Publicado em 28/05/2016 às 12:20

Desigualdade: o que pode ser feito?

Desigualdade, obra pioneira sobre o estudo da desigualdade no mundo, escrita pelo professor de Thomas Piketty,  é uma leitura urgente, sobretudo nos dias de hoje.

Anthony B. Atkinson, professor de Thomas Piketty (autor do best-seller O Capital no Século XXI), foi pioneiro na pesquisa sobre desigualdade e combina suas experiências para tratar das diversas dificuldades decorrentes dessa questão. Piketty também assina a introdução da obra.

Apresentando um conjunto de medidas que poderiam trazer uma verdadeira revolução na distribuição de renda, ele mostra que o problema não é simplesmente os ricos estarem ficando cada vez mais ricos; também não estamos sendo bem sucedidos em combater a pobreza. Atkinson recomenda políticas ambiciosas em cinco áreas: tecnologia, emprego, segurança social, distribuição de capitais e tributação.

Além de um programa de mudança, este livro é uma voz de esperança e otimismo fundamentado nas possibilidades de ação política em prol da redução da desigualdade. Tradução de Elisa Camara.

desigualdade Desigualdade: o que pode ser feito?

Desigualdade - O Que Pode Ser Feito
432 páginas
R$ 59,90
Editora Leya

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Publicado em 23/05/2016 às 12:40

A loucura está mesmo dentro de um hospital psiquiátrico?

Um romance sensível, contundente e emocionante sobre a vida de um garoto e seu dia a dia na família e com os pacientes do hospital psiquiátrico dirigido pelo pai e as incongruências da verdadeira loucura.

A narrativa de Quando Finalmente Voltará a Ser Como Nunca Foi, do alemão Joachim Meyerhoff, é construída de maneira engenhosa, com momentos alternados de humor e drama no cotidiano de uma família formada por um casal e seus três filhos, que vivem nas imediações do hospital psiquiátrico comandado pelo pai.

A rotina dos personagens é pautada pela convivência com os 1.200 pacientes dentro e fora do lar. Anormal parece ser o mundo externo a essa realidade. O foco é o protagonista Josse. Companheiro do pai em aventuras por parques, florestas e mar, é presença frequente nas visitas ao sanatório. Sua percepção atenta aos fatos, compartilhada com o leitor, revela os segredos, as incoerências e o que todos nós carregamos de insano.

capa alta A loucura está mesmo dentro de um hospital psiquiátrico?

Quando Finalmente Voltará a Ser Como Nunca Foi
352 páginas
R$ 39,90
Editora Valentina 

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Publicado em 19/05/2016 às 12:49

“Inigualável”: até onde você iria pela fama?

Layla Harrison quer deixar seus dias de pobretona para trás, em busca de uma oportunidade como repórter.

Aster Amirpour está a ponto e gritar com o próximo diretor de elenco que disser: “Queremos alguém exótico, mas não o seu tipo de exótico”.

Tommy Phillips sonha em comprar uma guitarra de 12 cordas para tentar fazer as pazes com seu pai  famoso (e ausente).

Madison Brooks é a queridinha de Hollywood, e o que teve de fazer para chegar à fama é uma mera mancha no asfalto dobo salto dos seus Louboutins.

Em Inigualável, a autora de best-sellers Alyson Noël mergulha na sedutora vida noturna de Los Angeles, no glamour de Hollywood, que serve de pano de fundo para história, que apresenta segredos obscuros, intrigas e romances intensos no competitivo mundo da fama.

Fica a pergunta: até onde você iria para conquistar sucesso e admiração? Pois é, a resposta pode mostrar que nossos sonhos mais persistentes podem se transformar em nossos piores pesadelos. Inigualável é o primeiro livro da nova trilogia da autora.

inigualavel Inigualável: até onde você iria pela fama?

Inigualável - Alyson Noël
304 páginas
R$ 34,90
Editora HarperCollins

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Publicado em 12/05/2016 às 17:09

Para os amantes de carros, o livro ilustrado

101 Para os amantes de carros, o livro ilustrado

Em 2016, a Mercedes-Benz do Brasil comemora 60 anos de atividades no País. Como parte das comemorações pelo aniversário histórico da marca no Brasil, a montadora alemã lança em parceria com a Panini um projeto inédito no mercado brasileiro: o livro ilustrado Mercedes-Benz do Brasil 60 anos.

89 Para os amantes de carros, o livro ilustrado

Nas 52 páginas do álbum e nas 180 figurinhas da coleção, fãs da marca e do  mundo sobre rodas poderão viajar pelo tempo, conhecendo a história da mobilidade nacional e a importância e inovação dos automóveis Mercedes-Benz em cada contexto, chegando ao carro do futuro e ao Future Truck.

