Publicado em 26/11/2014 às 19:03

Aqui você lê sobre pais viciados e filhos obcecados por web

Ícone cult, Chad Kultgen tem a capacidade de encantar e surpreender até os mais aficionados fãs de literatura contemporânea. Em Homens, Mulheres & Filhos, sua visão mordaz da sociedade e sua prosa impecável, combinadas à sua imaginação obscena, atingem o ponto mais alto no retrato que faz das pressões sexuais vividas por um grupo de adolescentes e seus respectivos pais, todos navegando pelo terreno compartilhado da internet – com suas promessas de oportunidade, escapismo, reinvenção de identidade e conflitos inesperados.

De pais viciados em pornografia online a filhos obcecados por World of Warcraft; de líderes de torcida competitivas a mães totalmente sem noção, o livro abre uma janela para mostrar a cultura emocionalmente traiçoeira em que vivemos. A Tradução é assinada por Fabiana Colassanti.

homens mulheres filhos chad.kultgen ligia braslauskas livro 600 Aqui você lê sobre pais viciados e filhos obcecados por web

Homens, Mulheres & Filhos

352 páginas
R$ 35
Editora Record

 

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Publicado em 24/11/2014 às 14:46

Como deixar de ser vítima em 12 passos. Você sabe?

"O medo só pode ser experimentado no tempo. É na temporalidade que as coisas têm um fim, e isso nos aterroriza. O medo da perda emocional. O medo da rejeição. O medo da velhice. O medo da doença e todos os medos que se possam imaginar se encerram em um único medo: o medo da morte ou o seu equivalente - a perda.”

Laura Esquivel, autora de Como Água pra Chocolate, acaba de lançar o livro Escrevendo a Nova História: Como Deixar de Ser Vítima em 12 Sessões.

A ideia é que o leitor abandone a mania de se achar vítima da falta de oportunidade, dos erros dos outros e das circunstâncias. Segundo a autora, o objetivo é levar as pessoas a se perguntarem o seguinte: o que acontece comigo quando mudo completamente minha vida e minhas ações?

Laura compartilha suas experiências em duas áreas que a tornaram famosa em todo o mundo todo, a literatura e o cinema.

escrevendo a nova historia livro 600 Como deixar de ser vítima em 12 passos. Você sabe?

Escrevendo a  Nova História: Como Deixar de Ser Vítima em 12 Sessões

160 páginas
R$ 25
Editora Bertrand

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Publicado em 19/11/2014 às 14:16

Historiador colombiano explica a expansão das cidades

As cidades são organismos vivos que crescem, eclodem, amadurecem e ao mesmo tempo sofrem, sorriem e são maquiadas. Para aqueles que vivem nas grandes cidades do mundo pode ser difícil notar as mudanças pelas quais a nossa casa coletiva passa de tempos em tempos, mas para aqueles que conseguem frear o ritmo cotidiano, a cidade se torna um rico observatório social, artístico e histórico.

O pesquisador colombiano Armando Silva mergulhou a fundo nestas questões e colocou no livro Imaginários, Estranhamentos Urbanos.

Para definir o espaço urbano, é necessário ir além da arquitetura e do aglomerado de edificações que nos cercam para se perceber que o ambiente se estende às vitrines de lojas, as luzes dos sinais de rua, os outdoors que invadem e dividem o espaço da paisagem urbana com árvores e artistas de rua.

Por meio do estudo da semiótica, da história, da arte, dos indivíduos e de associações o autor confere outra importância para a cidade.

imaginarios urbanos armando silva ligia braslauskas livro 600 Historiador colombiano explica a expansão das cidades

Imaginários, Estranhamentos Urbanos

250 páginas
R$ 59
Edições Sesc São Paulo

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Publicado em 18/11/2014 às 15:01

Augusto Cury agora aposta no público juvenil

Com o colapso dos recursos naturais, a humanidade foi obrigada a lutar por sua sobrevivência, e após a Terceira Guerra Mundial e uma reestruturação social, o Reino de Cosmus surgiu em todo o seu esplendor.

Com a certeza de que o progresso e o mau uso da tecnologia causaram a destruição do mundo, os governantes de Cosmus proibiram a propagação do conhecimento, abolindo os livros e as escolas.

É nesse cenário que se passa a história de Petrus Logus, o Guardião do Tempo, estreia de Augusto Cury na literatura juvenil.

No centro da trama está Petrus, filho do rei Apolo, soberano de Cosmus, um jovem apaixonado pelo conhecimento e sem talento para lutas e embates físicos.

Educado pelo sábio Malthus para ser um líder justo e generoso, o príncipe começa a questionar o governo do pai, expondo as injustiças sociais e contestando as posições ditatoriais.

Seu senso de justiça o leva a conviver com camponeses, algo proibido para um nobre, e no meio daqueles conhece o verdadeiro amor: a jovem Nátila.

petrus logus augusto cury ligia braslauskas livro 600 Augusto Cury agora aposta no público juvenil

Petrus Logus - O Guardião do Tempo

296 páginas
R$ 29,90
Editora Saraiva

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Publicado em 17/11/2014 às 14:04

Quer saber tudo sobre Eike Batista? Veja aqui

Existem outros livros sobre Eike Batista e a trajetória de suas empresas. Nenhum, porém, como este Tudo ou nada: trabalho brilhante, texto impecável, reportagem desde já definitiva não apenas sobre a ascensão e a queda – sobre as ascensões e quedas, corrija-se – do empresário e de seu grupo X, mas também sobre o Brasil dos últimos vinte anos, o país dos “campeões nacionais”.

É um filme – um filmaço – o que se tem aqui. E é mesmo como um thriller – leitura impossível de largar – que Malu Gaspar faz grandíssimo jornalismo, fotografia sem precedentes do submundo do mercado financeiro brasileiro, investigação sem par sobre as relações promíscuas entre empresários e políticos, mergulho inédito na vida pública de um homem cuja megalomania resultou em dezenas de milionários – e em milhões de descrentes no ato de empreender.

Costurando depoimentos de personagens a que só ela teve acesso, documentos jamais destrinchados e diálogos de tirar o fôlego, o que há no livro - é uma baita história absolutamente desconhecida.

Se você acha que conhece a carreira de Eike Batista e a construção de seu império, leia este livro – leia apenas o primeiro capítulo – e mude de opinião.

eike batista malu gaspar livro ligia braslauskas 600 Quer saber tudo sobre Eike Batista? Veja aqui

Tudo ou Nada - Eike Batista e a Verdadeira História do Grupo X

546 páginas
R$ 55
Editora Record

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Publicado em 12/11/2014 às 12:16

Mãe abandona filha de 5 anos e leva todo dinheiro

menina triste getty images 600 Mãe abandona filha de 5 anos e leva todo dinheiro

Aos 5 anos, Brenda Slaughter foi abandonada pela mãe, Anita, que levou todo o dinheiro do marido e nunca mais deu notícias.

Após 20 anos, a jovem é uma jogadora de basquete promissora, mas ainda não se recuperou do trauma.

Perto de disputar a partida mais importante de sua carreira, Brenda sofre outro baque na vida familiar quando seu pai, Horace, desaparece. Apesar de não ter um bom relacionamento com ele, a jovem quer saber o que lhe aconteceu e contrata Myron Bolitar.

Durante a investigação, o detetive se depara com um antigo caso testemunhado por Anita: a morte da mulher de Arthur Bradford, atual candidato a governador. Na mesma época, a mãe de Brenda sumiu, deixando o emprego na mansão do político após seis anos de serviço.

Enquanto busca atar os fios dessa complexa trama, o detetive confronta mafiosos e policiais corruptos, pondo-se cada vez mais em perigo. Para desvendar esse passado turbulento, Myron precisará da ajuda de seu fiel amigo Win e de muita sorte para permanecer vivo. O livro Um Passo em Falso, de Harlan Coben, com tradução de Luciano Machado, é um suspense que vale demais a leitura.

Se você é fã do gênero, prepare-se, não vai querer chegar ao final do livro.

um passo em falso harlan coben ligia braslauskas livro 600 Mãe abandona filha de 5 anos e leva todo dinheiro

Um Passo em Falso

272 páginas
R$ 29,90 (impresso)
R$ 19,90 (e-book)
Editora Arqueiro

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Publicado em 12/11/2014 às 03:00

Psiquiatra Victor Palomo lança livro hoje em SP

que nem jilo victor palomo livro 600 Psiquiatra Victor Palomo lança livro hoje em SP

O psiquiatra e mestre em Letras pela USP Victor Palomo lança nesta quarta (12) a obra Qui nem Jiló - A Saudade do lugar de Origem (literatura e psicologia).

O livro, que propõe a saudade como tema, não explora apenas o seu amargor. Baseado em estudiosos como Carolina Michaëlis de Vasconcelos e Ramón Piñero, o analista junguiano discute a saudade como “palavra performativa” partindo das suas transformações linguísticas - “Suydade/suidade/sodade/saudade” - até alcançar uma gama de sentimentos que, muitas vezes, embaralham os seus limites: falta, nostalgia, perda, melancolia.

A obra mapeia a saudade portuguesa - “constituinte radicular do imaginário lusófono” - desde as cantigas medievais até Mensagem de Fernando Pessoa, o autor reforça a “memória coletiva que funda a relação de um povo com a sua tradição”.

Ademais, Palomo debruça-se sobre a saudade brasileira, analisando poemas de Manuel Bandeira, Vinícius de Moraes e Torquato Neto. Imperdível!

Palomo é psiquiatra formado na Unifesp, analista junguiano, membro da Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica (SBPA) e International Association for Analytical Psychology (IAAP). Mestre em Letras pela USP.

Lançamento: Qui nem Jiló - A Saudade do lugar de Origem

Quando: nesta quarta (12), às 18h30;
Onde: Livraria da Vila, al. Lorena, 1.731, Jardim Paulista.

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Publicado em 07/11/2014 às 14:22

Prestes a morrer violentamente, diga “porra”

“Alguma vez você já se perguntou qual é a palavra proferida com mais frequência por pessoas prestes a morrer por morte violenta? O MIT realizou um amplo estudo da questão entre comunidades heterogêneas na América do Norte e descobriu que a palavra não é outra senão ‘porra’.”

Temas curiosos, divertidos, o disparate e a até a dura verdade são características da escrita do israelense Etgar Keret.

Os 38 contos do livro De Repente, Uma Batida na Porta são uma leitura deliciosa e agradável. É uma obra de enorme criatividade, com uma linguagem fácil e de narrativa veloz.

A variedade de temas que Keret aborda é outro atrativo da coletânea de contos. Vale super a leitura. A tradução é de Nancy Rozenchan.

de repente uma batida na porta etgar keret ligia braslauskas livro 600 Prestes a morrer violentamente, diga “porra”

De Repente, Uma Batida na Porta
256 páginas
R$ 34,50
Editora Rocco

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Publicado em 06/11/2014 às 13:28

E se só te restasse uma hora de vida?

Esse pensamento, tão urgente e profundo, surge em algum momento da vida de cada um de nós e coloca em perspectiva todas as nossas prioridades, problemas, desejos, arrependimentos.

Se te restasse apenas uma hora de vida, você mudaria algo do que já fez?

O filósofo francês Roger-Prol Droit propõe no livro Se Só Me Restasse Uma hora de Vida, com tradução de Clóvis Marques, um exercício radical, decisivo, que vale todas as lições de filosofia e sabedoria.

O autor nos faz mergulhar em nossa própria consciência para que tentemos descobrir o que é realmente essencial para cada um de nós. E deixa a pergunta: o que faríamos se nos restasse apenas uma hora para viver?

se so me restasse uma hora de vida roger pol detroi igia braslauskas livro 600 E se só te restasse uma hora de vida?

Se Só Me Restasse Uma Hora de Vida
98 páginas
R$ 20
Editora Bertrand Brasil

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Publicado em 05/11/2014 às 10:40

Homem pendurado em árvore pode ter morrido em ritual

“De certa forma é até agradável ficar pendurado aqui em cima. A vista é esplêndida e meu corpo congelado balança agradavelmente ao sabor do vento."

O livro Sangue no Inverno, do sueco Mons Kallentoft é de pôr os nervos à flor da pele. A vítima tem voz e assiste o seu próprio drama.

É o inverno mais frio dos últimos tempos. Perto de Linköping, na Suécia, um homem é encontrado morto, pendurado numa árvore. A cena lembra rituais da religião viking, que, nessa mesma época do ano, ofereciam-se animais e humanos aos deuses em troca de felicidade e bem-estar.

O que a detetive Malin Fors terá de descobrir é se o corpo pendurado trata-se de um ritual ou de um crime extremamente cruel. Malin e o investigador Zeke, seu colega de trabalho, terão de buscar na neve as provas de que precisam, e as revelações vão abalar a pacata cidade, além de trazer à tona terríveis segredos. A tradução é assinada por Jaime Bernardes.

sangue no inverno mons kallentoft ligia braslauskas livro 600 Homem pendurado em árvore pode ter morrido em ritual

Sangue no Inverno
504 páginas
R$ 49,90
Editora Benvirá

    • Facebook
    • Twitter
    • Google Bookmarks
    • Orkut
    • RSS
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com