 07 09 1 300x290 O clima

A verdade é que até Simut e  Paser ficaram com a careca sapecada pelo Sol.

E é bom lembrar que nem chegamos na metade da Primavera. O Verão vai torrar o coco, pode crer.

A previsão pra hoje é de clima mais ameno e até chuvas no período da tarde e noite. Ontem mesmo já havia um vento forte que, além da sujeira no quintal, quebrou algumas plantas e derrubou coisas por aqui.

O Departamento Meteorológico da GiuPress espera mesmo que chova pra dar uma amenizada na situação. Vamos precisar de água nesse Verão e, pra isso, precisamos de chuva agora.

Trabalho hoje. E vocês?

SAM PRAN FRANT !

Publicado em 16/10/2015 às 06h53

Sem dor

 

anestesia cirurgia plastica 300x166 Sem dor

Hoje é Dia do Anestesista e, vamos combinar: todos nós já tivemos que obturar um dente. Imagina aquela broca sem anestesia?

Desde sempre, quando um cidadão precisasse se submeter a um tratamento que envolvesse dor,  a solução era tomar um porre.

Até meados do Séc. XIX muita gente encarou dores lancinantes durante tratamentos médicos porque ninguém sabia ao certo o que fazer pra evitar isso. Um dia um estudioso reparou que um cidadão que estava cheirando éter, (sabe-se lá o porquê!), embora estivesse sofrendo um ferimento na perna, sequer sentia. O médico, então, associou uma coisa com a outra coisa e a anestesia começou a ser desenvolvida.

Em 1846, depois de demonstrações fracassadas, finalmente conseguiram extrair um tumor de um cidadão sem que ele sequer notasse.

A verdade é que, hoje em dia, é impossível imaginar a medicina sem anestesia. Felizmente.

A ciência e os cientistas, (sempre eles), livrando a nossa cara das dores do corpo.

As dores da alma e do coração, ainda hoje, conseguem apenas alivio ... ou um porre.

A anestesia é recente na vida da Humanidade, mas o porre, como se vê, já existe faz tempo.

Publicado em 15/10/2015 às 06h41

Tímido

 

 

Scanner 20151012 197x300 TímidoEsse aí sou eu ainda hoje. 

 

Quando estava no primário - e faz tempo pra chuchu - eu achava que no dia 15 de outubro não tinha aula por causa do meu aniversário.

Isso já dá uma boa indicação de que nunca fui muito bom com a realidade.

Aliás, tenho características bem contraditórias: falo aos meus filhos sobre a importância de enxergar a VIDA REAL, mas escapo da realidade o tempo todo.

Gosto de aparecer, mas sou muito tímido.

Aí as pessoas que convivem comigo se espantam: - Ahhhhhh....tímido, você??

A verdade é que criei um personagem para a vida que não é tímido. Achei que isso facilitaria minha vida e meu trabalho, mas, lá no fundo, na essência, de verdade mesmo, sou tímido de sofrer.

Ou seja, convivo, dentro de mim, com um monte de contradições.

O fato de ficar mais velho alivia muito pouco esses conflitos, não ameniza nada essa luta interna.

E ainda me pego descobrindo coisas com o espanto das crianças. Olho no espelho e vejo a carcaça envelhecida pelos anos, mas ainda me considero, secretamente, uma criança.

E isso é mais uma prova de que lido pessimamente com a realidade.

Procuro dar umas risadas de mim mesmo, assim evito me martirizar por viver no mundo da lua.

Agora começo mais um dia querendo dar a impressão de que sei o que estou fazendo. E posso até enganar alguns, mas não engano a mim mesmo.

Eu realmente não sei quase nada da vida.

SAM PRAN FRANT.

Publicado em 14/10/2015 às 09h01

Tem que ter peito

 

 

Macacada Amiga da GiuPress!

IMG 20151013 WA0009 300x172 Tem que ter peito

Essa foto de ontem mostra uma integração feliz entre hebreus e egípcios lá na Cidade Cenográfica.

Nem fazia tanto calor, mas foi o suficiente para queimar o cangote do italianinho.

Hoje repetiremos a dose agora de manhã e, assim como ontem, depois das cenas externas, vamos para o estúdio porque o show não pode parar.

***

Agora, saca só essa cidadã japonesa que descobriu, sabe-se lá como, que tem peito pra tudo.

peitos 300x137 Tem que ter peito

SEIOS MUSICAIS

A diretoria da GiuPress, sempre interessada em saber a origem das coisas, ficou se perguntando como foi que, de repente, a garota teve a ideia de experimentar os talentos musicais dos próprios seios. Após consultar especialistas, a GiuPress resolveu aconselhar a linda e simpática japinha e procurar outras funções para sua jovem comissão de frente. Tocar não é mesmo a melhor função para eles.

Publicado em 13/10/2015 às 06h55

Feriado?

Screenshot 2015 10 13 06 39 43 1 300x168 Feriado?

Ontem gravei desde cedo até de noite e depois fui ao Programa da Xuxa, então não pude estar com a Juju, minha filhota, no teatro.

Ela tá fazendo uma peça muito legal no Teatro Fashion Mall, aqui no Rio.

QUERO SER ZIRALDO é uma superprodução infantil maravilhosa, que faz sucesso de público e crítica.

Na foto, além do elenco,  com a Juju e o João Velho (filho da Cissa), você pode ver a Jararaca, que conseguiu chegar pra ver a segunda sessão da peça, ontem.

E a Júlia começa a confirmar o que sempre disse a ela: ator não tem feriado.

E eu ainda completo agora: ainda bem.

Já to na Cidade Cenográfica. Hoje teremos mais um longo dia.

SAM PRAN FRANT.

Perfil

Giuseppe Oristanio é ator faz tempo. Devido a sua origem suburbana, desenvolveu múltiplas habilidades: ataca de pedreiro, encanador, cozinheiro, costureiro... E quando sobra tempo, procura não fazer nada porque, de todas as suas atividades, vagabundear é a que mais gosta. Fez faculdade de jornalismo, mas abandonou quase no fim por não lidar bem com a objetividade. Gosta de divagar, inventar, misturar realidade com ficção e gosta, principalmente, de se divertir. Nunca leve muito a sério o que ler por aqui. Pode ser mentira.

Leia mais

Publicidade

Galeria de fotos

Top 10 Comentaristas

  1. 1
    Giuseppe Oristanio13334 comentários
  2. 2
    clara2216 comentários
  3. 3
    goristanio1871 comentários
  4. 4
    DAGVAN MONTEIRO1708 comentários
  5. 5
    Janaina1623 comentários
  6. 6
    CARLOS999 comentários
  7. 7
    Raquel993 comentários
  8. 8
    clara759 comentários
  9. 9
    Vítor Antunes695 comentários
  10. 10
    Diva De Montalbán554 comentários

Últimos Vídeos

    Todos os Vídeos

    Arquivo

    abril 2016
    D S T Q Q S S
    « mar    
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    Home de Blogs +