malu1 Aos 51 anos, Malu Mader entra na faixa de risco da Globo e pode ser dispensada

Não há atriz que não tema envelhecer. Bem, é raro uma mulher não temer a passagem dos anos, quanto mais uma atriz, que vive de sua imagem.

Mas há especificamente uma faixa etária mais temida entre elas. A dos 50 anos.

Apesar das cinquentonas de hoje darem um banho de beleza e experiência em muitas menininhas, a televisão é cruel. Sobram personagens jovens em novelas, e faltam papéis para determinadas idades. Principalmente para as mulheres.

Sim. Os grisalhões acabam tendo vida mais longa nas novelas do que as atrizes veteranas. Nossa sociedade machista se reflete em tudo.

Na tese de quem apita na TV, uma mulher de 50 anos está 'velha' para viver uma mocinha na dramaturgia. E ainda, muitas dessas atrizes não aceitam viver mães de jovens e até avós em folhetins, e insistem em tentar uma protagonista.

O problema é que acabam ficando com personagens secundários, quando os conseguem.

Não é a toa que a dispensa de atrizes nessa faixa etária é cada vez maior nas emissoras. A Globo cancelou os contratos fixos de nomes como Carolina Ferraz, 49, Maitê Proença, 59 e não sabe o que fazer com Malu Mader, 51.

Malu, que até a novela "Eterna Magia" (2007) era sempre escalada para viver protagonistas, perdeu espaço e deixou de ser convidada para personagens importantes nas novelas.

Sua última personagem, já secundária, foi em "Haja Coração", em 2016. E não há nada previsto para ela na emissora em um curto prazo de tempo. Contratada fixa da Globo há mais de 20 anos, Malu pode perder esse privilégio em 2018.

Querida por atores e atrizes colegas de emissora, atriz também mantém um legião de fãs.

http://r7.com/yvzB