7
janeiro
06h45

 

Dia do Leitor

Se levarmos em conta que eu não sou um intelectual e nem tenho uma vida acadêmica, sou um cara que tem  muitos livros.

E tenho livros por dois motivos: porque guardo os livros que passam pela minha vida - os que me marcaram de alguma forma. E porque gosto do objeto livro. Acho legal as capas, o cheiro das folhas etc e tal.

Tenho comigo livros importantes da minha infância e que me acompanham ainda hoje, com o mesmo carinho que eles merecem pelas experiências emocionais que me proporcionaram.

As coisas mudaram nos últimos anos. Lê-se muito na internet, e agora começa a tomar corpo a comercialização de eBooks. Isso é legal pra chuchu porque permite que você carregue numa viagem todos os livros que deseja - e sem carregar peso.

Eu ainda prefiro o objeto/livro, mas vai ser muito legal pra quem pesquisa, faz trabalhos de faculdade, poder andar com os livros todos bem à mão, num livro virtual desses.

Tudo isso é uma questão de gosto.

O divertido pra mim é ler.

Embora seja uma questão de gosto, não resta dúvidas de que a leitura  - além de ser uma coisa divertida - desenvolve muito a capacidade de raciocínio, aumenta o poder de memorização e ajuda - muito muito - a falar bem, escrever bem etc e tal.

E se nada disso serve, eu ainda digo que quem lê bastante namora melhor. Porque fala melhor, seduz melhor e é mais bem sucedido nas paqueras.

_______

Gato Vira-Lata

000026 300x195 Livros

Qualquer Gato Vira-Lata tem uma Vida Sexual Mais Sadia que a Nossa

Felipe Folgosi, Fabiana Alvarez e eu.

Texto do Juca de Oliveira e Direção da Bibi Ferreira.

Quer a verdade?

A peça era muitíssimo melhor do que o filme.

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
6
janeiro
07h41

Código Morse

. --
.---- ---.. ...-- ---.. ,
... .- -- ..- . .-..
-- --- .-. ... .
..-. .- --..
... ..- .-
.--. .-. .. -- . .. .-. .-
- .-. .- -. ... -- .. ... ... Ã ---
-.. .
- . .-.. É --. .-. .- ..-. ---

_________

O domingo amanheceu bonito, prometendo um dia de sol.

Mas, no Acre, que tem um fuso horário de menos 2 horas em relação ao nosso, o sol ainda nem apareceu. Foi apenas em 1963 que o antigo território do Acre virou o 27 estado da Federação. Antes, foi um dos territórios e, antes ainda, pertencia à Bolívia.

Depois de conflitos entre seringueiros bolivianos e brasileiros, e índios, as negociações diplomáticas acabaram por resolver a questão e o Brasil comprou o território no comecinho do Séc. XX.

Ainda hoje, o Acre é o estado brasileiro menos povoado. Segundo o Censo de 2011, o estado do Acre possui menos de 800 mil habitantes e suas principais atividades econômicas ainda são a extração da borracha dos seringais, das castanhas, além da pecuária e agricultura.

Quem nasce do Acre, segundo a última reforma ortográfica, é acriano.  Mas para os habitantes locais a reforma não colou e eles continuam denominando-se acreanos.

E a GiuPress informa que o italianinho tem vontade de conhecer o Acre, que é o único estado da federação que ele não conhece.

Um dos acreanos mais ilustres foi o ambientalista Chico Mendes, assassinado por defender os ricos recursos naturais de toda a Amazônia.

SAM PRAN FRANT!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
5
janeiro
07h14

O ano novo mal começou e já estamos no dia 5, o que nos mostra, mais uma vez, como o tempo voa.

E o tempo passa tão rápido que eu nem me lembro ao certo há quanto tempo fiz a peça dessa foto aqui, olha só:

IMG 4072 300x200 Sessão Nostalgia

A Mulher do Candidato, 2007, por aí, mais ou menos

Uma peça curiosa escrita pelo querido Walcyr Carrasco e dirigida pela Cininha de Paula. Infelizmente não fez muito sucesso, mas nos divertiu bastante. Na foto, uma cena com Anselmo Vasconcelos. Mel Lisboa e Andrea Avancini também faziam o espetáculo. E a gente se divertia demais fazendo uma coisa exagerada, quase circense, criticando certos aspectos da política nacional.

Anselmo e eu improvisávamos bastante e era divertido.

_________

Do seu jeito

Esse é mais um exemplo de grande artista que se consumiu em problemas - mesmo cheio de talento, beleza e tudo o que uma pessoa pode desejar.

Fico sempre comovido e admirado com a trajetória de certos gênios da raça.

Elvis é um deles.

http://www.youtube.com/watch?v=IYCTjB6OYrE

______

Cronograma...

A GiuPress apurou, através de seus espiões espalhados pelo mundo, que amanhã teremos a foto da Jack com seu presente de amigo oculto, o que aumenta significativamente nossas chances de encerrar nosso Natal antes da chegada do Carnaval.

Sam Pram Frant !

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
4
janeiro
06h41

Chuvas

A história se repete. Todo mês de janeiro chove e acontecem deslizamentos de encostas, alagamentos, perdas materiais e, o pior de tudo: gente morre.

Sem querer chover no molhado - e sem brincadeira - tá mais do que na hora de atacar esse problema com seriedade.

Não é uma questão fácil, mas ocupar as favelas e expulsar as leis do tráfico também sempre foi um problema difícil  - e a solução está  acontecendo com sucesso. Basta realmente ter vontade de resolver.

Apesar das dificuldades e das crises mundiais, nosso Brasil vive um momento legal. Como sociedade, temos que subir, a cada dia, mais e mais degraus de nossa autoestima. Vencer a força da natureza, sabemos todos, é impossível.  Mas não podemos deixar que muitos brasileiros e brasileiras vivam em situação deplorável, correndo perigo de vida a cada chuva, nas cidades. Isso é degradante para todos nós - humilhante mesmo.

Não podemos mais ficar à mercê da sorte.

Uma única noite de chuva e o caos já se instalou.

Não podemos mais aceitar que não se faça nada - ou se faça pouquíssima coisa para resolver essa questão que é tão antiga e catastrófica.

________

Sem malícia...

Mente Poluida 300x300 A triste história se repete

Nem tudo é o que parece...

__________________

O dia amanheceu bem nublado e a previsão é de mais chuva nos próximos dias.

SAM PRAM FRANT !

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
3
janeiro
07h06

 

Nino Rota

Nino Rota foi um grande compositor de trilhas sonoras para cinema e teatro, morto em 1979.

Trabalhou com gente como Fellini, Visconti, Zefirelli e Francis Ford Copolla - para quem fez a trilha do Poderoso Chefão, conhecidíssima, aliás.

Muitas vezes conhecemos a coisa, mas não sabemos quem fez.

É esse o caso, por exemplo:

http://www.youtube.com/watch?v=lSj9IdwLfzo

Muitas das obras primas do cinema italiano foram musicadas por Nino Rota.

_________

Falando em Cinema

Nossa diva de Santos, a Srta. Montalbám, não manda a foto do amigo oculto, mas mandou o primeiro filme de 2013.

Sempre antenada nos babados de nossa organização, ela criou seu roteiro.

Veja só:

http://goanimate.com/videos/0ZAU_yG_onlU?utm_source=linkshare

_____

Deduções

O Depto. de Deduções da GiuPress fez um estudo aprofundado das repercussões havidas com a reclamação do Editor-Chefe quanto ao desleixo de membros de nossa Organização que não enviaram as fotos do amigo oculto. Pensamos muito a respeito, quase a noite toda.

E, vejam só: depois de muito esforço, estamos quase concluindo o seguinte:

1. A Srta. Montalbám, a diva de Santos,  não mandou, mas tirou a foto. Isso significa que ela recebeu o presente, mas como está com o coração palpitando forte nesse final de ano, ela conseguiu perder a foto num pendrive qualquer.

2. Nossa india Potira, a Jack, informa que não mandou a foto por um motivo prosaico: ela ainda não recebeu o presente.

3. Nosso valoroso Emerson informa desde Minas Gerais que ainda não mandou o presente.

Quem é esperto para deduzir coisas?

Informações, diretamente para a redação da GiuPress...

Enquanto isso, SAM PRAM FRANT!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
2
janeiro
06h28

AINDA FALTA 

mulher antiga fazendo cafe1 300x200 A vida segue

O Editor-Chefe chegou cedo na redação da GiuPress e a nossa valorosa Síndica ainda coava o café. Bateu na mesa e começou a esbravejar, enquanto a cinza do cigarro caia da bituca grudada nos lábios:

- É o seguinte, madame. Nós já estamos quase no carnaval e algumas pessoas ainda não nos mandaram as fotos do amigo oculto! A senhora acha que isso é atitude que esperamos de membros de nossa organização?

Clara ainda tentou argumentar, mas o velho senhor rabugento não deu-lhe chance  para nenhuma palavra:

- Dia 2 de janeiro....dia 2 de janeiro! - dizia, procurando pelo cinzeiro ao mesmo tempo que buscava por novo cigarro, nervoso.

