27
janeiro
às 11:59

A retirada das portas de Gaza é uma das passagens clássicas da trajetória de Sansão. Embora a maioria dos filmes não tenha representado tal passagem, é possível encontrar algumas gravuras sobre ela:

Captura de tela 2011 01 27 às 11.25.51 E Sansão carregou as portas de Gaza...

Captura de tela 2011 01 27 às 11.26.30 E Sansão carregou as portas de Gaza...

Captura de tela 2011 01 27 às 11.27.19 E Sansão carregou as portas de Gaza...

O ato de Sansão é muito simbólico, já que ele enfrentaria qualquer exército que tentasse impedir sua saída de Gaza. Mas acredito que, ao retirar as portas de proteção da cidade, Sansão estivesse deixando um recado muito claro aos filisteus: ninguém deveria ser impedido de entrar ou sair de Gaza. E que o Deus dos hebreus era muito mais forte que qualquer muralha ou portão.

"Sansão (...) se levantou, e pegou ambas as folhas da porta da cidade com suas ombreiras, e, juntamente com a tranca, as tomou, pondo-a sobre os ombros; e levou-as para cima, até o cimo do monte que olha para Hebrom".

Captura de tela 2011 01 27 às 10.29.55 E Sansão carregou as portas de Gaza...

Captura de tela 2011 01 27 às 10.27.36 E Sansão carregou as portas de Gaza...

Captura de tela 2011 01 27 às 10.28.26 E Sansão carregou as portas de Gaza...

Captura de tela 2011 01 27 às 10.28.131 E Sansão carregou as portas de Gaza...

Captura de tela 2011 01 27 às 10.30.22 E Sansão carregou as portas de Gaza...

Captura de tela 2011 01 27 às 10.31.11 E Sansão carregou as portas de Gaza...

Captura de tela 2011 01 27 às 10.28.37 E Sansão carregou as portas de Gaza...

"E depois disso, aconteceu que se afeiçoou a uma mulher do vale de Soreque, a qual se chamava Dalila..."

É exatamente neste ponto em que estamos; Sansão voltou para Gaza por Dalila. De agora em diante, a história caminha para o fim... E para seus momentos mais fortes e emocionantes! Não percam!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks