sorocaba protesta zeca camargo Globo teme boicote de sertanejos

O cantor Sorocaba tapa o ouvindo em protesto contra Zeca em redes sociais

Depois da polêmica envolvendo a crítica de Zeca de Camargo à comoção nacional em torno da morte de Cristiano Araújo, o clima na Globo esquentou.

Prestes a lançar um programa de entretenimento aos sábados, o "É de Casa", a emissora teme um boicote dos sertanejos à atração. Isso sem contar os fãs do gênero, que também podem rejeitar o novo programa.

O temor começou quando vários cantores famosos foram para as redes sociais protestar contra Zeca Camargo, que justamente será um dos apresentadores do "É de Casa".

O apresentador da Globo virou alvo após questionar a comoção e a ostensiva cobertura da mídia no caso. A crítica foi ao ar no "Jornal das Dez", da Globo News, de domingo (28). O jornalista disse que povo brasileiro tem uma alma cultural pobre e que ídolos nacionais se formam com uma única música.

A repercussão foi tamanha que rendeu para Zeca uma hastag de ironia, #QueméZecaCamargo nas redes sociais, Além de provocar a revolta do púbico, Zeca comprou briga com um mercado fonográfico poderoso: o sertanejo.

Cantores como Sorocaba (Fernando e Sorocaba), Marcos (Marcos e Belutti), Guilherme (Guilherme e Santiago), Henrique e Juliano, Munhoz e Mariano, entre outros, postaram nas redes sociais fotos com as mãos tapando os ouvidos , protestando contra as palavras de Zeca.

A questão preocupa a Globo, uma vez que o novo programa assim como os demais da linha de shows da casa sempre contam com a presença desses cantores. Eles também possuem poderosos e aguerridos fã-clubes.

Na tarde de segunda-feira (29) , Zeca Camargo chegou a pedir desculpas, ao vivo, no "Vídeo Show". No entanto, trocou o nome de Cristiano Araújo por "Cristiano Ronaldo" e voltou a ser detonado nas redes sociais.

A Globo agora analisa como contornar a situação, mas não vai se pronunciar sobre o assunto. A ordem também é que Zeca suma de cena, pelo menos por enquanto.

Na Globo News, onde a crítica foi exibida, o "luto" causado pela morte de Cristiano Araújo voltou a ser assunto, mas ganhou debate cuidadoso na noite de segunda-feira (29), com direito a opinião de correspondentes internacionais e uma defesa da "comoção" causada pela tragédia.

O "É de Casa" estreia em agosto, com direção de Boninho e um time de apresentadores grande, composto por Tiago Leifert, Patricia Poeta, André Marques, Ana Furtado e Cissa Guimarães. Já há gente na Globo apostando que Zeca possa ficar de fora da novidade.

.

http://r7.com/fuee