daddy yankee luis fonsi despacito 2017 instagram foto Com sucesso de Despacito, reggaeton se torna estilo que mais cresce no mundo

O reggaeton ainda não é a música mais consumida do mundo. Porém, nos últimos três anos, é que mais cresceu. Segundo estudo divulgado pelo Spotify, o gênero teve um salto de 119% desde 2014.

Em comparação, a participação do pop cresceu 13% no mesmo período, e a música country 4%.

Essa guinada é considerável, principalmente se levar em consideração que é um estilo produzido quase que exclusivamente por dois países pequenos: Colômbia e Porto Rico.

genre growth since 2014 Com sucesso de Despacito, reggaeton se torna estilo que mais cresce no mundo

Existe uma explicação para esse aumento de interesse pela música latina na plataforma de streaming. A divulgação de uma playlist oficial do Spotify dedicada ao reggaeton (a 3ª mais ouvida no mundo) promove os principais hits desse segmento e ainda ajuda na divulgação de lançamento de novos singles.

Exemplos de faixas que tiveram melhor desempenho apenas sete dias após a inclusão nessa coletânea não faltam. A música Si Ellas Quisiera, de Justin Quiles, saltou 322% após entrar na playlist. Mesmo exemplo de Obsesionado, de Farruko (376%) e Dancing Kizomba, de Alex Veliz (1455%). Mal comparando, estar em uma playlist oficial do Spotify atualmente é tão importante quando ter um clipe bem assistido no YouTube e uma música bastante tocada nas rádios.

br boosts Com sucesso de Despacito, reggaeton se torna estilo que mais cresce no mundo

Porém, como em nenhum lugar fora da Colômbia e de Porto Rico há espaço para um subgênero tão específico, essa foi a maneira encontrada pelos artistas e pela ferramenta para o gênero passar a ser consumido mundialmente e não apenas pelo mercado local.

Hoje, 95% do reggaeton ouvido no Spotify é “exportado”, uma vez que a reprodução acontece majoritariamente fora de seus países de origem.

E o fenômeno mundial Despacito, de Luis Fonsi e Daddy Yankee, não pode ser desprezado nessa história. Combinadas, a faixa original e o remix, com participação de Justin Bieber, contam com mais de 1,3 bilhão de streams até hoje (veja gráfico abaixo).

Enquanto na América Latina ambas as faixas seguiram dentro da taxa esperada, nos EUA os streams da faixa original cresceram após o lançamento do remix, mostrando que quando os artistas latinos se aliam a astros globais, o sucesso é ainda mais garantido.

despacito original remix Com sucesso de Despacito, reggaeton se torna estilo que mais cresce no mundo