116 Para os amantes de carros, o livro ilustrado

Livro Ilustrado Mercedes-Benz do Brasil 60 anos
52 páginas
Livro Ilustrado: R$ 6,90
Envelope com 5 figurinhas: R$ 1,25
Editora Panini

 

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Publicado em 09/05/2016 às 11:43

Tudo o que elas queriam era quebrar um recorde

Pode ser o maior desfio de todos duas meninas decidirem quebrar um recorde, seja ele qual for. Quebrar uma taça no grito? Ter o maior número de amigos? Colecionar as brincadeiras mais interessantes? Serem as mais jovens meninas a encontrar ossos de dinossauros!

Uau, é muito desafio para Bia e Ive, duas jovens curiosas e muito amigas que decidem ser detentoras de algum recorde.

O que elas não imaginavam é que, ao cavarem um quintal, encontrariam uma porção de ossos, ossos misteriosos, ossos que podiam ser de dinossauros e elas, então, seriam as mais jovens paleontólogas da história.

Mas é preciso ler essa obra de Annie Barrows, com graciosas ilustrações de Sophie Blackall, para entender a doce forma como a narrativa do livro leva as crianças a entrarem nesse mundo de fantasia, descoberta e conquista.

bia ive 03 Tudo o que elas queriam era quebrar um recorde

Bia + Ive  - O Livro de Recordes (Annie Barrows e Sophie Blackall)

Tradução de E Siegert & Cia Ltda
120 páginas
R$ 20,02 (compre aqui)
Editora Fundamento

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Publicado em 06/05/2016 às 05:10

O sonho hippie acabou, vem a cultura urbana

Nova York, 1976. O sonho hippie acabou, e dos escombros surge uma nova cultura urbana.

Regan e William são irmãos e herdeiros de uma grande fortuna. Ela, uma legítima Hamilton-Sweeney e eternamente preocupada com o futuro da família, vê seu casamento desmoronar em meio às infidelidades do marido. Ele, fundador de uma mitológica banda punk, artista plástico recluso e figura lendária das artes nova-iorquinas.

Dois irmão, muitas histórias que se entrelaçam nesse enredo de fortuna e desencanto e o surgimento de tantos copersonagens: a jovem fotógrafa que descobre um influente movimento musical pelas ruas da cidade; o jovem professor negro e gay que chega do interior e se apaixona pelo misterioso artista; o grupo de ativistas que pode ou não estar levando longe demais o sonho de derrubar o establishment; o garoto careta e asmático que se apaixona pela punk indomável; o repórter que sonha ser o novo nome do jornalismo literário americano.

Com este cenário recheado de bons e maus motivos, um crime atinge o epicentro da vida de cada um deles de forma imprevisível e irremediável.

Combinando o ritmo de um thriller ao escopo dos grandes épicos da literatura, Garth Risk Hallberg constrói um meticuloso retrato de uma metrópole em transformação. Dos altos salões do poder às ruelas do subúrbio, ele captura a explosão social e artística que definiu uma década e transformou o mundo.

Pode começar a ler, as mais de mil páginas da obra são deliciosamente absorvidas em um romance com os itens clássicos: amor, traição e perdão, mas que ainda contempla arte e punk rock, realismo e necessidade, e a percepção do que vale realmente.

cidade em chamas O sonho hippie acabou, vem a cultura urbana

Cidade em Chamas
Tradução de Caetano Waldrigues Galindo
1.048 páginas
R$ 69,90
Companhia das Letras

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Publicado em 05/05/2016 às 05:10

Escócia, EUA, a Segunda Guerra e duas famílias

História 1 - Num vilarejo da Escócia, uma mulher recebe a notícia da morte de seu marido, combatente da Segunda Guerra Mundial, dias após enterrar a única filha, que morreu no parto.

Depois de visitar o túmulo dos dois, a viúva acaba morrendo afogada no Lago Ness, em cujas águas vive, supostamente, um monstro que traga as pessoas e faz parte da lenda local.

História 2 - Nos Estados Unidos, Maddie, seu marido Ellis e o melhor amigo dos dois, Hank, curtem a vida abastada, entre festas e bebidas, e, após uma dessas noites de excesso, Maddie e Ellis são expulsos de casa e decidem viajar, em plena guerra, para a Escócia. O objetivo é redimir a reputação do pai de Ellis, para ganhar o seu perdão e o direito à herança e às regalias da família. O pai é um ex-coronel que falsificou imagens do tal monstro e caiu no ostracismo.

