O conto épico da vida de Harry Clifton começa em 1920, com as palavras “Disseram-me que meu pai havia morrido na guerra”. Trabalhador de doca em Bristol, na Inglaterra, Harry nunca conheceu seu pai e tinha como objetivo continuar no  estaleiro, mas um dom notável, uma voz encantadora o leva a ganhar uma bolsa de estudos em uma escola para meninos, e sua vida nunca mais será a mesma.

Ao longo da trama, o verdadeiro motivo da morte do pai de Harry é revelado e uma pergunta surge: Ele era mesmo seu pai? Ele é filho de Arthur Clifton, um estivador, ou filho primogênito de um descendente da sociedade West Country cuja família é proprietária de uma linha de transporte?

Enquanto percorremos a história dos Clifton, somos conduzidos pelas devastações da Primeira Guerra, pelas docas da Inglaterra operária, pelas ruas de Nova York nos anos 1940 e pela eclosão da Segunda Guerra Mundial.

“Só o Tempo Dirá”, de Jeffrey Archer, atravessa gerações para revelar a história de uma família cujos mistérios os leitores e nem mesmo o próprio Harry Clifton poderiam imaginar. Tradução de Marcello Lino.

livro Bela voz tira menino de estaleiro e muda sua vida para sempre

Só o Tempo Dirá
420 páginas
R$ 45
Grupo Editorial Record/Bertrand Brasil