capucci Após três abortos, repórter emociona a todos com sua luta para ser mãe : Todo esforço valeu a pena

Renata e suas duas meninas

Era uma vez uma jornalista que queria muito, muito ser mãe. Ela tentou. Persistiu. Teve três abortos espontâneos, um deles, de um das forma mais tristes: perdeu seu bebê quando estava no oitavo mês de gestação. Quarto pronto, planos feitos, roupinhas compradas, nome escolhido...

Essa é a história de luta de Renata Capucci, repórter da Globo. Ela surpreendeu o público ontem (13) ao revelar o seu drama e sua luta para ser mãe no "Jornal Hoje". Ela não costuma apresentar o noticiário. Mas sentou na bancada justamente por um motivo especial: queria anunciar uma reportagem com mães que, assim como ela, batalharam muito para terem os seu filhos.

Renata deu o seu relato como parte de uma reportagem sobre o desafio e a vontade de ser mãe de muitas mulheres. Comovente e linda a reportagem.

Muito emocionada, Renata agradeceu hoje por ter duas filhas, após uma batalha imensa.

"Essa também é minha história. Eu só consegui ser mãe porque eu nunca desisti. Mesmo diante do sofrimento imenso que é perder um filho. E eu perdi três. Todos ainda dentro da barriga. Um com 8 meses, outro com 5 meses e outro bem no iniciozinho da gravidez”, disse a jornalista.

Capucci afirmou que, mesmo após sofrer os abortos, nunca desistiu de engravidar. “Todo o esforço valeu a pena porque eu não sei o que seria de mim sem as minhas duas filhas lindas, os amores da minha vida, razão da minha vida”.

O blog deseja a todas mães um Feliz Dia das Mães!

http://r7.com/6oEs