Clara aproximou-se com uma xícara de café, das grandes, e colocou diante daquele homem que outrora fora bem bonito, mas que hoje carregava dentes amarelados.

Ele pegou a xícara e deu um grande gole. Algo pareceu mudar dentro dele. Há anos que o café da engenhosa síndica tinha  poderes de aliviar o estresse daquele velho marujo de redações.

Clara pensou em cuidar de seus afazeres, mas, mal tinha virado as costas, a voz ainda vigorosa desse velho pirata das máquinas de escrever soou alto:

- 2 de janeiro e ainda tem gente que não nos enviou fotos do amigo oculto! A senhora acha que eu posso suportar tamanha afronta?

Clara ia falar, mas ele continuou:

- A senhora não acha que estão querendo me fazer de palhaço?

Clara ia dizer que não achava isso, não, mas o velho continuou:

- O que a senhora acha que eu devo fazer? Como devo proceder, me diga a senhora!

Clara aproximou-se para recolher a xícara e depois aproximou-se ainda mais, o que deixou o velho meio sem ação.

A valorosa síndica, que os anos de GiuPress a fizeram aprender a não ter medo de nada, muito menos de um velho rabugento, disse, quase sussurrando:

- Eu não sei o que o senhor deve fazer. E sabe porque eu não sei o que o senhor deve fazer? Porque eu  nem participei desse amigo oculto, não gosto de amigo oculto e não tenho nada com isso.

E, antes de sair, ainda deu um beijinho na bochecha do ancião que, meio atônico, deu uma risada que o fez tossir uns 5 minutos.

Clara trouxe-lhe um copo d´água e depois foi cuidar da vida.

E o Editor-Chefe está, até agora, esperando pelas fotos dos amigos ocultos que faltam.

________

Loteca

O dia foi de felicidade para 3 cidadãos que tiveram seus números sorteados e ganharam, cada um, a bagatela de mais de 81 milhões de reais na mega-sena da virada. Eles devem estar com a mandíbula doendo de tanto dar risada, coitadinhos.

E agora começa o ano novo e com ele, começam também as dificuldades pra esses caras. Se eles espalharem por aí que estão milionários, vai rolar muito problema, pode crer.

Antigamente a coisa era diferente. Olha só como foi dada a notícia dos vencedores da loteria num jornal de 1937, em Ourinhos, no interior de SP.

FELIZARDOS 203x300 A vida segue

O jornal dá o nome de cada ganhador e ainda diz quanto cada um ganhou.

O fato é que com 80 milhões na conta, a gente fica bonito pra chuchu, não fica?

vencedor mega sena 300x225 A vida segue

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
1
janeiro
05h10

Começou 

 

Fogos3 300x225 2013

                                          Foto:  Jadson Marques/R7

Bom, macacada, já estamos no ano novo e eu já tenho a primeira revelação a fazer: não ganhei na Mega-Sena da Virada.

Três sortudos vão dividir o prêmio. Cada um vai levar mais de 80 milhões, o que, convenhamos, dá pra ajeitar bem a vida.

E como não ganhei, só me resta trabalhar bastante.

E a boa notícia é que, amanhã, já recomeço as atividades na TV. É muito bom começar o ano com projeto novo e ânimo renovado.

Sam Pran Frant!

_________

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
31
dezembro
08h32

2012 está chegando ao fim e a cidade do Rio de Janeiro está repleta de turistas. Muita gente, ainda cedinho, já se prepara para ficar o dia todo na praia, em Copacabana,  para assistir ao espetáculo da queima de fogos, tradicional e famosa na cidade.

O trânsito vai ser interditado nas imediações para facilitar a circulação dos mais de 2 milhões de pedestres que lotarão a praia.

E, esse ano, o evento me fez lembrar da querida Yara Amaral, uma atriz espetacular, que, em 1988, também quis participar da festa, vendo a queima de fogos num barco - como ainda hoje acontece.

Antigamente, os fogos eram armados na areia da praia, mas já faz anos que tudo é montado em balsas que flutuam dentro d´água para assegurar que nenhum acidente possa causar danos à multidão.

Yara Amaral embarcou no Bateau Mouche, que afundou no reveillon de 1988, matando a querida Yara e mais 50 pessoas. Desde então, Bateau Mouche, aqui no Rio, passou a ser sinônimo de tragédia.

yara amaral O fim e o recomeço

Torcemos todos pra que este ano tudo corra dentro da normalidade e que ninguém, ninguém saia ferido no meio de tanta gente.

