Por Dois Mil Anos é a obra mais conhecida de Mihail Sebastian, figura importante da literatura romena do século 20. Nascido Iosif Hechter, em 1907, é autor de ensaios, romances e peças de teatro, e fez parte de um influente círculo de intelectuais romenos que incluía Mircea Eliade, Eugene Ionesco e Emil Cioran.

O protagonista do livro é um jovem judeu cujo nome jamais é mencionado, e que  registra seu contato com diferentes facetas da sociedade romena ao longo dos anos, naquilo que chama de “um tempo de espasmo” – o período entreguerras que testemunhou a ascensão do fascismo e colocou em xeque a intelectualidade europeia.

Da universidade, onde tentava passar despercebido pelos grupos de agressores antissemitas, à vida profissional adulta, o protagonista convive e conversa com reacionários, revolucionários, fanáticos e libertinos, sem jamais se identificar com nenhum grupo particular. Mas isso não o impede de perceber que nem amizades de longa data nem um esforço de assimilação o protegem de ser visto como um pária.

A obra discute sobre o lugar do povo judeu e sua cultura no mundo, num texto que fica entre especulação filosófica e ficção narrativa. Tradução direta do romeno.

capa PDMA 400 Clássico romeno chega ao Brasil pela primeira vez

Por Dois Mil Anos
Tradução de Eugenia Flavian
352 páginas
R$ 59
Editora Amarilys