O livro Sorrisos Quebrados, da escritora portuguesa Sofia Silva, é tenso e ao mesmo tempo erótico, mas o erotismo contido nele funciona para mostrar como a dor e o flagelo existentes na alma, após abusos e torturas, podem se dissipar por meio da entrega. Logo nas primeira páginas o leitor é pego por uma situação que causa arrepios, indignação e uma vontade enorme de gritar: Pare! Mas não vai adiantar.

Em uma trama envolvida em sofrimento e crueldade, os três principais personagens, Paola, Sol e André, lutam para sobreviver a suas marcas e tentar renascer de outra maneira, livres de seus passados, embora o preço para isso seja justamente reviver momentos terríveis, daqueles que daríamos qualquer coisa para esquecer.

Longe de ser piegas, o livro prende o leitor em sua narrativa e pelo suspense que impõe entre os capítulos ditados por Paola, uma mulher desfigurada, e André, um homem atormentado devido a um amor abusivo e por uma revelação que lhe rendeu uma enorme briga interna para continuar amando uma criança.

Embora as passagens sexuais sejam repletas de detalhes, aos moldes de 50 Tons de Cinza, o livro está longe de ser apenas uma história erótica. A base dele é a redenção e a complicada forma que usamos para superar o que, às vezes, parece impossível.

sorridos Crueldade, erotismo e redenção moldam livro Sorriso Quebrados

Sorrisos Quebrados
232 páginas
R$ 29,90 (impresso)
R$ 22,90 (e-book)
Editora Valentina