marcos13 Marcos é indiciado por agressão e Globo teme fuga ainda maior de anunciantes do BBB

Marcos Harter foi indiciado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro por agressão à Emilly, durante a participação dos dois no 'Big Brother Brasil 17'.

A informação foi confirmada pela Globo. O indiciamento é baseado na Lei Maria da Penha e Marcos pode ser preso. A Globo, que está dando todo suporte jurídico a Marcos, está preocupada com decisão. Se condenado pela Justiça, o médico pode pegar até três anos de prisão.

Segundo a polícia, houve a constatação de agressão com base nas imagens do programa da Globo. A delegada periciou imagens do pay-per-view 24 horas da atração, brigas que não foram por completo ao ar nas edições feitas pela Globo.

A delegada que os depoimentos foram esclarecedores para confirmar o comportamento agressivo e intencional do médico. A perícia no corpo de Emilly também contribuiu para que Marcos fosse indiciado.

O inquérito agora está nas mãos do Ministério Público.

Marcos nega que tenha batido em Emilly.

A Globo, que está dando todo suporte jurídico a Marcos, está preocupada com a decisão. Se condenado pela Justiça, o médico pode pegar até três anos de prisão.

A emissora teme prejudicar ainda mais a imagem do "BBB" junto aos anunciantes, que vieram em menos peso em 2017. O número de merchandisings (também por conta da crise) despencou neste ano. Provas e festas patrocinadas praticamente não existiram na última edição do programa.

O formato, que sempre faturou, estreou neste ano sem ter vendidos todas as suas cotas de patrocínio nacional. O “BBB 17” também teve comerciais encalhados em várias afiliadas da Globo pelo Brasil. Nos intervalos do reality em emissoras locais era possível ver muitos comerciais da própria Globo ou vídeos institucionais educativos.

http://r7.com/lWRn