O que essas duas histórias têm em comum? Em À Margem do Lago, romance histórico, Sara Grue, autora do best-seller Água para Elefantes, ligará as pontas dessas duas situações distintas  e o destino de Maddie estará para sempre ligado ao da família da viúva. O livro, que acabou de ser lançado, é apaixonatne. Aposte!

margemdolago Escócia, EUA, a Segunda Guerra e duas famílias

À margem do Lago
392 páginas
R$ 42,90
Bertrand Brasil

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Publicado em 03/05/2016 às 05:30

Velho? Mas quem é velho mesmo?

Envelhecer é um processo pelo qual todos nós passaremos. Cada vez mais a longevidade dá novos motivos para que os idosos tenham uma vida melhor e ativam, sem aquela pecha de que velho é inútil. Bobagem, até o mercado de trabalho sabe, atualmente, que unir a experiência a jovens capazes é o melhor caminho para uma boa atuação no mercado.

Mirian Goldenberg reúne em Velho É Lindo! nove artigos sérios, de leitura agradável e leve, que propõem um novo olhar sobre o que é envelhecer hoje nas grandes cidades.

A partir de entrevistas, observações e pesquisa bibliográfica, o livro identifica sofrimentos e preconceitos ligados ao envelhecimento – e, principalmente, apresenta alternativas individuais e sociais para a construção de uma bela velhice.

Um livro bacana para quem sabe que a antiga e rígida associação de velhice com incapacidades, doenças e fragilidades já não corresponde à experiência de um número crescente de idosos.

velhoelindo Velho? Mas quem é velho mesmo?

Velho É Lindo!

280 páginas
R$ 39,90
Editora Civilização Brasileira

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Publicado em 14/04/2016 às 17:42

Poesia: livro defende a importância das palavras

A palavra ultrapassa o que é usual, trivial e cotidiano. É o que defende a escritora carioca Alexandra Vieira de Almeida em seu novo livro de poemas intitulado Dormindo no Verbo. Com suas 67 poesias, a obra pretende mostrar a importância da percepção da palavra na construção de tudo que nos cerca.

O livro transmite ao leitor a imagem de que o verbo, ou seja, a ação, é muito valioso para a recriação do mundo.

book Poesia: livro defende a importância das palavras

Dormindo no Verbo
130 páginas
R$ 34
Penalux

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Publicado em 12/04/2016 às 14:46

Coletivo lança nesta terça livro com temática LGBT para crianças

Coletivo de artistas, coordenado pelo cineasta Thiago Minamisawa, acaba de lançar o projeto AMAR Coletânea de Livres Infantis, que aborda o universo LGBT em quatro "livres", representando cada letra da sigla. As obras literárias contam com prefácio do escritor português Valter Hugo Mãe e posfácio do deputado federal Jean Wyllys, que apadrinhou o projeto.

Como lançamento da série, haverá exposição com as ilustrações originais na Casa das Rosas (Avenida Paulista, 37), em São Paulo, cuja abertura acontece nesta terça-feira (12), às 18h, e fica aberta ao público até o dia 30 deste mês. Os eventos acerca do lançamento contam ainda oficinas de arte para crianças e adultos e mesas de debate sobre literatura, infância e diversidade, tudo isso nos dias 23 e 24 de abril.

Estão na coletânea obras de Safo, Ovídio, Guimarães Rosa e Frida Kahlo, acompanhadas por ilustrações lúdicas e delicadas. Entre os ilustradores que assinam as obras estão Rosana Urbes, autora de mais de 20 livros infantis e animadora com passagem pelos Estúdios Disney; Cris Eich, com mais de 80 publicações infantis nacionais em seu portfólio; Mateus Rios, duas vezes finalista do prêmio Jabuti; e Marcia Misawa, pós-graduada em Educação com nove anos de experiência editorial. Os textos são de autoria dos cineastas e escritores Thiago Minamisawa, Vinicius Cardoso e Bruno H Castro.

‘Todas as classes, de todas as matérias, de todas as escolas deviam começar assim: antes de aprendermos sobre matemática, biologia, inglês ou história, devemos celebrar a capacidade de amar."  Valter Hugo Mãe

"A educação é uma importante ferramenta de combate e transformação. Assim também é a literatura infantil, elemento fundamental para a formação de todos nós. Por isso, ela tem que ser diversa, como a vida mesma é, com gente de todas as cores e casais de todos os tipos e famílias tão diferentes como na realidade." Jean Wyllys

Imperdível!!!

nonada 2 Coletivo lança nesta terça livro com temática LGBT para crianças

Lançamento: AMAR Coletânea de Livres Infantis
Nesta terça (12), às 18h
Casa das Rosas - Avenida Paulista, 37, Paraíso, São Paulo, SP

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS