Baseado em histórias reais, Estrelas Além do Tempo conta a jornada de três mulheres negras que trabalharam na NASA e levaram à Lua John Glenn, que se tornou o primeiro astronauta norte-americano a dar uma volta completa na órbita da Terra.

Autora do livro, Margot Lee Shetterly dá nome e voz às mulheres afro-americanas que atuaram como "computadores humanos” no programa espacial: Katherine, Dorothy e Mary.

E como, durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), época em que racismo e segregação ferviam, três mulheres negras foram parar na NASA? Bem, elas foram chamadas para remediar a falta de mão de obra da época devido ao conflito que, por sua vez, fez a Aeronáutica dos EUA se render às mulheres, e negras. Antes disso, elas davam aulas em escolas públicas.

As três ficaram conhecidas por estimar com lápis, réguas e calculadoras os números que lançariam foguetes e astronautas para o espaço. Mas nem é preciso dizer quão hostil era o ambiente em que elas foram recebidas.

O sucesso da obra foi tanto que acabou indo, com título homônimo, para o cinema neste mês de fevereiro na pele das atrizes Taraji P. Henson, Octavia Spencer, Janelle Monáe, Kirsten Dunst e pelo ator Kevin Costner. O longa recebeu três indicações ao Oscar: melhor filme, melhor roteiro adaptado e melhor atriz coadjuvante para Octavia Spencer.

estrelas As três mulheres negras que levaram um homem à Lua

Estrelas Além do Tempo
352 páginas
R$ 39,90
Editora HarperCollins