A segurança hoje em dia é bem maior e, nos últimos anos tudo correu bem, felizmente.

A ideia não foi descrever tragédia, mas homenagear a Yara e os 50 que se foram junto com ela.

___________

ALERTA FESTIVO 

A superintendência da GiuPress, com todo o poder que o cargo lhe confere, deseja que todos os nossos agentes e colaboradores mantenham-se  na linha durante as festividades de encerramento de 2012 e evitem começar 2013 de ressaca - que a marvada cana sempre provoca fortes dores de cabeça a quem exagera.

E o Editor-Chefe, animado nesse último dia do ano, estufa o peito e grita aos 4 ventos o lema  nossa organização:

SAM PRAN FRANT !

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
30
dezembro
08h04

 

Abstinência 

Olha, eu vou contar pra vocês, macacada amiga: eu vivi tanto tempo sem celular, sem impressora, sem computador e sem internet...e por que agora eu fico praticamente imprestável sem esses serviços?

O cara que conserta a internet saiu aqui de casa quase 11 da noite. Eu ainda ofereci uma cueca-cuela e um pedaço de pizza pra ele. Ele  parecia tão cansado que me deu até pena.

A gente se acostuma rápido com as facilidades da vida. Se habituar a ter dinheiro deve ser simples, mas se acostumar a ficar duro não é mole - e me perdoe essa construção tosca: ficar duro não é mole...

Eu passei quase 24hs sem internet e me pareceu muito complicado.

Pronto, desabafei.

_________

CAMINITO

2012 12 21 15.27.16 200x300 Domingo

Nessa foto vemos o sobradinho que dá as boas-vindas aos visitantes quando se chega  a Caminito, que é um lugar próximo ao Estádio do Boca Junior, em Buenos Aires.

Pra falar a verdade,  tudo naquela região da cidade é do Boca Juniors.

E a impressão que me deu é que o bonito ali são as construções com seus enormes bonecos nas janelas e as paredes multicoloridas do lugar. De resto, só lojinhas de souveniers para turistas: viu uma, viu todas.

_____________

Coisinhas

Hoje é domingo, mas já faz tempo que parece que todos os dias são domingo, nesse finalzinho de ano.

O dia não amanheceu tão quente e eu espero que continue assim.

De resto, um lindo dia pra todo mundo.

Ah, e eu descobri agora uma coisa que não sabia - ou não me lembrava mais.

Em 30 de dezembro de 1999, George Harrison - o ex-Beatle - foi esfaqueado junto com sua esposa, enquanto dormiam em sua casa, em Londres.

Um cidadão - um viciado em drogas e que odiava os Beatles - conseguiu burlar os altos muros da mansão, todo o sistema de segurança e chegar à suite do casal. O camarada só foi detido quando a esposa de Harrison conseguiu acertá-lo na cabeça com um abajour.

Felizmente, embora feridos, Harrison e a esposa sobreviveram.

E para ilustrar musicalmente o nosso domingo, ouçam uma música que eu acho linda,  e que, inclusive, faz parte da trilha sonora do meu espetáculo DOIDAS E SANTAS.

http://www.youtube.com/watch?v=q2uwwIV8PjM

Harrison morreu de câncer, dois anos depois, em 2001.

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
29
dezembro
07h49

Querida macacada da GiuPress!
Nossa redação esteve sem conexão desde a tarde de ontem - e ainda estamos fora do ar. Isso obriga nossa enorme equipe de jornalistas a operar pequenos milagres para oferecer noticias fresquinhas aos nossos leitores.
O que consola nosso Editor-Chefe é saber que nossos leitores acordarao mais tarde, hoje. Afinal, porque hoje é sábado, o pessoal tira um cochilinho até mais tarde.
Devido a esse contratempo tecnológico inesperado, a GiuPress ficou privada de seus arquivos e ainda mais: deixou de receber teletipos de seus correspondentes mundo afora. E como diria certa pessoa que conhecemos outrora:- "ou seje...", ficamos impossibilitados de oferecer uma publicação pouquinha coisa mais decente.
Por isso, aqui do tecladinho do valoroso BlackBerry, estamos enchendo essa linguiça napolitana para não nos sentirmos culpados por falhar com nossos companheiros espalhados por esse mundo afora.
A previsão para a retomada do sinal internético está prevista - (repare bem: a previsão está prevista!) para o inicio da tarde de hoje.
Enquanto a GiuPress está semi-prejudicada, contamos com a parceria de todos porque, mais do que tudo, somos extremamente carentes e não podemos sofrer represálias por essas bobagens que publicamos agora.

Buenos Dias!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com